Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

ADRAL promoveu, hoje, o II Fórum Transfronteiriço de Cooperação para a Internacionalização

Zé LG, 19.11.20

10498_big.jpg… com o objectivo de reunir entidades e promotores para partilhar os seus projectos inovadores desenvolvidos na zona EUROACE (Euro-Região do Alentejo, Centro de Portugal e Extremadura Espanhola), assim como o trabalho que tem vindo a ser desenvolvido neste território, no âmbito do projecto CETEIS, em matéria de empreendedorismo e inovação, tendo em vista o aumento da competitividade desta região ao nível da internacionalização no actual contexto económico e social da União Europeia. O evento contou com a participação do Secretário de Estado da Internacionalização Eurico Dias Brilhante.

Porto de Sines estuda "viabilidade de novos projetos, no qual o aeroporto de Beja possa ser peça útil no xadrez logístico da região”

Zé LG, 01.10.20

270620161553-183-AEROPORTOBEJA.jpgJosé Luís Cacho, presidente do Conselho de Administração da APS – Administração dos portos de Sines e do Algarve, adiantou que “o Porto de Sines se encontra a alargar os horizontes em termos de modelos de captação de negócios, estudando a viabilidade de novos projetos, no qual o aeroporto de Beja possa ser peça útil no xadrez logístico da região.”

Frisou também que “está a olhar para o aeroporto de Beja na perspetiva de zona franca, do e-commerce e de um conjunto de valências”, assim como a “tentar averiguar se existe potencial para captar projetos” e que “talvez no primeiro semestre do próximo ano” já exista “algo para apresentar”.

Vincou ainda que sempre defendeu uma visão “ibérica dos portos”, onde não deve haver espaço para o “receio” da competitividade com Espanha, acrescentando que: “O mercado é ibérico e a ferrovia é fundamental para esse mercado, assim como a rodovia”.

Orçamento Participativo de Odemira com 56 propostas

Zé LG, 17.08.20

201909041512033134 CMO.jpgA população do concelho de Odemira apresentou 56 propostas para investimentos públicos, no âmbito do processo de 2020, do Orçamento Participativo (OP), das quais 22 são para o processo promovido pelo município e outras 34 para os processos promovidos pelas 13 freguesias do concelho. As propostas serão, agora, submetidas a análise técnica, para posterior votação durante o mês de novembro.

A edição de 2020 OP de Odemira apresenta a novidade de ser um OP municipal temático, exclusivamente dedicado ao Ambiente e Alterações Climáticas, uma decisão tomada para potencializar a consciencialização para a sustentabilidade, preservação e conservação do meio ambiente”, explica a autarquia odemirense.

O OP municipal tem o valor global de 300 mil euros. Em simultâneo com o OP Municipal, decorrem os processos de OP das Freguesias, para os quais o Município atribui o valor de 10.000 euros para cada uma das 13 Freguesias.

CEBAL com financiamento para novos projetos de Transferência de Conhecimento e Tecnologia

Zé LG, 26.07.20

logo.pngO CEBAL recebeu, recentemente, a aprovação de quatro novos projetos na área da Transferência de Conhecimento e Tecnologia, financiados pelo Programa Operacional Regional do Alentejo – Alentejo 2020 no Sistema de Apoio a Ações Coletivas “Transferência do Conhecimento Científico e Tecnológico”. Os quatro projetos, e respetivas entidades parceiras, são:

- “CynaraTeC – Transferência de TeCnologia para Valorização do Cardo”, CEBAL, IPBeja e UÉvora;

- “LActoMTeC – Tecnologia de Membranas na Valorização Sustentável de Efluentes do Sector dos Lacticínios”, CEBAL;

- “Val+Alentejo - Valorização dos produtos de pequenos ruminantes do Alentejo”, CEBAL e INIAV;

- “Inov-Amendo-AL - Microenxertia in vitro de amendoeiras selecionadas para a promoção do amendoal no Alentejo”, CEBAL.

Com um investimento global superior a 624 mil euros, durante os próximos dois anos, o CEBAL, conjuntamente com as entidades parceiras de cada projeto, irá reforçar o trabalho que tem vindo a desenvolver para o sector Agroalimentar, em matéria de transferência de conhecimento e tecnologia, decorrente das atividades de I&D (Investigação e Desenvolvimento).

Investigadores do CEBAL apresentam projetos de negócio

Zé LG, 22.06.20

bfk rise.pngOs investigadores do CEBAL terminaram a sua participação num programa (Born from Knowledge (BfK) Rise) de aceleração de negócios, concluindo que “foram três meses de capacitação intensiva com a participação de mentores especialistas em diversas áreas, para que projetos nascidos de investigação académica, mas com potencial de negócio, se possam apresentar ao mercado de forma estruturada e convincente”.

 Os resultados são dados a conhecer amanhã, via online a partir das 17h30 para a Edição Alentejo.

Na Edição Alentejo foram selecionados para participar no Programa dois projetos de equipas do CEBAL, ReWhey e HiCass, num total de sete projetos, que terão agora a oportunidade de apresentar as suas ideias de negócio a representantes de entidades institucionais, agentes académicos, investidores e comunidade empreendedora.

Leia mais aqui.

Parlamento debate e vota iniciativas legislativas sobre culturas intensivas e superintensivas

Zé LG, 09.06.20

20190408161646116 agricultura.jpgO Bloco de Esquerda informa que por agendamento deste partido são discutidas e votadas, hoje, no Parlamento, diversas iniciativas legislativas sobre as culturas intensivas e superintensivas. Para além de iniciativas legislativas do BE são discutidas e votadas, igualmente, projetos-lei do PCP, PAN, PEV e do CDS-PP sobre o tema em causa.

EDIA tem em curso empreitadas para mais 10 mil hectares de regadio

Zé LG, 09.06.20

Alqueva-768x432.jpgJá se encontra em obra a mais recente infraestrutura de rega de Alqueva. Trata-se do bloco de rega de Viana do Alentejo, localizado no distrito de Évora, uma infraestrutura que vai beneficiar uma área com cerca de 4 600 hectares, inserido no projeto de expansão do Empreendimento de Fins Múltiplos de Alqueva enquadrado pelo Plano Nacional de Regadios.
Nesta data estão em curso as empreitadas de rega dos blocos de Évora, Cuba/Odivelas e Viana do Alentejo, envolvendo mais de 10 mil hectares de regadio.

Fundos Comunitários flexibilizados e redireccionados face à Covid-19

Zé LG, 30.04.20

alentejo-2020-1-768x432.jpgRealizou-se uma reunião de trabalho da Autoridade de Gestão do ALENTEJO 2020 com a ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa e o secretário de Estado Adjunto e do Desenvolvimento Regional, Carlos Miguel, de onde saiu a indicação de que “a Comissão Europeia, no âmbito do conjunto de iniciativas de resposta ao combate à Pandemia COVID 19, em especial a Iniciativa de Investimento de Resposta à Crise do Coronavírus (CRII), flexibilizou as regras de acessos aos Fundos Europeus Estruturais e de Investimento (FEEI).” Estas medidas permitem agora uma abordagem “muito flexível na resposta” que se pode dar “por via dos Programa Operacional Regional (POR) às necessidades de investimento face aos efeitos da epidemia COVID 19, em particular na área do emprego e da saúde.

No âmbito do combate à Covid-19, o Programa Operacional Regional ALENTEJO 2020 lançou dois concursos para apoiar empresas e instituições científicas e tecnológicas, que mobilizam 2 milhões de euros, através do FEDER – Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, “vão financiar projetos que respondam às necessidades imediatas e a médio prazo do Serviço Nacional de Saúde, bem como a concretização de projetos que permitam fazer face ao aumento exponencial da necessidade de determinados produtos e serviços para o combate ao COVID-19”.

São elegíveis projetos de investigação e desenvolvimento em todas as áreas de atividade associada ao novo Coronavírus. O prazo para apresentação de candidaturas termina a 29 de Maio.

"Eutanásia é dar uma última escolha a alguém que chegou ao fim da linha..."

Zé LG, 19.02.20

86229103_3363635653653126_996108868490625024_o tia"...

Gosto de ver as pessoas que não têm males nem doenças a fazer manifestações a favor da vida...
Como podem vocês representar-me se nunca passaram pelo que tenho de passar diariamente?
Como podem vocês saber o que é passar dias, semanas, meses presos a uma cama onde a única coisa que se mantém a connosco é o sofrimento e a dor??

Eutanásia não é matar velhinhos só porque sim...
Eutanásia é dar uma última escolha a alguém que chegou ao fim da linha...
É deixar alguém partir com uma última gota de dignidade...

Quando chegar ao fim da minha linha, gostava de poder escolher ir embora deste mundo, rodeado de família e amigos no meio de sorrisos e de uma conversa animada e não no fim de meses e meses preso a uma cama sendo apenas um inútil que só dá trabalho.

Só vos peço isso, deixem-me ter essa escolha..."

 

E o que é que eles disseram?!…

Zé LG, 04.02.20

202002011846293051.jpgO Presidente da Câmara de Beja reuniu, na semana passada, com o ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, e o Secretário de Estado das Infraestruturas, Jorge Delgado, com o objetivo de “apresentar ao governo a visão do Município relativamente aos projetos de infraestruturas e acessibilidades necessárias ao desenvolvimento do concelho de Beja e da região Baixo Alentejo”.

Este foi um encontro onde não se saiu com nenhuma promessa, mas sim com expetativas de poder ser antecipado o calendário das obras em causa”, disse Paulo Arsénio, que, no passado sábado, entregou a António Costa, na cimeira “Amigos da Coesão”, um “documento político” a reforçar esta ideia.

Nova expansão do regadio de Alqueva já arrancou com a construção de dois novos blocos de rega

Zé LG, 29.01.20

202001271644488423.jpgA área a beneficiar pelo Bloco de Rega de Évora tem cerca de 3.000 hectares, está localizada no concelho de Évora, freguesias de Horta das Figueiras, Nossa Senhora de Machede e Torre de Coelheiros.

O bloco de rega de Cuba-Odivelas desenvolve-se entre os concelhos de Cuba, Alvito e Ferreira do Alentejo e ocupa uma área perto dos 2.800 hectares. A tomada de água localiza-se no Canal Alvito-Pisão, entre o adutor da Vidigueira e a derivação para o reservatório Cuba-Oeste.

A EDIA recorda que Alqueva já equipa cerca de 120 mil hectares com infraestruturas de rega, iniciando-se agora a segunda fase para instalação de mais cerca de 50 mil hectares, inseridos no Plano Nacional de Regadios, totalizando em 2023 um total de 170 mil hectares.

Governo continua a não investir no Distrito de Beja

Zé LG, 17.01.20

Durante a discussão na especialidade do OE2020, o ministro das Infraestruturas foi questionado, pelo deputado do PCP, sobre os investimentos previstos projetos estruturantes do Distrito de Beja.

202001142058345517.jpgSobre a finalização do IP8 e a eletrificação/modernização da linha férrea Casa Branca/Beja/Funcheira, João Dias frisou que Pedro Nuno Santos disse que não há “investimentos previstos para estes projetos” e no caso da ferrovia remeteu esta possibilidade para “uma possível reformulação do Programa Nacional de Investimentos 2030 (PNI2030)”. Sobre o aeroporto disse que “tem vocação para ser a grande base militar do país”.

O PCP refere que os sucessivos Governos têm “deixado o distrito de Beja para segundo plano”.

Este é o PS que prometeu “fazer o que ainda não foi feito”, durante a campanha eleitoral, para depois, no governo, continuar a não fazer o que faz falta.

E o que têm a dizer acerca disto os senhores autarcas do PS que apelaram ao voto nas suas candidaturas para assim ser mais fácil conseguir os investimentos necessários do governo na região?

ESDIME tem abertas candidaturas para investimentos na exploração agrícola renovação de aldeias

Zé LG, 16.01.20

ESDIME-1-768x432.jpgA ESDIME- Agência para o Desenvolvimento Local no Alentejo Sudoeste tem abertas candidaturas para quatro concursos no âmbito da “Implementação de Estratégias”: “Pequenos investimentos na exploração agrícola”, “Pequenos investimentos na transformação e comercialização de produtos agrícolas”, “Diversificação de atividades na exploração agrícola”.

Estão também abertas as candidaturas para “Renovação de aldeias”, com “vista à preservação, conservação e valorização dos elementos patrimoniais locais, paisagísticos e ambientais”.

Os concursos decorrem até às 17h30 de 06 de março de 2020 e a informação pode ser consultada no site da Agência para o Desenvolvimento Local no Alentejo Sudoeste.

Câmara Municipal de Aljustrel aprovou propostas de Áreas Empresariais de Aljustrel, Ervidel e São João de Negrilhos

Zé LG, 15.01.20

áreas-empresariais-768x432.jpgA Câmara Municipal de Aljustrel aprovou as propostas de “delimitação e fundamentação das Unidades de Execução das Áreas Empresariais de Aljustrel, Ervidel e São João de Negrilhos”.

Com a criação das áreas empresariais, “pretende-se dar um novo impulso ao desenvolvimento económico do concelho, ambicionando-se a criação de zonas potencialmente atractivas para a chegada de novas actividades económicas, fomentando-se o empreendedorismo e a criação de emprego e, consequentemente, a fixação de população no concelho”.

PSD não concorda com a forma com que a Câmara de Alvito tratou alguns projectos

Zé LG, 05.01.20

21442856_hpeCc.jpegA Comissão Instaladora da Concelhia de Alvito do PSD quer esclarecimentos do exectivo camarário relativamente à construção do novo edifício da Escola Profissional, defendendo a aposta na Escola Profissional mas afirmando que “não pode concordar com a forma como este executivo organizou um projecto que vai ficar bastante caro aos cofres da autarquia e aos contribuintes”. Condisera ainda que há questões relacionadas com a construção de uma creche/infantário em Vila Nova da Baronia, através de financiamentos públicos e sobre a responsabilidade da Santa Casa da Misericórdia de Alvito, que deixam alguma “desconfiança”.

