Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Évora incluída em projeto-piloto de subsídio para cuidadores informais

Zé LG Zé LG, 20.01.20

cuida.pngO Governo vai testar um novo subsídio para Cuidadores informais. Este projeto-piloto vai começar por ser testado em 30 concelhos e, de acordo com a ministra do Trabalho e da Segurança Social, Ana Mendes Godinho, Évora é um dos concelhos selecionados.
Este projeto-piloto prevê a criação de um subsídio “acumulativo” aos já existentes, não se sabendo ainda o valor da prestação, nem o número de pessoas que serão abrangidas por esta medida.

Associação de Futebol de Beja vence Prémios de Mérito e Excelência da FPF

Zé LG Zé LG, 08.01.20

y66.jpgA Associação de Futebol de Beja (AFBeja) recebeu mais duas distinções em duas categorias: Maior Crescimento de Praticantes de Futsal (absoluto) e Mérito no Desporto Adaptado, pelo Projeto de Futsal Adaptado.

Com destaque para o Prémio de Mérito no Desporto Adaptado, o projeto implementado pela Associação de Futebol de Beja no distrito procura dar a pessoas com deficiência a oportunidade de praticar desporto, enquadrado num calendário de treinos e encontros de futsal planificados para toda a época desportiva.

Câmara de Ourique e CERCICOA celebram parceria para lar de pessoas com deficiência

Zé LG Zé LG, 07.12.19

Lar-Residencial-Cercicoa-768x371.pngO equipamento, já em fase de obra, materializa uma resposta social destinada a pessoas com idade igual ou superior a 16 anos, portadoras de deficiência e incapacidade, que frequentem estabelecimentos de ensino, de formação profissional ou se encontrem enquadrados em programas ou projetos, em localidades fora da sua área de residência, bem como às pessoas cujos familiares não os possam acolher, que se encontrem em situação de isolamento e sem retaguarda familiar, ou que as suas famílias necessitem de apoio, designadamente em caso de doença ou necessidade de descanso.

“À conversa com o mercado de trabalho apoiado”

Zé LG Zé LG, 03.12.19

3Dezembro.jpg… é o tema de uma tertúlia, promovida pelo Centro de Paralisia Cerebral de Beja, que se realiza hoje, a partir das 15.00 horas, no Centro UNESCO em Beja e transmitida em directo pela Voz da Planície.

Esta iniciativa, que surge no âmbito do Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, conta com a participação de diversos intervenientes e  aborda as questões relacionadas com a integração profissional de pessoas com deficiência no mercado de trabalho.

“Sobrevivendo e Resistindo: Comunidades Ciganas, Racismo e Habitação”

Zé LG Zé LG, 25.11.19

é o mote para um debate que vai decorrer, a partir das 15.00 horas, na Escola Superior de Educação de Beja.

201911221030195233.jpg

Com a realização desta iniciativa o Núcleo Distrital de Beja da Rede Europeia Anti-Pobreza pretende juntar instituições, associações, moradores e pessoas interessadas, de maneira a ajudar a enquadrar as responsabilidades e as capacidades de cada um. Pretende-se também ajudar a alavancar um processo partilhado de efectiva inclusão social destas comunidades.

A Rede Europeia Anti-Pobreza afirma que “Este é um problema complexo, que importa (re)conhecer e que exige a cooperação entre poderes públicos, sociedade civil e os moradores locais”.

Maria de Jesus Ramires é a nova presidente da CPCJ de Beja

Zé LG Zé LG, 03.08.19

jesus.jpgA professora, e ex-presidente da União das Freguesias de Beja de Salvador e Santa Maria da Feira, Maria de Jesus Ramires foi eleita, presidente da Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ) de Beja.

Maria de Jesus Ramires assume um mandato de três anos à frente dos destinos da CPCJ de Beja e assegurou que ficou surpreendida, e grata, pela forma como lhe foi confiada estas novas funções, que garante encarar como missão.

A professora Maria Regina Martins foi designada secretária da Comissão, funções que eram desempenhadas por Maria de Jesus Ramires.

Alvito combate pobreza infantil

Zé LG Zé LG, 24.07.19

CMALVITO-768x432.jpgA Câmara de Alvito, em parceria com a Terras Dentro,  tem em curso o VITA 9-4G. O projecto, inserido nos Contratos Locais de Desenvolvimento Social, tem como meta “a intervenção familiar e parental, preventiva da pobreza infantil”.

Os agregados familiares com baixos rendimentos, em situação de risco de exclusão social, e com crianças a seu cargo, beneficiários/as RSI, imigrantes, são os principais destinatários.

Incorpora Portugal para a integrar Cáritas, Cercibeja e Cercicoa

Zé LG Zé LG, 22.07.19

isaurindo.jpgA Cáritas Diocesana de Beja, a Cercibeja e a Cercicoa passaram a integrar o programa Incorpora Portugal, da Fundação La Caixa, num trabalho de colaboração e partilha através da implementação de uma metodologia colaborativa, inovadora e testada desde 2006 em Espanha, e que se vai implementar nesta região, tendo em vista a integração laboral de grupos sociais vulneráveis, renovando-se constantemente em função das necessidades do mercado.
Isaurindo Oliveira, presidente da Cáritas de Beja, destaca a importância do projecto, afirmando que este é um serviço importante, mas complementar ao trabalho já desenvolvido pelas equipas e serviços instituição.

APPACDM de Moura iniciou a construção do “Montinho da Autonomia”

Zé LG Zé LG, 21.07.19

moradia.jpgA APPACDM de Moura iniciou a obra de construção de uma moradia autónoma para cinco clientes da instituição. É uma solução defendida pela actual direcção para a sustentabilidade da APPCDM de Moura.

O Presidente da Instituição, António Ildefonso, sublinhou que: “Estimamos o prazo de execução da obra de cerca de 8 meses, ou seja no inicio de 2020 temos a obra concluída.”

A implementação de uma Residência autónoma para pessoas portadoras de deficiência é uma necessidade identificada pelo Concelho Local de Acção Social. 

A residência autónoma vai chamar-se “Montinho da Autonomia” tendo em conta que a sua localização será no laranjal, terá capacidade total para 5 clientes, será na tipologia T5. Todos os quartos serão individuais com casa-de-banho privativa, para potencializar a privacidade e autonomia dos clientes.