Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Vítor Silva diz que Alentejo foi a região que sofreu menos quebra no turismo e a ARTPA vai ter uma campanha baseada na Luz do Alentejo

Zé LG, 21.11.21

6-1536x1270.jpgVítor Silva, presidente do Turismo do Alentejo (ERT), disse, à Planície, que “dentro da desgraça, que foi comum a todos, mesmo assim, fomos os que menos sofreram. Os cinco primeiros meses do ano, segundo o Instituto Nacional de Estatística, no global, estamos com os mesmos valores do ano transacto”. E sublinha: “Somos a única região do País, que não está ainda a perder em relação a 2020. Os portugueses não puderam sair de Portugal e grande parte deles, vieram para o Alentejo. Já vinham, já tínhamos tradicionalmente muitos portugueses a virem para cá no verão. Neste momento não há nada barato nesta região, a procura é superior à oferta”.
Vítor Silva, que é também presidente da Agência Regional de Promoção Turística do Alentejo (ARPTA), adiantou que a mesma “vai ter uma nova campanha, para os mercados internacionais, que vai ser baseada na Luz do Alentejo. Depois declina para tudo, para ter residências, escritores, jornalistas, para escreverem sobre a luz que encontraram no Alentejo. Falar da luz e até dos nossos vinhos, uma luz impressionante. Uma campanha que foi feita internamente, nem contractámos, como é costume, uma empresa para o fazer”.

Tenente-coronel Frederico Galvão da Silva é o novo comandante do Comando Territorial de Beja da GNR

Zé LG, 18.11.21

14690944_10209477840256866_7675009366930370131_n (Sucedendo no cargo ao coronel Altide Cruz, o tenente-coronel Frederico Galvão da Silva, de 46 anos e natural de Vidigueira, tomou posse, hoje, como novo comandante do Comando Territorial de Beja da GNR, onde já foi Chefe da Secção de Recursos Humanos e Justiça do Comando Territorial de Beja e 2.º Comandante. Na sua folha de serviço constam igualmente vários louvores e condecorações. Daqui e daqui.

Quem se importava de pagar mais impostos?

Zé LG, 01.11.21

carga fiscal 001.jpgPortugal é, de acordo com o mapa anexo, o 5º país da Zona Euro com menor carga fiscal. Não é por isso que reclamamos tanto pagar menos impostos, mas pela utilização que os governos lhes dão.

Quem se importava de pagar mais impostos se tivesse melhores serviços públicos de Saúde, Educação e Segurança Social? 

É a menos boa prestação destes e de outros serviços públicos que leva muitos dos que podem pagá-los a recorrer a serviços privados, contribuindo para enfraquecer ainda mais os públicos e, desta forma, prejudicar os que não têm possibilidades de recorrer a serviços privados.

Por isso, o caminho não é reclamar menos impostos (pelo menos, enquanto adívida pública for tão elevada) mas a exigência de melhor utilização da sua receita, através de melhores opções e gestão, investindo mais e melhor no que é essencial e mais importante, cortando no que é supérfluo e  desnecessário, nas sobreposições e combatento eficazmente a corrupção e o compadrio.

Ambiente social na Resialentejo parece ter entrado em ebulição

Zé LG, 12.10.21

resi_13.jpgNa semana passada, o STAL convocou uma reunião com os trabalhadores da Resialentejo, para fazer o ponto da situação das negociações com a empresa, representada pelo Director-Geral, para a revisão do acordo da empresa, que contou com a presença de 60 dos 90 trabalhadores da empresa. Nunca um plenário tinha tido tantos trabalhadores. Nem mesmo quando há seis anos fizeram greve em defesa da viabilidade da empresa.

Apresentadas as propostas da Administração, os trabalhadores, ao constatarem que elas tinham o único objectivo de lhes retirar direitos alcançados há quase 15 anos atrás, não só manifestaram de imediato o seu repúdio, como apontaram o dedo ao Director-Geral acusando-o de ter alterado o organograma por três vezes em um ano e meio, de ter aberto diversos processos disciplinares, de ter colocado trabalhadores “na prateleira”, para colocar outros no seu lugar, valorizando uns em detrimento de outros, usando de prepotência que nunca viram com o objectivo de “dividir para reinar”.

Perante esta resposta dos trabalhadores, a urgência manifestada pela Administração para a assinatura do novo acordo da empresa parece ter desaparecido. Surpreendida com a reacção dos trabalhadores ou apenas suspensão estratégica para voltar à carga depois de eleitos os novos corpos sociais, na sequência das eleições autárquicas? Aguarda-se a evolução da situação, bem como das reacções dos envolvidos.

Infraestruturas de Portugal iniciou obras em estradas de Beja e Moura

Zé LG, 04.10.21

A Infraestruturas de Portugal avançou hoje com a obra de substituição de um aqueduto na EN 391, entre as Freguesias de Salvada e Quintos, concelho de Beja. A via está cortada ao trânsito e a circulação faz-se por um desvio criado pela EM 511, num período estimado de 15 dias, pelo que deverá terminar a 22 de outubro.

Infraestruturas-Portugal-obra-Beja-768x432.jpg

No concelho de Moura a Infraestruturas de Portugal está a requalificar a EN386, entre a Barragem da Amoreira e a entrada da cidade de Moura, obrigando à circulação alternada na via, com recurso a semáforos durante o dia. Os trabalhos deverão terminar a 18 de outubro.

AgdA assinalou Dia Nacional da Água

Zé LG, 01.10.21

202104281104258818.jpgA AgdA-Águas Públicas do Alentejo consignou esta manhã a empreitada de reabilitação da ETA do Enxoé, em Serpa. Trata-se de um investimento de cerca de 7,5 milhões de euros, cofinanciado pela União Europeia através do PO SEUR, e tem um prazo de execução de 635 dias. Da parte da tarde, foi assinalada a entrada em operação da nova ETAR da Comporta, através de uma visita do Conselho de Administração da empresa e do Presidente da Câmara Municipal de Alcácer do Sal.

Com estas duas iniciativas a AgdA assinalou do Dia Nacional da Água e mais um aniversário da sua constituição.

Afinal o "pior cenário possível" admitido pela DGS concretizou-se

Zé LG, 15.08.21

DGS.pngNo último dia de fevereiro de 2020, em entrevista ao jornal Expresso, Graça Freitas admitia que, no pior cenário possível, seriam infetados com covid-19 um milhão de portugueses, sendo que na semana mais crítica poderia haver 21.000 casos. Em janeiro deste ano só num dia foram contabilizados mais de 16.000 infeções.

A previsão suscitou na altura polémica e apreensão. Graça Freitas convocou uma conferência de imprensa para dizer que afastava “completamente” a hipótese de um milhão de infetados. Daqui.

Estação da CP de Alvito não vai ser demolida(?)

Zé LG, 18.07.21

202107171721112394.jpg

A Câmara Municipal revela que esteve reunida com a empresa IP, Infraestruturas de Portugal-Património para abordar esta questão. O município saiu deste encontro com a garantia que o edifício da Estação não será demolido, tendo a IP avançado que está a ser pensada uma solução em parceria com a Ucasul-União de Cooperativas Agrícolas do Sul.

AUTÁRQUICAS 2021. Alvitrando cria espaço para as candidaturas.

Zé LG, 18.07.21

Logo_AL2021.pngTendo em conta o interesse no conhecimento das principais propostas das diversas candidaturas ao Município de Beja e a média de visitas (567) e de visualizações (1.596) diárias registadas, no último mês, pelo Alvitrando, decidi criar nele um espaço para que elas possam divulgar o que entenderem – 2ª Feira – PS; 3ª Feira – CDU; 4ª Feira – Beja Consegue; 5ª Feira – BE; 6ª Feira – Chega -, a partir do próximo dia 26 e até às eleições. Cada candidatura deverá enviar-me por e-mail (jlopesguerreiro@sapo.pt) na véspera da publicação o que pretende publicar. Os textos deverão ter 1.000 caracteres, incluindo espaços, e poderão ser acompanhados de fotografia.

Esta iniciativa só não avançará se a maioria das candidaturas a ela não aderir. Solicito por e para isso a confirmação da sua adesão até ao próximo dia 24.

Ministro do Ambiente preside a Homenagem ao Engº Marques Ferreira

Zé LG, 05.07.21

image001 (1).jpgO Ministro do Ambiente e da Ação Climática, João Pedro Matos Fernandes, preside hoje às cerimónias de inauguração da ETA do Roxo e de Homenagem a Marques Ferreira, pessoa e profissional de grande destaque no processo de constituição e posterior administração da AgdA – Águas Públicas do Alentejo, quer para outras intervenções substantivas da gestão de recursos hídricos no Alentejo. Decorrerá também uma tertúlia alusiva ao processo de constituição e balanço da parceria pública para a gestão do sistema público integrado de águas do Alentejo, quando se assinalam os 10 anos de atividade da empresa (2020).

A Secretária de Estado do Ambiente, Inês dos Santos Costa, visita todas as infraestruturas integradas no roteiro dedicado ao abastecimento de água no Alentejo e que inicia no concelho de Moura e passará pelos de Serpa, Mértola, Castro Verde, Aljustrel e terminará em Beja.

Transporte Público Rodoviário de Passageiros do Baixo Alentejo adiado para Janeiro de 2022

Zé LG, 16.06.21

202105041742328615.pngFoi adiado, para janeiro de 2022, o início do período de exploração da concessão de Serviço Público do Transporte Público Rodoviário de Passageiros do Baixo Alentejo, por deliberação, por unanimidade, do Conselho Intermunicipal da CIMBAL, que decidiu também a adesão da CIMBAL ao Acordo Cidade Verde/Cidades Limpas e Saudáveis para a Europa.

Voltou a haver ligação directa de comboio entre Beja e Évora, 11 anos depois de ter sido interrompida

Zé LG, 14.06.21

202106111822364429.jpgA viagem entre as duas capitais de distrito tem uma duração de 1 hora e 13 minutos, para percorrer 89,6 km, num serviço que vai ser realizado com automotoras diesel a 120 km/h. Vão existir três circulações por dia e por sentido. Nos últimos 11 anos, eram necessárias pelo menos 2 horas e 13 minutos para fazer o percurso.
Cuba, Alvito, Vila Nova da Baronia, Alcáçovas e Casa Branca são as cinco estações e apeadeiros por onde passa este Intercidades, realizado com uma automotora a gasóleo da série 450 porque o troço Casa Branca-Beja não está eletrificado.

Ampliada a eletrificação da Serra de Serpa a mais 25 casas e explorações

Zé LG, 14.06.21

SERPA-eletrificacao-da-serra_800x800.jpgVai ser ligada hoje, dia 14 de junho, mais uma fase da eletrificação rural da Zona da Neta – Pulo do Lobo na Serra de Serpa, num momento que irá ser assinalado, pelas 11.00 horas, com uma sessão oficial, no edifício da antiga Escola Primária de Cabeceiras de Vale Queimado.

A obra agora concluída, resultou de um acordo de colaboração celebrado em fevereiro de 2019, entre a Câmara Municipal de Serpa e a EDP Distribuição (atual E-Redes), que permitiu a construção de cerca de nove quilómetros de linhas aéreas de Média Tensão, bem como de redes aéreas de Baixa Tensão e pela instalação de oito Postos de Transformação, com uma potência total instalada de 400 kVA.

Desde o início da eletrificação da Serra de Serpa foram já beneficiadas cerca de 250 habitações e explorações.

Trabalhadores do grupo ADP em Greve Nacional pela "valorização do trabalho e mais salários"

Zé LG, 11.06.21

202106091542197248.pngHoje, dia 11, os trabalhadores do grupo Águas de Portugal cumprem uma greve de 24 horas pela concretização das medidas necessárias à sua valorização, num grupo que teve 79 milhões de lucros em 2020. Os trabalhadores dizem estar “fartos e descontentes com a atual situação”, e querem “resposta imediata às suas reivindicações sem mais delongas e desculpas”, refere o STAL.

A greve teve início às 00h00 de hoje, e a paralisação dos grtrabalhadores tem como objetivos reivindicar “o cumprimento da aplicação do acordo de empresa que foi assinado há cerca de 2 anos com a Águas de Portugal”, revela Vasco Santana, coordenador do STAL, acrescentando que se pretende que “estas empresas popossam dar resposta às propostas reivindicativas que foram apresentadas no início do ano” e que não obtiveram resposta.

Demolições de estações da CP de Alvito e Alcáçovas “não se respeita a memória das pessoas”, diz Florival Baiôa

Zé LG, 10.06.21

202106081751535069.jpgA Infraestruturas de Portugal (IP) quer “demolir” as estações ferroviárias de Alvito e Alcáçovas no âmbito da “modernização da linha do Alentejo entre Casa Branca e Beja, prevista no PNI 2030” e substituí-las por “um abrigo em cimento”. Florival Baiôa diz tratar-se de “invenções de gabinete que não respeitam as memórias das pessoas”. A IP alega que os edifícios em causa estão “em adiantado estado de degradação” e que “não têm condições de habitabilidade”. As estações datam do século XIX, ou seja da altura em que a linha do Alentejo foi construída e Florival Baiôa diz que “estas construções podem ser adaptadas a outras finalidades”, pois “recuperar é sempre preferível a demolir”.

Florival Baiôa deixa ainda duras críticas ao facto de existirem 10 milhões de euros para investir na ferrovia e de “verificar”, como sublinha, que não vê “capacidade no Governo de resolver esta situação”.

“Associar criminalidade aos imigrantes é criar um problema que não existe”, diz o Comandante Distrital de Beja da PSP

Zé LG, 08.06.21

Comandante-Glória-Dias-768x576.jpg“A sede para resolução deste tipo de questões não são as redes sociais, mas sim junto das forças de segurança”, disse o Comandante Distrital de Beja da PSP, referindo-se aos alegados casos de assédio sexual e de assalto por parte da população imigrante, na cidade de Beja.

O superintendente Raul Glória Dias considera importante distinguir factos de percepções, e enquanto “os factos indicam que não há insegurança”, já “as percepções podem ser moldadas consoante aquilo que as pessoas percepcionam de algo”. “No que diz respeito à criminalidade”, a PSP “só pode fazer análises perante dados concretos e não em percepções”, adiantando que “a taxa de criminalidade desceu, face ao período homólogo, 28%, no distrito de Beja”.

O facto de se associarem estas “denúncias” a pessoas de nacionalidades estrangeiras “é uma situação muito preocupante porque, tendencialmente, pode criar clivagens que não existem”, afirma o comandante da PSP de Beja, acrescentando que “são problemas que não existem e que se acabam por criar” e, nesse sentido, “por se estigmatizar uma determinada comunidade, etnia, cor ou credo”, concluindo que “pessoas boas e más há em todo o lado”, pelo que “não devemos apontar baterias para um determinado sítio”.

Aumentou 38% o número de utentes da ULSBA sem médico de família

Zé LG, 03.06.21

HDB.jpgEntre março de 2020 e o mesmo mês de 2021 mais 1151 utentes (+ 38%) do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) do Baixo Alentejo ficaram sem acesso a um médico de família. A evolução negativa desta sub-região está em contracorrente ao verificado na totalidade do Alentejo em que mais 8399 passaram a ter acompanhamento médico personalizado.
O valor até tinha sofrido uma evolução positiva entre março de 2019 (3437) e março de 2020 (3052), mas este ano voltou a subir para 4209 utentes. Um cenário contrário ao que se verifica em toda a região do Alentejo, em que se assistiu a um aumento da oferta e a uma redução do número de pessoas sem médico de família, de 36 413, em 2020, para 28 014, quase tudo conseguido à custa da “recuperação” no Alentejo Litoral que passou dos 17 649 para 8 494, no mesmo período.

Comissões de Utentes mobilizam-se em defesa dos Serviços Públicos

Zé LG, 02.06.21

A Comissão de Utentes dos Serviços Públicos do Concelho de Serpa volta, em comunicado, a denunciar o encerramento do serviço de urgências do Hospital de São Paulo “por falta de médico”, ao “fim de semana e no período da noite”. A Voz da Planície falou com a Misericórdia que assegura ter-se tratado de situação pontual.

A Comissão de Utentes dos Serviços Públicos do Concelho de Sines realiza, hoje, uma ação de luta, às 18:00, no Jardim das Descobertas, com o lema "Agir em defesa dos Serviços Públicos".

Cidade de Alcácer do Sal passa a ter transportes urbanos

Zé LG, 26.05.21

202105241800009281.jpgFoi apresentado pela Câmara Municipal de Alcácer do Sal, o novo Sistema de Transporte Urbano de cariz local, que entra em funcionamento já no dia 1 de junho e que vai permitir a deslocação dos residentes nos bairros periféricos ao centro urbano da cidade.

Os dois novos autocarros, adquiridos pela Câmara Municipal de Alcácer para este efeito, vão percorrer três circuitos nos dias úteis, entre as 7h e as 13h, com passagens pelo centro da cidade a cada 30 minutos.

“Este projeto ambicioso é também inclusivo, na medida em que cada autocarro pode transportar uma cadeira de rodas”, destacou o presidente da Câmara Municipal, Vítor Proença.

Como fazer para contratar a potência eléctrica mais adequada

Zé LG, 09.05.21

Precisa alterar a potência contratada da sua casa?

potencia eletrica.jpgO consumo de energia elétrica é uma constante nas nossas casas. Hoje em dia, temos cada vez mais eletrodomésticos e dispositivos que necessitam de estar ligados à eletricidade.

O que é certo é que nos últimos tempos, devido ao teletrabalho e ao confinamento que nos fez passar mais tempo em casa, o consumo de energia aumentou, e o frio que também se fez sentir no inverno, levou a um maior aumento do uso de aquecedores para manter uma agradável temperatura em casa.

No entanto, este elevado consumo de energia provavelmente fez com que ao utilizar vários eletrodomésticos como o aquecedor, a máquina de lavar, o forno e até o secador do cabelo, fizesse o quadro elétrico “disparar” interrompendo o fornecimento de energia em casa.

O que significa quando fica sem luz?

Como é natural o consumo de uma casa não é igual em todas as outras, pelo que, cada local de fornecimento de energia está associado a uma potência elétrica. 

Quando o consumo de energia é superior ao suportado pela potência elétrica, é normal que o sistema elétrico não aguente com a energia que está a ser consumida. Neste caso deixa de ter luz em casa. É nesta situação que se deve pensar em mudar a potência contratada.