Alvitrando
Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.
21
Mai 18

201805171622175970.JPG

A autarquia de Almodôvar celebrou, na semana passada, cinco contratos de trabalho sem termo, em regime de Emprego Apoiado em Mercado Aberto para pessoas com deficiência e incapacidade.

Estas novas contratações, resultaram de um protocolo entre o I.E.F.P - Instituto de Emprego e Formação Profissional e a Câmara Municipal de Almodôvar, com contribuições financeiras de ambas as entidades.
Os contratos que foram celebrados entraram de imediato em vigor, e permitiram dar aos trabalhadores, funções que lhes permitem aumentar a sua auto-estima, ajudar as famílias financeiramente, ter mais motivação e qualidade de vida.

publicado por Zé LG às 18:16
03
Fev 18

27540852_1623767641048709_6301944361814274742_n.jp

Beja acolherá, entre os dias 25 de fevereiro a 2 de março, o Campeonato Nacional das Profissões, numa organização da WorldSkills Portugal. Ao longo de seis dias, “cerca de 400 jovens altamente qualificados vão competir entre si, em mais de 40 profissões, transformando o Alentejo numa plataforma de competências”, adianta a organização, referindo que, para além da competição, está previsto “um programa recheado de atividades que vão ao encontro de todos os públicos, jovens, famílias, profissionais da educação e formação, empresários e entidades empregadoras e cidadãos em geral”.

publicado por Zé LG às 19:52
18
Jan 18

170120181617-270-JosCarlosBrito1.jpg

José Carlos Brito é licenciado em Economia, ingressou no Instituto do Emprego e Formação Profissional em 1995, já foi o Diretor do Centro de Emprego de Ourique e substitui agora Fernando Romba que deixou o cargo no passado mês de dezembro, depois de ter assumido as funções de 1º secretário do Secretariado Executivo da CIMBAL.

publicado por Zé LG às 18:58
03
Jan 18

21617466_1742572462434284_5405861069882641286_n.jp

Antónia Luísa Silva vai ser a nova directora do Centro de Emprego e Formação Profissional de Beja do IEFP- Instituto de Emprego e Formação Profissional.

Ao assumir este cargo, a assistente social de 52 anos vai substituir Fernando Romba que apresentou a sua demissão em meados do mês passado.

Antónia Luísa Silva será nomeada e tomará posse nos próximos dias.

 

Leia notícia mais desenvolvida AQUI.

publicado por Zé LG às 08:51
01
Jul 17

A Lundin Mining, dona da Somincor, Sociedade Mineira Neves-Corvo, de Castro Verde, Beja, através do seu CEO Paul Conibear, apresentou ontem no Ministério da Economia os planos de investimento de cerca de 250 milhões de euros para duplicar a produção de zinco naquela região.

Num debate que contou com a moderação do jornalista Ricardo Costa e com a participação do secretário de estado do Ambiente foi apresentado o projecto de alargamento da exploração deste mineral, que deverá estar pronto em dois anos - em meados de 2019 - para duplicar a produção de concentrado de zinco. A expansão empregará 300 a 350 pessoas na construção e mais de 200 postos de trabalho em laboração, numa mina que concentra já cerca de 2 mil postos de trabalho.

A Lundin Mining prevê passar dos actuais 1,1 milhões de toneladas de zinco extraídas por ano para 2,5 milhões de toneladas, permitindo à mina operar pelo menos por mais 10 anos e compensando a redução de recursos de cobre na mina ao longo dos últimos anos.

publicado por Zé LG às 09:52
24
Jun 17

untitled_design_144.jpg

23,5 milhões de EUR provenientes do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) vão ser investidos na modernização das instalações de produção do fabricante de aviação Embraer Portugal, estabelecido na cidade de Évora, no Alentejo.

Este investimento reforçará a capacidade de inovação da empresa, permitindo-lhe produzir componentes metálicos para a próxima geração de aviões Embraer, mais eficientes em termos de recursos.  100 % da produção desta unidade será exportada. O projeto irá contribuir para o desenvolvimento de um cluster emergente para a indústria aeroespacial na região e criar 200 postos de trabalho diretos nos primeiros anos da sua implementação.

publicado por Zé LG às 10:41
22
Mai 17

18557358_10154931121119580_3303786953327375931_n.j

publicado por Zé LG às 12:44
22
Mai 17

160520171011-390-SI2E.jpg

O auditório da Biblioteca Municipal de Aljustrel recebe uma sessão de informação sobre o SI2E-Sistema de Incentivos ao Empreendedorismo e ao Emprego.

A organização desta iniciativa, agendada para hoje, às 15.00 horas, pertence à Câmara Municipal de Aljustrel, em parceira com a CIMBAL, a ESDIME e a Alentejo XXI.
Esta sessão, que se dirige aos empresários do concelho de Aljustrel, tem como objectivo dar a conhecer os incentivos ao investimento e à criação de postos de trabalho, designadamente a criação ou expansão de micro e pequenas empresas, envolvendo um projecto de investimento, bem como a criação líquida de postos de trabalho.

publicado por Zé LG às 01:20
13
Abr 17

A Câmara de Almodôvar tem em fase de consulta pública um projecto de regulamento para a ocupação municipal temporária de desempregados de longa duração.

Trata-se de um projecto que, segundo o município almodovarense, pretende ocupar os desempregados ao longo de seis meses em actividades de interesse municipal, potenciando as capacidades cívicas e de participação social dos participantes e contribuindo para a sua reinserção no mundo laboral.
Esta iniciativa dirige-se a residentes na área do concelho de Almodôvar há mais de dois anos, com idades entre os 50 anos e a idade legal de reforma, e que se encontrem em situação de desemprego há mais de 12 meses.

publicado por Zé LG às 00:32
14
Mar 17

130320171029-890-antniocosta.jpg

O 1º Ministro, António Costa, marca presença na sessão de Lançamento do Investimento nas Economias Locais para a Coesão Territorial e o Emprego.

A sessão, onde vai ser apresentado o Sistema de Incentivos ao Emprego e Empreendedorismo, gerido pelos Grupos de Acção Local, Comunidades Intermunicipais e Áreas Metropolitanas, vai decorrer, a partir das 10.00 horas, nas instalações da CCDRA-Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo, em Évora.
Para além do 1º Ministro, marca presença nesta sessão, o ministro do Planeamento e Infraestruturas, Pedro Marques.

publicado por Zé LG às 08:31
22
Fev 17

Foi publicada a regulamentação da nova medida de apoio à contratação, Contrato-Emprego, que, depois de uns meses de interrupção, sucede ao Estímulo Emprego. 

Ao contrário do que se espera - mais facilidade e agilidade e apoios -, o que (quase) sempre acontece é exactamente o contrário e este caso veio confirmar a regra: Mais burocracia (mais uma fase de candidatura); Três períodos de candidatura, em vez da possibilidade de candidatura em qualquer altura; Maior aperto na acessibilidade dos desempregados à Medida; Redução da diversidade de prazos de contratação; Menos apoios para as entidades empregadoras. 

Ou seja, esta nova medida de apoio à contratação de desempregados vai apoiar menos o combate ao desemprego. Cumpriu-se a regra... E tudo isto porque o dinheiro não chega para mais... Ora, se é assim, não havia necessidade de mexer no que existia e as entidades empregadoras já conheciam. Bastava dizer que não há dinheiro para mais.

Este é um dos aspectos mais negativos da política - quem entra mexe no que foi feito por quem saiu, para que tudo continui na mesma ou um pouco pior, para dar a ideia de que estão a fazer algo de novo.

publicado por Zé LG às 17:51
04
Nov 15

031120151648-354-CAMM.jpgNa semana passada foram assinados três contratos de arrendamento para instalação no Centro de Acolhimento a Microempresas de Moura.
No total está previsto um investimento de cerca de 1 milhão e 51 mil euros e a criação de 22 postos de trabalho.

