Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Mercado Rural do Início do Século XX em Mértola

mercado.jpgO Largo Vasco da Gama, na vila de Mértola recebe hoje, entre as 9.00 e as 13.00 horas, mais uma edição do Mercado Rural do início do século XX, promovida pelo grupo de História do Agrupamento de Escolas de Mértola.

As crianças, vestidas à época, recriam um antigo mercado, onde não faltam os produtos tradicionais da época e da região, como ovos, legumes, queijos e outros, todos vendidos a granel.

Beja na criação da Rede de Bibliotecas José Saramago

IMG_6410.JPGA criação da Rede de Bibliotecas José Saramago é uma iniciativa da Câmara Municipal de Beja, através da sua Biblioteca Municipal, em parceria com a Fundação José Saramago. No dia 22 de março, será assinado o compromisso público fundador desta rede, entre a Fundação Saramago e as entidades tutelares das Bibliotecas que tem o nome de José Saramago: as Câmaras Municipais de Beja, Loures, Odemira, Feijó (Almada) e Avis e o Instituto Politécnico de Leiria, para a divulgação conjunta e consertada da obra de José Saramago - Prémio Nobel da Literatura 1998, através da realização anual de atividades de promoção do livro e da leitura.

In: B NEWSLETTER | março 2019 | Câmara Municipal de Beja

EMAS promove “Mini Orçamento Participativo”

EMAS-768x512.jpgA EMAS- Empresa Municipal de Água e Saneamento de Beja está a desenvolver o “Mini Orçamento Participativo” junto da comunidade escolar, que pretende “dar voz e oportunidade aos alunos, para apresentarem propostas benéficas à qualidade de vida das comunidades onde estão inseridos”.

Os “alunos podem apresentar projectos em diversas áreas, entre as quais ambiente, sustentabilidade e recursos hídricos” e terão como prémio um valor monetário de 1.500 euros a aplicar exclusivamente no desenvolvimento e aplicação da proposta.

Ferreira do Alentejo tem plano para “a promoção da excelência educativa”

FA-768x432.jpgA Câmara de Ferreira do Alentejo, o Agrupamento de Escolas e a Universidade Nova de Lisboa criaram um plano de desenvolvimento e qualidade da educação que será implementado no concelho, em três anos epretende “capacitar as escolas e a comunidade para a promoção da excelência educativa, dotar tecnicamente o município para adoptar planos e estratégias que contribuam para o desenvolvimento educativo local e monitorizar as boas práticas escolares”. O arranque do projecto deverá acontecer no 2º ou 3º período.

Alunos do ensino especial de Moura e Amareleja vão ter sessões de hipoterapia, com o apoio da Câmara Municipal

6960_big.jpgSegundo informação da autarquia de Moura foram já assinados protocolos que visam conceder apoio financeiro para a realização de aulas de hipoterapia a alunos acompanhados pelo grupo de educação especial de Moura (que engloba duas unidades, a de Ensino Estruturado e a de Ensino Especializado/Multideficiência), assim como pela Unidade de Ensino Estruturado de Amareleja, no ano lectivo 2018/2019.

Trabalhadores da administração pública em greve

201810251052397235.jpg

Os funcionários públicos estão hoje em greve. A paralisação promete encerrar escolas, serviços municipais e afectar as unidades de saúde.

À greve inicialmente convocada pela Frente Comum de Sindicatos da Administração Pública, juntaram-se a Federação de Sindicatos da Administração Pública e o Sindicato dos Quadros Técnicos do Estado.

Os funcionários públicos, exigem, entre outros aspectos, aumentos salariais e das pensões, descongelamento das carreiras, reposição do valor das horas extraordinárias e a aplicação das 35 horas semanais a todos os trabalhadores em funções públicas e do sector público empresarial.

Ler e ouvir também aqui.

Escolas precisam de manutenção

O estado de degradação de algumas escolas é assustador. E mais assustador ainda é ver-se a degradação a a avançar de forma galopante e nada se ver para a travar.

Começaram as chuvas, as caleiras e os algerozes não foram limpos e agora entopem e obrigam as águas, algumas bastante sujas dos dejectos das aves, a infiltrarem-se nas paredes e a a escorrerem pelas juntas. O mesmo acontece com a falta de limpeza dos sumidouros, com as águas, muitas vezes arrastando terra, a encharcarem os pavimentos. Com as portas e janelas acontece o mesmo...

Até onde é que isto vai parar? Não há meios? Não há responsáveis? Vão deixar os edifícios degradarem-se até ao ponto de necessitarem de grandes reparações, por falta da necessária manutenção? E, entretanto, as comunidades escolares vão sofrendo as consequências daí decorrentes e depois vamos todos pagar mais...

MUNICÍPIO DE ALVITO REAFIRMA NOVAMENTE O COMPROMISSO DE GEMINAÇÃO COM ITÁLIA

imgLoader.ashx.jpg

A geminação de Alvito, de Portugal e Alvito, de Itália, data do ano 2000 e teve na origem a coincidência do nome Alvito, ambos povos latinos, uma realidade económica e cultural bastante próxima e também a proximidade no plano demográfico.

Com a finalidade de reforçar a colaboração entre as duas comunidades, o Município de Alvito reafirma novamente o compromisso de geminação com Itália, volvidos 18 anos após o primeiro acordo entre ambas as cidades.

Entre os pontos mais relevantes da geminação salienta-se o intercâmbio entre escolas e o intuito de contribuir para o desenvolvimento da cooperação humanitária entre os dois municípios.

CÂMARA DE BEJA CEDEU ESCOLAS ÀS FREGUESIAS

Beja-Protocolos-768x432.jpg

A Câmara Municipal de Beja cedeu, em regime de comodato, pelo período de 4 anos, as instalações das antigas escolas primárias de São Brissos e Mina da Juliana às Uniões de Freguesia de Trigaches e São Brissos e Santa Vitória e Mombeja.

Os contratos agora assinados permitem que as Freguesias “administrem os equipamentos numa lógica de maior proximidade com as populações locais”, revela a Câmara.

A autarquia dá assim continuidade ao processo de transferência de instalações para as Juntas de Freguesia.

Daqui e Daqui.

Comentários recentes

  • Anónimo

    O hospital do Litoral Alentejano tem aprovado um i...

  • Anónimo

    Deve haver algum ruído de fundo e bem forte, ou en...

  • Anónimo

    Não sei?Mostre lá um único estudo ambiental sobre ...

  • Anónimo

    Tão mauzinho!

  • Anónimo

    O Grupo que controla a UCASUL quer criar uma nova ...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds