Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Gabinete de Apoio ao Cônjuge

cs.jpgO gabinete do antigo Presidente da República, Cavaco Silva, confirmou esta segunda-feira ao Observador que a antiga primeira-dama, Maria Cavaco Silva, foi assessorada no Palácio de Belém pela cunhada, Margarida Mealha Santos Silva, que trabalhou com a mulher do então Chefe de Estado no Gabinete de Apoio ao Cônjuge.

Ler o resto da notícia, se tiver paciência, aqui

 

Talvez seja importante evocar estes fantasmas para exocisarmos todas as malfeitorias que nos fizeram, ao longo de tantos anos, com a desfaçatez de se apresentarem como os mais sérios. Se não fosse tão grave, dava vontade de rir a criação deste "Gabinete de Apoio ao Cônjuge"... Então a Dona Maria precisava do apoio da mana para apoiar o cônjuje Aníbal? Começo a gostar de fantasmas...

“Os Verdes” chegaram a Beja de comboio e com uma hora de atraso

verdes.jpgO Grupo Parlamentar “Os Verdes” dedica as suas Jornadas Parlamentares, que decorrem, hoje amanhã, no distrito de Beja, ao olival intensivo e à ferrovia. “Os Verdes” decidiram vir para a capital de distrito de comboio e comprovaram os “dramas” com que se depara a população, pois chegaram com uma hora de atraso.

As Jornadas Parlamentares culminam a campanha iniciada pelo PEV, em que vários dirigentes percorreram concelhos dos 3 distritos alentejanos mais afetados, pelo olival intensivo, onde foram colocadas 500 bandeiras negras a assinalar estes locais nos distritos de Portalegre, Évora e Beja.

 

Faltam menos de 200 assinaturas

90336_1.jpg... para a AR ter de discutir a «Estratégia Integrada de Acessibilidade Sustentável do Alentejo nas ligações Nacional e Internacional” na revisão do PNPOT em curso, de forma a considerar um conjunto de prioridades no domínio das acessibilidades e transportes fundamentais para o desenvolvimento sustentável do Alentejo, bem como para a sua coesão social, territorial, ambiental e energética, com claros benefícios para a totalidade do território nacional.

Para garantir esse debate, se ainda não o fez, pode assinar a Petição Pública “PLATAFORMA ALENTEJO-Estratégia Integrada de Acessibilidade Sustentável do Alentejo nas ligações Nacional e Internacional” em: https://peticaopublica.com/pview.aspx?pi=PT90336

“Avançar é preciso! Andar para trás não”

cdu.jpgO Jardim do Bacalhau recebe, esta tarde, às 18.00 horas, uma sessão pública promovida pela CDU-Coligação Democrática Unitária.

Sob o lema “Avançar é preciso! Andar para trás não” esta iniciativa vai contar com a presença de Sandra Pereira, a candidata número dois da lista da CDU às eleições europeias que vão decorrer, em Portugal, no dia 26 de Maio.

Governo disponibiliza apoios para travar Xylella Fastidiosa

oliveira-768x488.jpgO Ministério da Agricultura Floresta e Desenvolvimentos Rural tem disponível um montante global de dois milhões de euros, para apoiar a construção de estruturas de protecção em viveiros de plantas de espécies ornamentais, de fruteiras e de videiras susceptíveis à contaminação pela bactéria Xylella fastidiosa.

Em Janeiro, a bactéria foi detectada, em território nacional, que afecta um elevado número de espécies de plantas ornamentais e também espécies de culturas de elevado valor económico, como é o caso da oliveira, amendoeira, videira e figueira.

As candidaturas podem ser apresentadas, até dia 30 de Abril, através do portal PDR-2020 em www.pdr-2020.pt e do portal PORTUGAL-2020 em www.pt-2020.pt.

“A política não se deve centrar em excesso nas questões da economia”

Há momentos em que questionamos se os apetrechos que adquirimos com nossos pais como preparação para a vida ainda têm utilidade. Nos últimos cinquenta anos, a rapidez das transformações sócio-económicas cavou um fosso entre gerações, quer no que respeita aos significantes comunicacionais, quer no que respeita a valores de vida. Tal dissonância sociológica também é matéria política. Não está garantido que uma economia mais próspera aumente os indicadores de felicidade das pessoas. É necessária sim, para o bem-estar social, mas não é suficiente para boas dinâmicas familiares. Por isso a política não se deve centrar em excesso nas questões da economia. Tem de incluir de forma pró-ativa a vertente cultural, civilizacional. Continuamos a necessitar de nos nortearmos pelas consignas da Liberdade, da Igualdade e da Fraternidade. Sem esses objetivos, o mundo não melhorará.

Munhoz Frade 16.03.2019 15:27, aqui.

Governo está a “preparar um Plano de Contingência para situação de seca”

Capoulas.jpgO Ministro da Agricultura esteve ontem, em Beja, onde revelou que o Governo está a “preparar um Plano de Contingência para situação de seca”.

Capoulas Santos esteve reunido, na EDIA, com o Conselho para o Acompanhamento do Regadio de Alqueva (CAR Alqueva) para começar a preparar a próxima campanha de rega.

Um terço do território nacional está em seca moderada. O Ministro da Agricultura referiu que o cenário ainda não é grave, mas não afastou a hipótese de avançar com um plano de contingência.

O Alentejo não deverá sofrer grandes problemas com a seca. O Governante salientou que a Barragem de Alqueva “está a revelar plenamente a sua eficácia e a sua capacidade para responder [em situações de seca]. Neste momento, Alqueva tem capacidade disponível para manter uma campanha agrícola normal”.

A culpa é do PCP

1200px-Logo_Kommunistische_Partei_Portugals.svg.pnDeclaração de interesses: Há uns anos que saí do PCP, partido em que militei mais de 35 anos.

Acho curioso que o PCP seja responsabilizado porque promove iniciativas mobilizando pessoas para contestar políticas do governo, porque não as promove e também porque apoia algumas políticas e medidas do governo. Mas isto não é o normal? Não é isto que deve ser um partido responsável, que se comprometeu com o partido (PS) que governa no apoio a algumas políticas, mas mantém a independência em relação ao governo, que lhe permite contestá-lo sempre que com ele não está de acordo? O PCP nunca disse que ao apoiar este governo iria apoiar todas as suas políticas e medidas, nem que conseguiria com ele tudo o que defende.

O mesmo se aplica aos outros partidos que assumiram posições semelhantes no apoio à constituição deste governo.

Museu continua a ser uma “batata quente” da Câmara de Beja e usado como arma de arremesso político

201902112109502383.jpgO Museu de Beja, que deveria ser tratado com a importância que tem para a afirmação e promoção de Beja, continua a ser encarado pela Câmara Municipal como se de uma “batata quente” se tratasse e de que se quer ver livre quanto antes. Por outro lado, em vez das diversas forças assumirem posições claras sobre o Museu, usam-no como arma de arremesso político. Depois do debate na Assembleia Municipal, pelos relatos feitos aqui e aqui, mantém-se as dúvidas que aqui coloquei.

Comentários recentes

  • Anónimo

    O caso é de polícia?

  • Anónimo

    O PS do Pedro do Carmo ê muito pior do que o PS do...

  • Anónimo

    Que vergonha de PS?

  • Anónimo

    São os dois especialistas, um é bom nos ajustes e ...

  • Anónimo

    Os “anti-geringonça” não “deslargam” o Alvitrando,...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.