Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

PSD e PS reclamam reforço dos serviços públicos e resposta habitacional em Odemira e Aljezur

Zé LG, 12.10.20

PSD defende reforço de serviços públicos para as populações de Odemira e Aljezur

PSD-768x432.jpg

O Grupo Parlamentar do PSD apresentou um projeto de resolução que recomenda ao Governo o reforço dos serviços públicos nos concelhos de Odemira e Aljezur, assim como a definição, no prazo máximo de um ano, da solução urbanística definitiva para a falta de oferta de habitação condigna.

PS pede resposta habitacional “célere” para migrantes do perímetro de rega de Mira

PS-768x432.jpg

O Grupo Parlamentar do Partido Socialista pediu ao Governo uma resposta habitacional para os trabalhadores das explorações agrícolas inseridas no perímetro de rega de Mira, que tem muitos migrantes a viver em “condições de habitabilidade pouco dignas”, numa “condição clara de escassez”.

 

Rui Rio quer “conseguir muitos mais eleitos, particularmente vereadores”

Zé LG, 24.09.20

rui-rio-768x411.jpgIndependentemente de tentar ganhar câmaras no distrito de Beja, “aquilo que é fundamental é o partido conseguir reforçar a sua implantação (na região)”, afirmou Rui Rio, antes da reunião de trabalho com a Comissão Política Distrital do PSD, ontem à noite, em Beja.
O presidente do PSD admitiu que Beja é um distrito particularmente difícil para o PSD, no entanto, será importante “conseguir muitos mais eleitos, particularmente vereadores, do que aquilo que se conseguiu nas duas últimas eleições”, porque “as autárquicas é que ditam em primeiro lugar aquilo que é a implantação de um partido no terreno”.

PSD acusa CA da ULSBA de subserviência ao Governo do PS, que se manifesta na redução e na degradação de serviços

Zé LG, 23.09.20

201903141456035856 PSD.jpgO PSD defende que “enquanto o Conselho de Administração da ULSBA, não assumir que há um gritante desinvestimento, que há problemas graves e uma notável subserviência ao Governo Socialista, que se manifesta na redução e na degradação de serviços, muito dificilmente a situação débil em que se encontra pode ser invertida, acelerando o caos que muito previsivelmente vai chegar a curto prazo”.

“Fruto do desinvestimento, da ausência de políticas de contratação e de ideias arrojadas, à imagem do que outros Conselhos de Administração têm conseguido fazer, o Hospital de Beja sofre uma grave crise que, pode ser acentuada se não houver um planeamento e um trabalho complementar entre o Hospital de Beja e o há muito anunciado Hospital central de Évora”, defende a distrital laranja. 

Daqui e daqui.

E depois da Festa do Avante… o Benfica. É este o programa político da direita?

Zé LG, 15.09.20

image.jpgRui Rio, presidente do PSD, disse que "não faz sentido" que o primeiro-ministro António Costa e o presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina, façam parte da Comissão de Honra da candidatura de Luís Filipe Vieira à presidência do Benfica.

O presidente do CDS-PP criticou hoje o apoio do primeiro-ministro ou de “qualquer outro político” à recandidatura do presidente do Benfica, defendendo que é um assunto relacionado “com a vida de todos” e não deve ser normalizado.

Declaração de interesses: Sou adepto do Benfica e acho mal que o primeiro-ministro e o presidente da Câmara de Lisboa apoiem publicamente a recandidatura de LFV  à presidência do SLB, porque nem sequer se trata do apoio ao Clube, o que excluiria os outros, mas o apoio a um dos candidatos, o que é uma intervenção directa numa disputa interna, ou seja, é o menor denomidador comum possível. Isto para além da situação em que se encontram alguns processos judiciais, o que recomendaria, no mínimo, algum recato.

Posto isto, pergunto se os dois líderes partidários da direita criticaram da mesma forma o envolvimento de presidentes de câmaras, deputados e outros políticos do Norte no apoio à recandidatura de Pinto da Costa à presidência do FCP e, mais grave do que isso, à integração do seu Conselho Superior? E, pior do que isso, não têm mais nada com que fazer oposição do que se entreter com estes temas?!...

