Alvitrando
Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.
02
Mai 18

ovi.JPG

A Ovibeja tem sido sempre uma voz reivindicativa junto do poder central e a 35ª edição não foi exceção. Neste contexto, a 35ª Ovibeja ficou marcada pela Carta Aberta a exigir que as acessibilidades sejam cumpridas ainda no âmbito da reprogramação do Portugal 2020. O documento foi entregue a todos os decisores políticos que visitaram o certame.

documento subscrito pela ACOS – Agricultores do Sul, pelo NERBE/AEBAL, pelo IPBeja, pela CIMBAL e pela Associação Comercial identifica um conjunto de debilidades com o qual a região se depara há anos, principalmente no que diz respeito às acessibilidades.

publicado por Zé LG às 00:42
29
Abr 18

105.JPG

publicado por Zé LG às 00:44
04
Abr 18

psd.jpg

“Autonomias regionais” será o tema do 44.º aniversário do PSD. Beja foi a cidade escolhida para, em 11 e 12 de maio, receber as comemorações do aniversário, por esta cidade do interior personificar alguns dos maiores desafios de Portugal no presente, designadamente a necessária reforma da descentralização.

Os históricos líderes das regiões autónomas dos Açores e da Madeira, João Bosco Mota Amaral e Alberto João Jardim, serão homenageados no evento que assinala o 44.º aniversário da fundação do PSD.

O militante fundador do PSD em Beja, Marciano Lopes, é o comissário para as comemorações.

publicado por Zé LG às 23:19
03
Abr 18

João Pauzinho é o novo responsável da DORBE do PCP

pAUZINHO.jpg

A Direção Regional de Beja do PCP tem novo responsável. João Pauzinho começou o seu trabalho na passada semana e já marcou uma reunião para sábado, dia 7, às 15.00 horas, no Centro de Trabalho de Beja, sobre a situação política nacional e as propostas do PCP, com a participação de João Oliveira, membro da Comissão Política do Comité Central e deputado na assembleia da República.

publicado por Zé LG às 08:50
24
Mar 18

Marília Lacão.jpg

A Associação Mov.CLIP quer “distanciar-se” do movimento politico em que teve origem e abrir portas a todos para promover e divulgar Portalegre.

Marília Lacão, Presidente da direção da Associação Mov.CLIP, explica que, independentemente da cor politica, todos podem juntar-se à associação que pretende “ir ao encontro das necessidades das pessoas”.

A dirigente explica que associação, que este Sábado assinala o 4º aniversário com um jantar, está aberta à comunidade, está mais dinâmica e, em breve apresenta um plano de atividades.

publicado por Zé LG às 15:16
19
Mar 18

Parece-me importante perceber que a discussão da saúde na região tem duas velocidades, uma mais imediata dirigida à tentativa de resolução de problemas que existem e que ameaçam a continuidade dos cuidados de saúde à população da área de abrangência da ULSBA, em particular os hospitalares, e outra mais estrutural, mais profunda e destinada a obter ganhos em saúde a médio e longo prazo - é nesta última que se inclui uma maior atenção à prevenção...
A ação dos políticos locais, autarcas e deputados, deve fazer-se nos dois momentos e de uma maneira bem mais séria e mais esclarecida do que a atual. Foi verdadeiramente impressionante, e triste, a sua prestação, a falta de conhecimento, de preparação e, consequentemente, de alternativas e de ações reais sugeridas no debate de quinta feira. Todos sabemos que estão limitados na ação mas podem e devem fazer muito mais, podem e devem informar-se, caramba... É preciso mais, muito mais.
Do mesmo modo é preciso que a ARSAlentejo, na pessoa do seu presidente, não esteja tão "encolhido". Bem esteve a Conceição Margalha, a desempenhar com qualidade o papel que é o seu - o de Presidente de um Conselho de Administração de uma instituição com gravíssimos problemas, a não tapar o sol com a peneira. Obrigada, Conceição.

Ana Matos Pires a 18 de Março de 2018 às 11:06, AQUI.

 

 

publicado por Zé LG às 00:11
09
Mar 18

201803081133306317.jpg

A Direção da Organização Regional de Beja do PCP promove, hoje, às 18.00 horas, na cafetaria da Casa da Cultura, em Beja, a iniciativa “O PCP tem propostas para uma vida melhor na região”.

De acordo com o PCP, nesta ação vai ser feito “um balanço das ações políticas desenvolvidas em defesa do distrito de Beja e a indicação dos projetos que considera estruturantes para uma vida melhor”.

João Dias, deputado do PCP na Assembleia da República e João Ramos, membro da DORBE do PCP marcam presença na ação.

José Maria Pós-de-Mina, membro da DORBE do PCP refere que “a região tem futuro”, no entanto é “preciso que o Governo tome atitudes diferentes face às necessidades” apresentadas.

publicado por Zé LG às 12:46
02
Fev 18

240120181051-615-secaalentejo.jpg

O debate, que vai decorrer entre as 10.30 e as 17.00 horas, está dividido em dois painéis “As consequências da seca na região, medidas e instrumentos de salvaguarda e prevenção” e “O sistema de gestão da água-políticas existentes, políticas necessárias”.

publicado por Zé LG às 00:13
31
Jan 18

PCP volta a exigir investimentos em infra-estruturas

100620142343-300-PCPBeja-01.png

 

 

A DORBE do PCP, embora valorize os avanços verificados na reposição de direitos e rendimentos, sublinha a prática ausência na realização de investimentos em infraestruturas na região. 

publicado por Zé LG às 13:50
30
Jan 18

290120181021-119-derrocadamurralha.jpg

ParqueVistaAlegre-534x462.jpg

Leia e oiça AQUIAQUI a troca de mimos entre a CDU e o PS.

publicado por Zé LG às 08:43
26
Jan 18

20180126000047__ndr0994.jpg

Questionado sobre o estado atual do Serviço Nacional de Saúde, Correia de Campos é direto: regista avanços, mas admite que “nem tudo está bem”. O primeiro ponto é que “dizer-se que falta dinheiro para a saúde não é verdade”, afirma, referindo que o dinheiro chega “no final do ano para tapar as dívidas”. Ou seja, não se pode falar em falta de recursos, mas sim numa gestão que diz ser “profundamente errada”.

“Os médicos e os enfermeiros foram muito mal tratados” durante a crise, diz, defendendo que os profissionais passem a ser pagos “decentemente” pelo desempenho e não estritamente por um salário fixo. Correia de Campos admite que não teve “tempo” de fazer a reforma dos hospitais quando foi ministro, mas refere que também enfrentou obstáculos nas Finanças. “A culpa é da cultura da administração financeira do Estado: quer contas certas e não aceita um pagamento pelo desempenho que dá conta incerta”, assinala

 

São muitas as questões pertinentes aqui focadas por Correia de Campos. Será que dá para fazer aqui um debate sério sobre elas?. Fica o desafio.

publicado por Zé LG às 19:05
21
Dez 17

4962_big.jpg

Os vereadores da CDU na Câmara Municipal de Moura apresentaram uma declaração sobre a proposta de Orçamento e Grandes Opções do Plano para 2018, onde se queixam-se de não ter sido cumprido o Estatuto da Oposição, “na medida em que, no entender da CDU, não foi seguido o que prescreve a legislação que refere que os partidos têm o direito de ser ouvidos sobre as propostas dos respectivos orçamentos e planos de actividade”.

A CDU afirma ainda que “não se vislumbra qualquer nova visão estratégica para o concelho”, tendo, em suma, o que levou os seus vereadores a se absterem na votação do Orçamento e GOP para 2018.

publicado por Zé LG às 08:52
07
Dez 17

mupi01.jpg

A Direcção Regional do Alentejo (DRA) do PCP lamenta “a postura de alguns eleitos do PS que, na busca de hegemonização do poder, ignoram a lei e não olham a meios para atingir os seus fins”, responsabiliza os eleitos socialistas pela “situação de impasse na eleição de órgãos” e acusa-os da prática de “uma cultura de poder pelo poder, diminuindo a matriz de diversidade e pluralidade que existe no Poder Local”.

