Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Pedro Marques, Ministro do Planeamento e candidato do PS ao PE, reuniu com a CIMBAL para prometer o que não fez

Pedro-Marques-768x432.jpg

Pedro Marques aponta financiamento da linha férrea pós 2020

Ministro diz que aeroporto de Beja não pode ser complementar a Lisboa

Ministro dá “pontapé de saída” para electrificação da linha ferroviária a Beja

Paulo Arsénio espera concretização de investimentos nas acessibilidades

Moura, Mourão e Barrancos entregaram carta conjunta a Pedro Marques

Nelson Brito diz que PNI 2030 garante Variante a Aljustrel

Câmara de Alvito reabilita área degradada e instala edifício multiusos

CM-Alvito-multiusos-768x432.jpgA Câmara Municipal de Alvito deu início à empreitada de reabilitação e reconversão do terreno do Assis, cujo projecto prevê a recuperação dos imóveis degradados e a instalação de um edifício multiusos dotado de condições para acolher serviços administrativos.
O investimento na ordem dos 950 mil euros é comparticipado pelo “Alentejo 2020”.

Como eu (e certamente António Arnault) os gostaria de ver a defender da mesma forma o SNS e o nosso Hospital

51794316_627724067659840_5496376507477524480_n.jpg"A CM Beja e o grupo Hospital Privado do Alentejo assinaram hoje o contrato promessa compra e venda do terreno de 22.571 metros quadrados, situado no Bairro N.Sra da Conceição, dando assim inicio, formalmente, à instalação desta moderna unidade ... O investimento na nova unidade é totalmente privado - na casa dos 20 milhões de euros -, e ... criará também aproximadamente 200 postos de trabalho em Beja. Hoje é objetivamente o dia 1 do futuro novo hospital de Beja que deverá funcionar, espera-se, em 2022." 

Escreveu Paulo Arsénio na sua página do Facebook.

Câmara de Beja vai reabilitar Arco dos Prazeres e estabilizar muralhas interiores e exteriores do Castelo de Beja

51492254_627219641043616_4762909420327796736_n.jpgA candidatura da Câmara de Beja ao PORA para recuperação de troços da muralha do Castelo de Beja e reabilitação do Arco dos Prazeres, que sofreu danos aquando da demolição do depósito da água na Rua da Moeda, foi aprovada, com um financiamento FEDER de € 160.017,60. A Câmara de Beja assumirá os restantes € 28.238,40 não comparticipados.
Vai assim ser reabilitado o Arco dos Prazeres e estabilizadas as muralhas interiores e exteriores do Castelo de Beja orientadas para a porta de entrada do monumento.
Foto: CM Beja - Arco dos Prazeres.

PNI 2030 é “uma mão cheia de nada e outra de coisa nenhuma”

201901091718203542.jpgO Executivo da DORBE do PCP afirma que “a proposta do Programa Nacional de Investimentos (PNI) 2030” representa para a região, nos investimentos de que tanto necessita, “uma mão cheia de nada e outra de coisa nenhuma”.

A DORBE do PCP frisa que “infelizmente para o desenvolvimento do distrito e bem-estar das populações, o PNI 2030 anuncia/promete que avançará o projeto de eletrificação da linha férrea entre Casa Branca e Beja, ignorando a ligação ao Algarve/Funcheira, transformando-a num ramal”. Que faz o mesmo sobre “o IP8 até Beja, ignorando a necessidade da sua continuação até à fronteira de Vila Verde de Ficalho, tal como está definido no Plano Rodoviário Nacional e que isto significa amputar a região de uma via de comunicação indispensável ao desenvolvimento regional e interligação da mesma às infraestruturas ferroviárias e aeroportuárias”.

Ler e ouvir também aqui.

Câmara de Beja Requalifica estrada municipal entre Beringel e Peroguarda

50329083_1788694741235334_6724578442207035392_o (1A Câmara Municipal de Beja iniciou os trabalhos de requalificação da estrada municipal - CM 1029 - entre Beringel e Peroguarda, no troço que se desenvolve no concelho de Beja.

Até 28 de fevereiro a circulação automóvel vai estar interrompida, diariamente, entre as 7 e as 18 horas. Em alternativa, o trânsito poderá circular pela EN 121 (IP8) – Beringel/Peroguarda ou pela saída de Beringel com ligação à EN 121 (IP8) - caminho de terra batida e Peroguarda/Beringel através da EN 387 com ligação à EN 121 (IP8).

Lançado concurso para construção do Circuito Hidráulico de Viana do Alentejo e respetivo Bloco de Rega

3427_49949110-2085727711473533-5.jpgA sessão de lançamento aconteceu no Cineteatro Vianense, contando com a presença do primeiro-ministro, António Costa; do ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Luís Capoulas Santos; e do ministro do Planeamento e Infraestruturas, Pedro Marques.
O concurso envolve um investimento de seis milhões de euros, beneficiando uma área total de cerca de 4 600 hectares, localizada nos concelhos de Alvito, Évora e Viana do Alentejo, integrado na ampliação do regadio do Empreendimento de Fins Múltiplos de Alqueva e decorre no âmbito do Programa Nacional de Regadios.
A “água para rega será retirada do Reservatório da Baronia que já existe e será conduzida pelo Sistema Elevatório de Viana do Alentejo, a construir na nova empreitada”.
A obra tem um prazo de execução de 15 meses, devendo estar em funcionamento na primavera de 2021.

Centro Interpretativo para o Cante Alentejano vai ser criado em Serpa

201812261526079364.jpgA Câmara de Serpa tem em exposição, na Casa do Cante, o projecto de Arquitectura do Centro Interpretativo para o Cante Alentejano, da autoria de João Abreu.

A obra tem o valor de 120 mil euros e um prazo de execução de 10 meses.

Com a construção do Centro Interpretativo, a autarquia pretende criar “um espaço expositivo maior, que permita uma utilização mais ampla”.

2019 poderá ser um ano de viragem em Beja se…

… concretizarem alguns dos pojectos (públicos e privados) anunciados, designadamente:

IMG_5849.JPG

- a intervenção na linha férrea e no material circulante;

- a abertura do troço de autoestrada desde a autoestrada Lisboa - Algarve até à Malhada Velha e a melhoria da rede viária no concelho;

- uma maior utilização do Aeroporto, para fins turísticos e de transporte de produtos produzidos na região;

- a construção e entrada em funcionamento de uma unidade de desmantelamento de aviões;

- a infraestruturação da zona de expansão do Parque Industrial e a consequente instalação de empresas;

- a construção e entrada em funcionamento de uma fábrica de sumos, aproveitando a produção regional, bem como de outras unidades similares;

- uma maior fixação da riqueza aqui produzida, designadamente ao nível da agricultura intensiva, gerada em consequência da implementação do regadio de Alqueva;

- a melhoria do funcionamento dos serviços de Saúde, através da contratação de pessoal médico, de enfermagem e outro, capaz de impedir o encerramento de mais serviços, melhorar os actuais e criar condições para a retoma de outros encerrados sem cabal justificação, bem como o avanço da 2ª fase dos Hospital de Beja;

- um melhor acompanhamento do funcionamento das escolas, de forma a suprir atempadamente necessidades de manutenção, colocação de pessoal docente e outro e melhorar o processo de inclusão aos vários níveis;

- a recuperação da pista de atletismo e a melhoria das instalações de apoio à piscina descoberta;

- a concretização de projectos sociais, de forma a assegurar uma maior inclusão social;

- a revitalização do Centro Histórico, nomeadamente através da recuperação de habitação de forma a travar o seu progressivo despovoamento.

Centro de Interpretação e Observatório para a Fauna vai ser criado em São João dos Caldeireiros

201812261526079364.jpgA Freguesia de S. João dos Caldeireiros, no concelho de Mértola vai ter um Centro de Interpretação e Observatório para a Fauna, que surge no âmbito do projecto “Por Terras do Lince Ibérico”, resulta de uma parceria entre a ADPM-Associação de Defesa do Património de Mértola e as juntas de freguesia de São João dos Caldeireiros e de Alcaria Ruiva, conta ainda com o apoio do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas e é co-financiada pelo Turismo de Portugal através do programa Valorizar-Linha de Apoio à Valorização Turística do interior.

Esta obra, para além do interesse da população vai também servir para acolher os visitantes para uma observação do território sobre o habitat do Lince Ibérico.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Então já se nota os efeitos do saneamento politico...

  • Anónimo

    Mais tarde o mais cedo, assim os nossos representa...

  • Anónimo

    É óbvio que não és comunista...

  • Anónimo

    Muito bem. A cegueira partidária não pode deixar d...

  • Anónimo

    Teremos de concluir,perante o que aqui dizem,neste...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.