Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

UÉ integra projeto “Olivares Vivos+”, que vai certificar “o compromisso dos olivicultores com a conservação da biodiversidade”

Zé LG, 23.10.21

202108101628216277.jpgA Universidade de Évora (UÉ) é a representante de Portugal numa rede europeia que vai “desenvolver um certificado que garante o compromisso dos olivicultores com a conservação da biodiversidade”. O projeto, denominado Olivares Vivos+, é financiado pelo Programa LIFE na área de Natureza e Biodiversidade e integra, além de Portugal, Espanha, Itália e Grécia.

O projeto visa também, face às alterações climáticas, “contribuir para uma maior resiliência e resistência do olival, uma cultura chave para a economia da Europa mediterrânea em geral e de Portugal em particular", destacou José Herrera, coordenador nacional do projeto.

AURORAL quer criar "ambiente tecnológico" no Alentejo para promover crescimento económico

Zé LG, 19.10.21

202110121733486215.jpgA criação de um “ambiente tecnológico” que promova o crescimento económico em zonas rurais e o respeito pelas comunidades locais está na base de um projeto europeu que tem o Alentejo como uma das “regiões-piloto”.

“É um projeto que visa desenvolver comunidades inteligentes”, ou seja, criar “uma forma de utilizar e de encarar o digital que respeite as comunidades e as pessoas”, explicou o coordenador do projeto, Marcos Nogueira.

O AURORAL, com o apoio de 25 parceiros tecnológicos, vai desenvolver aplicações inovadoras nas áreas da agricultura, turismo, mobilidade, energia e saúde em oito regiões-piloto de sete países, incluindo o Alentejo. A primeira fase do AURORAL consiste no “desenvolvimento de tecnologia”, em que os projetos-piloto têm “efeitos quase laboratoriais” e cujo resultado “é a criação desse ambiente tecnológico comum no qual funcionam as soluções digitais”, disse.

"Projeto Arqueológico Outeiro do Circo 2008-2021” faz balanço de 13 anos de investigação e divulgação

Zé LG, 16.10.21

202110081608245584.jpgO colóquio "Projeto Arqueológico Outeiro do Circo 2008-2021" realiza-se hoje, durante todo o dia, no Museu Regional de Beja, com o objetivo de apresentar o balanço dos trabalhos de investigação e de divulgação sobre o povoado da Idade do Bronze do Outeiro do Circo, desenvolvidos nos últimos 13 anos. Daqui e daqui.

Núcleo de Beja da Rede Europeia Anti-Pobreza defende intervenções ao nível dos idosos, imigrantes e comunidades ciganas

Zé LG, 07.10.21

logo-eapn-portugal-cor[3].jpgO Núcleo Distrital de Beja da Rede Europeia Anti-Pobreza apela à sociedade civil para que participe na consulta pública da Estratégia Nacional de Combate à Pobreza 2021-2030, devendo os interessados enviar um mail com as suas opiniões ou sugestões para: n.beja@eapn.pt.

A Rede fez um diagnóstico da situação no distrito de Beja e definiu como prioridades, intervenções ao nível dos idosos, imigrantes e comunidades ciganas, adianta João Martins, coordenador do Núcleo de Beja.

Projeto do Hospital Privado do Alentejo foi apresentado, embora ainda aguarde autorização da Entidade Reguladora da Saúde

Zé LG, 16.09.21

202109151847199536.jpgO projeto do futuro Hospital Privado do Alentejo foi revelado e aguarda autorização da Entidade Reguladora da Saúde. Deverá começar a funcionar no final do último trimestre de 2023.
Francisco Miranda Duarte, presidente do Conselho de Administração da Siemens Healthineers e diretor executivo da Empírica, SGPS, SA, mostrou-se otimista, respondendo que há uma Escola Superior de Saúde em Beja de onde saem enfermeiros graduados que o Hospital Privado quer ir buscar. Quanto aos médicos, frisou que esta resposta oferece diferenciação tecnológica, digital, segurança para o doente e oportunidade de carreira, referindo serem os aliciantes que procuram.

Aprovada, à segunda, a Estratégia Local de Habitação para Beja

Zé LG, 13.09.21

AMBeja-768x432.jpgDepois do adiamento da discussão, proposto por Bloco de Esquerda e Movimento “Por São Matias com Todos” na reunião de de 30 de Agosto, a Assembleia Municipal de Beja aprovou a Estratégia Local de Habitação (ELH) no valor de 29 milhões de euros, com os votos favoráveis dos eleitos do PS e do PSD e a abstenção da CDU, do Bloco de Esquerda e do Movimento “Por S. Matias com Todos”.

“A CDU propõe-se assumir a liderança autárquica em Beja e a condução dos destinos da cidade e do concelho

Zé LG, 04.09.21

VP.jpg... sob o lema “Sempre por Beja - Competência e Confiança no Futuro”, para desenvolver trabalho, com honestidade, com uma estratégia e um rumo bem definidos, conscientes da necessidade de romper com o atual estado de estagnação”.

A CDU apresentou a sua “Declaração de Compromisso” para o próximo mandato autárquico no concelho de Beja, baseada “num projeto de desenvolvimento integrado assente na participação democrática, para alcançar o progresso e a melhoria contínua das condições e qualidade de vida da população do concelho de Beja”.

Questionado sobre as propostas para área da saúde, Vítor Picado afirmou que, ao contrário de Paulo Arsénio, a CDU, ao longo de todo o mandato, sempre pugnou pela melhoria das condições de saúde no concelho, nomeadamente a conclusão da segunda fase do Hospital José Joaquim Fernandes, ao contrário do atual presidente que sempre esteve mais preocupado com a hipotética construção de um hospital privado.

Beja Consegue apresenta "O NOSSO PROPÓSITO"

Zé LG, 01.09.21

172474900_120991930075336_7783045200698944521_n.jpAo longo dos últimos meses o Beja consegue tem auscultado os diversos agentes que de uma forma ou de outra são responsáveis por toda a atividade do nosso concelho. Este trabalho culminou com a elaboração do nosso programa eleitoral, onde encontrarão as propostas que consideramos fundamentais para a melhoria da qualidade de vida de todos nós.

Hoje, de forma muito subtil indicamos algumas ideias fundamentais que serão consubstanciadas na próxima semana, quando apresentarmos formalmente o nosso programa e inaugurarmos a sede de campanha.

No programa eleitoral do Beja Consegue estabelecemos o caminho que pretendemos trilhar para melhorar a qualidade de vida dos nossos concidadãos e explicamos a estratégia que pretendemos implementar. De uma forma geral, estão identificados os problemas, e na nossa perspetiva é necessário que o nosso concelho seja:

 

 

“Futuro de confiança” é o que a CDU está “a construir no trabalho das autarquias”, disse Jerónimo de Sousa em Beja

Zé LG, 22.08.21

20210821182049252.jpgA pouco mais de um mês das eleições autárquicas, o secretário-geral do PCP veio a Beja dizer que a CDU respeita os seus compromissos e que não entra em “leilão de promessas”. Jerónimo de Sousa afirmou que a diferença entre os candidatos da CDU e os outros candidatos é o projeto autárquico da CDU.

Jerónimo de Sousa disse PCP que os "homens e mulheres da Coligação no poder local democrático exercem os seus mandatos servindo as populações sem se servirem do poder" e que por isso, os candidatos "não são todos iguais".

Vítor Picado, o candidato à Câmara de Beja, frisou que a CDU é "a alternativa política que o concelho precisa" e a que assume o "compromisso de melhorar as condições de vida das populações e trabalhadores, pensando o território em termos de desenvolvimento, prosperidade e justiça social".

Jerónimo de Sousa prometeu que a CDU vai continuar a responder à atual pandemia “com toda a atenção, mas não perdendo de vista que há vida para lá da covid-19” e que é esse futuro que a coligação que junta o PCP e o PEV saberá “construir no plano local exercendo as competências que cabem às autarquias”, mas que também “exige que se construa a partir de uma outra política nacional”.

Daqui e daqui.

Presidentes dos Municípios de Cuba e Vidigueira “agradados” com a promessa da ministra da Agricultura

Zé LG, 12.08.21

202108111203528378.jpgOs Presidentes dos Municípios de Cuba e Vidigueira, na sequência de contactos anteriores com a EDIA, deputados na Assembleia da República, agricultores e entidades representativas dos mesmos ouviram ontem da ministra da Agricultura a promessa que o Estudo de Impacto Ambiental e o cronograma financeiro do Bloco de Rega de Vidigueira e Cuba serão revelados em outubro. João Português e Rui Raposo manifestaram agrado pela informação que lhes foi transmitida.

Autarcas e empresários exigem construção do Bloco de Rega de Vidigueira

Zé LG, 19.07.21

218848057_4898128503536703_8623854746884159995_n.jOs presidentes dos Municípios de Vidigueira e de Cuba, acompanhados do presidente da Adega Cooperativa, reuniram com a EDIA para questionar sobre o atraso na construção do Bloco de Rega de Vidigueira, prevista para o ano de 2021, mas que ainda não arrancou, tendo sublinhado a importância e a urgência de avançar com o projeto, já que este irá abranger cerca de 2 200 hectares, com 1400 prédios rústicos, em ambos concelhos, contribuindo para um aumento na produtividade de diversas explorações agrícolas e, consequentemente, a uma maior dinamização da economia local.

Modernização do troço ferroviário entre Casa Branca e Beja só lá para 2028, se tudo correr bem….

Zé LG, 15.06.21

imgLoader2.ashx.jpgA Infraestruturas de Portugal (IP) prevê que a modernização do troço ferroviário entre Casa Branca e Beja, cuja elaboração dos estudos está em concurso público, fique concluída apenas em 2027... porque o período para o desenvolvimento de um projeto de investimento ferroviário “não pode durar menos de sete anos” e “metade desse tempo é para o projeto”.

O concurso público para a elaboração dos estudos e projetos necessários para a modernização do troço ferroviário entre Casa Branca e Beja da Linha do Alentejo e da execução de uma ligação ao Aeroporto de Beja foi publicado em maio passado em “Diário da República”.

Ou seja e “se tudo correr bem”, lá para 2028 (e não 2027, como tenho lido) talvez possamos ter a linha modernizada. E tão contentinhos que eles andam a anunciar o “amanhã prometido”, conseguido pela sua empenhada e intensa acção nos bastidores… Serão necessários, pelo menos, mais dois mandatos para concretizar a promessa.

Alvito retoma Projeto de Dinamização da Pequena Agricultura Local

Zé LG, 12.06.21

No seguimento da aprovação do Plano de Intervenção no Espaço Rústico do Trancoso e Fonte da Telha, a Câmara Municipal de Alvito, em colaboração com a ESDIME, retomou o projeto de dinamização da pequena agricultura local, que tinha sido suspenso devido à pandemia Covid-19.

196972830_1663288703870148_5502461256244398150_n.jPretende-se, com este projeto (ver aqui) incentivar a reabilitação das culturas hortícolas, numa zona particularmente representativa da economia tradicional das hortas, com o valor acrescido do regadio.

Projeto Outeiro do Circo no curso de verão do Centro de Estudos Ibéricos

Zé LG, 09.06.21

202106071535097463.jpgO Projeto Outeiro do Circo foi convidado a integrar o XXI Curso de Verão do Centro de Estudos Ibéricos, que se realiza entre 6 e 9 de julho, sob o tema “Novas fronteiras, outros diálogos: cooperação e desenvolvimento”, fazendo-se representar por Miguel Serra, coordenador do projeto, que revelou que a participação neste curso, que integra vários painéis, é dedicada àquilo que tem sido o destaque neste projeto, a educação patrimonial e o envolvimento das comunidades mais próximas ao sítio arqueológico.

BE defende a proteção da biodiversidade do Parque Natural do Sudoeste Alentejano

Zé LG, 06.06.21

202106021222478018.pngRicardo Vicente apresentou o projeto de resolução do Bloco de Esquerda para a recuperação da biodiversidade do Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina e a transição ecológica da agricultura do perímetro de rega do Mira, saudando os milhares de signatários da petição “Juntos pelo Sudoeste”. O Bloco avançou que apoia as propostas dos milhares de subscritores da petição “O parque natural do sudoeste alentejano e a costa vicentina não aguenta mais agricultura intensiva”.

Câmara de Alcácer do Sal aprovou o projeto do Centro de Apoio à Divulgação e Fruição do Rio Sado

Zé LG, 30.05.21

202105281033514768.PNGO "Centro de Apoio à Divulgação e Fruição do Rio Sado vai ser implantado em terreno municipal situado perto do Parque dos Pescadores e da Parvoíce, ... como medida destinada a melhorar o ambiente e a revitalização urbana, através da implementação de um novo equipamento, que acrescentará dinâmica à zona onde assentará."

O conjunto edificado contemplará áreas diversas, entre as quais cais, aparcamento de embarcações, sala de atividades e praça, e destina-se à divulgação do património fluvial e das atividades ligadas ao rio, funcionando igualmente como base logística para atividades relacionadas com o Sado.

Roteiro Literário Levantado do Chão passa pelo Alentejo

Zé LG, 29.05.21

roteiro-saramago.pngA Fundação José Saramago apresentou um site e uma aplicação para telemóvel com um roteiro literário que propõe uma viagem pelos episódios mais marcantes do romance “Levantado do Chão”, do Nobel da Literatura.

O portal e a app do Roteiro Literário Levantado do Chão foram apresentados, em Montemor-o-Novo, nas comemorações do 25 de Abril. A escolha daquela cidade para a apresentação inicial do projeto, deve-se ao facto de José Saramago ter vivido em Lavre, situada na fronteira do concelho de Montemor-o-Novo com o de Coruche, durante a escrita da obra. “Levantado do Chão” percorre uma zona do Alentejo caracterizada pelo latifúndio, desde o final do século XIX ao período pós-revolução de 25 de Abril de 1974.

O roteiro está disponível em www.roteirolevantadodochao.pt.

CDU quer recuperar a Câmara de Castro Verde

Zé LG, 26.05.21

202105251714251617.PNGA CDU de Castro Verde assume-se como força alternativa credível e com o objetivo de recuperar a autarquia castrense nas próximas eleições autárquicas, com Fátima Silva como cabeça de lista.

A CDU vai apresentar candidatura a todos os órgãos autárquicos com o objetivo de se reforçar como força política do poder autárquico no concelho de Castro Verde, nomeadamente: recuperar a Câmara Municipal de Castro Verde, afirmando-se como alternativa credível à atual gestão, recuperar a Freguesia da União de Freguesias de Castro Verde e Casével, manter a gestão das Juntas de Freguesia de Entradas, Santa Bárbara de Padrões e São Marcos da Atabueira e reforçar os eleitos na Assembleia Municipal de Castro Verde.”