Porra que é demais! Este é o programa político da direita?!…

Zé LG, 29.08.20

transferir FA.jpgHá, pelo menos dois meses, que a direita adoptou a guerra contra a Festa do Avante como seu programa político.

Não me enganei ao escrever “guerra contra a Festa do Avante”, porque o que está em causa, para a direita, não é a sua realização este ano por causa da Covid-19, porque todos os anos tem estado contra a sua realização por qualquer motivo…

Não me enganei ao escrever “programa político”, porque, à falta de condições próprias para fazer oposição, a direita vai escolhendo “alvos” para atirar os seus tiros de pólvora seca. Ainda intercalou, durante algumas semanas, a “guerra à Festa do Avante” com as denúncias ao que se passou no Lar de Reguengos de Monsaraz, a reboque do Bastonário da OM ou utilizando-o para esse fim. Quanto ao resto, designadamente o Orçamento de Estado, o PSD está à espera que o entendimento à esquerda falhe para que possa ter a sua acção patriótica de deixar passá-lo…

Já aqui escrevi a minha opinião sobre a realização da Festa do Avante este ano – acho que o PCP tinha mais a ganhar em não realizá-la do que em realizá-la pelos riscos que comporta, mas se nada de legal ou de força maior houver a impedi-la, a decisão cabe por inteiro ao PCP, bem como as responsabilidades pelas consequências que daí resultarem. Não será certamente a vontade política da direita nem a ladainha de falsos argumentos que tão abundantemente tem usado que impedirá a realização da Festa.

Lideres distritais de Beja do PS e do PSD a favor e contra, respectivamente, a eleição das CCDR

Zé LG, 28.08.20

Nelson Brito promete “uma nova atitude” em defesa do Baixo Alentejo

202001161923501399 NB.jpgO plano de recuperação económica e social do país está na ordem do dia e no que se refere à região, o, recentemente eleito, presidente da Federação do Baixo Alentejo do PS diz que esta “é uma oportunidade em que não se pode falhar”. Defensor da região Baixo Alentejo, Nelson Brito quer “um novo referendo sobre regionalização” e promete “uma nova atitude” em defesa do território, nos mais variados aspetos.

Nelson Brito demonstra satisfação “com a democratização em curso das CCDR's”, referindo-se ao ato eleitoral agendado para setembro, mas recordando que “o PS continua firme na sua posição de defesa da regionalização, da criação da região Baixo Alentejo” e de que “é preciso um novo referendo, mas precedido de sensibilização da população para os ganhos deste caminho”.

 

PSD/Beja defende “aeroporto como eixo estratégico do desenvolvimento regional”

202004081949211479 psd.jpg

“O PSD de Beja vai entregar, à Direção Nacional, os seus contributos para o plano de recuperação económica e social do país” e neles vai defender “o aeroporto como eixo estratégico do desenvolvimento regional, associado à modernização da ferrovia e à conclusão da A26, pelo menos até Beja”. “Mais investimento na saúde” também vai ser pedido, diz o presidente da Distrital.

Gonçalo Valente, presidente da Distrital do PSD, discorda das “condições de elegibilidade previstas” para as CCDR's, que “devem manter-se na esfera de organismos de confiança política”, porque “teme que estes organismos possam vir a eleger responsáveis diferentes da cor do Governo central” e que “essa situação prejudique os territórios”.

PS e PSD criam mais dificuldades às candidaturas de Movimentos Independentes

Zé LG, 27.08.20

331310_295805637106613_145786679_o AMAI.jpgPS e PSD unidos para dificultar (ainda mais) as candidaturas autárquicas dos GCE (Grupos de Cidadãos Eleitores), vulgarmente intitulados Movimentos Independentes.