O PCP diz que Alqueva “não tem condições para resolver todos os problemas existentes no Alentejo” e que a região “precisa é de uma verdadeira política de desenvolvimento, assente no aproveitamento dos recursos e potencialidades existentes”.

 

O PCP mostra-se preocupado com os efeitos da seca na agricultura e no abastecimento à população numa parte substancial da região e refere que há medidas de caráter estrutural que urgem ser implementadas para que se possa fazer face a este tipo de flagelo.

publicado por Zé LG às 08:47
21
Nov 17

EMAS-Beja.jpg

A Empresa Municipal de Águas e Saneamento de Beja (EMAS) anuncia que está a ultimar, “com carácter de urgência”, a contratação de um empréstimo de médio e longo prazo no valor de 2,5 milhões de euros, para solucionar problemas a curto prazo.

Em causa está o pagamento de vários empréstimos de curto prazo contraídos de forma sucessiva nos últimos dois anos, pela anterior administração, “sem uma previsão relativamente à forma como seriam liquidados, nem uma expectativa sólida quanto ao acesso a financiamentos comunitários”.

Acrescem ainda “elevados valores de facturação que foram e estão a ser apresentados por diversos empreiteiros, empresas de fiscalização, entre outros”, que estão a provocar “rotura completa de tesouraria, criando uma situação insustentável para muitos empreiteiros, prestadores de serviços, fornecedores e também para a própria empresa pela pressão que causa sobre os serviços”.

Rui Marreiros, administrador executivo da EMAS, não esconde as suas preocupações, AQUI e AQUI.

publicado por Zé LG às 08:47
20
Nov 17

 

Há uns anos, quando manifestava o meu desagrado pelo aumento do preço da electricidade, um amigo disse: “Quero lá saber do aumento do preço da electricidade, quero é que as acções da EDP subam.” Isto aconteceu pouco depois da EDP ter feito uma das primeiras operações de venda das suas acções. Por ter comprado algumas dessas acções este meu amigo passou a valorizar mais sua posição de accionista da EDP do que a de consumidor de electricidade. E por mais que eu tivesse argumentado que consumidor seria sempre e que accionista poderia ser apenas durante algum tempo, ele insistiu em defender mais a sua posição de accionista.

Este é o princípio que está subjacente ao facto de haver tanta gente, que ambiciona naturalmente a ter uma boa vida, a agir contra os seus interesses, privilegiando a defesa dos ricos - o que gostaria de ser - em detrimento da posição que ocupa – assalariado, trabalhador por conta própria, micro ou pequeno empresário – e da sua situação de consumidor, que é tanto mais importante quanto menos tem.

 

 

publicado por Zé LG às 00:08
04
Nov 17

"...

Quais das alternativa é que consideraria que seria mais vantajosa para o país ao longo prazo?

A) O governo gasta algum dinheiro (não muito comparado com outros projectos em outras partes do país) para eletrificar a linha de comboio e terminar a auto-estrada para depois o país beneficiar, ao longo de largos anos,de todo o potential florescimento económico que daí verá com mais exportações, em especial agrícolas e agro-industriais e potencialmente outros tipos de indústria também, como indústrias ligadas à aeronáutica.
B) O governo continua a fazer o que tem feito até agora, o distrito de Beja morre, aldeias e vilas desaparecem do mapa, e Beja torna-se numa simples vila de 8000 habitantes com um enorme deserto à sua volta. Perde-se todo o potential agrícola e económico e perde-se ainda toda uma cultura e uma região líndissima em termos de património.
Qual das opções lhe parece melhor, para os bejenses e para Portugal? E até para o próprio governo. Embora o governo obviamente já escolheu a sua opção há muito tempo.

..." 

