Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

CNA denuncia as “manobras demagógicas do Governo e o desperdício das verbas inscritas em OE”

Zé LG, 18.10.21

IMG_2324.JPGA Confederação Nacional dos Agricultores afirma a sua posição relativamente ao Orçamento de Estado 2022, sem prejuízo de uma posterior avaliação da proposta, destacando desde logo que o Governo “volta a insistir na tradição demagógica de utilizar o truque das verbas não executadas no ano anterior para fazer parecer que vai aumentar o investimento na Agricultura”.

Nos últimos seis anos, “não foram investidos na Agricultura cerca de mil milhões de euros que estiveram, sempre inscritos nos OE, devido à não execução de verbas”. Esta é uma situação que se tem vindo a agravar, sendo que nos últimos dois anos ficaram por executar 500 milhões de euros, face ao previsto em Orçamento do Estado.

A CNA sublinha que “o setor precisa de um investimento efetivo para o seu desenvolvimento, nomeadamente através do reforço e capacitação dos organismos do Ministério da Agricultura” e que é necessário apostar numa “outra opção de fundo”.

“Vão para o terreno, falem com os trabalhadores.”

Zé LG, 13.10.21

resi_13.jpg«Gostava de saber qual é a tomada de posição que o STAL vai empreender perante a realidade que se vive nessa empresa. Vai dançar o tango do Diretor Geral e dos seus peões ou vai escolher o seu próprio ritmo, aquele que pugna pela defesa dos direitos dos trabalhadores. O ritmo do combate ao assédio laboral, à perseguição daqueles que não se vergam perante o despotismo que se vai instalando um pouco por todo o lado?
E os Sr.s Presidentes de Câmara recém (re)eleitos que irão herdar a administração desta empresa...não deverão também ser chamados a pronunciar-se? Vão (re)conduzir esta direção nas atuais funções sem analisarem de forma séria o que se passa por lá? Vão para o terreno, falem com os trabalhadores. As eleições já passaram mas daqui a 4 anos há mais...» - Anonimo 12.10.2021, aqui.

EDIA e NERBE/AEBAL promovem missão empresarial a “Alqueva, uma nova terra de oportunidades”

Zé LG, 13.10.21

P1100009.JPGEsta Missão é composta por cerca de 25 empresários, na sua maioria da Andaluzia espanhola, que serão recebidos, hoje à tarde, na sede da EDIA em Beja, enquadrada no projeto da EDIA e do NERBE/AEBAL para promoção e internacionalização denominado “Alqueva, uma nova terra de oportunidades”, objeto de candidatura ao Sistema de Apoio a Ações Coletivas e financiado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional/Alentejo 2020. Do programa desta visita fazem parte deslocações a infraestruturas do projeto de Alqueva, unidades de agro-indústria e explorações agrícolas, de amanhã a Sexta-Feira.

Ambiente social na Resialentejo parece ter entrado em ebulição

Zé LG, 12.10.21

resi_13.jpgNa semana passada, o STAL convocou uma reunião com os trabalhadores da Resialentejo, para fazer o ponto da situação das negociações com a empresa, representada pelo Director-Geral, para a revisão do acordo da empresa, que contou com a presença de 60 dos 90 trabalhadores da empresa. Nunca um plenário tinha tido tantos trabalhadores. Nem mesmo quando há seis anos fizeram greve em defesa da viabilidade da empresa.

Apresentadas as propostas da Administração, os trabalhadores, ao constatarem que elas tinham o único objectivo de lhes retirar direitos alcançados há quase 15 anos atrás, não só manifestaram de imediato o seu repúdio, como apontaram o dedo ao Director-Geral acusando-o de ter alterado o organograma por três vezes em um ano e meio, de ter aberto diversos processos disciplinares, de ter colocado trabalhadores “na prateleira”, para colocar outros no seu lugar, valorizando uns em detrimento de outros, usando de prepotência que nunca viram com o objectivo de “dividir para reinar”.

Perante esta resposta dos trabalhadores, a urgência manifestada pela Administração para a assinatura do novo acordo da empresa parece ter desaparecido. Surpreendida com a reacção dos trabalhadores ou apenas suspensão estratégica para voltar à carga depois de eleitos os novos corpos sociais, na sequência das eleições autárquicas? Aguarda-se a evolução da situação, bem como das reacções dos envolvidos.

Infraestruturas de Portugal iniciou obras em estradas de Beja e Moura

Zé LG, 04.10.21

A Infraestruturas de Portugal avançou hoje com a obra de substituição de um aqueduto na EN 391, entre as Freguesias de Salvada e Quintos, concelho de Beja. A via está cortada ao trânsito e a circulação faz-se por um desvio criado pela EM 511, num período estimado de 15 dias, pelo que deverá terminar a 22 de outubro.

Infraestruturas-Portugal-obra-Beja-768x432.jpg

No concelho de Moura a Infraestruturas de Portugal está a requalificar a EN386, entre a Barragem da Amoreira e a entrada da cidade de Moura, obrigando à circulação alternada na via, com recurso a semáforos durante o dia. Os trabalhos deverão terminar a 18 de outubro.

AgdA assinalou Dia Nacional da Água

Zé LG, 01.10.21

202104281104258818.jpgA AgdA-Águas Públicas do Alentejo consignou esta manhã a empreitada de reabilitação da ETA do Enxoé, em Serpa. Trata-se de um investimento de cerca de 7,5 milhões de euros, cofinanciado pela União Europeia através do PO SEUR, e tem um prazo de execução de 635 dias. Da parte da tarde, foi assinalada a entrada em operação da nova ETAR da Comporta, através de uma visita do Conselho de Administração da empresa e do Presidente da Câmara Municipal de Alcácer do Sal.

Com estas duas iniciativas a AgdA assinalou do Dia Nacional da Água e mais um aniversário da sua constituição.

Hospital Privado pode "acentuar obsolescência" do Hospital de Beja

Zé LG, 16.09.21

«Não tenho dúvidas que a perspectiva desse negócio, com a forte aplicação de tecnologias de ponta, pode ter como consequências o acentuar da obsolescência dos hospitais públicos, designadamente do Hospital José Joaquim Fernandes, para além do risco de maior desnatação dos seus especialistas. A fascinação por edifícios de traça arquitetónica mais moderna pode custar caro, quer aos bolsos dos doentes quer também à credibilidade política dos autarcas e responsáveis pelo nível decisório regional.» Munhoz Frade 15.09.2021, aqui.

Projeto do Hospital Privado do Alentejo foi apresentado, embora ainda aguarde autorização da Entidade Reguladora da Saúde

Zé LG, 16.09.21

202109151847199536.jpgO projeto do futuro Hospital Privado do Alentejo foi revelado e aguarda autorização da Entidade Reguladora da Saúde. Deverá começar a funcionar no final do último trimestre de 2023.
Francisco Miranda Duarte, presidente do Conselho de Administração da Siemens Healthineers e diretor executivo da Empírica, SGPS, SA, mostrou-se otimista, respondendo que há uma Escola Superior de Saúde em Beja de onde saem enfermeiros graduados que o Hospital Privado quer ir buscar. Quanto aos médicos, frisou que esta resposta oferece diferenciação tecnológica, digital, segurança para o doente e oportunidade de carreira, referindo serem os aliciantes que procuram.

Montaraz investe 1,5 milhões de euros na ampliação da fábrica em Garvão

Zé LG, 10.09.21

2021-OURIQUE-Montaraz_800x800.jpgA empresa Montaraz está a realizar um investimento de 1,5 milhões de euros para ampliar, pela terceira vez, as instalações da sua fábrica de transformação artesanal de porco preto em Garvão, no concelho de Ourique. As obras, já em curso, deverão estar concluídas “até final deste ano” e visam dar resposta ao “aumento da procura” dos produtos da Montaraz, disse Rui Fialho, sócio-gerente da empresa alentejana, acrescentando que irão permitir “duplicar” a área de fatiagem e de embalagem de enchidos e presuntos da fábrica, além de ser criada “uma nova zona de preparação e produção de presuntos”.
O mesmo responsável anunciou ainda que a empresa já tem no horizonte mais dois projetos de investimento e ampliação, um dos quais conta “lançar ainda antes do término” das atuais obras. “Vamos alargar as nossas áreas de armazenagem, pois, fabricamos muitas referências e temos de ter sempre um ‘stock’ de todas para as encomendas semanais. Isso ocupa-nos muito espaço e temos de o aumentar”.

Incêndio nos silos da Cooperativa Agrícola de Beja e Brinches queimou toneladas de girassol

Zé LG, 09.09.21

2021-BEJA-Incendio-Silos-1_800x800-1.jpgUm violento incêndio deflagrou nos silos da Cooperativa Agrícola de Beja e Brinches e consumiu toneladas de girassol, que se encontravam armazenadas naquela unidade industrial, situada na antiga Estrada de Évora, a escassos metros do IP2. As chamas deflagraram no secador das sementes, um sistema que trabalha a gás. Não há vítimas a lamentar.

Construção de nova fábrica de perfis metálicos em Portalegre arranca em Setembro

Zé LG, 30.08.21

240388973_4339357466141057_5687606149691887789_n.jA empresa Arqframe, que produz perfis metálicos para a agricultura e para construção, em aço leve, vai construir uma fábrica,  num investimento de 7,5 milhões de euros, na zona industrial de Portalegre. A construção da nova fábrica arranca já em setembro, tem um prazo de execução de um ano e deverá estar a laborar no último trimestre de 2022. Numa primeira fase vão ser criados 30 postos de trabalho e mais 50 até 2026, sendo dada prioridade à contratação local, tendo-se já o IEFP de Portalegre mostrado disponível para iniciar ações de formação na área.

Já arrancaram em Portalegre as obras de construção de uma fábrica de produtos oftalmológicos

Zé LG, 29.08.21

240387165_4342290379181099_2804228707649152788_n.jO investimento será de cerca de dois milhões de euros, com a criação de 18 postos de trabalho, numa primeira fase, que deverá estar pronta a operar em meados do próximo ano. Depois, nas fases seguintes e num período de cinco anos, prevê-se atingir os 100 postos de trabalho.

A empresa, que vai ficar instalada junto ao heliporto, na zona industrial de Portalegre, vai dedicar-se à produção de produtos oftalmológicos, sobretudo lentes intraoculares, e tem a Europa como mercado preferencial, podendo vir a exportar para outros pontos do mundo. Apesar de deter várias fábricas no Brasil, a unidade em construção em Portalegre, é o primeiro investimento da Visiontech Medical Optics na Europa.

Candidatura da CDU apresenta propostas que considera pertinentes do seu projecto autárquico para Beja

Zé LG, 24.08.21

Foto 3.jpg

Atrair investimento e contribuir para reforçar as atividades económicas e o emprego (Continuação…)

  • Criação de um serviço de apoio às empresas no Parque Industrial;
  • Criação de um Conselho Consultivo de apoio ao desenvolvimento (constituído pelas forças vivas e seus representantes).

Texto e fotografia da responsabilidade da candidatura autárquica da CDU a Beja.

“Circuito do Sol” pretende criar 1ª pista do mundo de carros eléctricos em Serpa

Zé LG, 24.08.21

ACS-CIRCUITO-SOL-01-690x450.jpg

Este  projecto pretende criar um complexo turístico, desportivo e tecnológico vocacionado para os desportos motorizados, no antigo Kartódromo de Serpa, em Vila Verde de Ficalho e  está em consulta pública até 24 de Setembro. Este circuito quer ser o primeiro a nível mundial pensado e desenhado para veículos eléctricos, representa um investimento de 16 milhões de euros.

CNA diz que, “três anos depois, o Estatuto da Agricultura Familiar continua por concretizar”

Zé LG, 10.08.21

202101111643219465.jpgO Estatuto da Agricultura Familiar (EAF) contempla o reconhecimento de um conjunto de direitos e apoios acessíveis às pequenas e médias explorações que utilizem mão-de-obra familiar em mais de 50% do seu volume de trabalho. Porém, três anos depois, a maioria das medidas previstas continuam por concretizar, entre as quais a efetivação de um regime de segurança social próprio, de um regime fiscal adequado, a prioridade no abastecimento público, ou o acesso prioritário à terra.
A CNA frisa que é preciso concretizar o Estatuto, e que é indispensável melhorar as condições de reconhecimento dos pequenos e médios agricultores para o acesso ao EAF e a implementação de um programa específico de investimento e promoção da Agricultura Familiar, integrado no PEPAC e com investimento nacional contemplado no Orçamento do Estado de 2022.

Spira lança Prémios PATRIMONIO.PT

Zé LG, 25.07.21

thumbs.web.sapo.io.png

Dedicados ao sector do Património Cultural e de âmbito nacional, os Prémios PATRIMONIO.PT, pretendem distinguir as boas práticas no sector do Património, galardoando Projectos, Entidades e Profissionais nacionais actuantes no sector, abrangendo projectos desenvolvidos nos dois anos antecedentes à data de atribuição dos Prémios. Candidaturas de 1 de Junho a 8 de Setembro de 2021.

Com um Júri nacional e internacional, os Prémios PATRIMONIO.PT são o resultado de uma parceria entre a Spira – revitalização patrimonial | patrimonio.pt, com a colaboração do Turismo de Portugal e da Herifairs - Rede Europeia de Feiras do Património. Esta primeira edição decorre no âmbito da AR&PA Bienal Ibérica de Património Cultural 2021, com cerimónia de entrega no dia 16 de Outubro.

CATEGORIAS: Melhor Projecto de Mediação; Melhor Estratégia de Comunicação; Melhor Projecto em Parceria; Melhor Projecto de Touring Cultural; Especial 2021: Melhor Projecto de aproximação ao Público Jovem; Prémio Patrimonio.pt.

Estação da CP de Alvito não vai ser demolida(?)

Zé LG, 18.07.21

202107171721112394.jpg

A Câmara Municipal revela que esteve reunida com a empresa IP, Infraestruturas de Portugal-Património para abordar esta questão. O município saiu deste encontro com a garantia que o edifício da Estação não será demolido, tendo a IP avançado que está a ser pensada uma solução em parceria com a Ucasul-União de Cooperativas Agrícolas do Sul.