Não bastava, que ao contrário das candidaturas partidárias não tivessem isenção do IVA, agora propõem que os GCE sejam impedidos de, no mesmo concelho, utilizarem a mesma denominação, símbolo e sigla, nas candidaturas das Assembleias de freguesia (AF) que utilizam nas Camaras (CM) e Assembleias Municipais (AM). Ou seja, na AF os GCE têm de candidatar-se com outro GCE. Então quando um GCE se candidata à CM e à AM, não está a abranger todo o concelho ? E não são os mesmos cidadãos eleitores que legitimamente votarão nos três órgãos (CM, AM e AF) !!!!

 

 

Isto começa a aquecer: “PSD denuncia “teia de relações partidárias” socialistas no Alentejo”

Zé LG, 19.08.20

1371459 rio.jpgO PSD denunciou uma "teia de relações partidárias que se estabelece com a Administração Regional de Saúde e o Centro Distrital da Segurança Social" e exige o apuramento de "responsabilidades políticas municipais e distritais" na morte dos 18 idosos num lar de Reguengos de Monsaraz "por alegada falta de cuidados médicos adequados".

"A ocupação generalizada das estruturas da administração local e regional por parte do Partido Socialista é uma prática que atinge no Alentejo uma dimensão insuportável", sublinha, acrescentando que também o facto de a presidência da Fundação Maria Inácia Vogado Perdigão da Silva coincidir com a presidência da Câmara Municipal de Reguengos revela "a promiscuidade política que domina as relações institucionais naquele município do Alentejo".

PSD, preocupado com afirmações do presidente da Câmara de Beja, diz que não há vontade política para se apostar no Aeroporto

Zé LG, 01.08.20

240620130131-117-DSC_1144.jpgA Comissão Política Concelhia de Beja do PSD revela que “encarou, com alguma preocupação”, as declarações do presidente da autarquia bejense que dão conta que “nas atuais condições, o Aeroporto de Beja não é uma alternativa exequível ao do Montijo”.

Pinela Fernandes, presidente da CPC de Beja do PSD, afirma que “a estratégia de desenvolvimento não passa, certamente, pela praia fluvial dos Cinco Reis, mas sim na ação política local que contribua para a utilização regular do Aeroporto como pólo de desenvolvimento da região, de valorização do interior e de coesão territorial, no combate à desertificação e ao isolamento existentes”.

Debates quinzenais para quê? Eles almoçam e acertam as coisas....

Zé LG, 23.07.20

Imagem_antonio_costa_rui_rio.jpgNão percebo a surpresa e a indignação que se geraram em torno do acordo do PS com o PSD para acabarem com os debates quinzenais na Assembleia da República, passando a realizá-los de dois em dois meses. Ambos os partidos funcionam como instrumentos dos respectivos, líderes que tudo decidem. António e Rui (Foto daqui) dão-se e entendem-se bem. Almoçam com alguma frequência e aí podem combinar o que houver a acertar. Para quê estarem a perder tempo e a fazerem 230 deputados gastarem tempo que podem ocupar melhor noutras coisas, designadamente (alguns) a tratar da sua vidinha?... Aliás aquela cena das reuniões com membros do governo e das comissões parlamentares também os fazem perder muito tempo, talvez seja oportuno pensarem melhor e limitarem-nas ao mínimo...

Depois admirem-se de cada vez mais gente, a crer nas sondagens, dizer Chega...

A vergonha, ou a sua falta, no discurso político

Zé LG, 01.07.20

João Português: “há decisões que deviam fazer corar de vergonha” o Governo

201904171153548799 cuba.jpg

O presidente da Câmara de Cuba mostra-se “incrédulo” com o facto, da Escola Profissional ter ficado de fora dos “equipamentos escolares para intervenções de remoção e substituição do amianto”. João Português diz que estes estabelecimentos de ensino estão a ser “discriminados” e que há decisões que deveriam fazer “corar de vergonha” os titulares das pastas da Educação e Coesão Territorial.

PSD de Beja fala em declarações “desavergonhadas” da DORBE do PCP

201903141456035856 psd.jpg

A Distrital de Beja do PSD fala, em nota de imprensa, de declarações “abusivas, demagógicas e muito desavergonhadas proferidas pela DORBE do PCP, bem como as constantes promessas «baratas» feitas pelo Partido Socialista, no que à questão das acessibilidades diz respeito.”

PSD diz que há “incompatibilidade” nos cargos autárquicos, do PS, que Luís Madeira ocupa em Mértola

Zé LG, 30.05.20

17349654_1510671895618646_6776422132440535658_o LMO PSD recorda que “desde o início deste mandato, em que foi eleito democraticamente, Luís Madeira tomou posse, em outubro de 2017, nos cargos de presidente da Junta de Freguesia de Mértola, de deputado municipal e de Chefe de Gabinete de Apoio ao Executivo, mesmo havendo vários casos sentenciados pela justiça onde esta acumulação deixa dúvidas sobre fiscalização e ser fiscalizado”, porque o que “está em causa, desde 2018, é o facto, de haver um Chefe de Gabinete com assento na Assembleia Municipal, ou seja a mesma pessoa fiscaliza o trabalho que faz”. Lembra que “esta situação foi sentenciada, em janeiro de 2019, com a demissão de Luís Madeira, em 1ª Instância, no Tribunal Administrativo e Fiscal de Beja, do cargo de Chefe de Gabinete. Decisão a que o Executivo de Mértola recorreu … em 18 de fevereiro de 2019” e que o “Ministério Público considerou fora de prazo o recurso, tal como o Tribunal Central Administrativo do Sul, sentença que é agora”, revela, “novamente confirmada no Supremo”. Acrescenta que “é claro” que “a situação em causa, referente a Luís Madeira, é entendida como uma incompatibilidade”. Leia mais aqui e aqui.

Morreu Gracelinda Faias

Zé LG, 11.05.20

2020051018122154.nb gracelinda.pngMaria Gracelinda de Mendonça Soares Faias Pacheco, de 72 anos, casada com Armando José Bráz da Silva Pacheco, faleceu ontem, no seu domicílio em Beja.

O funeral realiza-se hoje, 11 de Maio, às 11h00, para o Cemitério de Beja.

Fui seu vizinho. Deu aulas de Educação Física no Liceu de Beja, nos últimos anos que o frequentei.

Foi presidente da Junta de Freguesia de São João Batista, pelo PSD, cujos órgãos dirigentes locais integrou e representou.

Sempre mantivemos uma relação cordial e de respeito mútuo.

À família e ao PSD apresento os meus sentidos pêsames.

João Paulo Ramôa fez acusações graves à ARS e à CMB e estas reagiram em força

Zé LG, 10.04.20

João Paulo Ramôa acusa ARS Alentejo de discriminar Beja

ramôa-1-768x432.jpg

João Paulo Ramôa comentou a falta de informação dada pela ARS – Administração Regional de Saúde do Alentejo no que diz respeito a dados relativos a casos de infeção pelo novo Coronavírus na região, dizendo que sente que “a ARS faz discriminação entre filhos e enteados, isto é, entre Évora, Beja e Portalegre, sendo Évora o filho”.

 

Bairro das Pedreiras, uma “bomba relógio” às portas de Beja

O ex-governador civil do distrito de Beja lançou duras críticas ao executivo PS, na Câmara Municipal de Beja (CMB). O motivo é o facto do Plano Municipal de Emergência e Proteção Civil (PMEPC) ter sido acionado “tão tardiamente”.

 

Acusações de João Paulo Ramôa “suscetíveis de provocar alarme social” diz ARS

O Conselho Diretivo da ARS- Administração Regional de Saúde do Alentejo veio esclarecer aquelas que diz ser “as acusações graves e infundadas” de João Paulo Ramôa, acrescentando que, no âmbito da pandemia da Covid-19, atua “em estreita articulação com a Direcção-Geral da Saúde, Serviços de Saúde Pública, e todas as instituições prestadoras de cuidados de saúde, quer hospitalares quer de cuidados de saúde primários (…)”.

A ARS diz ser “incompreensível que o comentador preste informações destituídas de qualquer fundamento, ofensivas e suscetíveis de provocar alarme social”.

 

Paulo Arsénio, presidente da Câmara de Beja, diz estar a ser "saco de porrada"

26060133_405059736592942_4666802667944049120_o PA.

“As afirmações - numa entrevista que não passou de um ataque politico à CM Beja na pior altura - mal fundamentadas são tantas que nem sei por onde começar.”

Depois de dar o seu ponto de vista sobre “3 ou 4 afirmações”, afirma que “estamos a "anos-luz" de sermos tão maus e impreparados quanto o Eng. Ramoa nos fez no seu comentário. Não sei o que o move para desferir este surpreendente ataque à CM Beja nesta fase. Mas confesso que até calculamos.”, para terminar dizendo que “Não ficaria bem comigo se não tivesse escrito esta nota. Sermos "saco de porrada" nesta fase com afirmações em que não acertou numa única, e que ficam "no ar", lamento mas não podia deixar passar.“

 

O PSD fica-se ou dá cobertura a JPR? O PS mostrou-se unido nas várias frentes, tendo respondido "com tudo". E agora? Será que fica por aqui ou iremos assistir a cenas dos próximos capítulos?... 

Antigo presidente (PSD) da extinta Junta de Freguesia de São Jorge de Arroios, em Lisboa, foi condenado a oito anos de prisão

Zé LG, 22.02.20

João Taveira (PSD) foi condenado a oito anos de prisão, após ser julgado por seis crimes de peculato, cometidos entre 2005 e 2009. Para o Tribunal, não há dúvidas de que se aproveitou das “funções que exercia”.

Gastaram mais de 300 mil euros em viagens, restauração, combustível e na contratação de serviços e avenças, alguns celebrados com familiares. Utilizaram a construção da Casa da Lusofonia para “retirar dinheiro” à junta ou para “custear” despesas com viagens à Guiné-Bissau e Brasil, com despesas para a freguesia de 40.755 euros. Atribuíram “de forma irregular” bolsas de estudo a quatro bolseiros que “não eram residentes” na junta, sendo um deles João Belchior, membro dos órgãos da Secção E do PSD de Lisboa. Celebraram contratos de assessoria, consultoria e prestação de serviços com elementos dos órgãos da Secção E do PSD Lisboa, nomeadamente João Belchior, Francisco Catalão e Nuno Lopes, irmão de Rodrigo Neiva Lopes. A namorada de Rodrigo Neiva Lopes recebeu 32.730 euros a título de prestação de serviços. A mulher de João Taveira recebeu indevidamente da junta mais de 6.000 euros, entre 2008 e 2009. O ex-presidente da junta determinou que a junta pagasse 7.005 euros a um restaurante, sua propriedade…

Morreu Amílcar Mourão

Zé LG, 12.01.20

amilcar-m-599x450.jpgAmílcar Bengla Mourão faleceu esta madrugada, segundo a Rádio e Jornal A Planície, de que era colaborador.

Economista e actual administrador da Caixa Crédito Agrícola Mútuo do Guadiana Interior, Amílcar Mourão foi também presidente do Instituto de Segurança Social de Beja e coordenador na empresa CLDS Moura.

Foi presidente da distrital de Beja da JSD e do PSD, Deputado do PSD, eleito por Beja, na Assembleia da República e actual eleito na Assembleia Municipal de Moura.

Foi com surpresa que tive conhecimento da sua morte. Cruzámo-nos muitas vezes na actividade política e guardo dele a imagem de um jovem convicto dos seus ideais, simpático, de muito bom trato.

Ao PSD e à família apresento os meus sentidos pêsames.

