Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Vinhos da Adega Cooperativa de Vidigueira, Cuba e Alvito voltam a ser premiados

Vidigueira-1498-com-caixa_bx.jpg

O vinho “Vidigueira 1498 – Grande Reserva”, produzido pela Adega Cooperativa de Vidigueira, Cuba e Alvito, venceu um dos prémios do Concurso «Escolha da Imprensa», organizado pela revista Vinhos – Grandes Escolhas.

O “Vidigueira 1498 – Grande Reserva”, é apresentado como “o topo de gama dos vinhos produzidos pela Adega de Vidigueira”. Foi lançado em Junho deste ano, por ocasião das comemorações dos 520 anos da chegada de Vasco da Gama à Índia em 1498. Foram produzidas apenas 1498 garrafas.

O vinho “Grande Escolha Branco 2016” foi premiado na Vinipax, em Beja. O júri atribuiu a medalha de ouro correspondente ao Grande Prémio do evento.

“Vila Alva. Terras de Vinho” em exposição a partir do dia 10 na Adega do Mestre Daniel

VilaAlva_expo_web.jpg

No âmbito do projecto para a sua reactivação, a Adega do Mestre Daniel, em Vila Alva, acolhe a partir do próximo dia 10 de Novembro a exposição “Vila Alva. Terras de Vinho”, da iniciativa de Daniel Parreira, com a colaboração de Samuel Pernicha e João Taborda.

No ambiente cénico da renascida adega, embalada pela melodia do vinho a sangrar de velhas talhas, envolta em encantatórios aromas, esta exposição,constituída por 10 painéis temáticos, é uma inebriante viagem no tempo.

O visitante principia a jornada pelos vinhedos de Vila Alva, recuando à época da ocupação romana. Depois, é convidado a conhecer esta aldeia e o quotidiano das suas gentes, já nos meados do século XX. A aventura prossegue no sombrio interior de velhas adegas, à descoberta de talhas centenárias, de símbolos de mestres talheiros e marcas de fabricantes mais próximos. A viagem continua com a iniciação aos segredos do vinho de talha, tal como era produzido pelo Mestre Daniel, terminando no universo das vendas,entre copos e singelos petiscos. No final, mas como num regresso às origens, os visitantes poderão provar o vinho novo e sentir-se irmanados… na comunhão de uma moda!

Esta exposição conta ainda com duas obras do mestre Chico Taborda que, com um rigor mágico, reproduzem os ambientes de uma adega tradicional e de uma venda d’outros tempo.

UNIDADE ALENTEJANA NA CANDIDATURA DO VINHO DE TALHA A PATRIMÓNIO DA HUMANIDADE

201808011022092923.jpg

Vinte municípios e sete entidades do Alentejo assinaram esta semana um protocolo de cooperação no processo de candidatura da produção tradicional de vinho de talha a Património Cultural Imaterial da Humanidade.

Rui Raposo, presidente da Câmara de Vidigueira, que lidera o Processo, destaca a importância do protocolo e revela que o documento ainda está aberto a outras autarquias e entidades que se queiram associar ao projecto.

ADEGA DE VIDIGUEIRA CONQUISTA OURO E PRATA EM CONCURSOS INTERNACIONAIS

DQmRYbbHU77gb4mKJxy9Mzu8Jy17S1GgGiorVYJCnefSMEm_16

A Adega Cooperativa de Vidigueira, Cuba e Alvito continua a ver os seus vinhos premiados em concursos internacionais.

Este ano o Mundus Vini, o CINVE e o Bacchus, reconheceram os vinhos daquela Adega Cooperativa. O Vidigueira Grande Escolha Branco 2016 obteve uma medalha de Ouro no Mundus Vini. O Vidigueira Alicante Bouschet obteve também uma medalha de Ouro no CINVE.

A estas, a Adega Cooperativa junta três medalhas de prata no CINVE 2018 (Vidigueira Antão Vaz 2017; Vidigueira Grande Escolha Branco 2016 e Vidigueira Syrah 2015), e duas medalhas de prata no Bacchus 2018 (Vidigueira Antão Vaz 2017 e Vidigueira Syrah 2015).

ADEGA DE VIDIGUEIRA, CUBA E ALVITO LANÇA VINHO DA TALHA DE VINHAS CENTENÁRIAS

VINHO.jpg

Chama-se Vila Alva e segundo fonte local é um vinho que vai correr o mundo pelas suas características únicas, resultado de um processo de fazer vinho também ele único e herdado dos Romanos (o vinho da talha) e com recurso a uvas brancas provenientes de vinhas com mais de 100 anos.

Vila Alva - Vinhas Centenárias é lançado a 17 de fevereiro e é uma homenagem à freguesia do Concelho de Cuba "onde se encontram as vinhas mais antigas desta zona do país, muitas delas plantadas em datas anteriores a 1930. Vinhas antiquíssimas com produções reduzidas, mas cujos cachos têm uma refinada qualidade", como defende a Adega Cooperativa da Vidigueira em comunicado.

As uvas recolhidas para este Vinho de Talha vieram de apenas 6 hectares de vinhas e das castas Antão Vaz, Roupeiro, Manteúdo, Diagalves, Larião e Perrum.

VINHOS ALENTEJANOS SÃO OS PREFERIDOS DOS PORTUGUESES

carmim.png

Quem o assegura são os dados resultantes do estudo TGI da Marktest.

Foram cerca de metade os participantes do estudo que dizem preferir o vinho alentejano, logo seguido dos vinhos com origem no Porto e no Douro.

O estudo revelou ainda que a maior parte das pessoas tem maior preferência pelos vinhos das suas próprias regiões.

Comentários recentes

  • Anónimo

    O Hospital de Beja entrou numa fase de desinvestim...

  • Anónimo

    E agora, a quem vão pedir batatinhas?

  • Anónimo

    Concordo em absoluto LG.Mas parece-me que já não é...

  • Anónimo

    inteiramente de acordo e sem qualquer discussão!.....

  • Zé LG

    O título e este alvitre foram publicados não por s...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds