Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Governo continua a não investir no Distrito de Beja

Zé LG Zé LG, 17.01.20

Durante a discussão na especialidade do OE2020, o ministro das Infraestruturas foi questionado, pelo deputado do PCP, sobre os investimentos previstos projetos estruturantes do Distrito de Beja.

202001142058345517.jpgSobre a finalização do IP8 e a eletrificação/modernização da linha férrea Casa Branca/Beja/Funcheira, João Dias frisou que Pedro Nuno Santos disse que não há “investimentos previstos para estes projetos” e no caso da ferrovia remeteu esta possibilidade para “uma possível reformulação do Programa Nacional de Investimentos 2030 (PNI2030)”. Sobre o aeroporto disse que “tem vocação para ser a grande base militar do país”.

O PCP refere que os sucessivos Governos têm “deixado o distrito de Beja para segundo plano”.

Este é o PS que prometeu “fazer o que ainda não foi feito”, durante a campanha eleitoral, para depois, no governo, continuar a não fazer o que faz falta.

E o que têm a dizer acerca disto os senhores autarcas do PS que apelaram ao voto nas suas candidaturas para assim ser mais fácil conseguir os investimentos necessários do governo na região?

ESDIME tem abertas candidaturas para investimentos na exploração agrícola renovação de aldeias

Zé LG Zé LG, 16.01.20

ESDIME-1-768x432.jpgA ESDIME- Agência para o Desenvolvimento Local no Alentejo Sudoeste tem abertas candidaturas para quatro concursos no âmbito da “Implementação de Estratégias”: “Pequenos investimentos na exploração agrícola”, “Pequenos investimentos na transformação e comercialização de produtos agrícolas”, “Diversificação de atividades na exploração agrícola”.

Estão também abertas as candidaturas para “Renovação de aldeias”, com “vista à preservação, conservação e valorização dos elementos patrimoniais locais, paisagísticos e ambientais”.

Os concursos decorrem até às 17h30 de 06 de março de 2020 e a informação pode ser consultada no site da Agência para o Desenvolvimento Local no Alentejo Sudoeste.

Câmara Municipal de Aljustrel aprovou propostas de Áreas Empresariais de Aljustrel, Ervidel e São João de Negrilhos

Zé LG Zé LG, 15.01.20

áreas-empresariais-768x432.jpgA Câmara Municipal de Aljustrel aprovou as propostas de “delimitação e fundamentação das Unidades de Execução das Áreas Empresariais de Aljustrel, Ervidel e São João de Negrilhos”.

Com a criação das áreas empresariais, “pretende-se dar um novo impulso ao desenvolvimento económico do concelho, ambicionando-se a criação de zonas potencialmente atractivas para a chegada de novas actividades económicas, fomentando-se o empreendedorismo e a criação de emprego e, consequentemente, a fixação de população no concelho”.

PSD não concorda com a forma com que a Câmara de Alvito tratou alguns projectos

Zé LG Zé LG, 05.01.20

21442856_hpeCc.jpegA Comissão Instaladora da Concelhia de Alvito do PSD quer esclarecimentos do exectivo camarário relativamente à construção do novo edifício da Escola Profissional, defendendo a aposta na Escola Profissional mas afirmando que “não pode concordar com a forma como este executivo organizou um projecto que vai ficar bastante caro aos cofres da autarquia e aos contribuintes”. Condisera ainda que há questões relacionadas com a construção de uma creche/infantário em Vila Nova da Baronia, através de financiamentos públicos e sobre a responsabilidade da Santa Casa da Misericórdia de Alvito, que deixam alguma “desconfiança”.

Grandes obras em Beja com financiamento bancário garantido

Zé LG Zé LG, 04.01.20

79661606_824967024602209_6471354085332221952_o.jpgA Câmara Municipal de Beja revela que “já recebeu o visto do Tribunal de Contas que autoriza a utilização de 3 empréstimos” junto do Banco Europeu de Investimento, o que garante a contrapartida nacional para o financiamento das obras da Piscina Descoberta, dos percursos acessíveis no Centro Histórico da cidade e da Zona de Acolhimento Empresarial Norte.

As promessas para o próximo ano são as de 2018, para cumprir em 2019

Zé LG Zé LG, 23.12.19

21628825_mfERn.jpeg“Não conhecendo, ainda, o documento com as Grandes Opções do Plano de 2020 para Beja, observo que as promessas para o próximo ano, divulgados pelos meios de comunicação locais, são as que constavam nas promessas realizadas em 2018, para cumprir em 2019. Deste modo, fica patente que pouco foi realizado em 2019, apesar de o executivo da câmara achar que limpar um parque, mudar uns candeeiros ou reparar 40 metros de alcatrão dentro da cidade seja um grande feito, quando isso deveria ser o “dia-a-dia” da vida de uma câmara municipal.

Destaco algumas das promessas para 2019, que não foram realizadas, e que agora regressam, para 2020, como sendo novas: Reabilitar   edifícios no   Centro Histórico   que darão origem   a 15 fogos destinados   a arrendamento jovem; Criar oferta pública de estacionamento de autocaravanismo em Beja por via da reabilitação do atual Parque de Campismo; Realizar a empreitada da infraestruturação da Zona de Acolhimento Empresarial Norte; Acompanhar o projeto para a construção de um novo Edifício para o CEBAL, em Beja; Iniciar a reabilitação do Mercado Municipal de Beja; Iniciar a intervenção na Biblioteca Municipal José Saramago de Beja; Iniciar o processo de obra no Parque Fluvial dos Cinco Réis; Criar/Encomendar um projeto para Musealização do edifício do Centro de Artes; Criar/Encomendar um projeto de arranjo paisagístico do Fórum Romano.

Fonte: Grandes Opções do Plano de 2019

Leia o resto este post no Mais Beja.

Mais de 3 mil cidadãos votaram no Orçamento Participativo de Odemira

Zé LG Zé LG, 18.12.19

OP-768x432.jpgForam quatro as propostas vencedoras a implementar a partir de 2020: “Parque dos Alagoachos”, “Odemira, concelho cárdio-seguro”, “A escola que queremos – Requalificação dos espaços escolares do agrupamento de S. Teotónio” e “Painéis Solares para o Lar de Idosos de Relíquias”.

De acordo com o município, mais de 3 mil cidadãos votaram nas 17 propostas de investimentos públicos apresentadas.

O Orçamento Participativo Municipal tem o valor global de 500 mil euros. Prevê 250 mil euros para projectos promovidos nas freguesias no interior do concelho com população inferior a 1500 habitantes e outros 250 mil euros para projectos promovidos nas freguesias do litoral do concelho com população superior a 1500 habitantes.

Leia e oiça mais aqui e aqui.

ULSBA cndidatou “MoviMentAli” à Missão Continente Donativo 2019

Zé LG Zé LG, 16.12.19

2019_128.jpgO Projeto da ULSBA “MoviMentAli”, de promoção da atividade física e vida saudável, está em votação na Missão Continente Donativo 2019, até ao dia 19 deste mês.

Estão igualmente em votação outros prjectos apresentados por entidades do Distrito de Beja:

Treinar 100 limites”, pelo Centro de Paralisia Cerebral de Beja

Desporto e alegria é aqui na academia”, pela Academia de Desporto de Beja

 

Atleta saudável…eu sou e tu? nunca será só um clube!”, pelo Clube de Futebol Vasco da Gama.

 

Câmara de Beja vende lotes na Zona de Acolhimento Empresarial Norte

Zé LG Zé LG, 12.12.19

79661606_824967024602209_6471354085332221952_o.jpgA Câmara Municipal de Beja escriturou ontem 9 lotes para instalação de equipamentos industriais e de apoio à atividade económica, situados nas zonas 1 e 2 da Zona de Acolhimento Empresarial Norte.
Um dos adquirentes é uma empresa de construção civil com sede em Beja, outra uma empresa francesa para construção de uma fábrica de xaropes e licores e outra ainda uma empresa espanhola para construção de uma fábrica de cerveja. No total as 3 empresas adquirentes dos lotes estimam criar 92 novos postos de trabalho diretos. O prazo de construção é de 3 anos pelo que se espera que até 2023 as empresas tenham as novas unidades a laborar.
Até ao final do ano estão previstas mais escrituras para a instalação de unidades de diferentes características em Beja.

Projeto PlaCarvões vence prémio de Economia Circular

Zé LG Zé LG, 11.12.19

PlaCarvões.jpgO projeto PlaCarvões "De Plásticos a Carvões Ativados – Economia circular nos plásticos agrícolas e urbanos", desenvolvido em consórcio liderado pela EDIA, com a Comunidade Intermunicipal do Alentejo Central, a empresa Gestão Ambiental e de Resíduos e a Universidade de Évora, venceu o prémio Economia Circular nas Instituições Não Empresariais do Alentejo, atribuído pela ADRAL e CCDRA.
“O consórcio PlaCarvões, atento aos problemas emergentes provocados pelos plásticos de uso único, quer na agricultura, quer no circuito urbano e ainda pela contaminação orgânica dos mesmos, desenvolveu estratégias que contribuem para a sua redução, transformando estes resíduos sujos e de mistura, em carvões ativados”.