Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Deputados defendem que Aeroporto de Beja pode complementar o de Lisboa

Zé LG, 16.05.24

Os três deputados, eleitos pelo distrito, condideram que o aeroporto de Beja pode ser complementar ao de Lisboa, até o de Alcochete ficar pronto.

202403051338267385.jpg

O deputado do PS, Nelson Brito, sublinhou que "é a mobilidade terrestre e ferroviária que tem que potenciar Beja e no tempo ser complementar a Lisboa e Faro, em termos de passageiros", acrescentando que é preciso "manter para o aeroporto de Beja uma visão de fins múltiplos: resposta ao complexo de Sines, manutenção, mercadorias e passageiros, assentes na mobilidade".

2024030220051936.jpg

O deputado da AD, Gonçalo Valente, diz que existe "um espaço temporal para preencher até Alcochete ser resposta a Lisboa" e que "Beja é uma hipótese credível que tem que ganhar substância e impor-se como complementar ao Humberto Delgado".

 

202402281312413235.jpg

A deputada do Chega, Diva Ribeiro, clarificou que vai "continuar a defender que o aeroporto de Beja possa ser ser complementar a Lisboa e Faro", acentuando "a importância do aeroporto de Beja estar a funcionar sem esquecer que para o seu desenvolvimento é fundamental garantir a ligação ferroviária a esta infraestrutura, bem como terminar a A26".

Aeroporto de Beja pode “ser plataforma de apoio ao de Lisboa”

Zé LG, 15.05.24

Sem nome (63).pngO Governo aprovou a construção do novo aeroporto da região de Lisboa em Alcochete, seguindo a recomendação da Comissão Técnica Independente (CTI), anunciou o primeiro-ministro, Luís Montenegro. O presidente da Câmara de Beja referiu, na reunião de Câmara de hoje que o "aeroporto de Beja ser plataforma de apoio ao de Lisboa, durante o tempo de construção em Alcochete, vai depender das contrapartidas que este Governo der à Vinci", referindo que "há dois anos que a Vinci tem dado indicações de que existe a possibilidade de ampliar a placa no aeroporto de Beja" e que "tendo em atenção que o aeroporto de Alcochete vai demorar dez anos a construir esta é uma boa oportunidade para o fazer".

Vereador do CDS da Câmara de Lisboa suspendeu mandato

Zé LG, 14.05.24

Sem nome (62).pngDepois de o PS e o Bloco de Esquerda terem defendido a sua demissão de vereador da Câmara Municipal de Lisboa, Diogo Moura (CDS), acusado pelo Ministério Público (MP) de crimes de fraude em duas eleições internas dos democratas-cristãos, acabou por, acedendo ao pedido do presidente da Câmara, Carlos Moedas, pedir a suspensão do mandato, por “não haver condições para o vereador continuar a desenvolver o seu trabalho em prol dos lisboetas”.
O MP acusou Diogo Moura, que é também vice-presidente do CDS-PP, de “dois crimes de fraude em eleições, agravados”, por ter alegadamente procurado manipular os votos de militantes em dois atos eleitorais (2019 e 2021).

PS acusa o executivo CDU na Câmara de Vidigueira de “gestão ruinosa”

Zé LG, 30.04.24

Screenshot 2024-04-30 at 22-53-46 Rádio Vidigueira - Rádio Vidigueira.pngO PS Vidigueira “não se revê” neste modelo, uma vez que “não apresenta uma estratégia política definida que coloque, de vez, o concelho de Vidigueira na rota de um desenvolvimento sustentado e assente em projetos estruturantes no curto, médio e longo prazo”. Acusa ainda o presidente da autarquia de viver “num estado de “orgulhosamente só”, apontando um “executivo CDU sem liderança, e cada vez mais fragilizado”, e com “falta de solidariedade institucional, entre os eleitos”. Daqui.

40ª Ovibeja é inaugurada pelo Primeiro-Ministro, esta manhã

Zé LG, 30.04.24

Primeiro_Ministro_Ovibeja.JPGA 40ª Ovibeja abre as suas portas ao público hoje, com a inauguração, programada para as 11 horas, no Auditório ACOS, presidida pelo Primeiro-Ministro, Luís Montenegro, que visita a feira, pela primeira vez nessa qualidade, acompanhado do Ministro da Agricultura, José Manuel Fernandes e da Ministra do Ambiente e da Energia, Maria da Graça Carvalho, que é natural de Beja.
Também hoje, a Grande Feira do Sul recebe a visita da Comissão Parlamentar de Agricultura e Mar, que aproveitará a ocasião para se informar do estado da agricultura no Alentejo. Veja aqui o Programa completo.

Rodeia Machado reeleito presidente da AHBVB

Zé LG, 04.04.24

BEJA-01-Rodeia-Machado_800x800.jpgNa sequência da Assembleia Eleitoral, realizada em 28 de marco de 2024, da qual resultou a eleição da lista A, lista única, a cerimónia de tomada de posse dos Órgãos Sociais terá lugar hoje, dia 4 de abril, pelas 17h 30m, na sala do edifício Casa Escola.
A direção liderada por Rodeia Machado, que preside há mais de 30 anos aos destinos da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Beja, toma posse para o triénio 2024/2026.

Jorge Serafim é o novo presidente da AdpBeja

Zé LG, 30.03.24

Sem nome (40).pngForam eleitos os novos órgãos sociais da Associação para a Defesa do Património Cultural da Região de Beja (AdpBEJA), sendo a direção presidida por Jorge Serafim, a Mesa da Assembleia por Simão Matos e o Conselho Fiscal por Ana Margarida Paixão.
O Plano de Atividades aprovado “contém atividades que já são imagem de marca da associação, como a Festa das Maias e a Festa do Azulejo” e “este ano inicia-se um ciclo de homenagens ao anterior presidente da associação e ilustre bejense, Florival Baiôa Monteiro”, contemplando exposições de rua, conferências, publicações e culminará num espetáculo a realizar no princípio de 2025.

“Foram independentes, pensavam pela sua própria cabeça, foram incómodos”

Zé LG, 23.03.24

5-3.jpg«O naipe de pessoas que cita pertence a gerações que mergulharam no estudo, adquirindo consistência para os seus ideais de justiça social. Hoje em dia, raramente os aparelhos partidários escolhem intelectuais para candidatar. Essa geração vai desaparecendo, uns pela lei da vida, outros por serem afastados da ribalta. Foram independentes, pensavam pela sua própria cabeça, foram incómodos dentro dos seus próprios partidos. Os carreiristas medíocres conseguem desvencilhar-se deles, pois individualidades como as que cita raramente têm apoio alargado. Nos partidos, até naqueles que pretendem ser considerados contra o “sistema”, são mais numerosos os arrivistas. Os partidos mais antigos foram criados em torno de ideais, mas foram sendo paulatinamente tomados por tachistas. Por isso, os cidadãos eleitores têm de fazer grande esforço para perceber no meio da gritaria mediática quem tem conhecimentos sólidos para desempenhar adequadamente cargos públicos. Para servir a sociedade, não para enriquecer depressa com pouco trabalho. Andamos como o filósofo grego Diógenes, de lanterna acesa…» Anónimo 01.03.2024, aqui.

Já foram eleitos todos os deputados. Saiba quem são.

Zé LG, 21.03.24

AR.pngOs votos dos emigrantes foram apurados esta madrugada, tendo elegido os quatro deputados em falta para preencher a totalidade dos 230 lugares da Assembleia da República: dois para o Chega, um para a AD e outro para o PS, o que perfaz um total de 80 deputados para a AD, 78 para os socialistas e 50 para o Chega. A Iniciativa Liberal fica com oito, o Bloco de Esquerda com cinco, a CDU com quatro, o Livre com quatro e o PAN com um. Veja aqui quem são os deputados eleitos.
Atribuídos os quatro mandatos dos círculos da emigração, a AD fica com 28,02% dos votos, o PS ficou em segundo lugar, com 28,00%, seguido pelo Chega, com 18,07%, pela Iniciativa Liberal (4,94%), Bloco de Esquerda (4,36%), CDU (3,17%), Livre (3,16%) e PAN (1,95%).