Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Imigrantes podem aprender Iniciação à Língua Portuguesa em Serpa

201806061644134852.jpgNo âmbito do projeto Interculturalidades II/Contrato Local de Segurança de Serpa vai ser realizada uma ação de formação: Iniciação à Língua Portuguesa para cidadãos residentes neste concelho, que tenham nacionalidade estrangeira. 

De acordo com a organização, a formação terá início assim que houver 12 inscrições válidas e realizar-se-á em horário pós-laboral, a partir das 18.00 horas.

CPC de Beja proporciona Terapia Equestre – Hipoterapia a crianças sinalizadas pelas escolas, com o apoio da CMB

image001.jpgA Câmara Municipal de Beja assinou um protocolo de colaboração com o Centro de Paralisia Cerebral de Beja que permitirá a crianças do Concelho de Beja, sinalizadas pelas escolas, terem aulas semanais ou quinzenais de Terapia Equestre – Hipoterapia., comparticipando com um valor mensal de mil euros. O início das aulas está previsto para o mês de Fevereiro.

A “ necessidade de promover vivências fundamentais para o desenvolvimento de competências motoras, cognitivas e psicossociais às crianças portadoras de necessidades saúde especiais, desde que não apresentem nenhuma contra-indicação à prática da hipoterapia, e as condições de que o Centro de Paralisia Cerebral de Beja dispõe estão na base deste novo protocolo”. 

Alunos do ensino especial de Moura e Amareleja vão ter sessões de hipoterapia, com o apoio da Câmara Municipal

6960_big.jpgSegundo informação da autarquia de Moura foram já assinados protocolos que visam conceder apoio financeiro para a realização de aulas de hipoterapia a alunos acompanhados pelo grupo de educação especial de Moura (que engloba duas unidades, a de Ensino Estruturado e a de Ensino Especializado/Multideficiência), assim como pela Unidade de Ensino Estruturado de Amareleja, no ano lectivo 2018/2019.

SE da Valorização do Interior diz que ensino profissional e superior são fundamentais para fixar pessoas no interior

48266563_2045336252209868_9213384502724788224_n.jpO Secretário de Estado da Valorização do Interior, João Paulo Catarino afirmou, hoje, que “Portalegre não era a mesma cidade” sem as escolas de Hotelaria e da GNR e sem o Instituto Politécnico, vincando que se tratam de “âncoras”, que devem “ser fortalecidas”, por contribuírem para a fixação de pessoas.

João Paulo Catarino, que falava na sessão comemorativa do décimo aniversário da Escola de Hotelaria e Turismo de Portalegre, frisou que as cidades do interior do país que conseguiram “segurar alunos e jovens foram as que têm ensino profissional e superior, uma vez que todas as outras perderam muita gente”.

ALUNOS DO SECUNDÁRIO DAS FREGUESIAS RURAIS DE BEJA PASSAM A TER TRANSPORTE GRATUITO

582px_e5b88fa0bedf0f388923.jpg

A partir do próximo ano letivo, a Câmara Municipal de Beja vai assumir o pagamento, na totalidade, dos passes mensais de transporte para os alunos do ensino secundário, que residam nas freguesias rurais e que estudem em Beja.
Atualmente, a autarquia suporta 50% do custo dos passes mensais dos alunos residentes em freguesias rurais. Com esta medida, a Câmara Municipal de Beja vai investir cerca de 17 mil euros por ano letivo de modo a poder dar as mesmas possibilidades a estes alunos.

In: B NEWSLETTER | Setembro 2018 | Câmara Municipal de Beja

 

CARLÃO APRESENTA O LIVRO LIVRES E IGUAIS NA FEIRA DO LIVRO EM ALVITO

Carlão.jpg

“Livres e Iguais”, da autoria de CARLÃO, é apresentado pelo músico no dia 30, pelas 15.30h, na Biblioteca Municipal de Alvito e aborda temas como Racismo, Discriminação étnica e Xenofobia.

É um projeto direcionado aos alunos e alunas do 3.º ciclo do Ensino Básico e Ensino Secundário e trabalha com o propósito de sensibilizar para acabar com qualquer tipo de discriminação, fundada no princípio da ignorância e do ódio.

Carlão  interpretará alguns temas que compôs, no âmbito do projeto.

“Se cada um fizer a sua parte, juntos alcançaremos a justiça para todos e todas, sem exceção! Não ao Racismo! Não à Discriminação Étnica! Não à Xenofobia! Sim à Interculturalidade!”

ALENTEJANA LÍDIA SERRA RECEBE PRÉMIO DE MELHOR DOUTORAMENTO DE SALAMANCA

doutora.jpg

Lídia Serra recebeu o prémio de melhor doutoramento da Universidade de Salamanca em cerimónia englobada nos festejos dos 800 anos da Instituição.

Lídia Serra, natural de Alandroal, de 32 anos e atualmente professora no Instituto Piaget de Almada, venceu o prémio de melhor doutoramento da Universidade de Salamanca em 2017, designado "Premio Extraordinario de Doctorado correspondiente al curso 2016/17 da Universidade de Salamanca" com a tese “A resiliência e o apoio social como fatores de proteção dos maus tratos em pessoas com demência: um estudo em cuidadores familiares” dedicada ao tema dos fatores de risco e de proteção associados aos maus tratos a pessoas com demência.

PROFESSORES E EDUCADORES DO SUL FAZEM GREVE HOJE

201803131045585771.jpg

 

Os professores da Zona Sul estão, hoje, em greve. As paralisações estão a ser feitas de forma faseada em todo o país. Esta quarta- feira é a vez dos docentes dos distritos de Portalegre, Évora, Beja e Faro.

Em causa está o descongelamento das carreiras, a contagem do tempo de serviço, os horários de trabalho, o desgaste e o envelhecimento profissional.

 

Leia e oiça mais AQUI.

SINDICATO REÚNE COM EDUCADORES E PROFESSORES EM BEJA

Plenário-professores-768x512.jpg

O Sindicato dos Professores da Zona Sul (SPZS) realiza nesta quarta-feira, dia 7, um plenário distrital de educadores e professores, com a participação do secretário-geral da FENPROF, Mário Nogueira, a partir das 09.30 horas, no auditório da Escola Superior de Educação, em Beja.

Este plenário tem como objetivos esclarecer os docentes da atual situação relativa às negociações com a tutela sobre a carreira docente, passando em revista vários aspetos, entre eles a contagem do tempo de serviço; as reduções da componente letiva e medidas de combate ao desgaste e envelhecimento profissional. Esta iniciativa permite fazer, igualmente, a avaliação da atual situação e perspetivar a participação dos docentes nas greves já agendadas para 13, 14, 15 e 16 de março.

Leia e oiça também AQUI.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Ora aqui está uma área em que os nossos autarcas s...

  • Anónimo

    Está tudo dito... nada a acrescentar! Incapacidade...

  • Anónimo

    "O Ministério do Planeamento anunciou esta quinta-...

  • Anónimo

    Se os autarcas locais , independentemente da cor p...

  • Anónimo

    Conordo em absoluto com o comentário anterior.O di...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds