Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Seis Municípios alentejanos entre os melhores governados

Castro Verde (9º), Redondo (11º), Marvão (12º), Mértola (14º), Alvito (21º) e Arronches (23º) integram o Top 25 dos municípios portugueses com melhor governação, segundo o estudo “Qualidade da Governação Local em Portugal”, com base em dados de 2013-2016.

O estudo apresenta ainda outras classificações relativas a outras dimensões da governação local em Portugal.

Escolas precisam de manutenção

O estado de degradação de algumas escolas é assustador. E mais assustador ainda é ver-se a degradação a a avançar de forma galopante e nada se ver para a travar.

Começaram as chuvas, as caleiras e os algerozes não foram limpos e agora entopem e obrigam as águas, algumas bastante sujas dos dejectos das aves, a infiltrarem-se nas paredes e a a escorrerem pelas juntas. O mesmo acontece com a falta de limpeza dos sumidouros, com as águas, muitas vezes arrastando terra, a encharcarem os pavimentos. Com as portas e janelas acontece o mesmo...

Até onde é que isto vai parar? Não há meios? Não há responsáveis? Vão deixar os edifícios degradarem-se até ao ponto de necessitarem de grandes reparações, por falta da necessária manutenção? E, entretanto, as comunidades escolares vão sofrendo as consequências daí decorrentes e depois vamos todos pagar mais...

Câmara de Portalegre: CDU rompe acordo com CLIP e PSD

42851153_1944994142244080_5632034746033766400_n.pn

Vereador Luís Pargana alega "falta de confiança e de lealdade" para romper acordo de governação da Câmara celebrado com o CLIP e o PSD. Presidente da Câmara acusa vereador da CDU de "não conseguir trabalhar debaixo de stresse e sem alguns recursos financeiros".

Apesar de Luís Pargana ter passado para a oposição, o CLIP mantém a maioria absoluta no executivo municipal, "segurada" pelo vereador do PSD, Armando Varela.

O elenco camarário é composto por três eleitos do CLIP, dois do PS, um da CDU e outro do PSD.

Na Assembleia Municipal, presidida pelo socialista, Luís Testa, as coisas ficam mais complicadas para o CLIP, que em conjunto com o PSD, têm 14 eleitos, os mesmos que PS e CDU.

EMAS REDUZ EM 50% O NÚMERO DE RUPTURAS EM RAMAIS DOMICILIÁRIOS

EMAS-2-768x432.jpg

A EMAS - Empresa Municipal de Água e Saneamento de Beja assegura que o plano estratégico definido para 2018 permitiu reduzir em 50% o número de roturas em ramais domiciliário, comparativamente a 2017.

Segundo a empresa, “este é um resultado bastante satisfatório, uma vez que na sequência de um diagnóstico detalhado resultante do controlo e monitorização permanente das redes de águas do concelho de Beja, foi possível identificar que 85 % das roturas ocorridas tinham origem nos respectivos ramais”.

Até ao dia 14 de Setembro foram substituídos 583 ramais de água, numa intervenção efectuada em 184 ruas, segundo a EMAS, os trabalhos vão continuar a decorrer de forma contínua com várias frentes de obra.

 

OLHAR CRÍTICO

667.JPG

Esta é uma imagem que, num primeiro olhar, nos remete para um certo bucolismo. Mas, se olharmos com mais atenção o que é que vemos? - Um passadiço construído recentemente, com fundos comunitários, nacionais e autárquicos, invadido por plantas que dificultam a sua função, com falta de conservação e alguns elementos degradados. É uma maneira "um pouco nossa" de "tratarmos" os melhoramentos que fazemos...

CONCEIÇÃO MARGALHA CONVIDADA DA ENTREVISTA RVP/DA

cm.jpg

Conceição Margalha, presidente do Conselho de Administração da ULSBA-Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo é a convidada desta semana da entrevista Rádio Voz da Planície/ Diário do Alentejo.

Esta entrevista que passa, esta tarde, a partir das 18.00 horas, nos 104.5 da RVP, está disponível na edição desta semana do DA, que vai estar nas bancas a partir de amanhã.

“GIGANTE” DA AVIAÇÃO ESTACIONA NO AEROPORTO DE BEJA

O aeroporto de Beja recebe, esta tarde, às 19.40 horas, o A380 da Companhia Aérea HiFly, trata-se do maior avião de passageiros do mundo.

O aeroporto de Beja é a única infraestrutura aeroportuária, no país, com capacidade para receber uma aeronave desta dimensão. Ler também aqui.

ADICIONAL: a hora de chegada foi antecipada para as 16:00.

201807201151106539.jpg

O avião ficará em Beja até ser alugado a outra Companhia, para fazer um voo transcontinental, podendo cá voltar se tal for considerado estratégido para novos serviços, à semelhança do que acontece com outras aeronaves, incluido as de pequeno porte.

Lisboa tem a capacidade esgotada, atendendo ao grande movimento registado. Beja tem uma infraestrura única que poderia e deveria ser estrategicamente considerada como complementar daquela, mas que acaba por o ser apenas porque a realidade assim o obriga, como se verifica neste caso.

CÂMARA DE BEJA CEDEU ESCOLAS ÀS FREGUESIAS

Beja-Protocolos-768x432.jpg

A Câmara Municipal de Beja cedeu, em regime de comodato, pelo período de 4 anos, as instalações das antigas escolas primárias de São Brissos e Mina da Juliana às Uniões de Freguesia de Trigaches e São Brissos e Santa Vitória e Mombeja.

Os contratos agora assinados permitem que as Freguesias “administrem os equipamentos numa lógica de maior proximidade com as populações locais”, revela a Câmara.

A autarquia dá assim continuidade ao processo de transferência de instalações para as Juntas de Freguesia.

Daqui e Daqui.

PRESIDENTE DA CM DE PORTALEGRE ACUSOU CCDRA DE ESQUECER ALTO E BAIXO ALENTEJO

Portalegre.jpg

A presidente da Câmara de Portalegre acusou a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento da Região Alentejo de “esquecer drasticamente” o Alto e o Baixo Alentejo, no que diz respeito à distribuição dos fundos comunitários.

Para Adelaide Teixeira “esta descriminação é bem evidente” quando se olha para os números e nos deparamos, com “quase 93 por cento de fundos aplicados em Évora e os restantes míseros 7 por cento para repartir por Beja e Portalegre”.

A autarca afirmou ser “aviltante” olhar para estes números quando se fala tanto no Interior e em discriminação positiva e enviou ainda um recado ao Governo para que seja consequente com o que tem vindo a afirmar e que seja capaz de olhar para país como um todo e mobilize recursos para onde mais falta fazem.

ULSBA RESPONDE A CRÍTICAS DA DORBE DO PCP

A ULSBA reconhece que existem “dificuldades em várias especialidades, e constrangimentos em atrair e fixar novos profissionais médicos na região”, mas garante “tudo fazer e continuar a fazer, para encontrar soluções concretas para os problemas”.

O Conselho de administração da Unidade Local de Saúde refere que “nos primeiros meses de 2018 (…) existiram “dificuldades nos stocks dos materiais de consumo corrente, que obrigou a um esforço na gestão dos mesmos”, no entanto “não se verificaram falhas que colocassem em causa os tratamentos e cuidados dos doentes”.

Comentários recentes

  • Anónimo

    O anónimo anda um pouco distraído. Essa questão já...

  • Anónimo

    Estranho é que aqui neste blog, nenhum dos habitua...

  • Anónimo

    Ainda há por aqui companheiros que não entenderam ...

  • Joao

    Os comunas de Cuba vêm busca los a Beja, será que...

  • Joao

    Ainda não passou ??

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds