Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

As grávidas do distrito terão de ir parir para outro lado

Esqueceu-se foi da vertente obstetrícia/pediatria.
O novo hospital privado, certamente não irá ter uma maternidade a funcionar 24 horas por dia. Não será rentável certamente.
Daí que se a atual encerrar, apenas resta às grávidas do distrito ir ter o parto para outro lado.

Comentário de Anónimo, aqui, a 10.11.2018, às 20:23.

“Beja disputa-se, enleia-se, boicota-se, divide-se, trai-se.”

45733052_1979793612112775_175853703608139776_n.jpgÀs vezes fico irritada. Beja merece mais? Merece, ou, como já ouvi a gentes comunistas para serem diferentes, Beja tem direito a mais. Mas que faz Beja para merecer mais ou para ter direito a mais? Beja disputa-se, enleia-se, boicota-se, divide-se, trai-se. Se é verdade que o Baixo Alentejo tem sido muito abandonado pelo poder central, não é menos verdade que sem um real e forte exercício de cidadania as conquistas são muito mais difíceis.

Trecho do texto de opinião "Cinco anos de Beja", de Ana Matos Pires (ilustração Paulo Monteiro), publicado no Diário do Alentejo, que pode ler na íntegra aqui.

"Os utentes vão ficar a assistir à degradação do SNS?"

O deputado João Dias questionou a ministra da Saúde na Assembleia da República, sobre o corte orçamental que a ULSBA sofrerá, ao que a responsável da pasta governamental nada terá respondido! Os utentes vão ficar passivamente a assistir à degradação do SNS? Esse não é um património que carece ser defendido? 

Comentário de Munhoz Frade, deixado aqui, em 07.11.2018, às 09:22.

Trabalhadores da administração pública em greve

201810251052397235.jpg

Os funcionários públicos estão hoje em greve. A paralisação promete encerrar escolas, serviços municipais e afectar as unidades de saúde.

À greve inicialmente convocada pela Frente Comum de Sindicatos da Administração Pública, juntaram-se a Federação de Sindicatos da Administração Pública e o Sindicato dos Quadros Técnicos do Estado.

Os funcionários públicos, exigem, entre outros aspectos, aumentos salariais e das pensões, descongelamento das carreiras, reposição do valor das horas extraordinárias e a aplicação das 35 horas semanais a todos os trabalhadores em funções públicas e do sector público empresarial.

Ler e ouvir também aqui.

Ambulâncias

Só andei uma vez de ambulância e como acompanhante.

Hoje, fui ultrapassado duas vezes por ambulâncias. De manhã, por uma do INEM e, de tarde, por uma dos Bomebeiros. Tudo normal. Num caso, encostei-me e deixei-a passar e, noutro, não não foi preciso fazer fosse o que fosse porque teve espaço para passar.

Num dos casos, a ambulância teve de fazer um ângulo recto para virar. Fê-lo, quase, sem reduzir a velocidade. Imagino como se deve ter sentido quem lás dentro ia... Eu, na minha única experiência, vomitei durante quase todo o caminho...

Será que a poupança de uns centésimos de segundo justifica os abalos que provoca a quem nelas circula? Talvez só seja a minha má e única experiência a justificar esta dúvida...

Comentários recentes

  • Anónimo

    Esta malta da EMAS devia descansar um pouco!! Será...

  • Anónimo

    Sim, mas não tantos ….

  • Anónimo

  • Anónimo

    São tantas as campanhas, ações e divulgações da EM...

  • Anónimo

    Os presentes sobre as viaturas são feitos por pard...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds