Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

“Migrações - Diferentes Olhares” na EDIA

A EDIA e a Cáritas Diocesana de Beja promovem, esta tarde, a iniciativa "Migrações - Diferentes Olhares”, no Edifício da EDIA.

edia.jpgA mesma pretende estimular o interesse e promover o diálogo e o encontro entre todos, para uma melhor compreensão sobre a relação entre as Migrações e o Desenvolvimento.

Posteriormente, realiza-se um momento de apresentação das respostas que existem, localmente, no âmbito da imigração e um espaço de partilha e debate.

Entrega de Prémios “Mais Alqueva Mais Valor” na EDIA

050620132247-399-rega.jpgRealiza-se nesta quinta-feira, dia 14, às 14.30 horas, no auditório da EDIA a cerimónia de entrega dos prémios “Mais Alqueva Mais Valor”.

Este ano na primeira edição, os Prémios “Mais Alqueva, Mais Valor”, têm como objetivo identificar e dar visibilidade às empresas, pessoas e instituições que contribuem para a eficiente utilização dos recursos naturais, com especial enfoque no recurso água e são uma iniciativa integrada no projeto ALA – Agendas Locais da Água no Alentejo, financiado pelo Fundo Ambiental e desenvolvido em consórcio liderado pela EDIA, com a Consulai e a Universidade de Évora.

Efacec vai instalar central fotovoltaica em Moura

paineis-solares-768x432.jpgA empresa anuncia que viu adjudicada pela EDIA - Empresa de Desenvolvimento e Infra-estruturas de Alqueva, a central fotovoltaica de Moura com 1 MW (Megawatt), que “vai permitir a distribuição de energia para 801 habitações”.

Esta central de Moura pode contribuir para solucionar o problema dos 105 trabalhadores que perderam o seu posto de emprego, com o encerramento da fábrica de painéis solares de Moura, detida pelos espanhóis da Acciona.

Lançado concurso para construção do Circuito Hidráulico de Viana do Alentejo e respetivo Bloco de Rega

3427_49949110-2085727711473533-5.jpgA sessão de lançamento aconteceu no Cineteatro Vianense, contando com a presença do primeiro-ministro, António Costa; do ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Luís Capoulas Santos; e do ministro do Planeamento e Infraestruturas, Pedro Marques.
O concurso envolve um investimento de seis milhões de euros, beneficiando uma área total de cerca de 4 600 hectares, localizada nos concelhos de Alvito, Évora e Viana do Alentejo, integrado na ampliação do regadio do Empreendimento de Fins Múltiplos de Alqueva e decorre no âmbito do Programa Nacional de Regadios.
A “água para rega será retirada do Reservatório da Baronia que já existe e será conduzida pelo Sistema Elevatório de Viana do Alentejo, a construir na nova empreitada”.
A obra tem um prazo de execução de 15 meses, devendo estar em funcionamento na primavera de 2021.

Primeira central fotovoltaica flutuante de grande dimensão vai ser instalada em Cuba

6757_big.jpgA EDIA – Empresa de Desenvolvimento e Infra-estruturas do Alqueva adjudicou a construção de uma Central Fotovoltaica em Cuba, ao “dstgroup”, que, para além do projecto de execução e da empreitada de construção, ficará ainda responsável pela operação e manutenção da central pelo prazo de três anos, após a entrada em exploração.

Avaliada em 1 055 646 euros, a empreitada contempla a instalação de 3024 painéis fotovoltaicos, numa área de 10200 m2, que permitirá a produção de 1.735.981kWh . Será a primeira instalação de 1MW em estrutura flutuante numa estação elevatória a ser construída em Portugal.

EDIA avança com primeira URSA em Serpa

URSA.jpgA EDIA -Empresa de Desenvolvimento e Infra-estruturas de Alqueva está a implementar a primeira unidade do projecto URSA – Unidade de Recirculação de Subprodutos de Alqueva, no concelho de Serpa.

Segundo a EDIA, “este projecto apresenta uma estrutura assente no uso eficiente de recursos, nomeadamente na protecção do solo e da água, e na valorização de subprodutos, contribuindo para acelerar a transição para a economia circular, através de uma agricultura em linha com os princípios deste novo paradigma”.

“Gregos, Egípcios e Fenícios em Beja?”

Museu-Sembrano-Beja-768x432.jpgé o título de uma exposição que a EDIA inaugura, esta noite, no Núcleo Museológico da Rua do Sembrano, inserida no ciclo de exposições que está a desenvolver com base no espólio descoberto durante as intervenções arqueológicas realizadas na construção de Alqueva.

Antes da inauguração da exposição tem lugar a conferência “Um ainda Admirável Mundo Novo: Necrópoles rurais sidéricas dos plainos de Beja”, aberta ao público, por Rui Mataloto, arqueólogo no Município de Redondo, investigador na área do Alentejo Interior sobre diversos temas, com particular enfoque na Idade do Ferro.

Esta exposição pode ser visitada de terça a domingo, entre as 9:30h e as 12:30h e das 14:00h às 18:00h.

“Sistemas de apoio à decisão em agricultura de regadio” em debate na EDIA

096.JPGO auditório da EDIA, na cidade de Beja, recebe, esta tarde, às14.30 horas, as III Jornadas Técnicas “Sistemas de apoio à decisão em agricultura de regadio”,  com intervenções de José Pedro Salema, presidente da EDIA e Gonçalo Morais Tristão, presidente do COTR.

A EDIA e o COTR recordam ainda que estas III Jornadas Técnicas sobre Sistemas de Apoio à Decisão na Agricultura de Regadio, realizam-se num contexto de constante inovação tecnológica e de alterações climáticas que afectam a produção agrícola.

Apresentação pública da APBA esta tarde na EDIA

281220171213-442-Alqueva.jpg

O auditório da EDIA, na cidade de Beja, recebe, esta tarde, às 18.00 horas, a apresentação pública da APBA-Associação de Proprietários e Beneficiários do Alqueva, que conta com representantes de todos os perímetros de rega geridos pela EDIA, nomeadamente, Vale do Gaio, Monte Novo, Loureiro-Alvito, Caliços-Machados, Caliços-Moura, Orada-Amoreira, Alfundão, Ervidel, Roxo-Sado, Ferreira, Cinco Reis-Trindade, Beringel-Beja, São Matias, São Pedro-Baleizão, Baleizão-Quintos, Alvito-Pisão, Pias, Brinches, Serpa, Brinches-Enxoé, Pisão e Pedrogão.

O Sistema Global de Alqueva tem 120 mil hectares de regadio em exploração, com expansão prevista para 170 mil hectares até finais 2022.

A associação assume a missão de “representar os interesses legítimos dos proprietários e beneficiários do Empreendimento de Fins Múltiplos de Alqueva junto de todas as entidades oficiais”.

MOURA VAI TER MAIS 10 MIL HECTARES REGADOS POR ALQUEVA

CS2-768x511.jpg

O Ministro da Agricultura, Capoulas Santos, presidiu à apresentação, na Feira de Setembro, em Moura, do novo perímetro de rega Moura/Póvoa/Amareleja. O investimento de cerca de 37 milhões de euros vai criar 10 mil hectares de regadio no concelho.

O Governo estima que o novo perímetro de rega fique concluído em 2021. O investimento insere-se no plano de alargamento do regadio de Alqueva em 50 mil hectares, a que se juntam outros 50 mil hectares em vários pontos do país. Este alargamento deverá criar mais de 10 mil postos de trabalho na agricultura.

Antes da apresentação do novo perímetro de rega Moura/Póvoa/Amareleja, Capoulas Santos inaugurou o Lagar da Herdade de Vale Formoso e visitou a Cooperativa Agrícola de Moura e Barrancos.

Comentários recentes

  • Anónimo

    E não é só o hospital, a cidade e a região também ...

  • Anónimo

    Afinal é ou não verdade que o Hospital de Beja “co...

  • Zé LG

    Contactando a CMB. Mas atenção à data da notícia.

  • Anónimo

    Servirá sobretudo e na melhor das hipóteses, para ...

  • Tania

    Como posso fazer e pedir informações sobre como al...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds