Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

IPBeja quer mais alunos estrangeiros para “poder abrir alguns cursos” e “manter os fracos professores”?

Zé LG, 08.08.22

202207220942462189.jpg«..., gostaria de dizer que considero que uma instituição de ensino superior em Beja pode ser um grande factor de desenvolvimento concelhio e até mesmo regional. Por este motivo, considero que tudo se deve fazer para que se mantenha em funcionamento. Porém, com padrões que garantam uma formação robusta e de qualidade. Ressalvo ainda que, em meu entender, se em algumas escolas do IPB isso acontece, isso não pode ser generalizado a todas. ...

O facto do IPB ter alunos estrangeiros ... pode até ser interessante. Porém, o que se passa no IPB é que o número destes alunos é um escândalo. E o mais grave é que estes alunos só existem para que possam abrir alguns cursos, pois de contrário o IPB fecharia as suas portas por falta de alunos.

E porque é que interessa abrir alguns cursos? Ora para manter os fracos professores que por lá ficaram por não terem outras alternativas. É certo que esta apreciação também não se pode generalizar pois entendo que existem muito bons professores que se mantêm na instituição, mas o certo é que o percurso de alguns foi mesmo este.

... faz sentido andarmos a formar licenciados e mestres à custa dos nossos impostos para isso? Parece que a resposta que todos daremos mais facilmente é: não!...

Então, porque se continua a apostar nesta forma de gastar os nossos impostos se isso apenas serve para alguns "professores" se manterem a receber os seus vencimentos chorudos? … comentário de Pica do 7, 03.08.2022, aqui.

Câmara de Odemira cria “ofertas de ensino superior” no concelho, com o IPBeja

Zé LG, 02.08.22

Camara-de-Odemira-protocolo-IPBeja-Julho-2022.jpg

A Escola Secundária Dr. Manuel Candeias Gonçalves, em Odemira, vai acolher, já em 2022-2023, os Cursos Técnicos Superiores Profissionais (TeSP) de Gestão de Organizações e Instituições Sociais e de Desporto, ambos promovidos pelo Instituto Politécnico de Beja (IPBeja), fruto de um protocolo entre a Câmara Municipal e o IPBeja, formalizado durante a abertura da FACECO.

Além dos CTEsP de Gestão de Organizações e Instituições Sociais e de Desporto, Odemira poderá ainda receber uma formação do género em Análises Laboratoriais.

A Câmara de Odemira e o IPBeja estão a trabalhar em parceria na possível criação de um polo da instituição de ensino superior no concelho do Litoral Alentejo, permitindo que este possa “ter uma oferta de ensino superior mais estruturada no território”.

IPBeja aposta na “captação de alunos estrangeiros”

Zé LG, 01.08.22

202207270954115382.jpg“Encontrar mais alunos estrangeiros interessados em fazer o seu percurso académico no Instituto Politécnico de Beja (IPBeja)” é um dos objetivos da equipa liderada pela presidente da instituição. “Cabo Verde e Brasil são apostas” e nestes países “estão a ser feitas ações de promoção das formações”, avançou Fátima Carvalho.

Na primeira fase do concurso nacional de acesso ao ensino superior, com candidaturas abertas até 8 de agosto, e para as suas licenciaturas, o IPBeja tem 511 vagas disponíveis e distribuídas pelos diversos cursos das escolas que o compõem: Escola Superior de Tecnologia e Gestão, Escola Superior Agrária, Escola Superior de Educação e Escola Superior de Saúde.

“Os cursos técnicos superiores profissionais são outra opção disponível e que o Politécnico de Beja também tem como oferta formativa”, frisou, ainda, a presidente da instituição.

Nova residência de alunos do IPBeja tem candidatura aprovada

Zé LG, 24.07.22

202207220942462189.jpgA candidatura conjunta do Instituto Politécnico de Beja (IPBeja) e da Câmara de Beja para a construção de uma nova residência com 503 camas, no âmbito do Plano Nacional para o Alojamento no Ensino Superior (PNAES) financiado pelo Programa de Recuperação e Resiliência (PRR), foi selecionada para beneficiar de um investimento de 15 milhões de euros, a executar até 2026.

O IPBeja fonte adianta que “acima de tudo, esta nova residência irá qualificar a oferta de alojamento estudantil, permitindo com isso melhora a atractividade do Instituto e da cidade através da qualidade e disponibilidade da oferta”. Daqui e daqui.

Cibersegurança do Poder Local no Baixo Alentejo é de alto risco

Zé LG, 24.05.22

imgLoader2.ashx.jpg«Relativamente ao Poder Local, no Baixo Alentejo, a nossa sensibilidade relativamente à cibersegurança é de uma situação de alto risco. Consideramos que a sorte será o Poder Local não ser, por enquanto, um alvo para os cibercriminosos. Realizámos, há anos atrás um trabalho de Ciência Aplicada sobre a Cibersegurança no Poder Local, em que demonstrámos que é possível bloquear o acesso à Internet de grande parte dos municípios do nosso país. Publicámos os resultados obtidos e comunicámos as conclusões à Associação Nacional de Municípios e nada foi feito. Neste momento, estamos a realizar um novo trabalho, com alguns municípios, no âmbito da cibersegurança e das comunicações, que pretendemos generalizar com um caso de estudo, na esperança de podermos contribuir para a redução do risco de ciberataques. Imagine-se o impacto que teria, para uma câmara municipal, a perda de acesso ao seu sistema informático…» - Rui Silva, docente e coordenador do laboratório UbiNET do IPBeja.

“Cibersegurança e Privacidade” em debate em Simpósio no IPBeja

Zé LG, 28.04.22

202204151135246438.PNGO XII Simpósio de Segurança Informática e Cibercrime-SimSIC 2022 está marcado para o dia 18 de maio, no auditório Principal do Instituto Politécnico de Beja e o programa já é conhecido. Durante o SimSIC será apresentada uma Nova Revista Científica sobre Cibersegurança e Privacidade. A participação no SimSIC é gratuita, mas obriga a inscrição no site.

Alunos do IPBeja vencem concurso “Ideias e Prémios Startup PLABWARE” com aplicação “Vai d’Roda”

Zé LG, 23.12.21

202112221000401160.pngRui Anastácio, Dinis Rosa e Pedro Lindeza, alunos do Curso de Licenciatura em Engenharia Informática da Escola Superior de Tecnologia e Gestão do IPBeja, ganharam o 1º lugar da 2ª edição do concurso de Ideias e prémios Startup – LABWARE.

De acordo com o IPBeja a proposta dos alunos consiste numa aplicação de rastreio e localização em tempo real dos transportes públicos de Beja, bem como na disponibilização dos horários e a funcionalidade que permite a compra de bilhetes e passes mensais, sem precisar de sair de casa. O nome da aplicação “Vai d’Roda”, surge a partir de uma pesquisa sobre expressões populares alentejanas.

Fátima Carvalho, a nova presidente, quer um IPBEJA “que não desista e não se resigna à sua circunstância”

Zé LG, 01.12.21

202111302021106753.jpgFátima Carvalho, a nova presidente do Instituto Politécnico de Beja (IPBeja), assegurou, no seu discurso de posse, contribuir para o desenvolvimento de um IPBeja atrativo, diferenciador e sustentável, que aposte na qualidade dos processos de ensino/aprendizagem sustentados na inovação pedagógica, na investigação e no desenvolvimento tecnológico aplicado à resolução de problema e desafios societais, em estreita colaboração com a comunidade, atrativo para funcionários e estudantes, que se baseie na qualidade, na proximidade e na valorização pessoal.
Um Instituto que se pauta pelos princípios da sustentabilidade e empenhado na resolução dos grandes desafios que se colocam à Região e sobretudo, diz a presidente, “acredito num IPBeja que não desiste e não se resigna à sua circunstância e, às condições adversas do seu relativo enquadramento periférico e que procura encontrar oportunidades nas dificuldades com que se depara.
Fátima Carvalho tem como Vice-Presidentes José Jacinto Descalço Bilau e Rogério Ferrinho Ferreira.  A lista de Pró-Presidentes é constituída por Aldo Passarinho, João Paulo Barros, Nuno Loureiro e Silvina Ferro Palma.
A Escola Superior Agrária será dirigida por Manuel Patanita e Patrícia Palma como Subdiretora; A Escola Superior de Educação será dirigida por Cristina Faria e por Maria João Burrica como Subdiretora; A Escola Superior de Tecnologia e Gestão será dirigida por Pires dos Reis e Marta Amaral será a Subdiretora. A Escola Superior de Saúde será dirigida por Maria Antonieta Medeiros e conta com Ana Clara Pica Nunes como Subdiretora. Leia e oiça aqui e aqui.

Fátima Carvalho propõe-se “incrementar a notoriedade e o reconhecimento público” do IPBeja

Zé LG, 03.11.21

imgLoader2.ashx.jpg… “com base na qualidade da formação, no desenvolvimento de projetos de investigação e desenvolvimento e na prestação de serviços” à comunidade.

A nova presidente do IPBeja diz ser “imperativo” intensificar a relação da instituição com a comunidade (empresas e entidades públicas e privadas), estimulando a realização de iniciativas conjuntas de interesse mútuo, incluindo a “análise e concretização de eventuais parcerias para acesso aos diversos programas e fundos europeus, nomeadamente no âmbito do Plano de Recuperação e Resiliência, visando uma aposta na inovação que permita alavancar as transições digital e verde”.

Ler toda a entrevista de Fátima Carvalho ao Diário do Alentejo.

João Paulo Trindade deixa a presidência do IPBeja com o sentimento de “missão cumprida”

Zé LG, 25.10.21

João-Paulo-Trindade-768x432.jpgJoão Paulo Trindade, que não se recandidatou à presidência do IPBeja, assegura que foi cumprido o desafio de “inverter a curva descendente que se verificava há algum tempo” no número de alunos matriculados no Politécnico de Beja, fala num “crescimento sustentável” de alunos, diz que a ligação à comunidade foi reforçada nos últimos quatro anos, realçando que as principais metas foram alcançadas.

Sem nome.png

O Conselho Geral do Instituto Politécnico de Beja (IPBeja) reúne-se hoje, para votar, a audição pública, realizada no passado dia 18, tendo de deliberar apenas sobre a candidatura da professora Fátima Carvalho, a única candidata, que se apresentou a eleições, para suceder a João Paulo Trindade.

Segurança Informática e Cibercrime em debate no IPBeja

Zé LG, 20.10.21

202110141606063336.jpgO SimSIC - "Simpósio de Segurança Informática e Cibercrime”, é uma iniciativa do Laboratório UbiNET do Instituto Politécnico de Beja, agendado para o dia 21 de outubro, dedicado ao estudo e debate da problemática da Segurança Informática e do Cibercrime que integrará a formalização de um protocolo entre o IpBeja e o Estado Maior das Forças Armadas na área da Cibersegurança e da Ciberdefesa, bem como a apresentação de outras parcerias criadas a nível nacional e internacional pelo IPBeja, como explica Rui Silva*.

O programa completo pode ser consultado aqui.

Fátima Carvalho será a próxima presidente do IPBeja

Zé LG, 19.10.21

246377627_10159216137587295_2194428217500115076_n.As eleições para a presidência do IPBeja realizam-se no dia próximo dia 25, Segunda-Feira. Ontem realizou-se a audição pública da única candidata que se apresenta a votos, Fátima Nunes D Carvalho, doutorada em Ciências Químicas e professora coordenadora principal do IPBeja, com apresentação e discussão do seu programa de ação.

Fátima Carvalho afirmou que a aposta da sua candidatura passa pela diferenciação da formação ministrada pelo Instituto e que este é o tempo para voltar a olhar para a oferta formativa do IPBeja e juntamente com o tecido empresarial da região avaliar se é esta a formação que melhor serve a região.

