Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

“Luz nesta altura é esperança”

Zé LG, 01.12.20

128598943_1091525257946383_7592952546733230120_o.j

"Se tudo correr como previsto, serão ligadas amanhã dia 1 de dezembro às 17.00 as "luzes de Natal" da cidade de Beja.

Manter-se-ão ligadas até dia 6 de janeiro de 2021.

A maioria entre as 17.00 horas e as 2.00 da madrugada e algumas em horário mais alargado (as que estão ligadas à rede sem quadro autónomo).

As "luzes de Natal" nunca foram polémicas em Beja.

Ou melhor... nunca tinham sido.
...

Enfim... deixem-nos ter um pouco mais de luz durante 37 noites.

Luz nesta altura é esperança.

As crianças adoram e nós adultos, na maioria, também gostamos.

E abdicámos de tudo este ano.

Mas de tudo.

E recorda-nos que apesar da pandemia é Natal que tal como a Democracia... não está suspenso.

Um feliz mês de dezembro para todos." 

É assim que Paulo Arsénio, na sua página do Facebook, começa e termina um longo texto em que justifica as iluminações de natal, nestes tempos de pandemia.

"IN Castro é uma mais-valia evidente para Castro Verde"

Zé LG, 28.11.20

202011250735361.jpgO IN Castro-Centro de Ideias e Negócios de Castro Verde atingiu pela primeira vez a sua capacidade máxima de acolhimento físico de empresas, com 20 empresas instaladas e mais sete projectos empresariais com domiciliação virtual. David Marques, vice-presidente da Câmara de Castro Verde, frisa que este é um sinal "muito positivo" para a economia local e que “a grande aposta do Município é a infra-estruturação da Zona de Actividades Económicas (ZAE), projecto fundamental em toda a estratégia de afirmação e de dinamização económica do concelho e que, em complementaridade com todo o trabalho já referido, permitirá atrair mais empresas e criar mais postos de trabalho no concelho.”

“E não havia comércio em Beja que vendesse uns queijos, umas linguiças, umas garrafas de azeite e de vinho?”

Zé LG, 26.11.20

cabazdenatal150euros-3.png"Meide In. Conhecem? É uma empresa de Castro Verde que foi formada há pouco tempo.

Com tanta sorte que a Câmara de Beja comprou-lhe logo 13 mil euros em cabazes de Natal.

Alguém sabe o que têm esses cabazes? E para quem são? E não havia comércio em Beja que vendesse uns queijos, umas linguiças, umas garrafas de azeite e de vinho?

Siga a festa."

Anónimo 25.11.2020, aqui.

Câmara de Beja gasta 59 mil euros com iluminação de Natal

Zé LG, 25.11.20

Natal-768x432.jpgA partir de dia 1 de dezembro, as principais artérias da cidade vão estar iluminadas. Este ano, a iluminação de Natal foi alargada até ao Castelo, à Biblioteca, parte da Avenida Fialho de Almeida, à Rua Sousa Porto e a rotunda da Força Aérea, na entrada norte da cidade.

Devido às contingências provocadas pela pandemia da Covid-19, a autarquia decidiu não realizar o mercadinho de Natal, o Bolo-rei Gigante, o Almoço da Comunidade sénior do concelho, a passagem de ano e o espetáculo de fogo-de-artifício.

De 1 de dezembro a 6 de janeiro, os bejenses poderão usufruir de três horas de estacionamento gratuito no Parque Subterrâneo da Avenida Miguel Fernandes e de uma hora no Parque de Estacionamento Subterrâneo da Casa da Cultura.

 

Se a não realização dos eventos e a isenção de pagamento de estacionamento subterrâneo merecem o apoio consensual, já os gastos com a iluminação de Natal têm gerado alguma polémica, face à crise que estamos a viver.

PSA Sines adjudica 1ª fase da expansão do Terminal XXI

Zé LG, 21.11.20

A PSA Sines, concessionária do Terminal de Contentores do Porto de Sines (Terminal XXI), já adjudicou a primeira fase de expansão, que compreende a construção de mais 204 metros de cais de forma a dotar o terminal de um cais corrido com 1.150 metros até ao final de 2021, e que, na sua configuração final, apresentará um cais com 1.750 metros a serem construídos de forma faseada.

202011201834421921.jpgO Terminal XXI que já é um importante HUB de transhipment e representa já uma importante porta de entrada e saída no hinterland ibérico, com este investimento vê reforçada a sua capacidade em receber vários navios megacarriers em simultâneo, aumentando assim a sua oferta operacional ao mesmo tempo que reforça a sua importância para o desenvolvimento económico da região e do país.

João Paulo Trindade diz que “falta estratégia a longo prazo para a região no OE2021”

Zé LG, 16.11.20

201901092210076338.jpgJoão Paulo Trindade referiu que o IPBeja “está satisfeito com o número de alunos que a instituição conseguiu captar no ano letivo 2020/21” e que esta é uma instituição que se envolve com o território onde opera.

Preocupado com o futuro e com a questão demográfica do território, João Paulo Trindade gostaria de ver esplanada no OE2021 “uma resposta para a região em que estivesse evidente uma estratégia a longo prazo e pensada como um todo”, porque só assim seria possível a instituições como o IPBeja “formar e fixar população, massa crítica”.

Câmara de Beja está a “elaborar a estratégia local de habitação”. Bairro das Pedreiras pode ser “uma bomba às portas de Beja”.

Zé LG, 16.11.20

 Em Beja, a Câmara Municipal está a “elaborar, desde o início do ano, a estratégia local de habitação, que se encontra, ainda numa fase preliminar”, explica Paulo Arsénio, presidente da autarquia. Através dessa “estratégia vai ser possível apontar quais são as necessidades de habitação no concelho e nas freguesias e qual deve ser a intervenção do município para conseguir ultrapassar essas insuficiências habitacionais que existem”. Na cidade vai permitir, segundo o presidente da Câmara “recuperar 170 casas que carecem de recuperação, mas que já são destinadas a habitação social; vai permitir apoiar financeiramente 75 casas de famílias vulneráveis e permitirá também a aquisição e reabilitação de focos para habitação municipal que podem ser em regime de arrendamento apoiado ou em regime de arrendamento acessível”. Nesta última ajuda podem ser abrangidas nestas condições, entre “100 a 200 casas”.

Pedreiras-768x576.jpgPrudêncio Canhoto, presidente da Associação de Mediadores Ciganos de Portugal (AMEC) disse à Rádio Pax que o “problema da habitação tem-se agravado ano após ano.  Em seu entender, “as condições em que as famílias vivem no Bairro das Pedreiras são desumanas e trata-se de um problema de saúde pública: o Bairro tem mais gente que certas freguesias do concelho. Se existir algum caso de covid-19 estamos perante uma bomba às portas de Beja”.

Câmara de Moura intervém para prevenir riscos de cheias e incêndios

Zé LG, 14.11.20

10467_big noura.jpgForam realizados trabalhos de limpeza e desobstrução da linha de água que se encontra localizada entre a ponte “Sua Alteza” e a ponte do cemitério, em Moura, com o objectivo de garantir as condições de escoamento dos caudais líquidos e sólidos (areia, lama e sedimentos) em situações hidrológicas normais ou extremas.

Estes trabalhos realizados contribuem, para a minimização de riscos em situação de cheia e também em situação de incêndio, dado o vasto material combustível que o local apresentava. Esta intervenção foi promovida pela autarquia de Moura.

Inaugurado novo serviço de urgência do Hospital do Litoral Alentejano

Zé LG, 13.11.20

202011131449159867 inaug.JPGForam inauguradas oficialmente esta sexta-feira, as novas instalações do Serviço de Urgência Médico-Cirúrgica do Hospital do Litoral Alentejano, em Santiago do Cacém, com a presença do primeiro-ministro, António Costa e da ministra da Saúde, Marta Temido.

202011131532138949 Sant.jpg

As novas instalações do Serviço de Urgência Médico-Cirúrgica da Unidade Local de Saúde do Litoral Alentejano (ULSLA), representa um investimento total de 2,4 milhões de euros, e vai servir uma população de cerca de 100 mil habitantes dos concelhos de Alcácer do Sal, Grândola, Santiago do Cacém, Sines e Odemira.

Foi dado “um passo decisivo” para a concretização da construção do novo Hospital Central Alentejo, em Évora

Zé LG, 10.11.20

costa_evora_2020-720x430.jpg“Estamos a dar um passo decisivo para a concretização de um investimento que há muitas décadas era ansiado pela região do Alentejo e para responder a uma necessidade que já existia antes da covid e que continuará depois da covid, que é termos um novo hospital central no Alentejo”, referiu o primeiro-ministro, António Costa, na cerimónia de adjudicação da obra do novo Hospital Central do Alentejo, ao grupo espanhol Acciona, que decorreu na sede da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo, em Évora.

Projeto agrícola sustentável de olival e frutos secos promete dinamizar os concelhos de Alvito e Cuba

Zé LG, 04.11.20

DSC06155-1140x694.jpgO projeto, que será desenvolvido nos concelhos de Cuba e Alvito, está previsto num acordo assinado entre o Grupo Monte do Pasto, “líder ibérico na criação de gado bovino ao ar livre”, e a Innoliva, companhia “pioneira no desenvolvimento da olivicultura moderna” e pertencente ao Fundo de Investimento Cibus.
De acordo com os promotores, o projeto, que terá uma parte desenvolvida em cultura orgânica/biológica, “deverá mobilizar investimentos superiores a 15 milhões de euros” e ser um “fator de dinamização económica e social sustentável” daqueles dois concelhos, “com forte impacto social na criação de emprego e na geração de valor acrescentado".
Os investimentos a realizar pela Innoliva deverão criar capacidades produtivas que irão contribuir para “a afirmação internacional do interior alentejano enquanto região exportadora de produtos ‘premium’”. Já a “vocação exportadora” do projeto “irá reforçar o potencial comercial de outras produções alentejanas, designadamente possibilitando a criação de uma marca com certificação de origem e a melhoria de margens para os produtores do Alentejo”.

Daqui. Ler também aqui e aqui.

Alvito, Aljustrel, Castro Verde, Cuba e Vidigueira vão ter estradas arranjadas

Zé LG, 02.11.20

estrada_3.pngTerão em breve início diversos trabalhos de pavimentação em várias estradas do distrito de Beja e que, no seu conjunto, estão orçados em cerca de 2,1 milhões de euros: a EN328, num troço com cerca de 8 quilómetros no concelho de Alvito, entre os quilómetros 5 e 13; a ER2, num troço com cerca de 13 quilómetros nos concelhos de Aljustrel e Castro Verde, entre os quilómetros 627 e 640 e a EN387, num troço com 7,5 quilómetros nos concelhos de Cuba e Vidigueira, entre os quilómetros 20,5 e 28 em Vila de Frades.
A conclusão das intervenções deverá ser em janeiro de 2021 e, até lá, obrigará à circulação e implementação de restrições à circulação por forma a garantir as condições de segurança dos trabalhadores e automobilistas.

Nova Unidade de Cuidados Continuados de Convalescença está a ser concluída em Selmes

Zé LG, 24.10.20

Unidade-Selmes-768x576.jpgPara solucionar parte do défice de camas em cuidados continuados existente no Baixo Alentejo, em Selmes, concelho de Vidigueira, vai nascer uma Unidade de Cuidados Continuados de Convalescença com capacidade para cerca de 40 utentes.

Esta nova unidade de cuidados continuados de convalescença “vem colmatar a falha existente” no que diz respeitos a estes tipos de cuidados, explica Manuel Narra, presidente da Associação de Beneficência do Lar de Selmes e Alcaria, a IPSS responsável pelo projeto, informando que a obra está praticamente concluída: “Se tudo correr bem e dentro da normalidade, esperamos que seja possível estar em funcionamento em janeiro do próximo ano”.

Aeronaves ATL-100 vão ser projectadas em Évora e produzidas em Ponte de Sor . E Beja?

Zé LG, 23.10.20

imgLoader2.ashx.jpgO Aeródromo Municipal de Ponte de Sor (Portalegre) vai acolher a produção da primeira aeronave ligeira integralmente feita em Portugal, cujo primeiro protótipo deverá estar concluído em 2023, disse o presidente do município, Hugo Hilário, após o encerramento do primeiro dia da cimeira aeronáutica “Portugal Air Summit”, que decorre até sexta-feira naquela cidade alentejana.

A fábrica está integrada no Programa ATL-100, o primeiro programa aeronáutico completo de Portugal e que envolve o CEiiA - Centro de Engenharia e Desenvolvimento de Produto e a empresa brasileira DESAER, fundada por antigos quadros da construtora aeronáutica Embraer, também do Brasil.

“Este projeto vai criar 1.200 postos de trabalho, não todos em Ponte de Sor. O centro de engenharia vai ser em Évora, prevê-se também alguma atividade em Beja no âmbito deste triangulo aeronáutico Ponte de Sor, Évora e Beja, mas desses postos de trabalho, aquilo que eu penso, é que a maior parte vai ser em Ponte de Sor, mas não vou quantificar”, disse o autarca.

“Orçamento permite responder aos desafios de uma agricultura sustentável e inovadora e na proteção, qualidade e segurança da produção agroalimentar”

Zé LG, 19.10.20

maria-do-ceu-antunes-ministra-da-agricultura-890x5… e “Permite, ainda, assegurar o planeamento e coordenação, gestão e controlo da aplicação dos fundos nacionais e comunitários em benefício da agricultura nacional e de uma política pública pensada para o desenvolvimento rural”, defende a ministra da Agricultura, Maria do Céu Antunes.

