Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

“Na rama do alecrim”

Paulo-Ribeiro-768x432.jpgé o novo single de Paulo Ribeiro (Tais Quais). Este é o primeiro tema do álbum “Ribeiro” do cantor e compositor de Beja, com estreia marcada para o próximo mês de Novembro.

Este é o quinto trabalho a solo de Paulo Ribeiro e assenta “nas suas raízes, no Cante Alentejano e noutras influências que têm marcado o seu percurso na música”. Um disco que conta, ainda, com a participação especial de Rão Kyao e do grupo coral “Bafos de Baco”, de Cuba.

Paulo Ribeiro revela que o single e o respetivo videoclipe podem ser ouvidos na página oficial do cantor que avança, ainda, que em setembro será disponibilizado outro tema. 

"Posso dizer que descobri lá (Grândola) o paraíso"

Além de Cascais e de Sintra, gosta de ir até a Ericeira e a Peniche e de se perder no Alentejo, afirma o arquiteto e designer Philippe Starck, que elegeu Grândola, no Alentejo, para construir uma nova casa. "O que me agrada lá é que ainda nada foi profanado", justifica. "Posso dizer que descobri lá o paraíso", confessa.

Hospital Central do Alentejo será “motor de desenvolvimento”

robalo.jpgO novo Hospital Central do Alentejo, cujo concurso público para a sua construção foi já lançado, "será um motor de desenvolvimento regional e de coesão social", afirmou o presidente da Administração Regional de Saúde (ARS), José Robalo.
José Robalo sublinhou que o lançamento do concurso público para a empreitada é "mais uma etapa decisiva" para que "o novo Hospital Central do Alentejo se torne uma realidade em dezembro de 2023". "Esta é uma ambição de todos os profissionais do [atual] hospital de Évora e de toda a população do Alentejo, sendo complementar às restantes unidades de saúde da região", vincou.
A futura unidade hospitalar vai dar resposta às necessidades de toda a população do Alentejo, com uma área de influência de primeira linha que abrange cerca de 200 mil pessoas e, numa segunda linha, mais de 500 mil pessoas.

Câmara de Cuba lança Prémio Fialho de Almeida

fialho de almeida.jpgA Câmara Municipal de Cuba divulgou, recentemente, as normas para a atribuição do Prémio Fialho de Almeida. “São aceites a concurso obras na modalidade de coletânea de contos e romance, sendo privilegiadas as temáticas diretamente relacionadas com a região Alentejo”. Os trabalhos podem ser entregues até 31 de dezembro de 2019 e cada participante poderá apresentar uma única obra a concurso. Consultar o REGULAMENTO.

Quercus quer declaração de estado de emergência climática para o Alentejo

IMG_7993.JPGO presidente da Quercus defendeu a necessidade de ser declarado o estado de emergência climática para o Alentejo, de modo a combater a desertificação nesta zona do País. A afirmação surgiu numa conferência de imprensa da “Iniciativa Pró-Montado Alentejo” sobre o agravamento das alterações climáticas no Alentejo, na Academia das Ciências, em Lisboa.
Paulo do Carmo considera fundamental apostar na reflorestação do Alentejo e olhar de forma diferente para o montado, porque “gradualmente, estamos a perder árvores no Alentejo”. Por isso era altura de fazer “um desafio às várias autoridades e declarar emergência climática” nesta região, como já aconteceu em países como a Alemanha, Bélgica, Canada e Estados Unidos da América.

Aeroporto de Beja “é uma dor de alma” que “em breve será ultrapassada"

aliança.jpgO aeroporto de Beja "é um projeto fabuloso", sublinhou Santana Lopes, presidente do Aliança, defendendo que todos os portugueses deviam visitá-lo e "ouvir este silêncio", o que "é uma dor de alma", mas que "em breve será ultrapassada".

Santana Lopes lembrou que "Portugal já investiu dezenas de milhões de euros" no aeroporto de Beja, que "está como está", apesar de ser "importante, não só como infraestrutura aeronáutica", mas também como "instrumento de desenvolvimento" da região. Frisou que o seu partido não defende o aeroporto de Beja como "substituto do Montijo ou de Alverca, mas como aeroporto em si mesmo, com potencialidade para servir o desenvolvimento económico" e "a funcionar como grande centro de movimento de carga" e na área da manutenção de aeronaves, na qual "em Portugal há uma excelência de capacidade instalada muito conhecida e que pode ser libertada do aeroporto de Lisboa e ter mais base aqui [em Beja]".

