Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Os novos escravos do Alentejo

Zé LG Zé LG, 10.02.20

Na última década, a criminalidade associada ao tráfico de pessoas disparou no Alentejo graças à implantação do olival intensivo e da necessidade de mão de obra.

img_797x448$2020_01_31_16_44_38_617544.jpg

Não foi apenas a paisagem agrícola que mudou com o incremento da plantação intensiva de olivais no Alqueva, foi também a humana. Hoje, qualquer aldeia da região, por mais ínfima que seja, está transformada numa verdadeira Babel. Nos últimos 70 anos, o distrito de Beja, onde se situa o grosso da área regada pela grande barragem, perdeu sensivelmente metade da sua população, numa curva demográfica negativa que parece estar a estancar devido ao fluxo de trabalhadores estrangeiros indiferenciados que hoje acorre aos campos do Sul. Onde a criminalidade associada ao tráfico de seres humanos disparou na devida proporção do recente fenómeno migratório.

Este é o terceiro e último capítulo de uma reportagem realizada ao abrigo de uma bolsa de investigação jornalística da Fundação Calouste Gulbenkian. 

03.02.2020 07:00 por Paulo Barriga

As notícias da Cimeira da Coesão em Beja na Imprensa Regional

Zé LG Zé LG, 03.02.20