Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

“Novo ano letivo cheio de “incertezas por parte de toda a comunidade educativa”

Zé LG, 02.09.20

202008211743173958 prof.jpg"A pouco mais de duas semanas do início de um novo ano letivo, os professores pouco sabem, na medida em que as medidas anunciadas são para resolver casos de contágio, caso existam, e não preventivas, como seria de esperar”, diz o SPZS, afirmando, também, que se avizinha um novo ano letivo cheio de “incertezas por parte de toda a comunidade educativa.”

“O governo tem decidido, mas sem auscultar a comunidade educativa e no caso concreto dos professores há muitas perguntas sem respostas: dimensão das turmas, horários flexíveis, garantia de existência de máscaras, o que vai acontecer aos docentes que fazem parte dos grupos de risco?”, frisa Manuel Nobre, do SPZS.

Daqui a um mês começa o novo ano lectivo. Como vai ser?

Zé LG, 17.08.20

alunos-escolas-1.jpgEstá previsto para daqui a um mês o início do novo ano lectivo. A instabilidade gerada pela COVID19, ainda não ultrapassada, dificulta a tomada de decisões por parte dos responsáveis. Entretanto, os pais, os alunos e todos os profissionais aguardam com ansiedade para saber como vai funcionar (pelo menos, como vai começar) o novo ano lectivo.

Logo à partida, a primeira grande questão que deve ter resposta tão depressa quanto, porque interfere de sobremaneira na vida das famílias, é se as aulas vão ser totalmente presenciais, se vão funcionar “em espelho” com metade dos alunos de cada turma na escola e a outra metade em casa rotativamente, ou se vão funcionar “à distância” como se verificou no último trimestre do ano que passou.

A minha opinião é a de que, como primeira opção, as aulas deverão começar por ser todas presenciais, devendo para o efeito serem tomadas medidas minimizadoras da possibilidade e da gravidade de contágio da COVID19, designadamente: redução do número de alunos por turma, aulas apenas de manhã ou de tarde, maior protecção aos profissionais de maior risco atribuindo-lhe tarefas de contacto mais reduzido com os alunos, por exemplo, para além das medicamente aconselhadas. A segunda opção deverá ser a da rotatividade, a aplicar só em caso de força maior, devido aos impactos complexos de gerir a nível familiar.

Porque se trata de uma matéria complexa, que a (quase) todos interessa, pelos diversos e complexos impactos a nível familiar, do trabalho e social, convido-os a darem a vossa opinião. Foto daqui, onde pode aceder a alguma informação do que está a ser preparado.

IPBeja tem abertas candidaturas a mestrados

Zé LG, 22.05.20

IPB.jpgO Instituto Politécnico de Beja tem aberta, até 16 de Julho, a 1ª fase das candidaturas a Mestrados. Agronomia, Actividade Física e Saúde, Contabilidade e Finanças, Desenvolvimento Comunitário e Empreendedorismo, Educação Especial-Especialização no Domínio Cognitivo e Motor, Educação Pré-Escolar e Ensino do 1º Ciclo do Ensino Ba?sico, Engenharia Alimentar, Engenharia de Segurança Informática, Engenharia do Ambiente, Gerontologia Social e Comunitária, Internet das Coisas, Segurança e Higiene no Trabalho e Serviço Social- Riscos Sociais e Desenvolvimento Local são as áreas de oferta que estão disponíveis. As candidaturas devem ser efectuadas através do site do IPBeja.

António Charrua morreu

Zé LG, 17.05.20

Charrua.jpgAntónio do Sacramento Franco Charrua, de 66 anos, natural de Beja, morreu, tendo-se o funeral realizado ontem à tarde, para o cemitério de Beja.

António Charrua estudou na Escola Comercial Industrial de Beja e no Instituto Superior de Engenharia de Lisboa (Engenharia Mecânica). Foi professor e formador e, ainda, empresário. Regressou a Beja há alguns anos, depois de uma longa passagem por Angola.

Estive com ele na tropa, no final de 1975, tendo-nos envolvido ambos nalgumas actividades polkíticas. Depois cruzei-me com ele por diversos períodos e em diversas situações. Após o seu regresso de África, ainda nos encontrámos algumas vezes e trocámos mensagens através do FB. Há meses que não sabia dele. Fui agora surpreendido com a triste notícia da sua morte. É mais um amigo que nos deixa muito cedo…

À Família apresento os meus sentidos pêsames.

“Quando se unem Funcionários, Alunos, Professores, Pais e Encarregados de Educação na mesma luta, tenho a certeza que a razão lhes assiste”

Zé LG, 05.12.19

"Temos assistido desde o início oficial do ano lectivo, a contestações e a várias iniciativas dos trabalhadores, encarregados de educação e professores, com o objectivo de questionar, reivindicar e exigir melhores condições de trabalho.
Não têm sido levantadas as questões que envolvem os baixos salários, e outras questões materiais que normalmente são exigidas.
Estamos perante uma nova exigência legítima, onde a falta de recursos humanos levam outros à exaustão. Verificamos também a existência da consciência dos trabalhadores, relativamente às responsabilidades que a sua função encerra, alegando e declarando...."que não podemos trabalhar assim. Assim não podemos continuar a assumir as nossas responsabilidades".
...
Estamos perante uma evidência.… as crianças não estão seguras nas escolas, os pais preocupados, os professores também.
Será que é incomportável para o Governo criar algumas centenas de postos de trabalho para responder a estas preocupações ? Será que temos assim tantas dificuldades financeiras enquanto país, que não estejamos disponíveis para este minúsculo investimento ?
… CGP - Anónimo 04.12.2019 12:24", aqui.

Imigrantes podem aprender Iniciação à Língua Portuguesa em Serpa

Zé LG, 01.02.19

201806061644134852.jpgNo âmbito do projeto Interculturalidades II/Contrato Local de Segurança de Serpa vai ser realizada uma ação de formação: Iniciação à Língua Portuguesa para cidadãos residentes neste concelho, que tenham nacionalidade estrangeira. 

De acordo com a organização, a formação terá início assim que houver 12 inscrições válidas e realizar-se-á em horário pós-laboral, a partir das 18.00 horas.

CPC de Beja proporciona Terapia Equestre – Hipoterapia a crianças sinalizadas pelas escolas, com o apoio da CMB

Zé LG, 23.01.19

image001.jpgA Câmara Municipal de Beja assinou um protocolo de colaboração com o Centro de Paralisia Cerebral de Beja que permitirá a crianças do Concelho de Beja, sinalizadas pelas escolas, terem aulas semanais ou quinzenais de Terapia Equestre – Hipoterapia., comparticipando com um valor mensal de mil euros. O início das aulas está previsto para o mês de Fevereiro.

A “ necessidade de promover vivências fundamentais para o desenvolvimento de competências motoras, cognitivas e psicossociais às crianças portadoras de necessidades saúde especiais, desde que não apresentem nenhuma contra-indicação à prática da hipoterapia, e as condições de que o Centro de Paralisia Cerebral de Beja dispõe estão na base deste novo protocolo”. 

Alunos do ensino especial de Moura e Amareleja vão ter sessões de hipoterapia, com o apoio da Câmara Municipal

Zé LG, 01.01.19

6960_big.jpgSegundo informação da autarquia de Moura foram já assinados protocolos que visam conceder apoio financeiro para a realização de aulas de hipoterapia a alunos acompanhados pelo grupo de educação especial de Moura (que engloba duas unidades, a de Ensino Estruturado e a de Ensino Especializado/Multideficiência), assim como pela Unidade de Ensino Estruturado de Amareleja, no ano lectivo 2018/2019.

SE da Valorização do Interior diz que ensino profissional e superior são fundamentais para fixar pessoas no interior

Zé LG, 13.12.18

48266563_2045336252209868_9213384502724788224_n.jpO Secretário de Estado da Valorização do Interior, João Paulo Catarino afirmou, hoje, que “Portalegre não era a mesma cidade” sem as escolas de Hotelaria e da GNR e sem o Instituto Politécnico, vincando que se tratam de “âncoras”, que devem “ser fortalecidas”, por contribuírem para a fixação de pessoas.

João Paulo Catarino, que falava na sessão comemorativa do décimo aniversário da Escola de Hotelaria e Turismo de Portalegre, frisou que as cidades do interior do país que conseguiram “segurar alunos e jovens foram as que têm ensino profissional e superior, uma vez que todas as outras perderam muita gente”.

ALUNOS DO SECUNDÁRIO DAS FREGUESIAS RURAIS DE BEJA PASSAM A TER TRANSPORTE GRATUITO

Zé LG, 12.09.18

582px_e5b88fa0bedf0f388923.jpg

A partir do próximo ano letivo, a Câmara Municipal de Beja vai assumir o pagamento, na totalidade, dos passes mensais de transporte para os alunos do ensino secundário, que residam nas freguesias rurais e que estudem em Beja.
Atualmente, a autarquia suporta 50% do custo dos passes mensais dos alunos residentes em freguesias rurais. Com esta medida, a Câmara Municipal de Beja vai investir cerca de 17 mil euros por ano letivo de modo a poder dar as mesmas possibilidades a estes alunos.

In: B NEWSLETTER | Setembro 2018 | Câmara Municipal de Beja

 

CARLÃO APRESENTA O LIVRO LIVRES E IGUAIS NA FEIRA DO LIVRO EM ALVITO

Zé LG, 29.05.18

Carlão.jpg

“Livres e Iguais”, da autoria de CARLÃO, é apresentado pelo músico no dia 30, pelas 15.30h, na Biblioteca Municipal de Alvito e aborda temas como Racismo, Discriminação étnica e Xenofobia.

É um projeto direcionado aos alunos e alunas do 3.º ciclo do Ensino Básico e Ensino Secundário e trabalha com o propósito de sensibilizar para acabar com qualquer tipo de discriminação, fundada no princípio da ignorância e do ódio.

Carlão  interpretará alguns temas que compôs, no âmbito do projeto.

“Se cada um fizer a sua parte, juntos alcançaremos a justiça para todos e todas, sem exceção! Não ao Racismo! Não à Discriminação Étnica! Não à Xenofobia! Sim à Interculturalidade!”

ALENTEJANA LÍDIA SERRA RECEBE PRÉMIO DE MELHOR DOUTORAMENTO DE SALAMANCA

Zé LG, 21.03.18

doutora.jpg

Lídia Serra recebeu o prémio de melhor doutoramento da Universidade de Salamanca em cerimónia englobada nos festejos dos 800 anos da Instituição.

Lídia Serra, natural de Alandroal, de 32 anos e atualmente professora no Instituto Piaget de Almada, venceu o prémio de melhor doutoramento da Universidade de Salamanca em 2017, designado "Premio Extraordinario de Doctorado correspondiente al curso 2016/17 da Universidade de Salamanca" com a tese “A resiliência e o apoio social como fatores de proteção dos maus tratos em pessoas com demência: um estudo em cuidadores familiares” dedicada ao tema dos fatores de risco e de proteção associados aos maus tratos a pessoas com demência.

PROFESSORES E EDUCADORES DO SUL FAZEM GREVE HOJE

Zé LG, 14.03.18

201803131045585771.jpg

 

Os professores da Zona Sul estão, hoje, em greve. As paralisações estão a ser feitas de forma faseada em todo o país. Esta quarta- feira é a vez dos docentes dos distritos de Portalegre, Évora, Beja e Faro.

Em causa está o descongelamento das carreiras, a contagem do tempo de serviço, os horários de trabalho, o desgaste e o envelhecimento profissional.

 

Leia e oiça mais AQUI.

SINDICATO REÚNE COM EDUCADORES E PROFESSORES EM BEJA

Zé LG, 07.03.18

Plenário-professores-768x512.jpg

O Sindicato dos Professores da Zona Sul (SPZS) realiza nesta quarta-feira, dia 7, um plenário distrital de educadores e professores, com a participação do secretário-geral da FENPROF, Mário Nogueira, a partir das 09.30 horas, no auditório da Escola Superior de Educação, em Beja.

Este plenário tem como objetivos esclarecer os docentes da atual situação relativa às negociações com a tutela sobre a carreira docente, passando em revista vários aspetos, entre eles a contagem do tempo de serviço; as reduções da componente letiva e medidas de combate ao desgaste e envelhecimento profissional. Esta iniciativa permite fazer, igualmente, a avaliação da atual situação e perspetivar a participação dos docentes nas greves já agendadas para 13, 14, 15 e 16 de março.

Leia e oiça também AQUI.

"GARANTIA DE UMA ESCOLA INCLUSIVA"

Zé LG, 08.07.17

Projeto de autonomia e flexibilidade curricular dos ensinos básico e secundário

Foi publicado o Despacho n.º 5908/2017, de 5 de julho, que autoriza, em regime de experiência pedagógica, a implementação do projeto de autonomia e flexibilidade curricular dos ensinos básico e secundário, no ano escolar de 2017-2018

Dos princípios orientadores, consta que a conceção, operacionalização e avaliação das aprendizagens do currículo dos ensinos básico e secundário, no âmbito do presente projeto, subordinam-se, entre outros, à garantia de uma escola inclusiva, cuja diversidade, flexibilidade, inovação e personalização respondem à heterogeneidade dos alunos, eliminando obstáculos de acesso ao currículo e às aprendizagens, adequando estas ao perfil dos alunos. 

 

MOVIMENTO CÍVICO PROMOVE DEBATE EM BEJA SOBRE ESCOLA QUE FAÇA CRIANÇAS MAIS SÁBIAS, FELIZES E SOLIDÁRIAS

Zé LG, 20.05.17

18485346_1889700574630268_5711276334658465132_n -

Foi iniciado um movimento cívico através de um conjunto de pais, mães, educadores, educadoras, professores e professoras, no sentido de trazer a debate público (BEJA) a forma como podemos inovar para uma escola de século XXI.
Este movimento tem ainda como objetivo co-criar um projeto público que dê resposta efetiva às nossas crianças e jovens tornando-as mais sábias e felizes inspirando-as um presente/futuro mais fraterno e solidário com o seu próximo.
Junta-te a nós e seremos muitos. Caminhamos Juntos?

https://youtu.be/J44cQ-nMJZo

FÓRUM SOBRE EDUCAÇÃO EM MÉRTOLA

Zé LG, 10.05.17

O Cineteatro Marques Duque, em Mértola, recebe um fórum que vai reflectir sobre a educação naquele concelho.

O fórum decorre entre hoje e amanhã e aborda várias questões numa perspectiva integrada com as instituições locais e convidados externos.

O programa do primeiro dia debate quatro temas principais: os serviços educativos municipais; opções e alternativas curriculares; descentralização de competências; sucesso e inovação educacional.

Amanhã, na escola EB 2,3 de Mértola realiza-se a conferência "Ensino por investigação na aprendizagem das ciências no século XXI".