Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

ULSBA FORTEMENTE DESCAPITALIZADA EM RX E TAC

Segundo uma nota de imprensa do Grupo Parlamentar do PCP, o Governo confirmou que a Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo está fortemente descapitalizada em equipamentos de imagiologia, nomeadamente de RX e TAC e deixou a garantia que está a trabalhar com a administração da ULSBA no sentido de se promover uma candidatura para poder ultrapassar este problema. 

AQUI e AQUI.

6 comentários

  • Sem imagem de perfil

    Munhoz Frade 30.05.2016 19:29

    Pedro do Carmo demonstra capacidade e iniciativa, na defesa da Saúde do Baixo-Alentejo.
  • Sem imagem de perfil

    Anónimo 30.05.2016 20:05

    Parece que mesmo no distrito de Beja a geringonça funciona!
  • Sem imagem de perfil

    Fogo sobre o CA! 30.05.2016 20:17

    "NO ÂMBITO DAS FUNÇÕES DE DEPUTADO ELEITO PELO BAIXO ALENTEJO QUESTIONEI HOJE O MINISTRO DA SAÚDE SOBRE O FUNCIONAMENTO DO HOSPITAL DE DIA DE ONCOLOGIA DO HOSPITAL JOSÉ JOAQUIM FERNANDES, BEJA (ULSBA)

    O acesso aos cuidados de saúde é um dos pilares fundamentais das funções do Estado, que se encontra protegido pela Constituição da República Portuguesa.

    Considerando a gravidade dos rumores acerca da alegada situação do Hospital de Dia de Oncologia – Quimioterapia, após, pelo menos duas inspeções do Infarmed, nos últimos meses.

    Considerando ainda a relevância dos cuidados prestados pelo referido serviço de saúde integrado no Serviço Nacional de Saúde, a importância terapêutica do serviço e o quadro de debilidade física e psicológica em que os pacientes se encontram perante o diagnóstico e os tratamentos.

    Considerando, por último, a preocupante opacidade e falta de esclarecimento público do Conselho de Administração da ULSBA às questões colocadas por um jornalista (às quais tivemos conhecimento), bem como a existência de respostas que contradizem a informação que circula entre profissionais, utentes e um pouco por toda a região, enviei ao Exmo. Senhor Ministro da Saúde um conjunto de questões concretas e objetivas que visam apurar, entre outras questões, se:

    . se confirmam os rumores que a preparação dos citotóxicos pode ser suspensa de imediato e se está em causa, no mínimo, o encerramento temporário dos tratamentos com quimioterapia no Hospital de Dia de Oncologia do Hospital de Beja;

    . o que leva o Infarmed a realizar nos últimos meses e num curto espaço de tempo duas inspeções na ULSBA, após a inspeção realizada em 2012;

    . o que foi feito concreta e objetivamente pela Administração entre 2012 e 2016 para ultrapassar os problemas detetados então;

    . se o Conselho de Administração fez nesse período de 4 anos tudo o que estava ao seu alcance para ultrapassar quaisquer problemas que pudessem ter sido detetados e garantir em absoluto a segurança de utentes e profissionais;

    Estas são algumas das questões que têm de ser respondidas com a máxima urgência e detalhe na informação, de forma a erradicar o alarme social gerado pelas informações que circulam em surdina.

    O Baixo Alentejo não prescinde de ter acesso a um serviço de qualidade na prestação de cuidados de saúde, em valências fundamentais para o tratamento de patologias mais exigentes, em questões decisivas para a tranquilidade social e quando estamos a falar de cidadãos em situação de saúde que suscitam particulares preocupações em matéria de acompanhamento médico e familiar.

    O Baixo Alentejo exige o cabal esclarecimento da situação, a reposição de eventuais quebras na prestação dos serviços de saúde e a manutenção do compromisso da Administração com o Serviço Nacional de Saúde na Região.

    O lamento sobre a situação em que poderão ter sido ou venham a ser colocados os Baixos Alentejanos necessitados de cuidados de saúde oncológicos é pouco, exige-se que o serviço tenha a qualidade que lhe é devida e que utentes e profissionais possam nas melhores condições possíveis travar juntos o combate pela vida e pela saúde.

    A todos os servidores do Estado está acometido o desafio de respeitar a dignidade humana e de salvaguardar na gestão dos serviços o essencial. Estou certo que os profissionais de saúde têm bem presente esta orientação, procuram cumpri-la e dar-lhe sentido prático a bem dos utentes, assim lhes criem as condições exigíveis tecnicamente através de recomendações, normas e leis para a prestação dos cuidados de saúde."

    Pedro do Carmo
  • Sem imagem de perfil

    Anónimo 30.05.2016 22:36

    Oh Ex Sr Deputado, o sr ainda é mais "artolas" do que parece!
    o sr interpela o ministro e nem tem o cuidado de se colocar tecnicamente ao corrente da matéria? Será que os seus compinchas não sabem que desde sempre (até com CA do seu partido) nunca as boas praticas e a legislação existente para a área foi cumprida? Será que não sabe que diariamente se infringem as regras da preparação dos medicamentos no HD? Quem deverá preparar a medicação são os técnicos de farmácia ao que sei, não os enfermeiros, eles não detêm competências para preparar, apenas para administrar! E onde estão os farmacêuticos ? Será que não sabe disto ou esqueceu de propósito? Não são apenas questões de de espaço físico, são também questões de técnicos nos lugares certos..., e a quem pode interessar isto? À população não será garantidamente!
  • Sem imagem de perfil

    Anónimo 31.05.2016 06:35

    Não se entendem estas críticas ao deputado. Então queixavam-se do silêncio do PS, mas agora queixam-se do PS alertar e indagar com brado?
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Comentários recentes

    • Anónimo

      Ah, estamos bem... temos taxas de água, esgoto e l...

    • Zé LG

      Se não disser do que se trata ficamos na mesma, se...

    • Anónimo

      Estranho, sim...

    • Anónimo

      Sem dúvida.Um autentico murro no estomago no todo ...

    • Anónimo

      Concorso, embora há um senão, que não foi esclarec...

    Mais sobre mim

    foto do autor

    Sigam-me

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    subscrever feeds