Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

CIMBAL participa em projetos transnacionais

CIOMBAL.jpgNa sessão do mês de setembro do Conselho Intermunicipal da CIMBAL – Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo, que foi presidida pelo vice-presidente Tomé Pires, em virtude da suspensão de mandato do atual presidente, Jorge Rosa, foi deliberada a aprovação da participação da CIMBAL nos projetos transnacionais: “LC4Regions” (economia circular – análise de ciclo de vida dos produtos, com base na proteção do meio ambiente e eficiência de recursos) e “CityZen” (agricultura urbana – promoção do crescimento verde, eficiência de recursos e criação de emprego), no âmbito do Programa Interreg Europe.

FENAREG defende que uso eficiente da água deve ser prioridade

Num momento em que se discute o futuro da Política Agrícola Comum (PAC) e se aproximam as eleições para o Parlamento Europeu, a FENAREG – Federação Nacional de Regantes de Portugal defende que “os países do Sul da Europa devem concertar posições para defender o futuro da agricultura de regadio na União Europeia, essencial à produção de alimentos a preços competitivos, à fixação das populações no território e à protecção do Ambiente”.

A Federação sublinha que “as futuras políticas europeias de apoio ao investimento em regadio devem incentivar os agricultores a atingir metas ainda mais ambiciosas de eficiência do uso da água e não centrar os esforços no “corte cego” do uso da água em agricultura”.

A FENAREG defende que a PAC, para o período 2021-2027, deve “apoiar investimentos com base no aumento da produtividade económica da água (ou seja produzir mais kg de determinada cultura agrícola com o mesmo volume de água) e não com base na poupança de água obtida”.

Mas não é isso que devia ter feito sempre?!

Theresa May diz que é tempo de "pôr os interesses nacionais em primeiro lugar"

thumbs.web.sapo.io.jpeg

Com a sobrevivência do Governo à moção de censura votada esta quarta-feira, Theresa May anunciou que existe agora "a oportunidade de nos focarmos em encontrar um caminho para o Brexit".

 

Está cada vez mais difícil compreender algumas decisões políticas. Veja-se o que se passa no Reino Unido: Em referendo é aprovada a saída da União Europeia. A primeira-ministra faz um acordo com a Comissão Europeia definindo as condições da saída. O Parlamento vota contra esse acordo. O mesmo Parlamento, no dia seguinte, vota contra uma moção de censura à primeira-ministra, manifestando-lhe confiança na apresentação de outro acordo. E agora a primeira-ministra vem afirmar que é tempo de "pôr os interesses nacionais em primeiro lugar"... Clarinho como o lodo.

PS arranca “Rumo às Europeias 2019” em Beja

201901081212109789.jpgO distrito de Beja recebe, no próximo sábado, a primeira de 7 convenções regionais organizadas pelo Partido Socialista sobre a "Europa".

Em Beja, a convenção está dividida em duas partes, de manhã, no Luíz da Rocha, entre as 10.30 e as 12.00 horas, há “conversas sobre a Europa” com os presidentes das Câmaras Municipais de Campo Maior, Ricardo Pinheiro, Mértola, Jorge Rosa e de Reguengos de Monsaraz, José Calixto.
De tarde, entre as 14.30 e as 17.30 horas, na Pousada de Alqueva vai falar-se sobre “Alqueva: oportunidades para o Alentejo”, um debate moderado por Carlos Zorrinho e onde marca presença, entre outros, Capoulas Santos ministro da Agricultura. A sessão de encerramento é feita por António Costa, secretário-geral do PS.

LIFE LiveAdapt - Adaptação às Mudanças Climáticas dos Modelos de Produção Pecuária Extensiva na Europa

201901081011147326.jpgSegundo a ADPM, um dos parceiros do projecto, as mudanças climáticas estão a ter um impacto negativo na indústria agrícola e pecuária, particularmente no sul da Europa, provocando por um lado escassez e deterioração da qualidade da água e das pastagens, por outro a erosão dos solos devido a situações de chuvas torrenciais e alterações nos padrões de pragas e doenças. Para fazer frente a este processo, foi lançado este novo projecto LIFE LiveAdapt-Adaptação às Mudanças Climáticas dos Modelos de Produção Pecuária Extensiva na Europa.

OLHAR CRÍTICO

667.JPG

Esta é uma imagem que, num primeiro olhar, nos remete para um certo bucolismo. Mas, se olharmos com mais atenção o que é que vemos? - Um passadiço construído recentemente, com fundos comunitários, nacionais e autárquicos, invadido por plantas que dificultam a sua função, com falta de conservação e alguns elementos degradados. É uma maneira "um pouco nossa" de "tratarmos" os melhoramentos que fazemos...

MÉRTOLA E SERPA INVESTEM EM EFICIÊNCIA ENERGÉTICA EM EDIFÍCIOS MUNICIPAIS

O Conselho Intermunicipal da CIMBAL autorizou a abertura do procedimento concursal da “Implementação de Soluções de Eficiência Energética nos edifícios dos Paços do Concelho de Mértola e Edifício de Serviços da CM Serpa”, que irão beneficiar de apoio comunitário, ao abrigo do projeto Prominent Med, financiado pelo programa Interreg Med à taxa de 85%, num investimento total previsto de 200 mil euros + IVA.

280 MILHÕES DE EUROS PARA MODERNIZAÇÃO E AMPLIAÇÃO DE REGADIOS

regadio.jpg

O BEI-Banco Europeu de Investimento e o CEB-Banco de Desenvolvimento do Conselho da Europa anunciaram um financiamento de 280 milhões de euros para modernização e ampliação das infraestruturas de regadio, sobretudo no Alentejo. O BEI e do CEB vão assim contribuir para o financiamento do Programa Nacional de Regadios de Portugal, apoiando investimentos nas regiões do interior do país, sobretudo no Alentejo, servidas pelo sistema de rega do Alqueva.

MÁRIO CENTENO ELEITO PRESIDENTE DO EUROGRUPO

thumbs.web.sapo.io.jpg

Também a Associated Press afirma que esta vitória “marca o afastamento do mantra da austeridade”, com “maior perceção de que a austeridade dos últimos anos tem sido uma carga pesada para as pessoas.” Assim, a agência considera que a subida de Centeno à presidência do Eurogrupo “tem o potencial para simbolizar uma nova era na Zona Euro, ainda mais porque [Centeno] vem da Europa mais pobre”.

Os próximos passos de Centeno são ainda previstos pela agência, com o fim do resgate da Grécia a afirmar-se como um dos principais pontos. Mas há mais: “As melhorias na arquitetura da Zona Euro irão ocupar muita da agenda de Centeno. Há uma crença de que há mais a fazer para garantir que não há repetição da crise mais recente. Alcançar um consenso de como fazer isso será uma peça-chave do trabalho de Centeno.”

Do outro lado do Atlântico, o New York Times sublinha também “a mudança no foco” do Eurogrupo que se dá com a eleição de Centeno. “É um sinal de que os governantes da região podem estar prontos para deixar para trás uma era em que o euro parecia estar à beira do colapso”, pode ler-se no jornal norte-americano.

 

Oxalá tenham razão.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Vamos ter nova geringonça. E a ideia, pessoalmente...

  • Anónimo

    Num país em que o maior trambiqueiro político está...

  • Anónimo

    Uma vida saudável depende de muitos outros factore...

  • Zé LG

    A alimentação não é um factor importante para uma ...

  • Anónimo

    Porreiro, pá!É ver para crer!

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds