Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Há quatro anos que Manuel de Castro e Brito nos deixou

Zé LG, 29.03.20

2013-04-24 038.jpgNestes tempos de preparação, primeiro, e de cancelamento, depois, da OVIBEJA várias foram as vezes que nos lembrámos de Manuel de Castro e Brito e da sua forma de conduzir a organização da Grande Feira do Sul, que tem reunido, ano após ano, Todo o Alentejo deste Mundo.

Deixou-nos cedo, com 65 anos. Nestes tempos conturbados que vivemos, certamente que a sua visão e e o seu gosto pela intervenção, marcados por uma ideossincrasia muito própria, que o mantinham em permanente desassossego, não deixariam de agitar algumas águas, que se mantém demasiado calmas...

Novas orientações para funcionamento dos Serviços Públicos de Saúde

Zé LG, 22.03.20

121220172219-960-HospitalBejaBanner.jpgAs unidades hospitalares receberam a orientação para remarcar consultas externas e exames e adiar tratamentos ou cirurgias não prioritárias, devido à pandemia da COVID-19.

Os Centros de Saúde, vão manter o acompanhamento de doentes crónicos, a vacinação e consultas de vigilância de gravidez e passam a receber os utentes das urgências hospitalares menos urgentes, ou seja, com pulseira verde ou azul.
Foi dada também indicação para que os actos médicos nos centros de saúde sejam feitos no “horário determinado”, para evitar a aglomeração de pessoas nas salas de espera, e se recorra à teleconsulta.

Conceição Margalha, presidente da Ulsba, responde a 3 perguntas do Diário do Alentejo

Zé LG, 22.03.20

Qual o procedimento mais correto de alguém que suspeita poder estar contagiado?

CM  D6X_6444_profile cortada 2.jpg

O procedimento mais correto, em caso de suspeita, será ligar para o SNS24 – Centro de Contacto do Serviço Nacional de Saúde (808 24 24 24) e aguardar o atendimento.

Não se deve dirigir ao centro de saúde, nem ao hospital.

É importante lembrar que o SNS24 é a porta de entrada para o cidadão esclarecer dúvidas e obter informação sobre as recomendações e ações a adotar.

Leia as outras aqui.

Conselho de Administração da ULSBA (re) nomeado, com representante da CIMBAL

Zé LG, 12.03.20

transferir.jfifOs actuais membros do conselho de administração da Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo foram reconduzidos para mais um mandato de três anos. A novidade é a entrada do representante da CIMBAL, Manuel Soares.

Conceição Margalha foi nomeada para o cargo de presidente do conselho de administração e directora clínica para a área dos cuidados de saúde primários.
José Aníbal Soares foi nomeado para o cargo de vogal executivo com funções de director clínico para a área dos cuidados hospitalares.
Joaquim Brissos foi nomeado para o cargo de vogal executivo com funções de enfermeiro director. O Conselho de Administração da ULSBA integra, ainda, como vogais executivos, Iria Cristina Velez e Patrícia Ataíde, para além de Manuel Soares, em representação da CIMBAL.

Presidente da Ordem dos Médicos de Portalegre convida Presidente da ARS Alentejo a demitir-se

Zé LG, 16.02.20

85100011_2823687014374784_80191106750349312_n capoO novo presidente da Ordem dos Médicos de Portalegre, Hugo Capote, convidou o presidente da ARS Alentejo a apresentar a demissão, considerando que José Robalo não pode vir a público lamentar a falta de profissionais de saúde no Alto Alentejo.

No seu primeiro ato oficial com presidente da Ordem dos Médicos de Portalegre, Hugo Capote afirmou que José Robalo foi nomeado para encontrar soluções para os problemas e não para se andar a lamentar e que deve tirar consequências políticas deste lamento e dar lugar a alguém que consiga resolver os problemas.

Proposta de gestão partilhada de Pisões e dos Museus de Beja

Zé LG, 08.02.20

museu1.jpg

«... Em minha opinião, essa ligação poderia/deveria passar por um modelo que, agregando as três entidades – Direção Regional, Universidade e Câmara Municipal – desse origem a uma única entidade responsável pela gestão conjunta do museu (incluído naturalmente o seu Núcleo Visigótico), de Pisões e, eventualmente, do Núcleo Museológico da Rua do Sembrano. Deixo de fora o Centro de Arqueologia e Artes e o sítio arqueológico anexo, que aguardam, por parte da autarquia, uma decisão sobre o seu futuro e modelo de funcionamento.

pisões.jpg

Essa nova entidade deveria ter uma administração tripartida, coadjuvada por um conselho consultivo alargado e, tal como prevê o citado decreto-lei, um diretor recrutado “…através de concurso público (…) a quem são delegadas competências para uma gestão responsável, que prime pela transparência e pelo cumprimento do quadro legal vigente e que se adeque às características do equipamento em causa, permitindo agilizar a operacionalização do seu plano de atividades do setor”. ...»

José Filipe Murteira, aqui.

Só há gente competente no PS, em Beja?

Zé LG, 07.02.20

Nas selecções de novas chefias da Câmara Municipal de Beja e de técnicos para a CIMBAL registou-se uma (quase) exclusividade de pessoas ligadas ao PS (dirigentes, autarcas, candidatos). Houve até um concurso em que a candidata (dirigente e autarca do PS) seleccionada obteve 16,25 (!!!) valores, a segunda 10,75 valores e a esmagadora maioria teve negativa!...

Não pondo em causa as competências das pessoas seleccionadas, uma dúvida se levanta: Será que fora da área do PS não existem pessoas competentes?

84279645_2424906080947527_680262874827849728_o.jpgMas, como não há bela sem senão, seleccionadas todas as competências de confiança partidária, reforçada a coesão da gestão política e organizacional, fica agora o PS sem desculpas para quaisquer falhas que possam surgir no funcionamento da Câmara Municipal de Beja e da CIMBAL.

Foto daqui.

CDU acusa a Câmara de Aljustrel de “discriminar” população de Ervidel

Zé LG, 24.01.20

202001221011291851.jpgManuel Nobre, da CDU de Aljustrel, afirma que o sentimento de discriminação “paira” entre a população e aponta alguns exemplos concretos: rede de águas, atrasos no fornecimento de alguns materiais para execução de obras protocoladas com a Câmara e o incumprimento nas transferências dos valores que são devidos pelas obras realizadas pela Junta de Freguesia, assim como, o encerramento do Museu Rural.

CDU acusa a EMAS de Beja de conseguir aumento dos proveitos às custas dos orçamentos familiares e pede revisão do tarifário

Zé LG, 15.01.20

201903011553534329.jpgOs eleitos da CDU na Câmara Municipal de Beja informam que votaram contra a “manutenção da fatura da água” aprovada “pelo Executivo PS” por considerarem que a “injustiça” se mantém. Pedem a revisão do tarifário da EMAS e que seja cumprido o parecer da ERSAR que diz que «No caso do serviço de AR – Águas Residuais, a cobertura de gastos, com um indicador de 176%, é insatisfatória por ser excessiva, merecendo por isso uma reapreciação»”, dando razão à “leitura” desta situação por parte dos vereadores da CDU.

“Nas unidades públicas os riscos têm outras naturezas”

Zé LG, 05.01.20

“Os riscos que a gestão de uma unidade privada corre prendem-se com as oportunidades de negócio. Nos relatórios das grandes empresas, frequentemente uma qualquer redução de lucros é vista como um prejuízo. Nas unidades públicas os riscos têm outras naturezas. O risco principal, do ponto de vista estratégico, é falhar o cabal cumprimento da sua missão. Por vezes, é consequência do risco de o financiamento ser curto para garantir a realização de todo o leque de serviços. Para além das metas contabilísticas, ainda há os riscos sociais. O risco de não garantir o acesso atempado a diagnósticos e tratamentos, por exemplo...
Zobaida 03.01.2020 00:20", aqui.