Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

"Quando nos colocamos a questão sobre se temos um enviesamento racista, já é um bom sinal."

racismo 001.jpg"(A História) É fundamental para compreender. O que a Europa está a fazer com os refugiados é igual ao que fez em relação aos estrangeiros, mesmo os que circulavam dentro do continente. Vejamos o meu país: a primeira vez em que joguei futebol numa equipa foi no clube Portugais de Fontainebleau. Éramos insultados para onde que fôssemos, porque representávamos os portugueses. Quando eu era jovem, os portugueses eram detestados em França, não eram vistos como sendo brancos pelos franceses."

"Claro que sim (Épossível ser-se racista sem o saber). O racismo tem uma enorme profundidade histórica. Obrigatoriamente, há comportamentos que passam de geração em geração. Quando nos colocamos a questão sobre se temos um enviesamento racista, já é um bom sinal. Se o racismo perdura na sociedade é, justamente, porque continua a existir muita gente que diz não ser racista, mas que reproduz comportamentos racistas. Até as pessoas que sofrem de racismo integram o discurso racista."

In: A Visão de 27/11/2019.

“Colaborar faz toda a diferença”

govint.jpgO Fórum para a Governação Integrada (GovInt) promove ao longo de 2019 o Ano da Colaboração, uma iniciativa de âmbito nacional, que pretende mobilizar e inspirar a sociedade portuguesa para a relevância estratégica da colaboração.
A Câmara Municipal de Mértola está inscrita nesta iniciativa com projetos da área social onde é predominante a colaboração entre os parceiros sociais e foi convidada para estar presente no próximo dia 17, no âmbito do encontro “Colaborar faz toda a diferença”, que irá decorrer em Vila Nova de Gaia, para apresentar um desses projetos, a Unidade Domiciliária de Cuidados Paliativos de Mértola. Um projeto que prima pela colaboração entre 4 entidades do concelho, Câmara Municipal de Mértola, Santa Casa da Misericórdia da Mértola, Centro de Saúde de Mértola e Núcleo de Voluntariado de Mértola.

Associação ESTAR apresenta-se hoje em Beja

A Biblioteca Municipal de Beja - José Saramago recebe, esta tarde, às 18:30, a apresentação pública da, recém criada, Associação ESTAR e do seu projeto Ser. Nesta sessão tomam posse, também, os órgãos sociais da ESTAR.

estar 1.jpgMadalena Palma, Inês Féria e Carla Martins são os “rostos” da Associação ESTAR, que nasceu da ideia de três licenciadas em Serviço Social de criarem o seu próprio emprego, com o papel importante da Incubadora de Empresas do Baixo Alentejo neste processo.

Castro Verde está a actualizar o “Diagnóstico Social”

cv.jpgO Diagnóstico Social e o Plano de Desenvolvimento Social do Concelho de Castro Verde estão a ser actualizados pelos vários parceiros que fazem parte da Rede Social.

De acordo com o município “a actualização do Diagnóstico Social, instrumento para um bom plano de intervenção social no concelho, tem vindo a identificar os problemas e as necessidades do nosso território, no âmbito da saúde, habitação, educação, envelhecimento activo, igualdade de género, qualificação, emprego e empreendedorismo, associativismo”.
O Núcleo Executivo, enquanto órgão que integra o CLAS-Conselho Local de Acção Social (CLAS) vai apresentar, ainda durante este mês, os documentos para aprovação às 22 entidades parceiras.

Hoje é dia de luto nacional contra a violência doméstica

201805141510178987.jpegO Governo decretou que hoje, 7 de março, é dia de luto nacional contra a violência doméstica e criou uma equipa técnica multidisciplinar para trabalhar na melhoria, e reforço, das respostas a este tipo de casos. A nova equipa multidisciplinar reúne-se, hoje, pela primeira vez. 
Neste dia de luto nacional, que é um ato simbólico, são homenageadas as vítimas e é renovado o propósito, coletivo, de se continuar a combater o flagelo da violência doméstica.

CPC de Beja tem Centro de Apoio à vida Independente

cpc.jpgO CPCB- Centro de Paralisia Cerebral de Beja está, desde o mês passado, a desenvolver o projecto “Centro de Apoio à Vida Independente”, que surge no âmbito da candidatura aprovada aos Fundos Europeus Estruturais e de Investimento – Programas Operacionais do Portugal 2020.

Este projecto visa “disponibilizar assistência pessoal a indivíduos com deficiência e incapacidade para a realização de actividades da vida diária e de mediação em contextos diversos” e vai ser desenvolvido “durante 36 meses” e vai abranger “24 destinatários”.

Cáritas de Beja avança com Centro Local de Apoio à Integração do Migrante

A candidatura da Cáritas Diocesana de Beja ao Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração para criação de um CLAIM-Centro Local de Apoio à Integração do Migrante, foi aprovada.

201811221215568752.jpg

Com este projecto, a Cáritas pretende de forma pedagógica e preventiva acolher, orientar e apoiar os migrantes que têm chegado aos campos da diocese para trabalhar derivado à fixação de inúmeras empresas do sector agrícola, originado pelo investimento do regadio de Alqueva, e que em muitos casos acabam por ficar numa situação de fragilidade e vulnerabilidade social grave.
O CLAIM da Cáritas Diocesana de Beja vai ser itinerante, abrange os concelhos de Beja, Aljustrel, Ferreira do Alentejo, Cuba, Vidigueira e Alvito e vai funcionar em articulação com os empregadores agrícolas, entidades governamentais, poder local e demais ONG´s que actuam na área da migração.

Não há fins da História

Quantos, quantas vezes disseram e escreveram que a Democracia precisa de ser tratada, que não é um regime perfeito e muito menos é um fim em si mesma ou o fim da História?!

Infelizmente para os povos - porque eles sabem tratar deles -, os eleitos democraticamente assumem-se  e fácil e recorrentmente como donos da Democracia. Os "esquecimentos" de que a Democracia só é verdadeiramente Democracia, quando inclui, para além da política, as outras valências: económica, social, cultural..., os abusos do poder, a bur(r)ocratização, a corrupção, a irresponsabilidade, ... contribuem decisivamente para a pôr cada vez mais em causa, para cada vez mais ser menos reconhecida  e "mimada" pelos destinatários, o Povo. 

Mais do que a(s) Esquerda(s), é a Democracia que está a ser posta em causa. E isso tem vindo a acontecer tanto em países subdesenvolvidos ou em vias de desenvolvimento como em países desenvolvidos, que são geralmente idenficicados como países democráticos.  

Por isso, insisto, é preciso mudar, é preciso aperfeiçoar e aprofundar a Democracia, aproximando cada vez mais os políticos dos destinatários das políticas, fazendo com que estes participem na definição estas.

Não é uma empreitada fácil mas é necessária, sob pena de nos virmos a arrepender do não termos feito o que nos competia para deixarmos um mundo melhor ou, pelo menos, menos mau aos nossos vindouros.

Concerto Solidário para Associação de Amigos das Crianças da Buganvília

Concerto Solidário: 13 de Outubro pelas 21h00 na Capela da Verónica (Rua da Verónica, 31), Campo de Santa Clara.

LOGOS1.jpg

Rui de Luna convida para um concerto de autor para angariação de fundos para a Associação de Amigos das Crianças da Buganvília, onde se pretende reunir fundos para apoiar o Natal destas crianças e colónias de férias. 
Venha assistir e ajude esta causa.  

Maria Antónia Goes

Filipa Soveral

Comentários recentes

  • Anónimo

    Somos o futuro ahahahahahah

  • Anónimo

    EscOteiros ou EscUteiros?!

  • Zobaida

    O Diário do Alentejo, conforme apresenta no cabeça...

  • Anónimo

    E bumba! Ora toma lá mais regionalização.Numa regi...

  • Anónimo

    Exactamente!"O tempo é o único capital das pessoas...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.