Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Fátima Carvalho, a nova presidente, quer um IPBEJA “que não desista e não se resigna à sua circunstância”

Zé LG, 01.12.21

202111302021106753.jpgFátima Carvalho, a nova presidente do Instituto Politécnico de Beja (IPBeja), assegurou, no seu discurso de posse, contribuir para o desenvolvimento de um IPBeja atrativo, diferenciador e sustentável, que aposte na qualidade dos processos de ensino/aprendizagem sustentados na inovação pedagógica, na investigação e no desenvolvimento tecnológico aplicado à resolução de problema e desafios societais, em estreita colaboração com a comunidade, atrativo para funcionários e estudantes, que se baseie na qualidade, na proximidade e na valorização pessoal.
Um Instituto que se pauta pelos princípios da sustentabilidade e empenhado na resolução dos grandes desafios que se colocam à Região e sobretudo, diz a presidente, “acredito num IPBeja que não desiste e não se resigna à sua circunstância e, às condições adversas do seu relativo enquadramento periférico e que procura encontrar oportunidades nas dificuldades com que se depara.
Fátima Carvalho tem como Vice-Presidentes José Jacinto Descalço Bilau e Rogério Ferrinho Ferreira.  A lista de Pró-Presidentes é constituída por Aldo Passarinho, João Paulo Barros, Nuno Loureiro e Silvina Ferro Palma.
A Escola Superior Agrária será dirigida por Manuel Patanita e Patrícia Palma como Subdiretora; A Escola Superior de Educação será dirigida por Cristina Faria e por Maria João Burrica como Subdiretora; A Escola Superior de Tecnologia e Gestão será dirigida por Pires dos Reis e Marta Amaral será a Subdiretora. A Escola Superior de Saúde será dirigida por Maria Antonieta Medeiros e conta com Ana Clara Pica Nunes como Subdiretora. Leia e oiça aqui e aqui.

Fátima Carvalho propõe-se “incrementar a notoriedade e o reconhecimento público” do IPBeja

Zé LG, 03.11.21

imgLoader2.ashx.jpg… “com base na qualidade da formação, no desenvolvimento de projetos de investigação e desenvolvimento e na prestação de serviços” à comunidade.

A nova presidente do IPBeja diz ser “imperativo” intensificar a relação da instituição com a comunidade (empresas e entidades públicas e privadas), estimulando a realização de iniciativas conjuntas de interesse mútuo, incluindo a “análise e concretização de eventuais parcerias para acesso aos diversos programas e fundos europeus, nomeadamente no âmbito do Plano de Recuperação e Resiliência, visando uma aposta na inovação que permita alavancar as transições digital e verde”.

Ler toda a entrevista de Fátima Carvalho ao Diário do Alentejo.

João Paulo Trindade deixa a presidência do IPBeja com o sentimento de “missão cumprida”

Zé LG, 25.10.21

João-Paulo-Trindade-768x432.jpgJoão Paulo Trindade, que não se recandidatou à presidência do IPBeja, assegura que foi cumprido o desafio de “inverter a curva descendente que se verificava há algum tempo” no número de alunos matriculados no Politécnico de Beja, fala num “crescimento sustentável” de alunos, diz que a ligação à comunidade foi reforçada nos últimos quatro anos, realçando que as principais metas foram alcançadas.

Sem nome.png

O Conselho Geral do Instituto Politécnico de Beja (IPBeja) reúne-se hoje, para votar, a audição pública, realizada no passado dia 18, tendo de deliberar apenas sobre a candidatura da professora Fátima Carvalho, a única candidata, que se apresentou a eleições, para suceder a João Paulo Trindade.

Segurança Informática e Cibercrime em debate no IPBeja

Zé LG, 20.10.21

202110141606063336.jpgO SimSIC - "Simpósio de Segurança Informática e Cibercrime”, é uma iniciativa do Laboratório UbiNET do Instituto Politécnico de Beja, agendado para o dia 21 de outubro, dedicado ao estudo e debate da problemática da Segurança Informática e do Cibercrime que integrará a formalização de um protocolo entre o IpBeja e o Estado Maior das Forças Armadas na área da Cibersegurança e da Ciberdefesa, bem como a apresentação de outras parcerias criadas a nível nacional e internacional pelo IPBeja, como explica Rui Silva*.

O programa completo pode ser consultado aqui.

Fátima Carvalho será a próxima presidente do IPBeja

Zé LG, 19.10.21

246377627_10159216137587295_2194428217500115076_n.As eleições para a presidência do IPBeja realizam-se no dia próximo dia 25, Segunda-Feira. Ontem realizou-se a audição pública da única candidata que se apresenta a votos, Fátima Nunes D Carvalho, doutorada em Ciências Químicas e professora coordenadora principal do IPBeja, com apresentação e discussão do seu programa de ação.

Fátima Carvalho afirmou que a aposta da sua candidatura passa pela diferenciação da formação ministrada pelo Instituto e que este é o tempo para voltar a olhar para a oferta formativa do IPBeja e juntamente com o tecido empresarial da região avaliar se é esta a formação que melhor serve a região.

Entrevista Atual com Fátima Carvalho | O Atual - Informação de Verdade

Fátima Carvalho candidata-se à presidência do IPBeja

Zé LG, 29.09.21

Sem nome.pngDo seio da instituição sairá apenas a candidatura de Fátima Carvalho, doutorada em Ciências Químicas e professora coordenadora principal do IPBeja, que diz que a aposta da sua candidatura passa pela diferenciação da formação ministrada pelo Instituto.
Fátima Carvalho, docente da Escola Superior Agrária de Beja, promete uma “presidência de proximidade”, diz que este é o tempo para voltar a olhar para a oferta formativa do IPBeja e juntamente com o tecido empresarial da região avaliar se é esta a formação que melhor serve a região e que vai apresentar um Plano de Ação em que todos tiveram oportunidade de participar e dar contributos. Veja aqui a entrevista.

IPBeja acreditado com a “Marca Entidade Empregadora Inclusiva”

Zé LG, 12.08.21

IPBeja-7-1.jpgO Instituto Politécnico de Beja (IPBeja) foi uma das entidades acreditadas pelo Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP) com a “Marca Entidade Empregadora Inclusiva (2021)”, destinada “a promover o reconhecimento e distinção pública de práticas de gestão abertas e inclusivas, desenvolvidas por entidades empregadoras, relativamente às pessoas com deficiência e incapacidade”.
O presidente do Politécnico de Beja, João Paulo Trindade, mostra-se satisfeito com este reconhecimento, adiantando que esta é mais uma motivação para prosseguir o trabalhado desenvolvido na área da inclusão.

Luís Peres de Sousa foi eleito presidente da Subcomissão Produtos não fermentados, uvas de mesa e passas da OIV

Zé LG, 21.07.21

217568770_5846312882077458_7969419108224406416_n.jDurante a última assembleia geral do OIV - International Organisation of Vine and Wine, Luís Peres de Sousa (de Portugal) foi eleito presidente da Subcomissão Produtos não fermentados, uvas de mesa e passas.

Até agora presidente do Conselho Técnico e Científico da Comissão Nacional da OIV e Coordenador do Grupo Nacional de Peritos em Viticultura OIV, Luís Peres de Sousa é professor assistente da Escola Superior Agrária (ESAB) e do Instituto Politécnico de Beja (IPB), no setor da Viticultura Científica. Engenheiro Agrícola formado pelo Instituto Superior de Agronomia em Portugal, dedica a sua carreira à viticultura e, mais especificamente, às uvas, tanto de mesa como de secas.

“Saber mais…Cuidados Paliativos” em livro do IPBeja

Zé LG, 05.07.21

202106281723064943.jpgO Instituto Politécnico de Beja, num exercício de responsabilidade social, concebeu e editou o livro “Saber mais…Cuidados Paliativos”, que surge de uma parceria com a Associação Portuguesa de Cuidados Paliativos (APCP). O livro encontra-se disponível na loja Cubo e na APCP.

O IPBeja, que juntamente com a APCP, desenvolveu uma Pós-Graduação em Cuidados Paliativos, cujas candidaturas estão a decorrer, revela que, o objetivo do livro é ajudar ao esclarecimento de dúvidas em torno do que são e como funcionam os Cuidados Paliativos, ao mesmo tempo que é feita uma visita às instalações do Instituto Politécnico de Beja.

João Paulo Trindade não se recandidata à presidência do IPBeja

Zé LG, 18.05.21

202105170955421725.pngO mandato termina no final de outubro e João Paulo Trindade decidiu não avançar para um segundo mandato. Várias circunstâncias de ordem pessoal, familiar e profissional estão na origem desta decisão de João Paulo Trindade que está à frente do IPBeja desde novembro de 2017. A decisão já foi comunicada ao Conselho Geral do Instituto Politécnico de Beja, a quem cabe a responsabilidade de desencadear o processo eleitoral.

Aluno do IPBeja venceu "Programa Promove 2020"

Zé LG, 14.04.21

202104131346104327.PNGO aluno do Mestrado de Engenharia do Ambiente do IPBeja, Alonso Arroyo Escoto venceu o Prémio Promove 2020 da Fundação La Caixa e da Fundação para a Ciência e Tecnologia, na vertente “Ideias com potencial para se tornarem projetos piloto inovadores.”

Alonso Arroyo Escoto concorreu com a ideia “Acetic2Electric-Conversão de ácido acético em eletricidade como forma de destoxificação de hidrolisados lignocelulósicos”, que o aluno apresenta com o processo de destoxificação do hidrolisado de bagaço de azeitona, para a sua posterior fermentação de forma mais sustentável e eficiente.

Alonso Arroyo Escoto concorreu como aluno do Mestrado em Engenharia do Ambiente do IPBeja, tendo como mentora Fátima Carvalho, do IPBeja, e Conceição Fernandes, do CEBAL, como membro participante e como instituição com interesse na exploração da ideia.

CEBAL vai finalmente ter instalações próprias

Zé LG, 01.04.21

202103311011177989.jpgForam cinco as candidaturas apresentadas tendo em vista a construção do edifício para o Centro de Biotecnologia Agrícola e Agro-Alimentar do Alentejo (CEBAL) em Beja.

Este projeto resultou de uma candidatura apresentada pela autarquia bejense, em parceria com o CEBAL e com o Instituto Politécnico de Beja, ao Programa Operacional Regional Alentejo 2020, que congregou uma visão disruptiva e estratégica da Ciência para o Território. Uma Ciência com “impacto social, económico, cultural e ambiental, que contribui para potenciar a atratividade de novos investimentos, baseados no conhecimento, valorizando uma economia assente nos recursos endógenos e nas atividades emergentes de elevado índice tecnológico.”

Depois do novo edifício construído vai ser possível o CEBAL “ampliar os laboratórios e salas de experimentação para o desenvolvimento da sua atividade, reforçando a estratégia de transferência de conhecimento e tecnologia iniciada pelo Centro em 2015”.

Júlia - novo robot móvel desenvolvido a partir de Beja

Zé LG, 30.03.21

julia.pngO novo robot móvel Júlia (devido a “Pax Julia”), destinado a descontaminar espaços de grande dimensão, como unidades de saúde, fábricas, escritórios ou centros comerciais, está a ser desenvolvido por uma equipa multidisciplinar de investigadores do UNINOVA – Instituto de Desenvolvimento de Novas Tecnologias da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa, Instituto Politécnico de Beja e por elementos da Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo.
A ideia para este robot surgiu depois de um enfermeiro no Hospital de Beja ter pedido soluções que facilitassem o trabalho das equipas de saúde, especialmente em tempos de pandemia. Neste sentido, Júlia é um robot móvel que recorre a radiação ultravioleta e permite uma desinfeção do ar e superfícies de forma eficaz, segura e autónoma, estando ainda em desenvolvimento, mas estando previsto o seu lançamento até ao final do ano. O projeto conta ainda com o apoio financeiro da SOMINCOR, concessionária das minas de Neves-Corvo.

Universidade de Évora impulsiona nova Escola de Saúde e Centro Académico Clínico do Alentejo

Zé LG, 01.03.21

202102281225278869.jpg

O conceito da nova Escola de Saúde e Desenvolvimento Humano da UÉ foi recentemente apresentado pela academia eborense. Na mesma sessão foi formalizada a constituição do Centro Académico Clínico do Alentejo, que conta com a participação, entre outros parceiros, da ULSBA e do IPBeja e que irá impulsionar a formação e investigação nas áreas clínicas associadas a problemas de co-morbilidade presentes na maioria das pessoas de mais idade, numa ótica transdisciplinar e inovadora.

A Metalúrgica Alentejana “possuía uma capacidade técnica e tecnológica que permitia desenhar, fundir, fresar… peças para a indústria naval”

Zé LG, 06.02.21

«Metalúrgica Alentejana: terra, memória e futuro

Aldo-Passarinho-opinião-696x366.png… a MA emerge como espaço de perceção, memória e fantasia que nos desafia a cartografar os testemunhos, a documentação ou os objetos que nos permitem compreender o papel desta indústria no espaço sociocultural, onde se fundiram alfaias que rasgaram a terra e ajudaram o homem a “modelar” a paisagem, num período histórico de grandes transformações no Alentejo.

No Álbum Alentejano, por volta de 1932, podemos ler que a MA era uma “…das mais importantes casas no género existentes no país…”, especializada em “relhas aceiradas e bicos” (poético!); e, vamos perceber através da documentação do fundo da MA no Arquivo Distrital de Beja[4] que nos anos 60-70 esta, para além de ter clientes um pouco por todo o Alentejo, possuía uma capacidade técnica e tecnológica que permitia desenhar, fundir, fresar… peças para a indústria naval. ...»

Aldo Passarinho, Professor Instituto Politécnico de Beja, aqui.

Parceria entre ULSBA, UNINOVA, IPBeja e SOMINCOR cria robô português para combater a pandemia

Zé LG, 05.02.21

202010151132032077.jpgEstá a ser desenvolvido um projeto inovador que junta ULSBA, UNINOVA, Instituto Politécnico de Beja e SOMINCOR. O objetivo “é desenvolver um sistema robotizado para descontaminar, de forma prática e eficiente, espaços de grande dimensão, como unidades de saúde, fábricas, escritórios ou centros comerciais”. Trata-se do robô português “Júlia 1”, que herda o nome da Pax Julia (“Paz de Júlio”).

“Turismo Acessível” é o primeiro tema do ciclo “(IN)Formar para a Inclusão da Pessoa com Deficiência”

Zé LG, 03.12.20

… , organizado pelo IPBeja - Instituto Politécnico de Beja, nesta quinta-feira. Por “entender que o tema (da Pessoa com Deficiência) não se esgota numa ação”, o IPBeja decidiu organizar um ciclo de (in)formação na modalidade webinar com o título – (IN)Formar para a Inclusão da Pessoa com Deficiência, com uma actividade mensal, centrada no contributo para a inclusão, da especificidade de cada curso.

IPBeja1-768x406.jpgHoje, a iniciativa arranca dedicada à temática “Turismo Acessível” e conta com a participação dos cursos ligados ao Turismo e da Direcção do Serviço da Câmara Municipal de Beja, responsável pelo Turismo.

IPBeja disponibiliza 400 camas para estudantes

Zé LG, 18.11.20

ip-beja--768x432.jpgPor norma existem mais 50 camas disponíveis, mas este ano, tendo em conta o distanciamento social pedido pela Direção-Geral da Saúde, esse número foi reduzido. As residências para estudantes são oito: uma na Praça da República, outra em São Brissos, duas junto ao politécnico, uma na rua de Santo António e três junto à escola Mário Beirão.

João Leal, vice-presidente do estabelecimento de ensino fala num número “considerável” quando comparado com outros politécnicos.

João Paulo Trindade diz que “falta estratégia a longo prazo para a região no OE2021”

Zé LG, 16.11.20

201901092210076338.jpgJoão Paulo Trindade referiu que o IPBeja “está satisfeito com o número de alunos que a instituição conseguiu captar no ano letivo 2020/21” e que esta é uma instituição que se envolve com o território onde opera.

Preocupado com o futuro e com a questão demográfica do território, João Paulo Trindade gostaria de ver esplanada no OE2021 “uma resposta para a região em que estivesse evidente uma estratégia a longo prazo e pensada como um todo”, porque só assim seria possível a instituições como o IPBeja “formar e fixar população, massa crítica”.