Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Parque Natural da Serra de São Mamede passou a ser gerido pelos Municípios para o tornar “numa marca distintiva que valorize o território”

Zé LG, 05.07.20

O Parque Natural da Serra de São Mamede (PNSSM) tornou-se na primeira área protegida de âmbito nacional a apostar na gestão de proximidade, passando os municípios de Castelo de Vide, Portalegre, Marvão e Arronches, a intervir na sua valorização territorial.

107099274_3156625464414269_2587377713404241886_n sO município de Castelo de Vide irá presidir à comissão de cogestão, sendo substituído, em situações de impedimento ou ausência, pelo município de Portalegre.

Para além da assinatura do acordo de cogestão do PNSSM, foi igualmente assinado o memorando de entendimento para a cedência de utilização da Quinta dos Olhos de Água, propriedade do ICNF, aos municípios de Marvão, Castelo de Vide, Portalegre e Arronches.

“Juntos pelo Sudoeste” entregou petição com 6 000 assinaturas na AR para impedir que “a área coberta de plástico triplique”

Zé LG, 04.03.20

202003021542599596.jpg“Juntos pelo Sudoeste” (JPS), o movimento de cidadãos de Odemira e Aljezur que se juntou para impedir que “a área coberta de plástico que já existe no parque” se “triplique”, como está previsto na resolução do Conselho de Ministros n.º 179/2019, aprovada pelo anterior Governo, entregou, na Assembleia da República, uma petição pública com cerca de seis mil assinaturas”, com o objectivo de “levar este tema a debate na Assembleia da República para que seja cuidadosamente analisado”, porque “numa região que é Parque Natural há compromissos que não estão a ser cumpridos”.
“Juntos pelo Sudoeste” criou a petição “O Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina não aguenta mais agricultura intensiva”, que pretende também impedir a colocação de contentores dentro das explorações agrícolas para mais trabalhadores emigrantes até 36 mil pessoas”. Daqui e daqui.

Iniciadas as obras de criação do "Parque Fluvial dos 5 Réis"

Zé LG, 19.01.20

Iniciaram-se esta semana as intervenções, para futuro aproveitamento balnear, desportivo e de lazer, na barragem dos 5 Réis, denominado por "Parque Fluvial dos 5 Réis". A frente de praia é de aproximadamente 265 metros lineares, divididos por 3 bolsas de areia.

82533288_858998124532432_946528762458013696_o.jpg
Trata-se de um projeto simples, com equipamentos (apoio de praia, etc.) de pequena dimensão mas que permite colocar ao serviço de munícipes e visitantes/turistas, para várias atividades, um espelho de água às portas da cidade...

Leilão mensal de Bovinos no Parque de Feiras e Exposições de Beja

Zé LG, 16.01.20

IMG_1883.JPG

IMG_1884.JPG

IMG_1886.JPG

Em meados de cada mês, a ACOS realiza um Leilão de Bovinos no Parque de Exposições de Beja, que reune algumas dezenas de pessoas - vendedores, compradores e curiosos, para além dos organizadores. É um acontecimento que traz movimento e pessoas à Cidade. As fotografias retratam o de hoje.

Câmara Municipal de Aljustrel aprovou propostas de Áreas Empresariais de Aljustrel, Ervidel e São João de Negrilhos

Zé LG, 15.01.20

áreas-empresariais-768x432.jpgA Câmara Municipal de Aljustrel aprovou as propostas de “delimitação e fundamentação das Unidades de Execução das Áreas Empresariais de Aljustrel, Ervidel e São João de Negrilhos”.

Com a criação das áreas empresariais, “pretende-se dar um novo impulso ao desenvolvimento económico do concelho, ambicionando-se a criação de zonas potencialmente atractivas para a chegada de novas actividades económicas, fomentando-se o empreendedorismo e a criação de emprego e, consequentemente, a fixação de população no concelho”.

Oito milhões de euros de investimento na 2ª fase do PACT de Évora

Zé LG, 23.11.19

ministra.jpgA ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, visitou o Parque do Alentejo de Ciência e Tecnologia (PACT), em Évora, e considerou que "é um caso de sucesso", porque, tendo em conta o que os responsáveis das empresas instaladas no parque lhe transmitiram, "está a abarrotar e a precisar urgentemente de uma segunda fase, revelando que a segunda fase do projeto, cuja candidatura a fundos comunitários "já está aprovada", envolve a construção de "quatro edifícios", num investimento de oito milhões de euros. "É um projeto emblemático ao qual daremos o maior apoio na segunda fase", vincou, salientando que as obras podem ir "para o terreno já", porque o projeto "já está aprovado pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Alentejo".

A OVIBEJA e o Parque de Feiras e Exposições existiriam sem o Carreira Marques?

Zé LG, 14.05.19

Provavelmente sim, mas não seriam a mesma coisa... - é talvez a melhor resposta que se consegue para aquela pergunta provocadora e retórica.

56242565_10210833922803475_5680075574442196992_n.j

Para memória futura, importa recordar:

Nem sempre as relações entre a ACOS e a Câmara de Beja, liderada por Carreira Marques, foram fáceis. Mas apesar disso, com Carreira Marques à frente do Município, nunca faltou o apoio necessário à OVIBEJA (que durante os primeiros anos, foi decisivo para a sua realização e afirmação), nem as decisões e os financiamentos para a construção do Parque de Feiras e Exposições (sem os quais este não existiria), nem tão pouco a decisão de criar e assegurar o funcionamento da EXPOBEJA.  

Depois de Carreira Marques, passaram a escassear os apoios municipais à OVIBEJA, a EXPOBEJA foi extinta administrativamente por manisfesta vontade de um Executivo Camarário e o Parque de Feiras e Exposições foi-se degradando por falta de manutenção e vigilância, apesar de alguns dos presidentes da Câmara que lhe sucederam terem sido eleitos com o apoio decisivo de pessoas da ACOS. 

Também a RURALBEJA, criada por iniciativa de Carreira Marques , para suceder à Feira de Agosto e que, no seu tempo, se foi afirmando como a "OVIBEJA de Outono", com a organização progressivamente concentrada na ACOS, foi "municipalizada" por um Executivo Camarário, que não quis conceder o apoio financeiro para a sua realização, passando a Câmara Municipal a gastar algumas vezes mais do que investia naquele tempo e trocar-lhe o nome conforme os Executivos Camarários, para a apresentarem como criação sua.

Na fotografia da inauguração do "Pavilhão Multi-usos", estão os tês homens que foram decisivos para a construção do Parque de Feiras e Exposições de Beja - Carreira Marques, Castro e Brito e António Guterres.

Aljustrel tem “o maior investimento de sempre no concelho apoiado por fundos comunitários”

Zé LG, 25.12.18

Aljustrel-parques-768x432.jpgA Comissão Directiva do Alentejo 2020 aprovou quatro projectos - Centro de Negócios de Aljustrel; a Área de Acolhimento Empresarial de S. João de Negrilhos; a Área de Acolhimento Empresarial de Ervidel e a Expansão da Área de Acolhimento Empresarial de Aljustrel -, no montante de investimento global de cerca de 5 milhões de euros.

A Câmara Municipal adianta que “as novas áreas irão permitir um ambiente privilegiado para o crescimento de novas unidades empresariais, com forte componente de inovação e empreendedorismo, apostando no acolhimento e suporte de projectos de base tecnológica, que potenciem a renovação do tecido empresarial”.

Castro Verde vai ter Zona de Atividades Económicas

Zé LG, 24.12.18

O Programa Alentejo 2020 vai comparticipar em 85% a construção da Zona de Atividades Económicas (ZAE), com um investimento global superior a 1 milhão e 700 mil euros.

20181221122635415.jpg

A obra, cujo concurso será lançado no início de 2019, numa área de mais de 53 mil metros quadrados, vai permitir a criação de 39 lotes para acolher empresas que queiram desenvolver a sua atividade económica.

A criação da ZAE permitirá tirar partido das dinâmicas da atividade mineira e, simultaneamente, fomentar a atração de investimentos, o nascimento de novas empresas e a criação de mais postos de trabalho em Castro Verde, segundo a Câmara de Castro Verde.

Odemira debate “Actividade Agrícola na área de Perímetro de Rega do Mira e no Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina”

Zé LG, 13.12.18

secretario-de-estado-do-ambiente-carlos-martins-.jesta tarde, a partir das 14 horas, numa reunião extraordinária da Assembleia Municipal, que se realiza no auditório da Biblioteca Municipal José Saramago.

A Assembleia Municipal de Odemira convidou para participar nesta reunião temática a CCDRA-Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo, ICNF-Instituto de Conservação da Natureza e das Floresta e AHSA-Associação de Horticultores do Sudoeste Alentejano.

I Feira Ibérica de Columbofilia em Beja

Zé LG, 07.12.18

201812041455227697.jpgO Parque de Feiras e Exposições de Beja recebe, durante o fim-de-semana, a 1ª Feira Ibérica de Columbofilia, um certame organizado pela Associação Columbófila do Distrito de Beja.

Divulgar a modalidade, junto dos columbófilos e da comunidade em geral é o principal objectivo deste evento que pretende ainda dar a conhecer o que é afinal a columbofilia e a importância que este desporto tem no panorama nacional e internacional.

“Zona de Acolhimento Empresarial Norte” de Beja vai avançar

Zé LG, 20.11.18

O projeto de execução da “Zona de Acolhimento Empresarial Norte” foi consignado, através de assinatura de contrato entre as partes, à empresa Construções J. J. R & Filhos, S. A., avança a Câmara Municipal de Beja, em nota de imprensa.

A empreitada representa um investimento de cerca de 1 milhão e 700 mil euros, com IVA à taxa legal em vigor incluído, e irá permitir a instalação, numa primeira fase, de 20 empresas no novo perímetro, com a consequente criação de postos de trabalho no concelho, segundo a autarquia bejense.