Alvitrando
Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.
31
Dez 17

radiogr.png

Foi lançado esta semana um concurso público, pela Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo, no valor base de 1.036.000€, e que visa a aquisição de equipamentos de imagiologia.

Os equipamentos que melhorarão os serviços de Imagiologia da Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo são: equipamento de RX convencional, RX portátil com detetor digital, um mamógrafo, equipamento para tomografia computorizada, ecógrafos e uma estação de diagnóstico de imagiologia.

publicado por Zé LG às 09:43
TAC de quantos cortes?
Anónimo a 31 de Dezembro de 2017 às 09:49
Concurso aberto com o anterior CA e projecto com candidatura aprovada.
Anónimo a 31 de Dezembro de 2017 às 10:15
Beja Merece uma ressonância.Vamos a Évora .


Anónimo a 31 de Dezembro de 2017 às 10:17
Só agora? Já devia estar ao serviço dos doentes há meia dúzia de anos.
Anónimo a 31 de Dezembro de 2017 às 10:25
O concurso já tinha sido lançado há um ano.
Anónimo a 31 de Dezembro de 2017 às 10:27
Este investimento foi desbloqueado pelo anterior secretário de estado, Manuel Delgado, que o anunciou em visita a Beja, não se lembram?
Anónimo a 31 de Dezembro de 2017 às 11:46
A tal visita secreta ao anterior CA,sem direito a convites internos.Foi só para acalmar os ânimos que o CA não queria ser substituído.
Anónimo a 31 de Dezembro de 2017 às 12:15
Pois. Manhosices à Opus Dei.
Anónimo a 31 de Dezembro de 2017 às 12:32
A teia dos Alumni da OD controla a Saúde.
Anónimo a 31 de Dezembro de 2017 às 12:50
Pouco interessa os cortes.Que venha depressa que é sempre melhor do que o velho equipamento que temos.Ate penso que nenhum hospital distrital do Pais tem um equipamento há tantos anos sem ser substituído.É o que se chama bater no fundo.
Que venha este e não sejam aves agoirentas.
É que este equipamento é de muita necessidade .
Anónimo a 31 de Dezembro de 2017 às 11:00
Com o equipamento novo irão fazer um CRI?
Anónimo a 31 de Dezembro de 2017 às 11:30
Se o lobi dos radiologistas quiser...
Anónimo a 31 de Dezembro de 2017 às 11:44
Claro que interessa. Um para fazer o que os obsoletos faziam é que não interessa. Os mais recentes fazem mais cortes, o que permite diagnosticar com mais precisão.
Anónimo a 31 de Dezembro de 2017 às 11:43
O ministro da saúde garantiu em Beja há precisamente um ano atrás que iria dotar o hospital com um aparelho de ressonância magnética.
Anónimo a 31 de Dezembro de 2017 às 12:08
O que ele diz não é de confiar.
Anónimo a 31 de Dezembro de 2017 às 12:12
Esta lembra a eletrificação da linha férrea de Beja até Casabranca.
Quando é que haverá um jornalista ou um deputado da nação com coragem que confronte o Ministro Pedro Manuel Dias de Jesus Marques, atual Ministro do Planeamento e das Infraestruturas, com as suas promessas.
Anónimo a 31 de Dezembro de 2017 às 12:41
Isto já para não falar do aeroporto de Beja, classificado indevidamente como Elefante Branco, quer se queira quer não.
Além de que vale a pena referir que este ministro atrás citado é natural do Montijo.
Anónimo a 31 de Dezembro de 2017 às 12:44
Ninguém o pode e nem deve censurar, pugna e defende a sua terra.
Aliás como os Zorrinhos e o ministro Capoulas dos Santos em relação a Évora.
Pena Beja não ter na politica pessoas como eles.
Anónimo a 31 de Dezembro de 2017 às 12:59
Que visão mesquinha da política! Os membros do Governo não são autarcas.
Anónimo a 31 de Dezembro de 2017 às 13:43
Que disparates! Então são os autarcas que trazem para as suas terras todas as infra-estruturas incluindo as da saúde?
Anónimo a 31 de Dezembro de 2017 às 13:50
Vamos ter garantida a ressonância magnética na ULSBA.A autarquia trata disso, já que o Ministro só prometeu e nao. Um
Te.
Anónimo a 31 de Dezembro de 2017 às 13:52
Não cumpre foi lapso.
Anónimo a 31 de Dezembro de 2017 às 13:53
Há alguns que desistem sistematicamente de tentar.
Anónimo a 31 de Dezembro de 2017 às 15:59
Em Évora temos nesse caso a maçonaria a influenciar.
Anónimo a 31 de Dezembro de 2017 às 14:07
Em Beja também podia ser assim.
Anónimo a 31 de Dezembro de 2017 às 14:11
O que não faltam aí são maçons com peso político!
Era bom era!
Anónimo a 31 de Dezembro de 2017 às 15:21
Não basta ser de bons costumes.
Anónimo a 31 de Dezembro de 2017 às 15:45
O fim de ano no Alvitrando está cheio de revelações!
Anónimo a 31 de Dezembro de 2017 às 17:21
Beja tem políticos que nem para assessores dos de Évora servem.
Anónimo a 31 de Dezembro de 2017 às 14:10
É a doença do castelo de Beja: sobem à torre e não vêm nada à volta...
Anónimo a 31 de Dezembro de 2017 às 14:15
Essa é que é uma grande verdade! Mas os ditos politicos são como a restante população de beja: poucochinha, intriguista, falsa e invejosa!
Anónimo a 2 de Janeiro de 2018 às 01:28
Dezembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
27
Passaram por cá
Contador de visitas

Desde 15.01.2011
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
25 de ABRIL sempre! Excelente dia da Liberdade, Zé...
O governo de Adalberto e Centeno sacrificam o SNS ...
No hospital a palavra de ordem é não há no armazém...
Difícil é entender porque é que certos intelectuai...
Esse é o lema na ULSBA
O bom funcionário vive feliz e saudável, quando to...
às 11H00?
safa, aqui aprende-se pouco, ou mesmo nada!
A loucura anual, para depois ano após ano ficar tu...
Cada um lê aquilo quer e vossemecê não tem nada a ...
E o anonimo(a) das 11:24 leu, senão, leia, é capaz...
Que triste pasmaceira!
Estes não se preocupam com coisa alguma e não se ...
Passaram cinco anos. Mudou governo e administração...
Saudável era a dieta daquele ministro obeso. Os ca...
blogs SAPO