Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

PCP quer mais fiscalização na Almina – Minas de Aljustrel

201812241225153249.pngO Grupo Parlamentar do PCP voltou a questionar o Governo sobre o que se passa nas Minas de Aljustrel. Neste requerimento o PCP diz que a frequente ocorrência de acidentes é da maior gravidade e exige o esclarecimento cabal dos factos e o apuramento de todas as responsabilidades nos acidentes ocorridos nesta mina, da responsabilidade da Almina.

Nas minas de Aljustrel só nos últimos meses dois trabalhadores perderam a vida e esta semana aconteceu mais um acidente onde um trabalhador das lavarias foi vítima de uma descarga elétrica de 6 mil voltes, tendo ficado em estado grave. Trata-se de um trabalhador contratado através de uma empresa de subcontratação que opera nesta mina, refere o deputado do PCP, eleito por Beja, João Dias frisando que apesar dos vários requerimentos efetuados, o Governo continua sem responder.

Armando Varela demite-se dos pelouros na Câmara de Portalegre

820489d0825f583947b4446d7cf49a54_L.jpgArmando Varela, após apresentar a demissão dos cargos que ocupava na Fundação Robinson, demite-se também dos pelouros que ocupava na Câmara Municipal de Portalegre.

A inacção da Câmara Municipal de Portalegre relativamente à Fundação Robinson de que é o principal proprietário é para mim inexplicável. Este é o principal motivo que me levou a apresentar a minha demissão da administração desta Fundação.”, esclarece Armando Varela, que conclui afirmando que devolve à presidente da Câmara “as funções que me estavam distribuídas” e “assumo o estatuto de vereador eleito pelo Partido Social Democrata, na oposição.”

Pedro do Carmo contra Capoulas Santos?

pedro-do-carmo-AR2-768x432.jpgO deputado do PS eleito por Beja interveio a favor do olival, durante o debate realizado na Assembleia da República, marcado pelo Partido Ecologista “Os Verdes” (PEV), com o tema “travar as culturas intensivas e superintensivas”, considerando que a plantação de olival no Alentejo “cria emprego e fixa população jovem e qualificada nos territórios do interior” e que o Baixo Alentejo “é hoje uma das regiões do país que mais contribui para as nossas exportações” fruto dos investimentos realizados.

No mesmo debate, afirmou o ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural: “Determinei, no atual quadro comunitário de apoio, que não haverá no perímetro de Alqueva mais apoios ao investimento para a instalação de olivais e de agro-industrias associadas ao olival, porque temos capacidade de laboração suficiente”.

CDS questiona Governo sobre falta de obstetra no Hospital de Beja

O CDS-PP voltou a questionar o Governo sobre a falta de obstetras na Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (ULSBA). Quer saber “que medidas estão a ser tomadas para garantir que é assegurado o acesso à saúde e a qualidade da prestação de cuidados de saúde a toda a população servida pelo Hospital José Joaquim Fernandes, em Beja, o que claramente não se está a verificar”.

Senhores deputados e autarcas defendam as populações que os elegeram e lutem pelo Hospital Público de Beja!

Depois do encerramento da maternidade a 5 e 6 de janeiro, a 2 de março, a 12 de abril e a 9 de junho, o PCP, preocupado com o cenário de encerramento da maternidade do Hospital de Beja, questionou o Governo sobre quais são os motivos que “explicam os sucessivos períodos de encerramento do serviço de urgência de Obstetrícia do Hospital José Joaquim Fernandes?”.

 

Entretanto o CDOS informou que “o encerramento do Serviço de Urgência de Ginecologia e Obstetrícia (no período compreendido entre as 18 h do dia 14 de junho e as 8 h do dia 15 de junho), está ultrapassada, estando o Serviço de Urgência de Obstetrícia e Ginecologia do Hospital José Joaquim Fernandes, a funcionar em pleno no mencionado período.”

26000835_405059729926276_1710825802068910400_n.jpg

 

Aqui, um Anónimo, em 14.06.2019 15:05, deixou o seguinte comentário: Os “Autarcas" do PS estão COBARDEMENTE calados , pois têm medo de perder os TACHOS. Por uma vez na vida pensem naqueles que os elegeram e que não têm capacidade financeira para andarem nos Hospitais Privados. Dr PAULO ARSENIO saia da sua "área" de conforto e assuma-se como lider na defesa do Hospital de Beja.

PCP teme que a maternidade do Hospital de Beja encerre em definitivo

jd.pngO PCP está preocupado com o cenário de encerramento da maternidade do Hospital de Beja. Neste contexto, questionou o Governo sobre esta matéria, querendo saber, entre outras respostas, quais são os motivos que “explicam os sucessivos períodos de encerramento do serviço de urgência de Obstetrícia do Hospital José Joaquim Fernandes?”.

A continuar neste caminho e a não ser interrompido, o PCP teme que “o futuro da maternidade do Hospital de Beja” seja “o encerramento definitivo”, reiterando que a “situação só não tem sido mais grave pela dedicação e empenho dos profissionais de saúde do serviço que são quase sempre sobrecarregados para assegurar as escalas de urgência, consultas, entre outros.”

João Dias, deputado do PCP eleito por Beja, pergunta ao governo quantos médicos especialistas em Ginecologia/Obstetrícia estão em falta na ULSBA – Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo para garantir a urgência de obstetrícia aberta e quantas grávidas foram impedidas de ser atendidas no Hospital José Joaquim Fernandes.

Morreu António Jerónimo, antigo presidente da Junta de Freguesia de Entradas

62069046_2247600015336591_941383782479429632_n.jpgAntónio Jerónimo, de 39 anos, antigo presidente da Junta de Freguesia de Entradas, faleceu neste sábado, 8 de Junho,vítima de doença prolongada. O funeral realiza-se hoje, às 11 horas.

Natural de Entradas , António Jerónimo foi presidente da Junta de Freguesia de Entradas durante três mandatos, entre 2005 e 2017 e actualmente era deputado na Assembleia Municipal de Castro Verde, sempre eleito pela CDU.

Desempenhou funções no Gabinete de Apoio à Vereação da CMCV entre 1999 e 2004 e depois dessa data ingressou na SOMINCOR (Minas de Neves-Corvo) como operador de lavaria.

Foi também dinamizador do movimento associativo do concelho, tendo desempenhado cargos directivos no Lar Frei Manoel das Entradas, na Sociedade Recreativa e Desportiva Entradense e na Casa do Benfica de Castro Verde.

Conheci o Tói, como era conhecido, há muitos anos, tendo convivido com ele em diversas situações no desempenho das nossas funções. Era um jovem muito dedicado à sua Terra e empenhado em tudo o que fazia.
À família enlutada manifesto o meu mais sentido pesar.

PSD apresentou e aprovou recomendação ao Governo para valorização de ZPE na Margem Esquerda do Guadiana

Nilza-de-Sena-768x432.jpgO grupo parlamentar do PSD apresentou e aprovou uma recomendação ao Governo para que este elabore o plano de gestão da Zona de Protecção Especial (ZPE) dos concelhos de Moura, Mourão, Barrancos e Serpa, na estratégia do Turismo 2027, no prazo de um ano, que estabeleça as medidas e acções de conservação, visando a compatibilização da conservação dos valores naturais com as actividades praticadas no Sítio e na ZPE”.

Recomenda aiunda que “a estratégia do Turismo 2027, que consagra a natureza como activo estratégico, contenha mecanismos de combate à sazonalidade” e que sejam criadas “medidas especiais de apoio aos agricultores e às agroindústrias existentes e às que futuramente se venham a instalar neste território, para aproveitar e incrementar o potencial do Empreendimento de Fins Múltiplos do Alqueva e a sua importância estratégica para o País”.

CIMBAL escolhe vogal no CA da ULSBA em junho

20190514163049762.jpg

Jorge Rosa, presidente do Conselho Intermunicipal da CIMBAL, explicou que agora que já está constituído, de novo, o CA da ULSBA este seria o momento oportuno para indicar o vogal dos municípios. Acrescentou que pediu aos 13 municípios para indicarem pessoas com perfil técnico/político adequado para o cargo e que a escolha será feita em junho, mês em que se realiza a próxima reunião do Conselho Intermunicipal da CIMBAL.

Comentários recentes

  • Anónimo

    E não é só o hospital, a cidade e a região também ...

  • Anónimo

    Afinal é ou não verdade que o Hospital de Beja “co...

  • Zé LG

    Contactando a CMB. Mas atenção à data da notícia.

  • Anónimo

    Servirá sobretudo e na melhor das hipóteses, para ...

  • Tania

    Como posso fazer e pedir informações sobre como al...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds