Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Neste mandato é Vodka com Laranja. No anterior foi Rosa com Laranja.

Zé LG, 17.10.21

pcp-psd1.jpg"Anda por aí um grande alvoroço por o PSD/Beja ter dado a mão ao PCP na Junta da União de Freguesias de SJB e Santiago Maior. O elenco ficará 3(PCP) e 2 (PSD).
Não percebo este alvoroço. Aqui por Beja o PSD sempre gostou de fazer alianças com o PCP. É conhecida a minha posição – frontalmente contra – pois nunca foi dado nada em troca, mais parecendo que os eleitos do PSD queriam ir, de qualquer forma, ao pote dos cargos remunerados. Nunca percebi o que é que o PSD andou a fazer e quais foram as propostas e posições dos seus eleitos nos executivos dos quais fez parte.
Também há 4 anos o PSD integrou o executivo da mesma Junta, desta vez dando a mão ao PS. Não me recordo de ter lido grandes opiniões sobre o assunto.
Passaram 4 anos, o PS foi o que se viu, perdão, o que não se viu, e o PSD continuou desaparecido. Os socialistas governaram como quiseram e desconheço se houve algum tipo de oposição nos diversos órgãos." … João Espinho, na sua Praça da República.

Pedro do Carmo eleito para o Secretariado Nacional do PS

Zé LG, 11.10.21

Pedro-do-Carmo-768x512.jpgPedro do Carmo foi eleito para o Secretariado Nacional do PS, com o pelouro da organização, e Nelson Brito, presidente da Federação do Baixo Alentejo do PS, salienta que “este é o reconhecimento da mais-valia dos socialistas do Baixo Alentejo e a demonstração de confiança do Secretário-geral do PS, António Costa, nas competências e nos contributos que temos para dar para o progresso da região e do país”.

“Beja Consegue” está “disponível para promover todas as medidas que sejam benéficas para o concelho de Beja”

Zé LG, 04.10.21

Nuno-Palma-Ferro-768x432.jpegDepois de ter perdido a maioria absoluta na Câmara de Beja, o PS mostrou-se disponível para a “construção de compromissos políticos de legislatura autárquica ou pontuais”.
Nuno Palma Ferro, eleito da coligação “Beja Consegue” liderada pelo PSD, na Câmara de Beja, considera “óbvia” a necessidade de sentar-se à mesa e “negociar” um “entendimento benéfico para a cidade de Beja”, reafirmando que “assumirá as suas responsabilidades”.

PS disponível para “compromissos de legislatura ou pontuais” em Beja

Zé LG, 01.10.21

PS-Beja-1-768x432.jpgO PS ganhou as eleições para a Câmara e a Assembleia Municipal de Beja, mas sem maioria absoluta, nas eleições autárquicas de domingo. “Os resultados expressos no dia 26 de setembro obrigam à construção de compromissos políticos de legislatura autárquica ou pontuais, para os quais o PS está disponível”, refere a concelhia de Beja do partido. Aqui, aqui e aqui.

Assembleia Eleitoral recusou recontagem de votos da União de Freguesias de Santiago Maior e S. João Batista, pedida pelo PS

Zé LG, 30.09.21

202109291001373022.jpgA candidatura socialista, não convencida com a derrota por apenas 2 votos, nesta União de Freguesias, pediu na Assembleia de Apuramento Geral Eleitoral do Município de Beja que se voltassem a contar todos os votos. A Assembleia de Apuramento Geral Eleitoral do Município de Beja não deu provimento ao pedido. O PS pondera, agora apresentar recurso para o Tribunal Constitucional.

Recorde-se que a lista da CDU, liderada por Miguel Ramalho, venceu com 2014 votos contra os 2012 da lista socialista liderada pelo ainda presidente Jorge Parente.

José Efigénio, novo presidente da Câmara de Alvito (PS), quer atrair população e investimento

Zé LG, 29.09.21

20210701100636334.PNGO presidente eleito da Câmara de Alvito, José Efigénio, que reconquistou a autarquia que o PS tinha perdido em 2005, frisou que o desenvolvimento económico e a atração de população são “duas grandes falhas” do concelho de Alvito e “prioridades” que tem “desde o início” da sua candidatura e que quer “olhar muito para a juventude, que tem estado abandonada durante muitos anos”.

José Efigénio confessou que esperava ganhar a presidência do município, mas “nunca” pensou que seria com maioria absoluta, apontando duas razões para justificar a sua vitória, que foram a vontade de “mudança” da população e esta ter acreditado na equipa e no projeto do PS.

António João Valério lamentou a derrota da CDU e disse esperar que o PS faça “um bom trabalho” em prol do concelho, frisando que o resultado das autárquicas no concelho de Alvito expressou “a vontade do povo”, rematando: “As eleições são isso mesmo, a democracia é assim, ganha-se e perde-se, quem ganhou foi o povo na sua decisão, como é evidente”.

O que defende Paulo Arsénio(?)

Zé LG, 23.09.21

20658194_wESZf.jpegPaulo Arsénio disse ontem em entrevista à Rádio Pax que os eleitores têm duas opções em cima da mesa. Em seu entender “quem quiser apostar na continuidade da linha de entretenimento como base de desenvolvimento da cidade de Beja” deve votar na CDU.

Por outro lado, “quem quiser seguir pelo caminho do empreendedorismo, da educação, da descentralização para as freguesias e da participação pública deve votar no Partido socialista”, concluiu Paulo Arsénio.

Há quatro anos, aqui.

António Costa convicto da eleição do quarto vereador, Paulo Arsénio com dúvidas

Zé LG, 22.09.21

Costa-e-Paulo-Arsénio--768x576.jpg“Há quatro anos, para muitos, terá sido uma surpresa a eleição de Paulo Arsénio para presidente da Câmara de Beja, quatro anos passados é para todos uma certeza a sua reeleição”, afirmou António Costa, ontem à noite, em Beja, num comício de apoio à candidatura do PS. O secretário-geral do PS mostrou-se convicto que será renovada a maioria do PS, em Beja, com a reeleição do atual presidente, bem como, com a eleição da quarta vereadora, Maria João Ganhão.

Paulo Arsénio não poupou críticas à oposição comunista e mostrou-se confiante na vitória, afirmando que “nesta altura já é claro para todos que não vamos voltar atrás”, referindo-se à CDU, dizendo ter, apenas, “uma pequena dúvida”: se em Beja vai ser eleito o quarto vereador.

António Costa vai estar hoje em Alcácer, Évora e Beja

Zé LG, 21.09.21

costa-678x381.jpgO Secretário-Geral do PS, António Costa, estará, esta terça-feira no Alentejo, para participar nas seguintes ações de campanha:

17 horas - Alcácer do Sal, onde acompanhará a candidata à Câmara Municipal, Clarisse Campos.

18 horas - Évora, onde estará com o candidato à Câmara Municipal, José Calixto.

20 horas - Beja, onde estará com o candidato à Câmara Municipal, Paulo Arsénio.

Jerónimo acusa PS de usar aparelho do Estado para conquistar votos

Zé LG, 21.09.21

202109191909572123.jpgO secretário-geral do PCP acusou o PS de estar a utilizar o aparelho do Estado, nomeadamente a “bazuca europeia”, para conquistar votos nas eleições autárquicas, e exigiu que seja garantida a neutralidade dos órgãos de poder.

“O respeito pelas eleições e a vontade dos eleitores exige que seja garantida a neutralidade e imparcialidade dos órgãos de poder”; “É inaceitável essa mistura entre aparelho do Estado e aparelho partidário, em que candidatos do PS fazem anúncios de medidas ou decisões que o Governo se prepara para concretizar”; "o uso por parte dos candidatos do PS que exercem cargos de direção em centros de emprego e formação profissional, serviços de segurança social e outros, para prometer apoios, empregos e o que demais possa condicionar a livre opção dos eleitores”, foram algumas das acusações feitas por Jerónimo de Sousa, para concluir que: “À medida que a campanha se desenvolve, tem aumentado a arrogância do PS, com afirmações sobranceiras, num estilo que, por vezes, se aproxima dos tiques de má memória do PSD e CDS no Governo”.

PS cumpriu apenas 29% das medidas propostas há quatro anos, segundo o "MAIS BEJA"

Zé LG, 18.09.21

bEJA.pngO “MAIS BEJA”, baseando-se no programa eleitoral do PS à Câmara Municipal de Beja, com o título “SOMOS BEJA - FAZER DIFERENTE” para as autárquicas de 2017 - Programa eleitoral autárquicas 2017.pdf – e em diversas outras fontes, fez a avaliação das propostas mais relevantes (na sua opinião) e concluiu que; medidas cumpridas -10; em fase de execução - 8; não cumpridas - 17. Em resumo, o plano proposto pelo PS foi concretizado apenas em 29%.

E acrescenta que: “Acredito que para muitos dos projetos, houve justificações para as suas não conclusões, que foram alheias à Câmara Municipal, mas tal nunca foi explicado, uma vez que enviei vários e-mails, aos quais nunca obtive resposta e que muito provavelmente teriam mudado parte desta minha avaliação.”

Veja aqui e comprove esta pertinente análise, feita de forma exaustiva ao cumprimento das medidas propostas pelo PS há quatro anos, pelo “MAIS BEJA”.

“Palavra dada é palavra honrada”, garantiu o PS há quatro anos em Beja. Será que cumpriu?

Zé LG, 14.09.21

PS.jpgNa apresentação do programa eleitoral do PS para o concelho de Beja, em 2017, Paulo Arsénio e outros participantes na sessão, ressalvaram que o programa contemplava medidas onde o PS pretendia fazer “melhor e diferente”, destacando, entre outras:

- “atracção de investimento” com criação líquida de postos de trabalho é uma prioridade; criação de um Fundo Municipal de Apoio ao Investidor, num valor de um milhão de euros, que deverá ser um “complemento” em situações decisivas;

- criação de uma Comissão de Protecção de Idosos em Risco, de uma unidade móvel de pequenas reparações e a promoção do arrendamento jovem no centro histórico e nas freguesias;

- conclusão da circular externa da cidade que permita ligar o Bairro da Conceição à zona do Parque de Feiras e Exposições e a ligação directa da rotunda do Cemitério ao Bairro do Moinhos;

- “maior discernimento” na distinção entre entretenimento e cultura e ainda a valorização do Dia da Cidade;

- aumento de 5% da verba transferida da Câmara Municipal para as Freguesias e a criação de um Balcão Municipal Itinerante;

- cerca de 350 mil euros para o Orçamento Participativo, criar a figura do Provedor do Munícipe e revitalizar os conselhos municipais e consultivos;

- fazer um debate público sobre o Flávio dos Santos;

- recuperação da Festa do Livro e do concurso Galeria Aberta.

Daqui e daqui.

António Costa e Jerónimo de Sousa vêm, amanhã, a Beja apoiar as candidaturas dos seus candidatos à Câmara de Beja

Zé LG, 10.09.21

202109061851215636.jpgAntónio Costa e Jerónimo de Sousa vêm amanhã, Sábado, 11, a Beja dar um empurrão nas candidaturas dos seus candidatos à Câmara de Beja.

António Costa, secretário-geral do PS, participa, às 18.00 horas, no Largo da Conceição, junto ao Museu Rainha Dona Leonor, numa iniciativa de apoio à recandidatura de Paulo Arsénio à Câmara de Beja.

Jerónimo de Sousa, secretário-geral do PCP, marca presença, às 21.00 horas, na Praça da República, numa iniciativa da candidatura da CDU à Câmara de Beja, que tem Vítor Picado como cabeça de lista.

PS apresentou “programa de intenções e não de ideias fechadas”, “de continuidade”, “ambicioso e realista” à Câmara de Beja

Zé LG, 10.09.21

PS.jpgA candidatura do PS à Câmara de Beja apresentou o compromisso que assume com os munícipes para o quadriénio 2021-2025, que vai ser distribuído a partir do dia 14 deste mês.

“O programa apresentado é de intenções e não de ideias fechadas”, disse Paulo Arsénio, relevando que “o compromisso que assume é de “continuidade e de coisas novas, assim como de obras prontas para andar.” Um programa “ambicioso e realista”, com “82 propostas” divididas pelos mesmos eixos, sete, que compunham o programa avançado há quatro anos - Beja Educa, Beja Empreende, Beja Cuida, Beja Habita, Beja Vive, Beja Descentraliza e Beja Participa.

Paulo Arsénio destacou, entre outros, os seguintes projectos: recuperação do Flávio dos Santos, “requalificar o Parque de Campismo”, “terminar o Fórum Romano”, a “1ª fase de recuperação da Casa da Cultura”, o “monumento ao combatente”, “terminar a 2ª fase do Acolhimento Empresarial Norte”, “concluir a revisão do PDM até 2022”, “a captação de investimento” com apostas “claras” na “aeronáutica e industria agro-alimentar”, “estimular a coesão e promover a fixação de jovens nas freguesias rurais para contrariar a perda de população que se tem feito sentir”, “aumentar em 20% a intervenção na rede viária do concelho” e fazer “a 2ª fase dos percursos acessíveis”, o “regresso das Semanas Abertas às Freguesias e o Orçamento Participativo”, o "1º Congresso dos Bejenses na Diáspora”.

Tribunal rejeita candidatura do PS à Freguesia de Vila Ruiva e Albergaria dos Fuso, por não cumprir a Lei da Paridade

Zé LG, 21.08.21

233649841_130551925919552_1130739594943068681_n.jpO PS esclareceu que de facto existe um processo no Tribunal competente, que pode pôr em causa a candidatura à Assembleia de Freguesia de Vila Ruiva e Albergaria dos Fusos, nas próximas Eleições Autárquicas 2021, devido ao não cumprimento da Lei da Paridade, uma vez que a que a Lista que apresentada não cumpria essa Lei, porquanto os candidatos 2, 3, 4 e 5 são todos do mesmo sexo.

Apesar de elaborada a retificação, a mesma não foi deferida pelo Tribunal, por despacho de 18/08/2021. Não conformado com esta Decisão, o PS recorreu para o Tribunal Constitucional, com a expetativa que seja aceite aquela rectificação.