Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

“Carta aberta aos poderes políticos sobre a pobreza em Portugal”

Zé LG, 23.06.20

202006221626445624 pobreza.jpg

A EAPN Portugal/Rede Europeia Anti Pobreza entregou uma “Carta aberta aos poderes políticos sobre a pobreza em Portugal” onde sustenta que o combate à pobreza deve ser a "prioridade das prioridades" do país. A OCDE diz que “Portugal é dos países desenvolvidos onde é mais difícil sair da pobreza ou, do outro lado, deixar de ser rico”, lembra a EAPN.

O novo Coronavírus não criou a pobreza e a fome

Zé LG, 12.05.20

A pobreza e a fome afectavam milhões de pessoas antes no novo Coronavírus surgir. Este só veio acentuar e evidenciar mais uma realidade cruel e que os poderes pouco têm feito para combater. Daí o seu agravamento progressivo, que afecta cada vez mais um maior número de trabalhadores, o que é alvitante.

Daí assistir com surpresa(?) às declarações de alguns responsáveis, que parecem atribuir ao novo Coronavírus a responsabilidade por essas situações…

“Sobrevivendo e Resistindo: Comunidades Ciganas, Racismo e Habitação”

Zé LG, 25.11.19

é o mote para um debate que vai decorrer, a partir das 15.00 horas, na Escola Superior de Educação de Beja.

201911221030195233.jpg

Com a realização desta iniciativa o Núcleo Distrital de Beja da Rede Europeia Anti-Pobreza pretende juntar instituições, associações, moradores e pessoas interessadas, de maneira a ajudar a enquadrar as responsabilidades e as capacidades de cada um. Pretende-se também ajudar a alavancar um processo partilhado de efectiva inclusão social destas comunidades.

A Rede Europeia Anti-Pobreza afirma que “Este é um problema complexo, que importa (re)conhecer e que exige a cooperação entre poderes públicos, sociedade civil e os moradores locais”.

Círculo do Silêncio pelo fim da pobreza e exclusão social

Zé LG, 31.10.19

silêncio.jpgA Cáritas Diocesana de Beja, em colaboração com diversos parceiros promove, esta tarde, às 17.30 horas, nas Portas de Mértola, mais um Circulo de Silêncio, desta vez pela erradicação da pobreza.

A Cáritas recorda que entre um total de 2,2 milhões de pessoas que estavam em risco de pobreza ou exclusão social, cerca de 110 mil portugueses viviam no ano passado em risco de pobreza, privação material severa e sem trabalhar.

UMA MULHER NO TOPO DO MUNDO

Zé LG, 12.11.17

img236.jpgUma mulher solidária

Faz tempo que tive o ensejo de ouvir na rádio uma entrevista de uma senhora que, pelo teor da mesma, não me deixou sobremaneira indiferente e a partir daí procurei acompanhar o seu percurso na saga solidária que a anima. Trata-se de Maria do Céu da Conceição e da sua inspiradora história de sucessivos desafios e sucessos. Resumidamente, esta mulher inconformada procura com a sua generosidade e criatividade retirar da pobreza e da ignorância várias centenas de crianças de bairros de lata do Bangladesh, mais concretamente da capital do país, Daca. A divulgação da sua ação, bem como a principal angariação de receitas, derivam de imensas iniciativas arrojadas em que se envolve, nomeadamente maratonas, escaladas em várias partes do mundo, destacando-se uma nos Himalaias (8 848 metros de altitude), sendo a primeira mulher portuguesa a conseguir tal proeza.

 

EURODEPUTADA DO PCP REUNE COM CPCJ EM BEJA

Zé LG, 04.01.16

Inês Zuber, deputada do PCP no Parlamento Europeu, reúne esta segunda-feira, 4 de Janeiro, pelas 15:00 horas, na Câmara Municipal de Beja, com representantes de Comissões para a Proteção de Crianças e Jovens do distrito de Beja.

manchete_banner_030120162010-51-InsZuber.jpg

Este encontro surge na sequência da aprovação, no passado mês de Novembro, em sessão plenária do Parlamento Europeu, do relatório "A redução das desigualdades, com especial atenção à pobreza infantil", da deputada do PCP, com 569 votos a favor, 49 abstenções e 77 votos contra.



ALVITO ASSINALA O DIA INTERNACIONAL DA ERRADICAÇÃO DA POBREZA E EXCLUSÃO SOCIAL

Zé LG, 15.10.15

pobreza.jpegPara assinalar o Dia Internacional da Erradicação da Pobreza e Exclusão Social, o Município irá desenvolver, nos dias 16 e 17 de outubro, iniciativas que promovem a participação e a inclusão social, dirigidas a toda a comunidade.


A propósito do Dia Mundial da Alimentação Pensar, Comer e Não Desperdiçar dá o mote às atividades a desenvolver com os alunos do Agrupamento de Escolas que, através de jogos pedagógicos, aprendem mais sobre a alimentação saudável.

“Só com a luta do povo é possível derrotar a política de exploração e empobrecimento”

Zé LG, 14.02.14

O estudo sobre as Infraestruturas de Elevado Valor Acrescentado comprova a intenção de abandono do Alentejo, assim como, o que se conhece dos fundos comunitários para a região, a afirmação saiu da última reunião da Direcção Regional do Alentejo do PCP.
Os comunistas denunciam aquilo a que chamam de propaganda de êxitos do Governo quando aquilo que está a acontecer com as políticas que estão a ser praticadas é a aceleração do despovoamento, envelhecimento e desertificação. João Dias Coelho, da DRA do PCP, dá voz ao protesto.

In: http://www.vozdaplanicie.pt/index.php?go=noticias&id=2186

“Uma só família. Alimento para todos”

Zé LG, 13.12.13

… é o mote para uma campanha internacional lançada pela Cáritas Internationalis, apadrinhada pelo Papa Francisco, que apela à erradicação da fome no Mundo até 2025.

Esta campanha, que conta com o apoio da Confederação Episcopal Portuguesa, pretende alertar os governos de todo o Mundo, as Nações Unidas e todos os cidadãos para o direito à alimentação.

A presidente da Cáritas de Beja diz que, nesta região, certamente que há famílias com fome.

In: http://www.vozdaplanicie.pt/index.php?go=noticias&id=1754

“Flores de Esperança” é apresentado hoje

Zé LG, 11.07.13

… às 18h30, na Igreja Paroquial do Bairro da Esperança. Trata-se de um projecto que recorre às flores como elemento de esperança e de novas perspectivas para a criação de dinâmicas regeneradoras.

O projecto “Flores de Esperança”, que nasceu de um desafio lançado pela Rede Europeia Anti-Pobreza, pela Igreja Paroquial do Bairro da Esperança e pelo Centro Social, Cultural e Recreativo à população do Bairro da Esperança, pretende envolver parceiros públicos e privados e, sobretudo, estimular a auto-estima e a participação activa da comunidade local. Entre as acções conta-se a que dá nome ao projecto, ou seja, desenvolver um calendário anual de iniciativas em torno das flores no Bairro que os seus promotores pretendem se torne o local mais florido da cidade de Beja.

In: http://www.vozdaplanicie.pt/index.php?go=noticias&id=574

“Há fome no Alentejo e muitas famílias a viverem com extremas dificuldades”

Zé LG, 30.05.13

… a denúncia é feita pela DRA do PCP depois de ter feito a análise à situação que se vive na região.

João Dias Coelho, da DRA do PCP, afirma que o Alentejo está em acelerada degradação no plano económico e social devido à política de direita e de um governo para quem as pessoas são apenas números, apontando o desemprego, a destruição de serviços públicos e o ataque ao poder local democrático como determinantes para o agravamento da situação de desertificação humana com que e debate a região.
O PCP defende que o Alentejo e o país precisam que o Presidente da República assuma o compromisso de cumprir e fazer cumprir a Constituição, que demita o Governo e convoque eleições antecipadas devolvendo a palavra ao povo.

http://www.vozdaplanicie.pt/index.php?go=noticias&id=221

Viva o 1º de Maio!

Zé LG, 30.04.13

 

A União de Sindicatos do Distrito de Beja assinala o 1º de Maio, Dia Internacional do Trabalhador, uma data onde é dado relevo à luta dos trabalhadores e do povo contra o empobrecimento e contra a destruição dos direitos constitucionais.

Na cidade de Beja realiza-se, a partir das 10.00 horas, nas Portas de Mértola, uma concentração seguida de um desfile a pé que tem como destino a Casa da Cultura para onde estão previstas algumas intervenções sindicais.

Nas barragens da Rocha, no concelho de Ourique, do Roxo, concelho de Aljustrel e do Enxoé, concelho de Serpa as iniciativas começam à hora do almoço e incluem animação cultural e musical e intervenções sindicais.

“Quais as vantagens de transformar o Bairro da Esperança no Bairro mais florido da cidade de Beja?”