Trecho do comentário de Eu a 3 de Novembro de 2017 às 00:49, AQUI.

publicado por Zé LG às 10:22
31
Out 17

Capoulas-1060x594.jpg

Não é por ter sido o anterior governo a suspender a construção dos IP’s (ou autoestradas) 2 e 8 que este não a retoma e os mantém afunilados a 30 ou 40 kms de Beja.

Não é por ter sido construído o Empreendimento de Fins Múltiplos de Alqueva que agora o Estado não investe mais no Baixo Alentejo. Alqueva foi construído onde foi porque é aqui que existem as condições para tal, tal como o Porto de Sines foi construído em Sines e não em Elvas… E, como sabemos, esses são projectos nacionais e não apenas locais ou regionais.

Não é por ir ser feita a ligação ferroviária de Sines ao Caia (e porque não mais a Sul?) que não se arranja a ligação de Casa Branca a Beja ou, pelo menos, se põem a circular comboios com um mínimo de condições.

publicado por Zé LG às 18:03
29
Out 17

21150313_1919361908090793_8228194591321293404_n.jp

A Coordenadora do Bloco de Esquerda participa na Assembleia Distrital do seu partido, que se realiza hoje, às 15h00, na Casa da Cultura de Beja, para tratar do balanço das eleições autárquicas e da Situação política: OE para 2018; incêndios; saúde; educação; combate às agressões ambientais (e não só) das monoculturas;  greve na Somincor; plenário de imigrantes na Zambujeira.

A chegada de Catarina Martins está prevista para o meio-dia (12h00), com paragem na reta Beringel-Beja (junto à Diabrória) para denunciar a destruição de sítios arqueológicos numa área de 3000 hectares para plantação de amendoal pela empresa espanhola De Prado, seguindo-se um almoço no restaurante Luís da Rocha às 13h00.

publicado por Zé LG às 09:27
25
Out 17

Li no Facebook: "E de repente... eis que faleceram os blogs da cidade :( Paz à sua alma. Com tanto para publicar...", o que já mereceu uma série de comentários sobre "vaga de nomeações externas para a Câmara, a automotora que desapareceu, as obras na cidade que pararam...", como pequena síntese da actividade do Executivo Camarário, que tomou posse há uma semana!!!...

Comecei a escrever este alvitre para comentar aqueles escritos... mas não, acho que disseram tudo.

publicado por Zé LG às 00:05
17
Out 17

depósito.jpeg

O mandato autárquico que agora termiona em Beja, poderá vir a ser recordado pela demolição do Depósito de Água da Praça da República, contrariando uma decisão do anterior Executivo Camarário que previa a sua reabilitação, e a não construção de um novo pavilhão desportivo, prometido repetidas vezes desde as anteriores eleições autárquicas. O Executivo Camarário, que agora cessa funções, procedeu a uma demolição que não anunciara e relativamente à qual recusou o debate público e não executou a obra que mais anunciou, porque não foi capaz de reunir as condições para o efeito. Estas duas "obras", com tudo o que as envolveu, representam talvez o que melhor caracteriza o que foi este mandato. 

img144.jpg 

publicado por Zé LG às 08:52
Maio 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
26
27
28
29
30
31
Passaram por cá
Contador de visitas

Desde 15.01.2011
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Quando não há perspectivas de melhoria, o assunto ...
Chover no molhado...
como a ulsba..., sem rei, sem roque, sem presente...
Tomar banho em charcas sempre foi um perigo. Não é...
Não se preocupe, que as aves possuem uma capacidad...
Sr. Presidente Paulo Arsenio o que se passa com os...
Tenho uma dúvida, será que com a praia cheia de pe...
Toino João!...
Belíssimo cartaz!
Pseudo anónimo das 14.00, não tenho procuração do ...
Quem ainda mantém este esquema de análise - a ilus...
O Dr. Munhoz Frade não tem a receber lições de mor...
Quem se atreve a mandar postas de pescada a quem s...
A propósito de opção de classe: qual foi a opção q...
Anónimo das 14:00h: quem não assume a identidade p...
blogs SAPO