Grandes obras em Beja com financiamento bancário garantido

Zé LG, 04.01.20

79661606_824967024602209_6471354085332221952_o.jpgA Câmara Municipal de Beja revela que “já recebeu o visto do Tribunal de Contas que autoriza a utilização de 3 empréstimos” junto do Banco Europeu de Investimento, o que garante a contrapartida nacional para o financiamento das obras da Piscina Descoberta, dos percursos acessíveis no Centro Histórico da cidade e da Zona de Acolhimento Empresarial Norte.

As promessas para o próximo ano são as de 2018, para cumprir em 2019

Zé LG, 23.12.19

21628825_mfERn.jpeg“Não conhecendo, ainda, o documento com as Grandes Opções do Plano de 2020 para Beja, observo que as promessas para o próximo ano, divulgados pelos meios de comunicação locais, são as que constavam nas promessas realizadas em 2018, para cumprir em 2019. Deste modo, fica patente que pouco foi realizado em 2019, apesar de o executivo da câmara achar que limpar um parque, mudar uns candeeiros ou reparar 40 metros de alcatrão dentro da cidade seja um grande feito, quando isso deveria ser o “dia-a-dia” da vida de uma câmara municipal.

Destaco algumas das promessas para 2019, que não foram realizadas, e que agora regressam, para 2020, como sendo novas: Reabilitar   edifícios no   Centro Histórico   que darão origem   a 15 fogos destinados   a arrendamento jovem; Criar oferta pública de estacionamento de autocaravanismo em Beja por via da reabilitação do atual Parque de Campismo; Realizar a empreitada da infraestruturação da Zona de Acolhimento Empresarial Norte; Acompanhar o projeto para a construção de um novo Edifício para o CEBAL, em Beja; Iniciar a reabilitação do Mercado Municipal de Beja; Iniciar a intervenção na Biblioteca Municipal José Saramago de Beja; Iniciar o processo de obra no Parque Fluvial dos Cinco Réis; Criar/Encomendar um projeto para Musealização do edifício do Centro de Artes; Criar/Encomendar um projeto de arranjo paisagístico do Fórum Romano.

Fonte: Grandes Opções do Plano de 2019

Leia o resto este post no Mais Beja.

Mais de 3 mil cidadãos votaram no Orçamento Participativo de Odemira

Zé LG, 18.12.19

OP-768x432.jpgForam quatro as propostas vencedoras a implementar a partir de 2020: “Parque dos Alagoachos”, “Odemira, concelho cárdio-seguro”, “A escola que queremos – Requalificação dos espaços escolares do agrupamento de S. Teotónio” e “Painéis Solares para o Lar de Idosos de Relíquias”.

De acordo com o município, mais de 3 mil cidadãos votaram nas 17 propostas de investimentos públicos apresentadas.

O Orçamento Participativo Municipal tem o valor global de 500 mil euros. Prevê 250 mil euros para projectos promovidos nas freguesias no interior do concelho com população inferior a 1500 habitantes e outros 250 mil euros para projectos promovidos nas freguesias do litoral do concelho com população superior a 1500 habitantes.

Leia e oiça mais aqui e aqui.

ULSBA cndidatou “MoviMentAli” à Missão Continente Donativo 2019

Zé LG, 16.12.19

2019_128.jpgO Projeto da ULSBA “MoviMentAli”, de promoção da atividade física e vida saudável, está em votação na Missão Continente Donativo 2019, até ao dia 19 deste mês.

Estão igualmente em votação outros prjectos apresentados por entidades do Distrito de Beja:

Treinar 100 limites”, pelo Centro de Paralisia Cerebral de Beja

Desporto e alegria é aqui na academia”, pela Academia de Desporto de Beja

 

Atleta saudável…eu sou e tu? nunca será só um clube!”, pelo Clube de Futebol Vasco da Gama.

 

Câmara de Beja vende lotes na Zona de Acolhimento Empresarial Norte

Zé LG, 12.12.19

79661606_824967024602209_6471354085332221952_o.jpgA Câmara Municipal de Beja escriturou ontem 9 lotes para instalação de equipamentos industriais e de apoio à atividade económica, situados nas zonas 1 e 2 da Zona de Acolhimento Empresarial Norte.
Um dos adquirentes é uma empresa de construção civil com sede em Beja, outra uma empresa francesa para construção de uma fábrica de xaropes e licores e outra ainda uma empresa espanhola para construção de uma fábrica de cerveja. No total as 3 empresas adquirentes dos lotes estimam criar 92 novos postos de trabalho diretos. O prazo de construção é de 3 anos pelo que se espera que até 2023 as empresas tenham as novas unidades a laborar.
Até ao final do ano estão previstas mais escrituras para a instalação de unidades de diferentes características em Beja.