Zé LG, 20.04.13

O Núcleo Distrital de Beja da EAPN e o Centro Social Cultural e Recreativo do Bairro da Esperança promovem”, no dia 21 de Abril, pelas 15h00, na Igreja Paroquial do Bairro da Esperança, a Ação de Sensibilização: “Flores da Esperanças - Quais as vantagens de  transformar o Bairro da Esperança no Bairro mais florido da cidade de Beja”.

Com esta sessão e através de alguns convidados de renome, pretende-se apresentar um conjunto de ideias e uma abordagem inovadora que permita potenciar a atividade económica  já existente neste bairro, bem como criar condições para o desenvolvimento de novos produtos e serviços a partir de uma nova imagem a associar ao bairro da esperança, onde através da sua transformação no bairro mais florido da cidade se pretende desta forma envolver a comunidade local neste propósito e com esta iniciativa alterar a imagem que a cidade tem do mesmo.

n.beja@eapn.pt

Quem é que ainda não percebeu o que se está a passar?

Zé LG, 01.04.13

Na Roménia 40% da população vive com severas carências e dificuldades.

Em Espanha três milhões de espanhóis têm de receber apoio alimentar das mais diversas ONG.

Em Portugal temos 18% da população vivendo abaixo do limiar da pobreza, mas 43% da população corre um sério risco de nela tombar.

Nos EUA, em 1980, os 1% mais ricos detinham 10% da riqueza nacional. Agora controlam 20%!

A nível planetário, em 20 anos, os 1% mais ricos aumentaram em 60% o seu rendimento.

Na China, os 10% mais ricos controlam 60% da riqueza nacional.

Na Áustria, os 5% mais ricos controlam 50% da riqueza, e os 50% mais pobres apenas 4%.

Na alemanha, a desigualdade subiu ainda mais entre 1998 e 2008. Os 50% mais pobres , que detinham 4% do rendimento nacional, estão agora reduzidos a 1%. Os 10% mais ricos, que detinham 45%, possuem agora 53% da riqueza nacional.

Em 2010 calcula-se que a fuga para paraísos fiscais por parte de grandes fortunas individuais atingiu o montante astronómico de 32 biliões de dólares (mais do que a soma do PIB conjunto dos EUA e do Japão). Em 2011, as operações da "banca sombra", uma rede de instituições que realiza operações bancárias sem se sujeitar à regulação estadual, totalizou 67 biliões de dólares , ou seja 111% do PIB planetário desse ano.

 

Estes dados foram retirados do ensaio "A pobre Europa dos pobres", de Viriato Soromeno-Marques, publicado na Visão de 21 de Março de 2013.

Quem diz não perceber o que se está a passar em Portugal, na Europa e no mundo tem aqui a explicação. Estes números mostram bem como a ganância levada ao extremo pelos principais usurpadores da riqueza produzida, com a subserviência dos governos por si apadrinhados, está a desmantelar o Estado social, considerado por eles como o inimigo a abater. Vamos ver até onde os Povos aguentam continuar a ser explorados desta forma tão violenta e ignóbil...

A culpa era dos comunistas...

Zé LG, 18.10.12

Concelho de Beja somava 2 mil 252 desempregados em Setembro  

Beja: Programa Comunitário de Ajuda Alimentar a Carenciados apoia mais de 2 mil pessoas

 

E agora é de quem? É da pesada herança da CDU.... E assim vamos tentando passar ao lado da realidade. O desenvolvimento regional e o crescimento económico não acontecem enquanto não existirem políticas nacionais que os promovam, designadamente através de um Programa Nacional de Desenvolvimento Regional, de investimento público em áreas estratégicas e de apoio às pequenas e médias empresas.

O papel das autarquias deve ser principalmente facilitador e de criação um clima favorável à instalação e desenvolvimento de empresas, amigo das empresas.

Banhos solidários na Piscina de Aljustrel

Zé LG, 12.08.12

Durante o mês de agosto, altura em que se assinala o Dia Internacional da Solidariedade, o Município de Aljustrel promove uma iniciativa inédita de modo a “alimentar” o banco de alimentos da Loja Social.

Assim, a cada terça-feira deste mês as entradas na Piscina Municipal de Aljustrel são gratuitas, mediante a entrega de um bem alimentar. Os utentes poderão “trocar” a sua entrada, por exemplo, por pacotes de arroz, massa, leite, farinha, açúcar, bolachas, ou por uma garrafa de óleo, azeite ou ainda conservas, salchichas, feijão, grão, cereais, entre outros.

Esta ação de solidariedade social, cujo produto irá reverter a favor da Loja Social do Concelho de Aljustrel, decorre durante o mês de agosto, nas terças-feiras dias 7, 14, 21 e 28.