PSD não concorda com a forma com que a Câmara de Alvito tratou alguns projectos

Zé LG, 05.01.20

21442856_hpeCc.jpegA Comissão Instaladora da Concelhia de Alvito do PSD quer esclarecimentos do exectivo camarário relativamente à construção do novo edifício da Escola Profissional, defendendo a aposta na Escola Profissional mas afirmando que “não pode concordar com a forma como este executivo organizou um projecto que vai ficar bastante caro aos cofres da autarquia e aos contribuintes”. Condisera ainda que há questões relacionadas com a construção de uma creche/infantário em Vila Nova da Baronia, através de financiamentos públicos e sobre a responsabilidade da Santa Casa da Misericórdia de Alvito, que deixam alguma “desconfiança”.

Maria da Graça Carvalho pede plano de contingência para seca extrema no Algarve e no Alentejo

Zé LG, 28.11.19

Eurodeputada-Graça-Carvalho-768x512.jpgA eurodeputada do PSD, Maria da Graça Carvalho, defendeu, no plenário de Estrasburgo, “a criação de um plano europeu de contingência para fazer face aos efeitos da seca extrema” que se vive no Alentejo e Algarve, “com medidas que permitam dar respostas imediatas e a longo prazo a este problema.”
De acordo com Maria da Graça Carvalho, “este plano poderá passar por programas de eficiência na utilização da água, construção de barragens ou instalação de centrais de dessalinização”. Daqui e daqui.

PSD Alvito exige explicações sobre “derrocada” e “apagão” na Feira dos Santos

Zé LG, 20.11.19

António Freire, do PSD de Alvito, disse que “parte de uma estrutura amovível colocada no recinto de espetáculos desabou e jovens magoaram-se”, que até à data “nem uma palavra deste Executivo camarário sobre o sucedido” e exigiu “um pedido público de desculpas pelo triste desfecho da Feira dos Santos.” Disse, ainda, que também gostaria de ver esclarecido um “apagão” na iluminação durante a Feira.

feira.JPGAntónio João Valério, o presidente da Câmara Municipal de Alvito, esclareceu que tudo foi “tratado em conformidade”, que “os jovens foram tratados” dos ferimentos “sem gravidade”, que a autarquia “falou com a família, acompanhando sempre o sucedido”. Sobre a quebra na iluminação referiu que foi “decorrente de uma avaria no gerador”.

Beja Merece + em Bruxelas

Zé LG, 12.11.19

graça.jpgUma comitiva constituída por elementos do Movimento “Beja Merece +”, profissionais de saúde, empresários, artistas e jornalistas do distrito de Beja apresenta-se, hoje e amanhã, em Bruxelas, com um programa recheado.
Trata-se de uma visita promovida por Maria da Graça Carvalho, eurodeputada do PSD, natural de Beja, que afirmou que é importante que se saiba, em Bruxelas, que há regiões na Europa em que as acessibilidades não estão resolvidas e as questões da qualidade da saúde ainda se colocam.

A Embaixada do BMM é constituída por:

Paula Susana Maldonado Potra Simões - António Jorge Teixeira Serafim - António José Rodeia Zambujo - Florival Baiôa Monteiro - Fernanda Isabel Mestre Grou - Bruno Filipe Alves de Carvalho Ferreira - Luis Manuel Castilho Godinho Santana - Bernardo Ramos Ribeiro Ferraz Espinho - Nuno Jorge Moreira Amorim de Figueiredo - António José Curre Barahona - Edite Maria Spencer Reis - Paulo Jorge de Abreu Fonseca Monteiro - Catarina Isabel Lampreia Gaspar - Pedro Camilo de Araújo Lima de Vasconcelos - Filipe Jorge Martins Piçarra Fialho Pombeiro - José Manuel Brízido Serrano - António Jorge Machado Benvinda - Élio Amador Bernardino - Francisco Carlos Teixeira Serafim - Justino de Matos Engana - João Paulo de Almeida Lança Trindade - Victor Manuel da Silva Madeira - Jorge Manuel Matos Aniceto - Rui Manuel Inácio Garrido - Cláudia Sofia Marques Romão Hilário.