Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Câmara de Santiago do Cacém arrancou com requalificação do centro histórico de Alvalade

Zé LG, 03.01.20

df344.pngAs obras de requalificação do centro histórico de Alvalade arrancaram ontem. A intervenção, orçada em 793.387,51 euros, contempla a Praça D. Manuel I, a Rua 31 de Maio de 1834, a Rua Duque da Terceira, a Rua de S. Pedro, a Rua e o Largo 25 de Abril, todas da responsabilidade da Câmara Municipal de Santiago do Cacém.

Com esta requalificação a Câmara Municipal de Santiago do Cacém pretende humanizar os espaços dando prioridade à circulação de peões, a colocação de mobiliário urbano, a criação de zonas de esplanada na Praça D. Manuel I, a reestruturação do estacionamento e circulação automóvel, a plantação de árvores, bem como a execução de águas pluviais, pavimentação e a colocação de sinalização rodoviária.

Câmara de Castro Verde requalifica pavilhão desportivo

Zé LG, 15.10.19

Pav-Castro-Verde-768x432.jpgA Câmara de Castro Verde já deu início às obras de requalificação do pavilhão desportivo. A intervenção está orçada em cerca de 350 mil euros e tem um período de execução de 180 dias.

A obra prevê “a substituição da cobertura, eliminando os inúmeros pontos de infiltração existentes, bem como o aumento do número de balneários, que passará dos actuais quatro para seis”, revela a autarquia.

Serão ainda beneficiados os pavimentos, revestimentos e louças sanitárias na zona de acesso ao público, bem como substituído o sistema de impermeabilização do terraço existente.

Esta intervenção tem um financiamento de cerca de 88.500 euros, no âmbito do contrato-programa de Beneficiação de Equipamentos Municipais (BEM), celebrado com a DGAL e a CCDR Alentejo.

Assembleia Municipal reconheu Interesse Público Municipal para Projeto de Conservação da Igreja Matriz de Alvito

Zé LG, 19.09.19

alvito.jpg

Aprovado por unanimidade, em Assembleia Municipal, a Declaração de Reconhecimento de Interesse Público Municipal para o Projeto de Conservação e Restauro dos Azulejos da Igreja Matriz de Alvito, Monumento de Interesse Nacional.

Esta obra de restauro do revestimento azulejar irá valorizar o monumento, refletindo o seu prestígio e importância para a comunidade e integra-se nas estratégias da autarquia, através da valorização do património como fator de desenvolvimento económico e da afirmação da identidade cultural, da promoção do turismo e dos valores locais.
O objetivo da intervenção passa por:

-suster ou minimizar a deterioração do património azulejar bem como colocar painéis e sinalética informativa sobre a história dos azulejos;

- assegurar uma intervenção de qualidade técnica e estética;

- potenciar o desenvolvimento económico da região através da promoção do turismo cultural, da afirmação da identidade e dos valores locais.

Capela de SANTA ÁGUEDA / ERMIDA DE S. NEUTEL vai ter obras de donservação e restauro

Zé LG, 03.09.19

St'Águeda interior.jpgO projeto, candidatado ao Programa Operacional Regional do Alentejo (Alentejo 2020), que prevê um investimento elegível total de 294.580,46€ e é cofinanciado pelo FEDER a uma taxa de comparticipação de 85%, diz respeito à obra de conservação e restauro do Imóvel classificado de Interesse Público, que é “um ícone da pintura mural do concelho”, situado nas imediações de Vila Nova da Baronia.

A intervenção tem como objetivo a resolução de problemas estruturais, nomeadamente consolidação e impermeabilização da cobertura, reparação e substituição de revestimentos e instalações diversas, rebocos exteriores e pintura mural.

Câmara de Alvito recupera envolvente do cemitério de Vila Nova da Baronia

Zé LG, 06.08.19

Cemitério-Baronia--768x432.jpgA Câmara de Alvito vai avançar com o projecto de recuperação da zona envolvente do cemitério de Vila Nova da Baronia, que teve constrangimentos da Infraestruturas de Portugal, dada a localização do cemitério, junto à Estrada Nacional 383.

A obra deverá ficar concluída dentro de dois meses numa intervenção orçada em mais de 100 mil euros, revela António Valério, presidente da Câmara de Alvito.

Câmara de Beja reforça iluminação pública da Cidade

Zé LG, 31.07.19

Iluminação-LED-768x432.jpgA Câmara de Beja concluiu a colocação de iluminação no Parque da Cidade e no quarteirão da Casa da Cultura.
No Parque da Cidade foram colocados 61 novos focos de luz, substituindo cerca de 50% fundidos e 50% que existiam, mas que não eram LEDs, tendo ficado “pela primeira vez desde há muitos anos, totalmente iluminado (…)”. No quarteirão da Casa da Cultura também estavam mais de 50% dos pontos de luz fundidos ou gravemente danificados.
A iluminação de superfície da Avenida Miguel Fernandes, onde estava, “14 pontos de luz, estragados/fundidos/desativados há anos”, foi reactivada.
A Câmara de Beja informa que se seguirão intervenções em mais 3 lugares: Largo do Carmo, Ermida de Santo André e Centro Histórico.
A Câmara de Beja espera, com estas medidas reduzir significativamente os custos com iluminação pública.

Câmara de Almodôvar requalifica Bairro da Misericórdia

Zé LG, 21.07.19

bairro-768x432.jpgA empreitada de renovação das infraestruturas, pavimento e modernização do espaço global teve início esta semana e o presidente da Câmara refere que “face à geografia do bairro será uma empreitada que cria alguns constrangimentos”.
Está previsto um investimento superior a 310 mil euros.

Câmara de Odemira lança PRUMO para distinguir melhores obras de reabilitação urbana

Zé LG, 26.06.19

Câmara-de-Odemira-768x432.jpgO Prémio de Reabilitação Urbana do Município de Odemira (PRUMO), vai galardoar obras de reabilitação que “representem um exemplo de qualidade arquitectónica e contribuam para a valorização do património edificado do concelho”.
O Regulamento do Prémio de Reabilitação Urbana do Município de Odemira está em consulta publica.