Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

COMUNICAÇÃO SOCIAL TEM PAPEL IMPORTANTE NA PREVENÇÃO DO SUICÍDIO

201809102237555551.jpg

Em Beja assinalou-se o Dia Mundial da Prevenção do Suicídio, com a realização do colóquio “Noticiar o Suicídio”, que juntou médicos psiquiatras da ULSBA e jornalistas, de órgãos de comunicação nacionais e locais, com o objetivo de se refletir sobre a forma responsável de se noticiar esta matéria.

Por se considerar que os órgãos de comunicação social têm um papel particularmente importante na prevenção do suicídio, podendo através da sua atuação potenciar ou enfraquecer os esforços nesse sentido, o “setembro amarelo” preparou duas iniciativas, dirigidas a jornalistas. A primeira realizou-se ontem e a segunda é já nesta quinta-feira, dia 13, com a realização de uma oficina de trabalho sobre “Comunicação em/de Saúde Mental”, das 10.00 horas às 12.30 horas, no Pax Julia – Teatro Municipal de Beja.

ULSBA VAI TER EQUIPA DE APOIO PSICOSSOCIAL

20180809101212702.jpg

A Fundação “la Caixa”, o Ministério da Saúde e os Governos Regionais das Regiões Autónomas da Madeira e dos Açores impulsionam a criação de 10 equipas de apoio psicossocial, para apoio a pessoas em fim de vida, no âmbito das equipas de cuidados paliativos.

A Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo foi abrangida por uma dessas equipas que são constituídas por profissionais com formação e experiência, para prestar apoio psicossocial e espiritual em situações de doença avançada, com vista a melhorar os aspectos emocionais favorecendo o bem-estar dos doentes e seus familiares.

 

CÂMARA DE SERPA VOLTA A DEFENDER GESTÃO PÚBLICA DO HOSPITAL DE S. PAULO

Hospital-de-Serpa-final--768x432.jpg

A autarquia de Serpa defende que a introdução de novos serviços e especialidades no Hospital de S.Paulo são de grande importância sobretudo para os utentes do concelho, mas considera que a saúde deve ser pública, de fácil acesso e gratuita.

Tomé Pires, presidente da Câmara de Serpa, diz que “O município é frequentemente posto à margem de qualquer negociação destas” e contesta o facto de desconhecer oficialmente o novo acordo assinado recentemente entre a ARS do Alentejo, a ULSBA Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo, a ARS Algarve e a Santa Casa da Misericórdia de Serpa, lembrando que o anterior “acordo de cooperação nunca foi cumprido pelas partes”.

ULSLA ATINGIU “LIMIAR DA RUPTURA”

201808061654481016.jpg

A Comissão de Saúde considera que “A ULSLA-Unidade de Saúde Local do Litoral Alentejano, E.P.E. atingiu o limiar da ruptura, que limita o acesso da população a cuidados de saúde condignos, especialmente devido ao défice crónico de profissionais médicos, de enfermagem, técnicos de diagnóstico e terapêutica, assistentes operacionais e assistentes técnicos. Ainda segundo a comissão “a carência dos profissionais levou ao encerramento de cerca de 30 camas em várias valências, com os utentes, por vezes, internados em condições provisórias e precárias no Serviço de Urgência”.
A estas preocupações "acresce o aumento da população durante a época balnear que coloca ainda mais pressão nos Serviços de Saúde do Litoral Alentejano".

HOSPITAL DE BEJA VAI TER CONSULTA PARA GRUPOS DE RISCO DE VIH

201808021018583577.jpg

No Hospital José Joaquim Fernandes, em Beja, vai começar a funcionar, no próximo dia 17, uma consulta hospitalar de Profilaxia Pré-exposição, destinada às pessoas com risco acrescido de aquisição de infecção por VIH, em cumprimento de uma Norma da Direcção-Geral da Saúde, relativa à prevenção da transmissão do VIH.

A consulta, que, para além da avaliação clínica, vai ter um enfoque importante para as questões da educação para a saúde, vai funcionar todas as sextas-feiras, entre as 13.00 e as 18.00 horas, e o acesso é feito por referenciação pelo médico de família e deverá ser efectivada no prazo máximo de 30 dias.
Telo Faria, médico da ULSBA-Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo e Coordenador Regional do Programa para a Prevenção e Controlo da Infecção VIH/SIDA é o coordenador da consulta, numa equipa que é constituída por dois médicos, uma psicóloga, três enfermeiros, uma farmacêutica e uma assistente social.

CONCEIÇÃO MARGALHA CONVIDADA DA ENTREVISTA RVP/DA

cm.jpg

Conceição Margalha, presidente do Conselho de Administração da ULSBA-Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo é a convidada desta semana da entrevista Rádio Voz da Planície/ Diário do Alentejo.

Esta entrevista que passa, esta tarde, a partir das 18.00 horas, nos 104.5 da RVP, está disponível na edição desta semana do DA, que vai estar nas bancas a partir de amanhã.

ALVITO DECLARA-SE AUTARQUIA SEM GLIFOSATO

Alvito-768x512.jpg

O município de Alvito aderiu à campanha da QUERCUS e decidiu não usar produtos químicos, nomeadamente herbicidas, para o controlo de ervas daninhas no concelho.

É uma iniciativa que garante o empenho na defesa do meio ambiente e da saúde dos munícipes.

A autarquia explica ainda que “o método mecânico apresenta outras vantagens e potencialidade, uma vez que a biomassa pode ser aproveitada e gerar composto para uso e fertilização de jardins e consequentemente a redução de utilização de adubos químicos”.

Daqui e daqui.

CONTRATADOS 78 PROFISSIONAIS DE SAÚDE PARA O ALENTEJO

Os ministérios da Saúde e das Finanças aprovaram a contratação de 78 profissionais para integrar nas unidades do Serviço Nacional de Saúde no Alentejo.

Os profissionais a contratar são maioritariamente enfermeiros, mas também estão incluidos assistentes operacionais, técnicos superiores e técnicos superiores de diagnóstico e terapêutica.

De acordo com a ARSA-Administração Regional de Saúde do Alentejo esta medida pretende fazer face ao impacto da redução do período semanal de trabalho de 40 para 35 horas.

PCP EXIGE CUMPRIMENTO EFETIVO DO IP8

201806041657167278.jpg

O Grupo Parlamentar do PCP apresentou o “Projeto de Lei n.º 1763/XIII - Pelo cumprimento do Plano Rodoviário e plena conclusão do IP8 nos distritos de Setúbal e Beja”. A ideia é pedir ao Governo que passe das palavras aos atos e apelar à união de todas as forças políticas em defesa da região, no cumprimento efetivo do IP8, com duas faixas de rodagem e sem portagens, conforme definido no Plano Rodoviário Nacional.

 

O PCP agendou um encontro com a comunicação social no final do troço da A26/IP8 no sentido Grândola-Santa Margarida do Sado, tendo Manuel Reis, da DORBE do PCP, explicado que o objectivo é exigir a abertura do troço da A26, a construção do IP8, a electrificação da linha férrea e a dignificação das condições da saúde, porque “o distrito de Beja está esquecido pelo Governo”.

Passaram por cá

(desde 15-01-2011)

Comentários recentes

  • Ana Matos Pires

    A propósito de Silos, estão todos convidados. Apar...

  • Anónimo

    Andam por aí umas cromas a falar de recusa de tran...

  • Anónimo

    Só para complementar o que atrás se refere.Todos a...

  • Anónimo

    Foram edifícios construídos depois da grande cheia...

  • Anónimo

    Então é mesmo. De um lado os rapazes e do outro as...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds