Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

MUNICÍPIO DE MÉRTOLA DELEGA NAS JUNTAS DE FREGUESIAS

Mértola.jpg

Câmara Municipal de Mértola assinou os contratos inter-administrativos de delegação de competências nas Juntas de Freguesia do concelho.

Estes contratos abrangem as áreas de abastecimento público de água, ambiente e saneamento básico.
Foram, também, assinados os acordos de execução para a delegação legal de competências, de modo a permitir que as juntas realizem pequenas reparações e assegurem a limpeza das vias e espaços públicos.

“SERIA UMA MAIS VALIA O ARRANJO DA ROTUNDA E ESPAÇO EM REDOR”

20875466_V9Otd.jpeg

Rotunda de Beja (estrada IP 8)

Um dos pontos de entrada ou passagem em Beja é a chamada “rotunda de Serpa”, que liga o IP8 à Rua Afonso III e Rua do Carmo Velho. Este local, mais parece um baldio, uma vez que não existe qualquer arranjo paisagístico ou monumental na rotunda, tornando esta entrada na cidade um local feio e sem qualquer motivo de interesse. Igualmente, no espaço envolvente, não existe qualquer arruamento ou ciclovia e a Ermida de São Pedro, que se situa a poucos metros da rotunda, encontra-se decadente.

CIMAL REALIZA ROTEIRO PARA A “VALORIZAÇÃO DA SAÚDE” NO LITORAL ALENTEJANO

20180226180545313.jpg

O Roteiro para a Valorização da Saúde, lançado pelos presidentes nos cinco municípios do Alentejo Litoral no contexto da CIMAL, visa a recolha de contributos e a auscultação de diversos agentes e entidades da sub-região para que o território, e os municípios, em particular, reúnam as melhores condições para a formulação de propostas para a valorização da prestação de cuidados de saúde às populações.

Recorde-se que há menos de um mês, o Conselho Intermunicipal da CIMAL foi recebido pelo ministro da Saúde, que assumiu o compromisso de, em breve, visitar o Alentejo Litoral.

CONSELHO CONSULTIVO MUNICIPAL DE VIDIGUEIRA CRIA GRUPOS DE TRABALHO

151120172302-583-RuiRaposo.jpg

O Município de Vidigueira organiza neste sábado, dia 02, uma reunião do Conselho Consultivo Municipal (CCM), pelas 16.30 horas, no Centro Multifacetado de Novas Tecnologias. O encontro deste sábado tem como objetivo constituir grupos de trabalho.

Este é um espaço de debate em que a população é convidada também, a apresentar as suas propostas de melhoria e de atuação para o concelho de Vidigueira, no sentido de serem apreciadas e candidatadas ao Orçamento Participado, em cada ano civil, procurando aprofundar a participação democrática e estreitar as relações entre eleitos e eleitores, esclarece Rui Raposo.

MUNICÍPIO DE VIDIGUEIRA REÚNE CONSELHO DA DIÁSPORA E DA JUVENTUDE

Vidi-768x512.jpg

O Município de Vidigueira realiza hoje, pelas 17.00 horas, no Centro Multifacetado e de Novas Tecnologias, o Conselho da Diáspora e da Juventude (CDJ). "Uma oportunidade de trabalho em rede e de colaboração entre todos", afirma Rui Raposo, presidente da Câmara, sobre a realização deste Conselho.

Trata-se de um fórum que envolve todos os jovens até 40 anos na reflexão e discussão de temas e oportunidades que beneficiem o desenvolvimento local do concelho e a promoção de melhores políticas públicas destinadas à fixação dos jovens e à melhoria da sua qualidade de vida e bem-estar.

Este fórum é coordenado pelos presidentes da Câmara Municipal e da Assembleia Municipal e é mais um veículo inovador de aproximação e abertura à população, assim como de promoção da transparência e do fomento da atividade cívica junto dos mais jovens, afirma a autarquia.

Ler mais AQUI e AQUI.

DIVULGADAS PROPOSTAS VENCEDORAS DO ORÇAMENTO PARTICIPATIVO DE ODEMIRA

151220171034-141-CMO_9187.jpg

Após a votação da população do concelho de Odemira, surgem quatro propostas vencedoras do Orçamento Participativo (OP) de Odemira de 2017, que vão ser incluídas no Orçamento Municipal de 2018 e executadas, no valor total de 500 mil euros.

Na categoria das propostas para freguesias com menos de 1500 habitantes, as vencedoras são “Beneficiação do Pavilhão de Festas da Junta de Freguesia e Colocação de Painéis Solares no Edifício Sede da Junta (Sabóia)” e “Parque de Autocaravanismo na Freguesia de Santa Clara”.

“Amar os Outros” e “Melhoramento geral do campo do Boa Esperança, na Boavista dos Pinheiros” são as vencedoras, na categoria das propostas para freguesias do litoral ou com população superior a 1500 habitantes.

Um total de 1942 cidadãos, com idades a partir dos 16 anos, votou no OP de Odemira, durante os meses de outubro e novembro, em 13 propostas de investimentos públicos, no valor máximo de 125 mil euros cada.

ORÇAMENTO PARTICIPATIVO DA CÂMARA DE ODEMIRA RECEBEU 21 PROPOSTAS DE INVESTIMENTO

140720171733-212-OP2017_.jpg

O município anuncia que as sugestões incidem em “projectos ou investimentos em equipamentos culturais, desportivos, educativos e recreativos, em várias freguesias ou de forma transversal a todo o concelho”.

O Orçamento Participativo (OP) de Odemira tem por objectivo “potenciar o exercício da cidadania participada, responsável e activa, com vista à melhoria da qualidade de vida no concelho” e conta como valor global de 500 mil euros.

Entre Outubro e Novembro, todos os cidadãos com idades a partir dos 16 anos poderão votar nas propostas apresentadas.

SOMBRAS PRECISAM-SE EM BEJA

IMG_2501.JPG

Beja tem boas zonas verdes e muitas ruas com árvores, que ajudam a atenuar a canícula que se faz sentir no Verão. No entanto, existem ruas ou troços onde não foram plantadas as tão necessárias árvores. É o caso da Rua Cidade de S. Paulo, que, desde a Rodoviária até à Escola Mário Beirão, tem árvores frondosas de um lado e de outro e que no troço desta Escola até à Rotunda do Pastor nem uma tem para amostra. As fotografias que apresento mostram bem como necessário e urgente é a plantação de árvores neste troço da Rua Cidade de S. Paulo.

IMG_2502.JPG

Fica a sugestão à Câmara Municipal de Beja, que, estou certo, não a deixará de atender, a não ser que exista alguma justificação forte que a impeça de concretizar, o que não vislumbro.

CHAMEM-ME VELHO DO RESTELO…

3261374.jpg

Para uma correcta avaliação do espectáculo que se realiza esta noite na Praça da República de Beja é importante ter presente os seguintes números relativos ao mesmo, que devem ser divulgados: 1 - Custo total; 2 - Número de pessoas que vão poder assistir; 3 – Valor total de receitas; 4 – Outros retornos.

Também importa conhecer: a) Custo total de outros festivais e respectivos números de assistentes; b) Valor total dos apoios concedidos pelo Município ao movimento associativo, de cultura e desporto; c) Valor total da comparticipação do Município às Freguesias.

E ainda é pertinente saber se estão suficientemente asseguradas as condições de segurança necessárias ao público que se prevê encher por completo a Praça da República e os diversos acessos.

Não questiono o interesse do espectáculo. Mas acho que importa apreciar a bondade das opções tomadas, porque sempre que o Executivo Camarário decide investir num projecto está a deixar para trás outro(s), porque a capacidade de investimento da Autarquia não é ilimitado.

Passaram por cá

(desde 15-01-2011)

Comentários recentes

  • Ana Matos Pires

    A propósito de Silos, estão todos convidados. Apar...

  • Anónimo

    Andam por aí umas cromas a falar de recusa de tran...

  • Anónimo

    Só para complementar o que atrás se refere.Todos a...

  • Anónimo

    Foram edifícios construídos depois da grande cheia...

  • Anónimo

    Então é mesmo. De um lado os rapazes e do outro as...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.