Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

AMCAL constroi Central de Valorização Orgânica

Zé LG, 07.02.23

202210261125277090.jpgJá tiveram início as obras de construção da Central de Valorização Orgânica (CVO) dedicada ao tratamento dos biorresíduos recolhidos seletivamente, no Aterro Intermunicipal de Vila Ruiva/Cuba, com um investimento total que ascende a 8,5 milhões de euros. A CVO irá receber os biorresíduos recolhidos seletivamente nos concelhos de Alvito, Cuba, Portal, Viana do Alentejo e Vidigueira, cuja obrigatoriedade está prevista até 31.12.2023.

Este projeto insere-se num vasto conjunto de investimentos que têm sido desenvolvidos pela AMCAL e pelos seus municípios associados, permitindo dotar este sistema de uma solução de tratamento de biorresíduos com uma capacidade anual de processamento de 10 mil toneladas, dos quais resultarão cerca de 2 500 toneladas de composto de alta qualidade disponível para diferentes usos na região.

Câmara de Alvito aposta no desenvolvimento económico e atração de população

Zé LG, 04.02.23

328484836_1881054818927614_1139120947837209905_n.jpgForam aprovadas, por unanimidade, as empreitadas tendo em vista a construção da "Zona de Atividades Económicas" (ZAE), em Vila Nova da Baronia e a recuperação estabilização das "Grutas do Rossio", em Alvito.

José Efigénio, presidente da Câmara Municipal de Alvito, afirma que este é um contributo importante para a grande ambição do atual Executivo tendo em vista o desenvolvimento económico e atração de população. O autarca revela ainda que já está em fase de projeto a criação, na sede de concelho, Alvito, de uma zona vocacionada para a área agrícola.

Maior projeto fotovoltaico da Europa vai ser instalado em Santiago do Cacém

Zé LG, 01.02.23

Sem nome (5).pngA Iberdrola e a Prosolia Energy obtiveram a licença ambiental da Agência Portuguesa do Ambiente (APA) para construir em Portugal o maior projeto fotovoltaico da Europa e o quinto maior do mundo. Situado no concelho de Santiago de Cacém, terá uma capacidade instalada de 1.200 megawatts (MW) e deverá ficar operacional em 2025, permitindo a criação de 2.500 empregos, “a maioria desempenhados por trabalhadores locais.” e “fornecerá energia limpa, barata e de produção local suficiente para responder às necessidades anuais de cerca de 430 mil residências.

A Iberdrola explica que o terreno poderá ser utilizado pelos pastores locais como “pasto para a criação de gado ovino e serão introduzidas colmeias, o que contribuirá para melhorar a estabilidade dos ecossistemas e aumentar o rendimento do cultivo nas terras agrícolas circundantes” e serão feitas plantações na área ao redor da infraestrutura para substituir eucaliptos por árvores autóctones.

PS diz que “é totalmente falso” que Moedas tenha começado “do zero” na JMJ

Zé LG, 27.01.23

40194544-1600x1067.jpgDo investimento do município de Lisboa na JMJ que poderá ir até aos 35 milhões de euros, os vereadores do PS defendem que “as duas únicas obras que transformam a cidade foram lançadas pelo anterior executivo, através de concursos púbicos”, nomeadamente a conversão do aterro sanitário de Beirolas para o parque onde o evento vai decorrer, em que o anúncio do procedimento foi publicado em setembro de 2021 e com o valor do preço base de sete milhões de euros. A outra obra é a ponte pedonal e ciclável no rio Trancão, ligando Loures a Lisboa, cujo anúncio do procedimento foi publicado em junho de 2020 e com o preço base de 3,5 milhões de euros.
“As obras de infraestrutura, que demoram mais tempo e ficarão para a cidade, estavam lançadas e prontas para ser adjudicadas nas primeiras semanas de Carlos Moedas na CML [Câmara Municipal de Lisboa]”, indica o PS, referindo que “até o projeto para o palco estava desenhado e pronto há vários meses”, que passava por “uma solução bastante mais simples e menos dispendiosa que a atual, não necessitando sequer da construção de fundações para suportar o peso da pala gigantesca entretanto exigida pela nova direção da SRU”

Gostava de saber a opinião do Papa Francisco sobre o altar dos milhões

Zé LG, 26.01.23

324273123_1117867912194708_247328372498946061_n.jpg

Sem prejuizo de voltar ao tema - porque tem tanto que se lhe diga -, gostava de saber o que pensa o Papa Francisco da construção de um altar com um custo de cinco milhões, sem contar com derrapagens, para a realização de um missa campal, desconhecendo-se eventuais utilizações futuras. Se a imagem que transmite ao Mundo é verdadeira - e não tenho razões, por enquanto, para duvidar -, não acredito que Jorge Mario Bergoglio esteja a par do que (lhe) estão a fazer...

AGDA cria alternativa ao abastecimento de água a Beja

Zé LG, 20.01.23

20230119121223534.jpgA intervenção contempla a execução de uma nova adução à cidade, entre a ETA da Magra e o Reservatórios dos Falcões, um sistema elevatório composto por Estação Elevatória, ampliação da reserva do Reservatório dos Falcões e uma adução em conduta elevatória até ao Reservatório da Conceição, a substituição das condutas elevatórias na saída da Estação Elevatória da Pia Quebrada para a cidade, a execução de desvio da conduta Adutora ETA do Roxo-Reservatório da Atalaia em Santa Vitória e a substituição de troço da conduta Adutora entre Santa Vitória e Mombeja. A obra pretende dotar a cidade de um sistema “fiável e seguro” em alternativa ao existente, deverá ter início dentro de dois meses e tem um prazo de execução de uma ano, com um investimento de 2,6 milhões de euros.

Francisco Narciso, presidente da empresa Águas Públicas do Alentejo, salientou que é importante existirem alternativas de modo a garantir capacidade de resposta em caso de ruturas ou de interrupções e que é necessário reforçar a monitorização e a proatividade face aos desafios que são colocados e sublinhou que o propósito centra-se, sobretudo, na “fiabilidade e na eficiência”. Daqui e daqui.

Cáritas de Beja vai criar Centro de Alojamento de Emergência Social

Zé LG, 11.01.23

202301101723506817.PNGA Cáritas Diocesana de Beja vai criar um Centro de Alojamento de Emergência Social (CAES), projeto avaliado em 800 mil euros que deve estar em funcionamento “dentro de ano e meio”, em resultado de uma parceria com a Segurança Social e que irá funcionar no edifício da Casa do Estudante.
“Será uma estrutura que abrangerá toda a gente”, nomeadamente “as pessoas que recorram à Linha 144 [Linha Nacional de Emergência Social]”, disse o presidente da Cáritas de Beja, Isaurindo Oliveira, acrescentando que o CAES “será um alojamento de curta duração até que as pessoas” em situação de emergência social “consigam ser colocadas”, lembrando que “Beja é o único distrito que não tem esta estrutura”.
O novo CAES de Beja terá capacidade para acolher 30 pessoas e irá ocupar as instalações da Casa do Estudante, que irão ser alvo de obras de requalificação, “nomeadamente nas acessibilidades”. O projeto está avaliado em cerca de 800 mil euros, tendo um apoio de 85% garantido através do PRR.

Câmara de Alvito focada no desenvolvimento económico do concelho

Zé LG, 07.01.23

202111092149352731.jpgO Orçamento da Câmara Municipal de Alvito para este ano, no valor de 9,4 milhões de euros, tem mais 1,1 milhões do que em 2022. “A nossa prioridade para 2023 é o desenvolvimento económico, com a criação de zonas de atividades económicas” e “também a atração de população disse o presidente José Efigénio (PS).

“O primeiro passo será a construção de zonas de atividades económicas e, mais tarde, a criação de habitação para jovens”. Nesse sentido, este ano, a autarquia pretende avançar com a construção de uma nova zona de atividades económicas na freguesia de Vila Nova da Baronia, investimento que está avaliado em 600 mil euros.

Neste orçamento, estão também em destaque “a requalificação de um edifício para instalação de serviços municipais em Vila Nova da Baronia”, no valor de 500 mil euros, “e a recuperação do património do concelho”, num investimento de 600 mil euros, revelou José Efigénio.

Câmara de Beja vai criar área de serviço para autocaravanas no Parque de Campismo

Zé LG, 05.01.23

Parque-de-Campismo-de-Beja.jpgA Câmara Municipal de Beja pretende avançar, este ano, com a criação de uma área de serviço para autocaravanas.
A autarquia desistiu de uma candidatura integrada na Rede de Autocaravanismo do Alentejo e Ribatejo que previa um investimento na ordem dos 325 mil euros, apoiado em 91 mil euros por fundos comunitários, para criação de uma estação de apoio a autocaravanistas.
Paulo Arsénio, presidente da Câmara de Beja, assegura que a instalação de uma estação de serviço para 20 autocaravanas no Parque de Campismo da cidade, “tem um custo muitíssimo inferior” e “resolve o problema dos autocaravanistas”.

Hospital de Beja já recebeu os primeiros doentes nas novas instalações do Serviço de Medicina Intensiva do

Zé LG, 27.12.22

202212232109557165.pngSegundo o Conselho de Administração (CA) da ULSBA “o projeto, agora integralmente concluído, tem como objetivo primordial o reforço da capacidade instalada, tornando os espaços mais funcionais, e ainda diversificar e melhorar a qualidade dos cuidados prestados na área da medicina intensiva.”Ficou assim aumentada a capacidade instalada, “passando de 8 para 10 o número de camas disponíveis em Medicina Intensiva, que incluem dois quartos de isolamento com pressão regulável.”