Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

CCDR do ALENTEJO FICA SEM PRESIDENTE

Zé LG, 10.07.15

10931279_1000877023274531_5994206204140406535_n.jp

Ao que tudo indica, António Dieb vai abandonar a presidência da CCDR do Alentejo, para assumir a presidência da AD&C - Agência para o Desenvolvimento & Coesão, na sequência de um procedimento concursal da CreSAP. 

A AD&C resultou da fusão de três anteriores organismos e tem como missão a gestão dos fundos comunitários no âmbito do Programa 2020. 

“COMPROMISSO PARA O CRESCIMENTO VERDE E PERSPECTIVAS DO ALENTEJO 2020” EM DEBATE EM BEJA

Zé LG, 25.06.15

2014-03-16 041.jpgAs alterações climáticas, a eficiência energética, o ordenamento do território, o ambiente, a água e os apoios comunitários para estas áreas estão em análise num ciclo de conferências promovido pela CCDRA.
“Compromisso para o Crescimento Verde e Perspectivas do Alentejo 2020” é o título do ciclo que arranca em Beja, no próximo dia 2 de Junho, numa parceria com a CIMBAL – Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo.

ANMP ACUSA GOVERNO DE CHANTAGEM E ADMITE QUEIXAR-SE A BRUXELAS

Zé LG, 24.06.15

230620152229-765-ANMPOurique.jpgO Município de Ourique acolheu esta semana, uma reunião do Conselho Diretivo da Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP), um encontro em que o presidente Manuel Machado, acusou o Governo de chantagear as autarquias para pagarem as comparticipações nacionais de obras financiadas pelos novos fundos comunitários e da responsabilidade do poder central, admitindo queixar-se a Bruxelas.
O presidente da ANMP afirmou mesmo, que os municípios estão a apelar à correção deste caminho e trajetória, mas disse, igualmente, que se tal não se verificar, a ANMP poderá avançar com uma queixa contra o Estado português.

Portugal paga à UE o triplo do que dela recebe

Zé LG, 06.12.14

"O recém-medalhado Durão Barroso fez uma afirmação retumbante de que Portugal vai receber da UE «uma pipa de massa», 26 mil milhões de euros. Nós perguntámos no Parlamento Europeu quanto é que Portugal pagará à UE neste período. A resposta foi cerca de 60 mil milhões de euros, isto é, três pipas de massa. Isto nada tem com a dívida: trata-se apenas das contribuições por sermos países membros."  - informou Jerónimo de Sousa, numa entrevista que deu à Visão (Nº 1132, 13.11.2014).

 

Finalmente tive a resposta à questão que por várias vezes coloquei, porque suspeitava que era isto o que se passava. E entretanto o discurso oficial e dominante é o de que Portugal é fortemente apiado pela UE, com "pipas de massa".

Isto só confirma que continua por fazer um grande e sério debate sobre a integração europeia e, principalmente, sobre a integração na Zona Euro.

Conclusão do Regadio de Alqueva ainda não tem financiamento garantido

Zé LG, 09.04.14

Depois da ministra da Agricultura, ter afirmado, perante uma pergunta do PCP, que o financiamento para a conclusão da rede secundária de Alqueva não está assegurado, o deputado João Ramos, do PCP, voltou a questionar o Governo e o secretário de Estado da Agricultura, sobre o Programa de Desenvolvimento Rural 2014-2020, face à falta de garantia de aceitação da proposta de financiamento da rede secundária de rega pelo Fundo de Coesão, o PCP quis saber se o Governo tem um plano alternativo para o financiamento, caso a Comissão Europeia, que tem receios em abrir precedentes, não aceite esta proposta.

O secretário de Estado referiu que não existe da parte do Governo qualquer plano alternativo, mas que tem confiança na solução proposta, que é a melhor e que por isto há que esperar que tenha sucesso. As declarações são do deputado do PCP, João Ramos, que se manifesta preocupado com esta posição que não se traduz em quaisquer garantias.

In: http://www.vozdaplanicie.pt/index.php?go=noticias&id=2607

Ourique vai ter abastecimento de água a partir da Barragem do Monte da Rocha

Zé LG, 28.02.14

Esta sexta-feira, 28 de Fevereiro, pelas 10h30, vai decorrer no Salão Nobre dos Paços do Concelho, em Ourique, a assinatura do contrato de empreitada para a construção do abastecimento de água a Ourique, no âmbito da parceria pública-pública, entre a autarquia e as Águas Públicas do Alentejo.

A empreitada de adução a Ourique permitirá o abastecimento de água à sede do concelho a partir da Barragem do Monte da Rocha, concretizando-se, desta forma, um sonho antigo dos Ouriquenses e a satisfação de uma necessidade premente no fornecimento de água com qualidade e regularidade. A obra, avaliada em 2.852.643,03 euros, será adjudicada à empresa DST – Domingos da Silva Teixeira, SA, e tem o seu início agendado para o próximo mês de Abril. A conclusão da empreitada está prevista para Abril de 2015. Recorde-se que já estão em execução as empreitadas de requalificação do depósito de Garvão, construção do depósito de Panóias e da ETA da Barragem do Monte da Rocha e a ETAR de Ourique, assim como a adução a Panóias e a Garvão, a partir desta albufeira.

MUNICÍPIO DE OURIQUE INICIA REQUALIFICAÇÃO DE ESTRADAS MUNICIPAIS

Zé LG, 04.02.14

O Município de Ourique está a iniciar as obras de requalificação das estradas municipais N.º 515, que liga Ourique a Almodôvar, e a N.º 1132, que liga Aldeia Nova da Favela ao cruzamento da Cabeça da Serra. 

No total ambos os projectos representam um investimento global de cerca de 600 mil euros, co-financiado em cerca de 506 mil euros pelo INALENTEJO e FEDER.

A requalificação destas estradas municipais é um desejo e uma necessidade das populações locais, nomeadamente no acesso mais directo a Almodôvar – via Aldeia de Fernandes – em que a autarquia se empenhou nos últimos anos e que agora se concretiza, uma vez assegurados os financiamentos comunitários e cumpridos todos os formalismos concursais de adjudicação.

Com a conclusão destas obras registar-se-á uma melhoria significativa da segurança rodoviária e ainda das acessibilidades municipais, no âmbito de uma estratégia alargada de modernização e reforço da competitividade, que a autarquia está a implementar em vários sectores.

Nota de imprensa do Município de Ourique.

Adega Cooperativa de Vidigueira, Cuba e Alvito inaugurou novo edifício de engarrafamento e armazenamento de vinhos

Zé LG, 24.11.13

José Miguel Almeida, presidente da Adega Cooperativa de Vidigueira, Cuba e Alvito, realçou que a infra-estrutura proporciona um aumento “quantitativo e qualitativo”. O mesmo responsável explicou que, desta forma, a capacidade de engarrafamento vai aumentar das 3 mil garrafas/hora para as 6 mil garrafas/hora. Também a capacidade de armazenar produto acabado vai ter condições “totalmente distintas no que diz respeito a humidade e temperatura”, acrescentou ainda José Miguel Almeida.

O projecto global, orçado em 3,5 milhões de euros, foi financiado pelo PRODER- Programa de Desenvolvimento Rural. Em paralelo a Adega Cooperativa lançou uma nova imagem dos vinhos e novas “ferramentas” de comunicação.

In: http://www.radiopax.com/index.php?go=noticias&id=2481

Câmara de Cuba inaugurou Parque Empresarial “Quinta da Graciosa”

Zé LG, 01.07.13

Na cerimónia, presidida pelo secretário de Estado do Desenvolvimento Regional, Manuel Castro Almeida, Francisco Orelha, presidente da Câmara de Cuba explicou a importância do investimento que rondou os 3,5 milhões de euros, com financiamento comunitário, e afirmou que, na actual conjuntura, o Governo deve investir mais no interior.

In: http://www.radiopax.com/index.php?go=noticias&id=1283

Câmara de Beja disponibiliza wireless em oito locais na cidade

Zé LG, 29.04.13

 

Miguel Góis, vereador da Câmara de Beja, refere que este é mais um passo na “modernização da cidade e na inovação dos serviços que a autarquia presta aos munícipes e aos visitantes”. O acesso à wireless é gratuito. Os interessados apenas têm que se registar quando acedem à rede. Neste momento, a Câmara está em “fase de teste e de afinação de alguns pormenores”, frisa o mesmo responsável. Dentro de um mês o autarca espera que esteja “tudo a funcionar”. 

Este é um serviço disponibilizado pela autarquia no âmbito do projecto de Modernização Administrativa. A iniciativa é assegurada por fundos comunitários.


In: http://www.radiopax.com/index.php?go=noticias&id=708

 

Porque não foram aplicados mármores da região nas Obras da Mouraria de Beja?

Zé LG, 08.02.13

As obras de requalificação do Bairro da Mouraria, em Beja, que serão inauguradas no próximo sábado, não contaram com mármores da região. O problema foi exposto, ontem, na reunião da Câmara, por um empresário da região. Segundino Sintra “não entende porque é que as obras novas se fazem com outros materiais” se “todo o património histórico da cidade” está construído com mármore de Trigaches. Segundo o empresário esta é uma situação que “prejudica as empresas” da região.

Entretanto, esta questão voltou a animar o confronto entre o executivo camarário e a oposição CDU.