Maria de Jesus Ramires é a nova presidente da CPCJ de Beja

jesus.jpgA professora, e ex-presidente da União das Freguesias de Beja de Salvador e Santa Maria da Feira, Maria de Jesus Ramires foi eleita, presidente da Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ) de Beja.

Maria de Jesus Ramires assume um mandato de três anos à frente dos destinos da CPCJ de Beja e assegurou que ficou surpreendida, e grata, pela forma como lhe foi confiada estas novas funções, que garante encarar como missão.

A professora Maria Regina Martins foi designada secretária da Comissão, funções que eram desempenhadas por Maria de Jesus Ramires.

"O PSD é hoje, por estes lados, um partido perfeitamente descartável, é uma inutilidade."

psd.png"A formação da lista de candidatos do PSD/Beja às legislativas de Outubro é mais um capítulo da (triste) história em que se transformou o partido laranja aqui na nossa região. Já aqui escrevi demasiadas vezes, ainda enquanto militante, sobre o que me pareciam os vírus, ou viroses, que regularmente atacavam o partido. Há episódios muito tristes no historial do PSD/Beja e, por diversas vezes, apontei os nomes dos cangalheiros e de quem tem levado o partido ao fundo do poço. Os resultados eleitorais têm confirmado tudo aquilo que ia apontando e a queda do PSD no distrito é indiscutível. Não vale a pena alongar-me muito. O PSD é hoje, por estes lados, um partido perfeitamente descartável, é uma inutilidade.
Quando se pensava que a renovação das listas de candidatos pudesse trazer uma lufada de ar novo, com um cabeça-de-lista outsider, eis que aparecem nomes que têm colado na sua matriz aquilo que menos seria desejável. ...
E assim vai o PSD por aqui. Calculo que não esteja melhor do que a nível nacional. Calculem, pois, quem está a esfregar as mãos de contentamento. Enfim!

Publicado por João Espinho", aqui.

"A água não pode ser um negócio!"

«Desconhecimento e ignorância

44942075_10213082948456012_5319585749379579904_n.j

Sabiam que a distribuição eléctrica em baixa tensão (domiciliária) é uma competência municipal?
Sabiam que a mesma foi concessionada a uma empresa PÚBLICA no final dos anos 70?
Sabiam que, nos anos 90, a empresa concessionária - a EDP - passou a estar cotada em bolsa, ficando o Estado com cerca de 25% do capital?
Sabiam que a EDP, actualmente, é uma empresa 100% privada?
Sabiam que não existe, actualmente um único concelho do país com capacidade financeira ou técnica para avocar as suas competências em matéria de distribuição de energia eléctrica em baixa tensão?
Então, pensem no risco que hoje se corre quando se pretende entregar a competência municipal da distribuição de água em baixa pressão a terceiros.
Em Alenquer (uma Câmara de maioria do Partido Socialista), fizeram-no. Agora que querem denunciar a concessão, e está-lhes a ser exigida uma compensação de 60 milhões de euros.
Há matérias em que é preciso ter muito cuidado.
A água é um bem essencial!
A água não pode ser um negócio!
A água não é um negócio!

P. S. Alguém se lembra das "golden share" das empresas públicas? Aquela posição societária minoritária que permitia ao Estado bloquear decisões que fossem lesivas para a empresa e para o interesse público? Aquelas que o Eng. Sócrates eliminou, e abriu portas à venda desastrosa da PT? Também eram questões contratuais e decorriam da lei. Enfim…»

João Nuno Sequeira

Ministra da Saúde visitou Hospital de Beja

graça temido.jpgA Ministra da Saúde, Marta Temido, visitou ontem à tarde, o Serviço de Imagiologia do Hospital de Beja, que foi recentemente beneficiado com obras de melhoria do espaço físico e com a substituição dos equipamentos existentes, num investimento superior a 1,2 milhões de euros.

A governante conheceu ainda várias intervenções realizadas no Hospital de Beja, bem como projectos de investimento em curso.

Porque não foi anunciada a visita? Não prestou declarações à comunicação social? O que disse sobre os principais problemas que afectam a ULSBA?

Comentários recentes

  • Anónimo

    Ora aqui está uma área em que os nossos autarcas s...

  • Anónimo

    Está tudo dito... nada a acrescentar! Incapacidade...

  • Anónimo

    "O Ministério do Planeamento anunciou esta quinta-...

  • Anónimo

    Se os autarcas locais , independentemente da cor p...

  • Anónimo

    Conordo em absoluto com o comentário anterior.O di...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds