Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

PPG Dyrup ‘Colorful Communities’ beneficia Associação de Respostas Terapêuticas de Castro Verde

image001.pngEsta quinta-feira,a partir das 15 horas aAssociação de Respostas Terapêuticas (ART)irá beneficiar do programa global de solidariedade social “Colorful Communities” da PPG Dyrup. Cerca de 40 funcionários voluntários irão procedera à renovação, com recurso a produtos PPG, da instituição de Castro Verde que acolhe cerca de 50 crianças e jovens vítimas de traumas ou abusos.

A intervenção no local será efetuada tanto no exterior como no interior das instalações e contará, pela primeira vez a nível global, com a contribuição de uma artista profissional,Maria Imaginário, reconhecida pelo seu trabalho em edifícios devolutos de Lisboa.

“Tricotadeiras” de Alvito oferecem peças a crianças do IPO

201901041052513750.jpgUm grupo de “tricotadeiras” de Alvito fizeram diversas peças de vestuário para bebés, com lã oferecida pela Câmara Municipal, no âmbito do Dia Mundial de Tricotar em Público.

Algumas das peças foram distribuídas pelos bebés que nasceram no concelho durante o ano de 2018 e, nesta 2ª feira, vão ser oferecidos ao IPO de Lisboa casaquinhos, gorros, mantas e botinhas.

Alvito recebeu mais refugiados sírios

Alvito-768x432.jpgChegaram esta semana a Portugal os primeiros refugiados ao abrigo do Programa Voluntário de Reinstalação do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados, a partir do Egipto.

Os 33 cidadãos, 14 adultos e 19 menores (6 famílias e dois cidadãos isolados), vão ficar em vários pontos do país.

A Câmara de Alvito está a apoiar quatro refugiados sírios, um casal com dois filhos. O projecto arrancou há dois anos com o acolhimento de três jovens sírios, em Vila Nova da Baronia.

A família está numa casa da autarquia, em Alvito.

O presidente da Câmara de Alvito realça que a integração dos 3 jovens foi um sucesso e que estes vão ajudar na integração desta nova família.

“Incubadora de Inovação Social do Baixo Alentejo valoriza o território” e já tem projectos para avaliar

201812162059085343.jpgJá foi inaugurada a Incubadora Social do Baixo Alentejo, sediada em Beja, na Capela de Nossa Senhora do Rosário, junto à Igreja de Santa Maria. Trata-se de um projeto, formado por uma equipa jovem, cofinanciado entre a Portugal Inovação Social e a Câmara de Beja, que pretende criar condições favoráveis ao surgimento de projetos sociais inovadores na região, apoiando a sua implementação e desenvolvimento.

João Cascalheira, da Incubadora de Inovação Social do Baixo Alentejo, revelou que há um mês que esta estrutura está a funcionar, embora a inauguração tenha sido na passada sexta-feira, e que já há projetos inovadores para avaliar. Mapear e avaliar os projetos do território é a fase que se segue, referiu João Cascalheira, apelando ao contacto de quem tenha ideias para colocar em prática.

A Incubadora de Inovação Social do Baixo Alentejo, com sede, em Beja, na Capela de Nossa Senhora do Rosário, junto à Igreja de Santa Maria, tem 36 meses para mostrar resultados.

Ministra da Presidência participa em conferência sobre “Inovação Social” e inaugura “incubadora social” em Beja

“Inovação Social: contributos para o desenvolvimento de territórios de baixa densidade demográfica” é o mote para uma conferência que vai decorrer, hoje, a partir das 09h30, no Centro Unesco para a Salvaguarda do Património Imaterial, em Beja, com a presença de Maria Manuel Leitão Marques, ministra da Presidência e da Modernização Administrativa.

incubadora-beja.jpg

Após a conferência, a ministra inaugura a Incubadora de Inovação Social do Baixo Alentejo, um projecto do Centro Social Nossa Senhora da Graça, sediado em Baleizão, co-financiado entre a Portugal Inovação Social e a Câmara Municipal de Beja, que pretende criar condições favoráveis ao surgimento de projectos sociais inovadores nesta região, apoiando a sua implementação e desenvolvimento.
Daqui e daqui.

“Odemira na Europa-Há presente e há futuro aqui”

O concelho de Odemira está a receber, até Outubro de 2019, seis jovens voluntários europeus, oriundos de Itália, França, Turquia e Letónia, que contribuem com o seu trabalho para o desenvolvimento de projectos de intervenção comunitária.

201812101626578748.jpg

Esta iniciativa surge no âmbito da candidatura do município, aprovada e financiada pela Agência Nacional Erasmus+ Juventude em Acção, através do programa de Serviço Voluntário Europeu.
Através do projecto “Odemira na Europa-Há presente e há futuro aqui”, a par da recepção de voluntários, é também contemplado o envio de seis jovens odemirenses para a Europa, nomeadamente ara a Eslovénia, Espanha e França, no Verão de 2019, uma oportunidade de viver experiência internacional, que possa enriquecer o seu futuro profissional e pessoal.

Câmara de Beja apoia “incubadora de inovação social do Baixo Alentejo”

incubadora-2-768x432.jpgA Câmara de Beja vai apoiar a criação de uma “incubadora de inovação social do Baixo Alentejo”. O projecto é do Centro Social Nossa Senhora da Graça, sediado em Baleizão.

O investimento de cerca de 308 mil euros foi candidatado ao Programa Operacional Inclusão Social e Emprego.

A comparticipação do Município ronda os 93 mil euros.

A incubadora assume-se “como uma ponte entre as pessoas e as comunidades”.

Cáritas de Beja avança com Centro Local de Apoio à Integração do Migrante

A candidatura da Cáritas Diocesana de Beja ao Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração para criação de um CLAIM-Centro Local de Apoio à Integração do Migrante, foi aprovada.

201811221215568752.jpg

Com este projecto, a Cáritas pretende de forma pedagógica e preventiva acolher, orientar e apoiar os migrantes que têm chegado aos campos da diocese para trabalhar derivado à fixação de inúmeras empresas do sector agrícola, originado pelo investimento do regadio de Alqueva, e que em muitos casos acabam por ficar numa situação de fragilidade e vulnerabilidade social grave.
O CLAIM da Cáritas Diocesana de Beja vai ser itinerante, abrange os concelhos de Beja, Aljustrel, Ferreira do Alentejo, Cuba, Vidigueira e Alvito e vai funcionar em articulação com os empregadores agrícolas, entidades governamentais, poder local e demais ONG´s que actuam na área da migração.

Concerto Solidário para Associação de Amigos das Crianças da Buganvília

Concerto Solidário: 13 de Outubro pelas 21h00 na Capela da Verónica (Rua da Verónica, 31), Campo de Santa Clara.

LOGOS1.jpg

Rui de Luna convida para um concerto de autor para angariação de fundos para a Associação de Amigos das Crianças da Buganvília, onde se pretende reunir fundos para apoiar o Natal destas crianças e colónias de férias. 
Venha assistir e ajude esta causa.  

Maria Antónia Goes

Filipa Soveral

Comentários recentes

  • Anónimo

    Então já se nota os efeitos do saneamento politico...

  • Anónimo

    Mais tarde o mais cedo, assim os nossos representa...

  • Anónimo

    É óbvio que não és comunista...

  • Anónimo

    Muito bem. A cegueira partidária não pode deixar d...

  • Anónimo

    Teremos de concluir,perante o que aqui dizem,neste...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.