Ler toda a polémica aqui e aqui.

Graça Carvalho diz que é urgente um plano regional de inovação para o Alentejo

Zé LG, 19.12.12

No passado dia 28 de novembro a Comissão de Indústria do Parlamento Europeu aprovou por unanimidade o relatório do programa Horizonte 2020. Um documento redigido pela eurodeputada bejense Maria da Graça Carvalho. Que visa estabelecer as prioridades da Europa no campo da investigação e da inovação para o período de 2014-‑2020. Trata-se de um programa de financiamento para o qual são pedidos 100 mil milhões de euros e que “é crucial para a Europa sair da crise”. O “Diário do Alentejo” esteve presente na votação e falou com a deputada sobre os desafios da Europa, os tempos difíceis que atingem Portugal e o futuro do Alentejo no quadro de uma Europa em crise.

 

Estes fundos servem também para fazer as alianças necessárias para criar essa massa crítica. A primeira coisa a fazer, aliás, é um plano regional de inovação em que o Alentejo diz onde é que quer apostar e isso tem de estar pronto dentroem breve. Esseplano tem de ser feito aliando os centros de saber da região, que deveriam estar unidos e a trabalhar em conjunto: a Universidade de Évora, os politécnicos de Beja, Évora e Portalegre. São eles que têm de preparar este programa de inovação, aliados às empresas, às que existem e às que virão a existir, porque o principal objetivo é criar desenvolvimento, criar empresas, criar indústria, porque são os setores que mais contribuem para o crescimento.

Leia aqui toda a entrevista.

INALENTEJO faz balanço e entrega contratos de financiamento

Zé LG, 11.12.12

A Autoridade de Gestão do INALENTEJO - Programa Operacional Regional do Alentejo 2007-2013, apresenta hoje, no auditório da CCDR Alentejo, o “Presente e Futuro - Empreendedorismo e Inovação no Alentejo”.

Na sessão, que conta com a presença do Secretário de Estado Adjunto da Economia e do Desenvolvimento Regional, António Almeida Henriques, será feito o balanço e apresentada a orientação futura do Programa Operacional Regional do Alentejo e efectuada a entrega de contratos de financiamento no âmbito dos Sistemas de Incentivos às Empresas.
 

CEBAL recebe visita Secretária de Estado da Ciência e assina contrato de financiamento com INALENTEJO

Zé LG, 28.10.12

A Secretária de Estado da Ciência, Leonor Parreira, visita o CEBAL no próximo dia 29 de Outubro, pelas 11h00.

No dia seguinte, 30 de Outubro, pelas 11h00, no Auditório da Escola Superior Agrária – IPBeja, tem lugar “Sessão pública de assinatura dos contratos de financiamento dos projetos GenoSuber e WaterTre&Val ”, aprovados para co-financiamento pelo FEDER, no âmbito do INALENTEJO.

Câmara de Évora tem de devolver 2,5 milhões de euros de fundos comunitários

Zé LG, 24.09.12

“A Inspeção-Geral de Finanças descobriu que há, não sei onde, uma irregularidade no concurso, depois do visto do Tribunal de Contas e de percorrermos todo o rosário de licenciamentos”, lamentou o presidente da Câmara de Évora, na cerimónia de inauguração das fábricas da Embraer.
De acordo com José Ernesto Oliveira, dos “quatro milhões de euros” de fundos comunitários que o município recebeu “tem de devolver 2,5 milhões”.
A Câmara de Évora investiu cerca de 12 milhões de euros na construção do Parque de Indústria Aeronáutica, tendo recebido 4 milhões de euros de fundos comunitários.

Reiniciada a Remodelação da Rede Pública de Distribuição de Água de Beja

Zé LG, 24.08.12

Já foi assinado o Auto de Consignação da Empreitada de Remodelação da Rede Pública de Distribuição de Água de Beja, no valor de 1.756.647,93 euros (montante ao qual acrescerão os trabalhos de fiscalização e acompanhamento arqueológico que se venham a verificar necessários) e um prazo de execução de 365 dias, que marca a continuação dos trabalhos, entretanto suspensos, devido à incapacidade verificada pela empresa, a que foram inicialmente adjudicados os trabalhos, em dar cumprimento ao plano de intervenções estipulado.

O período de suspensão foi utilizado para levar a cabo todos os procedimentos legais associados ao novo processo de concurso, proceder a alguns melhoramentos ao projeto inicial, bem como realizar alguns trabalhos por administração direta que facilitarão a compatibilização da nova rede com as infra-estruturas existentes. 

A intervenção será financiada pelo QREN em 85%, por financiamento bancário e por fundos próprios.

Informação divulgada pelo Gabinete de Comunicação Integrada da Câmara Municipal de Beja