São diferentes áreas de negócios, uma empresa de produção de micro inversores, uma empresa de reparação de vidros automóveis e uma empresa de produção de artigos de decoração.

publicado por Zé LG às 08:52
02
Jul 15

A Administração Regional de Saúde (ARS) do Alentejo acabou de abrir vagas para colocação de 64 médicos nos Hospitais da região.
Para a Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (ULSBA) foram abertos 13 lugares em 12 especialidades: cirurgia geral, gastrenterologia, ginecologia e obstétrica, medicina interna, medicina física e reabilitação, ortopedia, patologia clínica, pediatria, pneumologia, psiquiatra, saúde pública e urologia.

publicado por Zé LG às 08:49
15
Jun 15

12062015-211-CARTAZBEJANET.jpg

publicado por Zé LG às 08:53
28
Mai 15

270520152109-750-estruturasmetalicas.jpgO Município de Beja assinou ontem um protocolo para instalação de uma fábrica de construção de estruturas metálicas.
A Câmara vai ceder um lote de terreno no loteamento municipal de actividades económicas da Horta de São Miguel em Beja, para instalação de uma fábrica com sede social em São Barnabé - Almodôvar.
A área a ceder é de aproximadamente 7 900 m2. O valor global do investimento é na ordem de 4 milhões de euros, comprometendo-se a entidade investidora a assegurar no mínimo a criação de trinta postos de trabalho locais e atrair sete novos residentes, integrados no staff da empresa.

publicado por Zé LG às 08:47
25
Mai 15

220520151042-986-incastro.jpgAssembleia Municipal de Castro Verde reúne hoje, em sessão extraordinária, para aprovação do regulamento do IN CASTRO – Centro de Ideias e Negócios.
A Câmara Municipal de Castro Verde prepara-se para a apresentação do Centro anteriormente designado CIEBAL – Centro de Iniciativas Empresariais do Baixo Alentejo, situado junto à Escola EB 2, 3 Dr. António Francisco Colaço, em Castro Verde.
O IN CASTRO é gerido pelo Gabinete de Apoio ao Desenvolvimento e tem como principal missão “a prestação de serviços de acolhimento de projectos empresariais aos quais seja reconhecida capacidade efectiva ou potencial para promover a diversificação da base económica e a criação de emprego qualificado no concelho de Castro Verde”.

publicado por Zé LG às 08:55
24
Mai 15

«Concordo que se discutam todos os assuntos, a saúde é importante, com certeza, e também se é importante discutir o nível e a pertinência das iniciativas culturais promovidas pela autarquia, quanto a mim, de qualidade duvidosa e sem qualquer enquadramento ou potencial de promoção turística.

Não podemos, porém, menosprezar outras realidades que nos afetam e condicionam o desenvolvimento da nossa terra. Então ninguém fala das questões sociais, do emprego e do desenvolvimento económico?

Que medidas estão a ser tomadas para dinamizar a economia local? Em Ferreira e noutros concelho da região inauguram-se ninhos de empresas, criam-se gabinetes de inserção profissional, promovem-se projetos para apoiar a iniciativa empresarial e apoiar as atividades económicas, que têm um papel fulcral na criação de emprego.

Ou tenho andado distraído ou não tem havido qualquer iniciativa deste executivo municipal nesta área. Corrijam-me se estiver enganado.»
Comentário de Anónimo a 22 de Maio de 2015 às 17:50, AQUI.

publicado por Zé LG às 12:12
21
Abr 15

240220151202-29-vilaAljustrel.jpgStrucflex/Pronal é uma unidade de produção industrial de borracha, que pressupõe um investimento de 1 milhão de euros, que se vai fixar em Aljustrel e que criará cerca de 120 posto de trabalho nos próximos 2 anos.
A empresa irá estabelecer-se em 3,6 hectares de uma localização denominada de Mancoca, junto ao nó de Aljustrel da A2, área com um total de 40 hectares classificado como zona empresarial e logística no âmbito da recente revisão do PDM – Plano Diretor Municipal de Aljustrel.
A empresa, de capitais franceses, vai produzir reservatórios de água de grandes dimensões, recipientes de transporte de materiais pesados, equipamentos de elevação flexíveis e sacos de elevação, bem como estabilizadores destinados à aeronáutica e outros produtos específicos feitos à medida e pretende começar a laborar até ao final deste ano.

Ler e ouvir aqui e aqui

publicado por Zé LG às 13:08
17
Mar 15

Assistimos nos últimos anos a uma ofensiva político-ideológica contra os trabalhadores e os direitos sociais.
O governo aumentou a jornada de trabalho, reduziu os dias de descanso e os salários, aumentou os impostos, facilitou os despedimentos, tudo com o argumento de que era necessário aumentar a produtividade do trabalho e a competitividade das empresas.
Muitos empresários e outros empregadores, não satisfeitos com esses ataques políticos e legislativos, têm feito tábua rasa dos direitos assim diminuídos, não pagando trabalho extraordinário e outras regalias que ainda restam na legislação nem respeitando outros direitos como o de sindicalização ou o da greve, liberdades como a de expressão ou de reunião.
Muitos consideram que o emprego não passa de um favor que fazem aos trabalhadores que mantêm ou contratam e agem em conformidade com esse entendimento, revelando uma total falta de respeito pelos trabalhadores e pelo trabalho, que dizem ser fundamental para o desenvolvimento das suas empresas e do país. Atribuem todas as responsabilidades pela crise e por todas as dificuldades aos trabalhadores, que para eles não passam de uns malandros que não querem trabalhar nem se interessam pela entidade empregadora e só pensam no salário, em regalias e em descanso, como se a eles não tivessem direito. Nao param um momento para se auto-avaliar ou para avaliar a pretação dos seus gestores. E mesmo as empresas e outras organizações que têm uma boa situação económico-financeira agem desta forma, não considerando a hipótese de afrouxar esse garrote nem de actualizar os ordenados, por mais possibilidades que tenham de o fazer.
Para este governo e para estes empresários o ideal seria voltar aos tempos da escravidão.
Não avaliam nem demonstram que, com essas medidas contra os trabalhadores, os objectivos apontados de aumentar a produtividade do trabalho e a competitividade das empresas tenham sido atingidos, mas insistem nas mesmas políticas e práticas.  Nem se preocupam em avaliar as consequências nefastas que tais medidas têm provocado nas famílias nem nesse problema maior e pouco valorizado que é o da quebra da natalidade.
E não deixa de ser curioso que muitos dos que assim agem se digam sociais-democratas ou democratas-cristãos como se a social-democracia ou a doutrina social da igreja defendessem a exploração desenfreada dos trabalhadores…

Assim, não é de admirar que os desequilíbrios entre a remuneração do capital e do trabalho e entre ricos e pobres se tenham vindo a acentuar e que o país se continue a afundar.

publicado por Zé LG às 22:06
19
Nov 14

191120141801-974-CordoHumanoFuncionriosSeguranaSocPerto de uma centena de trabalhadores do Centro Distrital de Segurança Social de Beja realizaram, nesta quarta-feira, dia 19, uma concentração em cordão humano, frente ao edifício da cidade, demonstrando assim, o seu descontentamento face à extinção de 697 postos de trabalho.
Beja associou-se assim ao “abraço” à Segurança Social contra o processo de requalificação, realizado em diversas cidades do país. Em Beja, 12 trabalhadores vão para requalificação.
In: http://www.vozdaplanicie.pt/index.php?go=noticias&id=4412
http://www.radiopax.com/index.php?go=noticias&id=5592

publicado por Zé LG às 23:55
Junho 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
23
24
25
26
27
28
29
30
Passaram por cá
Contador de visitas

Desde 15.01.2011
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
E quem é agora o administrador da Resialentejo? E ...
É uma tendência que se agravará ainda mais, pois o...
Será bom perguntar ao sr Arquiteto José Falcão e s...
Mais valia substituírem este deputado pelo profess...
O deputado João Dias avançou à Voz da Planície, as...
Já não seria sem tempo. Ufffffff
Cuidado, é perigoso comentar. O Ministério Público...
Aquisição de Serviços de Reengenharia e gestão Tra...
É perguntar ao professor Picado. De certeza que el...
E alguém sabe o que é isto?http://www.base.gov.pt/...
A juntar a estes 134 mil.http://www.base.gov.pt/Ba...
Vai aconselhando o jovem autarca nas contratações ...
Comecem a somar, isto é só para comunicação e prom...
Uma coisa tenho a certeza, o que Beja não merece é...
O que se passará com o deputado de Ourique que tem...
blogs SAPO