Entrevista Atual com Fátima Carvalho | O Atual - Informação de Verdade

Fátima Carvalho candidata-se à presidência do IPBeja

Zé LG, 29.09.21

Sem nome.pngDo seio da instituição sairá apenas a candidatura de Fátima Carvalho, doutorada em Ciências Químicas e professora coordenadora principal do IPBeja, que diz que a aposta da sua candidatura passa pela diferenciação da formação ministrada pelo Instituto.
Fátima Carvalho, docente da Escola Superior Agrária de Beja, promete uma “presidência de proximidade”, diz que este é o tempo para voltar a olhar para a oferta formativa do IPBeja e juntamente com o tecido empresarial da região avaliar se é esta a formação que melhor serve a região e que vai apresentar um Plano de Ação em que todos tiveram oportunidade de participar e dar contributos. Veja aqui a entrevista.

IPBeja acreditado com a “Marca Entidade Empregadora Inclusiva”

Zé LG, 12.08.21

IPBeja-7-1.jpgO Instituto Politécnico de Beja (IPBeja) foi uma das entidades acreditadas pelo Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP) com a “Marca Entidade Empregadora Inclusiva (2021)”, destinada “a promover o reconhecimento e distinção pública de práticas de gestão abertas e inclusivas, desenvolvidas por entidades empregadoras, relativamente às pessoas com deficiência e incapacidade”.
O presidente do Politécnico de Beja, João Paulo Trindade, mostra-se satisfeito com este reconhecimento, adiantando que esta é mais uma motivação para prosseguir o trabalhado desenvolvido na área da inclusão.

Luís Peres de Sousa foi eleito presidente da Subcomissão Produtos não fermentados, uvas de mesa e passas da OIV

Zé LG, 21.07.21

217568770_5846312882077458_7969419108224406416_n.jDurante a última assembleia geral do OIV - International Organisation of Vine and Wine, Luís Peres de Sousa (de Portugal) foi eleito presidente da Subcomissão Produtos não fermentados, uvas de mesa e passas.

Até agora presidente do Conselho Técnico e Científico da Comissão Nacional da OIV e Coordenador do Grupo Nacional de Peritos em Viticultura OIV, Luís Peres de Sousa é professor assistente da Escola Superior Agrária (ESAB) e do Instituto Politécnico de Beja (IPB), no setor da Viticultura Científica. Engenheiro Agrícola formado pelo Instituto Superior de Agronomia em Portugal, dedica a sua carreira à viticultura e, mais especificamente, às uvas, tanto de mesa como de secas.

“Saber mais…Cuidados Paliativos” em livro do IPBeja

Zé LG, 05.07.21

202106281723064943.jpgO Instituto Politécnico de Beja, num exercício de responsabilidade social, concebeu e editou o livro “Saber mais…Cuidados Paliativos”, que surge de uma parceria com a Associação Portuguesa de Cuidados Paliativos (APCP). O livro encontra-se disponível na loja Cubo e na APCP.

O IPBeja, que juntamente com a APCP, desenvolveu uma Pós-Graduação em Cuidados Paliativos, cujas candidaturas estão a decorrer, revela que, o objetivo do livro é ajudar ao esclarecimento de dúvidas em torno do que são e como funcionam os Cuidados Paliativos, ao mesmo tempo que é feita uma visita às instalações do Instituto Politécnico de Beja.

João Paulo Trindade não se recandidata à presidência do IPBeja

Zé LG, 18.05.21

202105170955421725.pngO mandato termina no final de outubro e João Paulo Trindade decidiu não avançar para um segundo mandato. Várias circunstâncias de ordem pessoal, familiar e profissional estão na origem desta decisão de João Paulo Trindade que está à frente do IPBeja desde novembro de 2017. A decisão já foi comunicada ao Conselho Geral do Instituto Politécnico de Beja, a quem cabe a responsabilidade de desencadear o processo eleitoral.