Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Barragem de Santa Clara comemora 50 anos

Barragem-2-1-768x432.jpgA Barragem de Santa Clara, no interior do concelho de Odemira assinala, em 2019, o seu 50º aniversário, foi inaugurada a 11 de Maio de 1969.

Para comemorar a data, a partir de hoje e até domingo, o Município de Odemira e a Associação de Beneficiários de Mira promovem um programa de actividades abertas a toda a comunidade.

As comemorações incluem uma cerimónia evocativa, exposições, concertos, actividades dirigidas ao público escolar e actividades desportivas, com entradas livres.

ALVITRANDO há 15 anos

Há precisamente 15 anos, comecei assim este blogue: “ALVITRANDO porquê? - porque alvitrar significa que se dão alvíssaras e eu quero dar alvíssaras, isto é, agradecer a quem quiser dar notícias, a quem quiser comunicar, a quem quiser trocar ideias sobre temas gerais e, em especial, sobre o Alentejo e o poder local.
Pela minha parte, irei dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que, pela sua pertinência ou oportunidade, achar que devem ser divulgados por esta via, que hoje decidi abrir.”

E há 15 anos que venho aqui ALVITRANDO, diariamente (com raríssimas excepções), porque a sua frequência (323 visitas e 706 visualizações de média diária, no último ano) me obrigam a mantê-lo actualizado, com temas da actualidade, que considero pertinentes e, por vezes, polémicos, que contribuem para alimentar uma cidadania, que se quer activa e participativa.

O tempo que o trabalho e a família me ocupam deixa-me pouco tempo para a gestão do blogue, o que não me permite promover e alimentar mais debates sobre assuntos mais importantes para a comunidade e a região em que vivemos e que precisa disso como “pão para a boca”.

Vou ALVITRANDO como posso e nem sempre como gostaria. Ao longo destes 15 anos já tive de ir a Tribunal e à Polícia, por alguns comentários que alguns visitantes fizeram, abusando do espaço de liberdade que o ALVITRANDO é e continuará a ser. Orgulho-me de nunca, que me lembre, ter ofendido ou insultado alguém com os meus alvitres. E assim continuarei ALVITRANDO, procurando que este blogue continue a ser um “largo”, como já há poucos.

Comemorações dos 350 anos das “Cartas Portuguesas” de Mariana Alcoforado arrancam com exposição “100 PASSOS”

201901032240277548.jpgBeja assinala os 350 anos da primeira edição das “Cartas Portuguesas” de Soror Mariana Alcoforado.
O programa de comemorações arranca hoje com a inauguração da exposição permanente “100 PASSOS”, no Museu Regional de Beja e vai prolongar-se durante todo o ano, com diversas iniciativas e especial destaque no “Festival B”.

Ler e ouvir mais aqui e aqui.

Centro de Estudos Africanos da Universidade do Porto promove conferência sobre Sofia Pomba Guerra

Cartaz CEAUP.jpgEsta sexta-feira, 30 de Novembro de 2018, irá realizar-se uma conferência sobre “Sofia Pomba Guerra: uma anti-fascista portuguesa na lutaanti-colonial”, promovida pelo Centro de Estudos Africanos da Universidade do Porto. Os oradores convidados são os investigadores Carlos Lopes Pereira e Luís Carvalho. Terá lugar no Anfiteatro Nobre da Faculdade de Letras da Universidade do Porto, às 17 horas.

Farmacêutica e professora, a alentejana Sofia Pomba Guerra foi uma destacada intelectual, feminista e resistente anti-fascista em Moçambique e na Guiné. O seu apoio à luta contra o colonialismo seria enaltecido por Amílcar Cabral e pelos primeiros presidentes de Cabo Verde e Guiné Bissau, Aristides Pereira e Luís Cabral. Foi presa política sob a ditadura de Salazar em Moçambique e em Portugal (no forte de Caxias).

Nascida em 1906, em Elvas, veio a falecer em 1976, em Lisboa (não em Cascais, como anteriormente divulgado). Foi homenageada pela Casa do Alentejo no passado mês de Outubro.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Foram buscar o antigo imperador JR .....dizem que ...

  • Anónimo

    O Imperador está suficientemente saudável para c...

  • Anónimo

    As odalascas vêm com o calor...

  • Anónimo

    Alguém sabe em que dia desfila o imperador, as oda...

  • Munhoz Frade

    Um desabafo como este do Vitor Paixão é um momento...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.