No próximo ano será dada continuidade à execução do Programa de Desenvolvimento Rural – PDR2020 e prosseguido o Programa Nacional de Regadios.

OE prevê 147 milhões de euros na ferrovia e 26 milhões para novo Hospital Central do Alentejo

Zé LG, 14.10.20

ferrovia_2.png“Decorrem desde 2019 as empreitadas no Corredor Internacional Sul, cujo investimento autorizado ascende a 466 milhões de euros, designadamente, nas linhas do Leste (modernização e eletrificação do troço entre Elvas-Fronteira), de Évora (construção, em três subtroços, de 80 km de nova linha ferroviária e da subestação de Tração do Alandroal) e na linha de Sines/Sul (modernização da ligação ferroviária). Em 2021, estima-se uma execução de despesa neste âmbito na ordem dos 150 milhões de euros”.

O Governo vai destinar uma verba de quase 26 milhões de euros para os trabalhos de construção do novo Hospital Central do Alentejo, em Évora, segundo a versão preliminar da proposta de Orçamento do Estado (OE) para 2021.

Fabrico do avião ATL-100 também vai passar por Beja, mas…

Zé LG, 10.10.20

Um projeto luso-brasileiro que visa desenvolver e fabricar uma aeronave ligeira no Alentejo pode passar por Beja. O responsável pelo consórcio referiu o aeroporto como uma possibilidade para a instalação da fábrica.

imgLoader2.ashx Aeroporto.jpgPaulo Arsénio, o presidente da Câmara de Beja, confirma que o projeto está pensado para ser desenvolvido em Beja, Ponte de Sor e Évora, mas refere que o aeroporto tem “alguns constrangimentos”, desde logo a existência de apenas um lote vago destinado a atividades industriais, mas que não tem dimensão para a instalação da fábrica. Refere ainda que “a placa de estacionamento apenas tem capacidade para 12 aeronaves, e quando a MESA começar a operar – o que estará para breve – quatro ou cinco estarão sempre ocupadas”.
Ao contrário de Beja, que não teve nenhum contacto com os promotores, o município de Ponte de Sor já realizou algumas reuniões com o consórcio e, o presidente daquela autarquia refere que “a avaliação que foi feita reconhece que o aeródromo municipal reúne as condições exigidas para a aeronave operar”, dizendo ainda saber que “este investimento está previsto ser tripartido entre Beja, Ponte de Sor e Évora”.

CDU interpela Câmara de Mértola sobre a prometida recuperação da área mineira da Mina de São Domingos

Zé LG, 09.10.20

21751422_475530459478682_1426121464407630468_n.jpg«Os Vereadores da CDU na Câmara de Mértola questionaram o executivo socialista sobre os garantidos 20 milhões de euros destinados à recuperação da área mineira da Mina de São Domingos, obra prometida com pompa e circunstância em sessão pública no dia 10 de setembro de 2016, com a presença do então Ministro do Governo Socialista, Manuel Caldeira Cabral. E reafirmada em cerimónia pública em 5 de junho de 2019, sessão que contou com a presença do então Secretário de Estado da Energia do Governo do Partido Socialista João Galamba... :

1. Passado um ano da receção provisória da obra todas as ações previstas foram devidamente concretizadas?

2. Em que situação se encontram os trabalhos da 2ª fase, tendo em conta que já passou mais de um ano da sua consignação e do lançamento da primeira pedra e como se vão desenvolver as fases seguintes?

3. A intervenção de desmatação e alteração do coberto vegetal e a intenção de construção de um central solar de grandes dimensões na Mina de S. Domingos não colide com os objetivos dos projetos da EDM, tendo em conta que estes preveem também o desenvolvimento, turístico da área em causa.»

Aljustrel vai ter “Trilhos da Memória-Centro Interpretativo Ferroviário e Comboio Turístico Mineiro”

Zé LG, 04.10.20

202010010736021 alj.jpgA Câmara de Aljustrel assinou o contrato de financiamento com o Turismo de Portugal para a concretização do projecto “Trilhos da Memória-Centro Interpretativo Ferroviário e Comboio Turístico Mineiro”.

Com esta candidatura aprovada, no âmbito do Programa Valorizar, que permitirá à Câmara de Aljustrel proceder à “aquisição de um comboio turístico" e estabelecer a ligação entre os vários elementos e locais expositivos”, "será possível prosseguir com o desenvolvimento de uma rota turística ligada ao Parque Mineiro de Aljustrel, valorizando-se, assim, o património móvel ligado à tradição da actividade mineira e ferroviária e colocando em evidência o património industrial que marca as vivências do concelho".