Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

“Todos, todos, todos juntos pelo povo”?

Zé LG, 28.05.24

PCandeias.png«Que ninguém vos diga que não tínhamos sido avisados. Luís Montenegro fez do “todos, todos” um slogan de inclusão, responsabilidade e diálogo políticos, pensámos nós, mas provavelmente o chavão também tinha escondida uma iteração fiscal; algo como “igual para todos”, o que apela ao humanista que há em todos nós.
Só que, aplicado à fiscalidade, nomeadamente aos descontos no IRS para os jovens apresentados na proposta da AD na semana passada, isto traduz-se no seguinte: beneficiam “todos, todos, todos”, precisamente porque a redução é “igual para todos”, mas favorece mais os “mais ricos”, que terão uma poupança que poderá chegar até aos 19 mil euros por ano. Já antes o Partido Socialista manifestou-se contra esta intenção do Governo, por considerá-la injusta e discriminatória.»
Pedro Candeias, Editor-executivo do Expresso.

4 comentários

Comentar post