Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

UMA NOVA REFORMA AGRÁRIA ESTÁ A SURGIR ONDE A DE ABRIL COMEÇOU

IMG_6827.JPG

No Monte do Outeito, um pouco como em toda a região de Beja, está em curso uma nova Reforma Agrária, com uma total alteração das culturas, que se tornaram possíveis a partir da chegada da água de Alqueva.

A produção extensiva de sequeiro está a dar lugar a produções intensivas de regadio, com uma grande preponderância de olivais.

Esta nova Reforma Agrária terá um grande peso económico e no saldo da nossa balança comercial, mas não tem o impacto social na região que a Reforma Agrária de Abril teve. 

IMG_6832.JPG

2 comentários

  • Sem imagem de perfil

    Anónimo 01.09.2016 20:20

    Foi sempre assim ao longo da História. Os povos mais poderosos na sua relação com os outros coitados, como é o nosso caso.
    E a culpa é deles, ... ou é nossa?
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Comentários recentes

    • Anónimo

      Deixo aqui um post que retirei do Facebook, de um ...

    • Anónimo

      Não concordo. Como bem diz, dada a manifesta incap...

    • Anónimo

      Esta questão tem acontecido com a conivência de vá...

    • Anónimo

      Lixo e buracos nas ruas e estradas constituem a im...

    • Anónimo

      Uma gestão camarária que nem do lixo dá conta!Quan...

    Mais sobre mim

    foto do autor

    Sigam-me

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    subscrever feeds