Alvitrando
Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.
20
Fev 18

201802192318235843.jpg

A FENAREG – Federação Nacional de Regantes alerta que este ano “haverá fortes restrições em quase todas as obras de rega” e frisa que “a maioria não terá água”, lembrando que “após quatro anos consecutivos de precipitação inferior à média, as reservas de água situam-se agora nos 36%”.

Isto significa para a FENAREG que mais de 50% das áreas irrigáveis não vão poder ser regadas em 2018, que os agricultores são os primeiros a ser afetados pela seca e que terão que adaptar as culturas e as áreas cultivadas à água disponível. Acrescenta que redução de colheitas e menores rentabilidades são efeitos da seca prolongada e que acabam transferidos à indústria agroalimentar e à economia rural.

Para a FENAREG a seca vai provocar em 2018, um prejuízo direto estimado de mais de 1,1 mil milhões de euros no saldo da balança comercial e por tudo isto pede “urgentes medidas compensatórias aos agricultores pelo agrupamento de custos com a rega.”

Para a FENAREG o Programa Nacional de Regadios, cujo arranque foi assinalado pelo ministro da Agricultura no passado dia 2, é “mais um progresso na adaptação às alterações climáticas” e refere, igualmente, que “como aposta na competitividade da agricultura, também a PAC pós 2020 deve assegurar a continuidade dos investimentos em regadio para melhor resiliência aos períodos de seca.”

publicado por Zé LG às 00:14
15
Jan 18

120120181146-806-GADEAlvito.jpg

O Gabinete de Apoio ao Desenvolvimento Económico de Alvito mudou de instalações, passando a funcionar no edifício situado no Largo do Relógio, nº 13, em Alvito, junto ao Balcão Único de Atendimento da Câmara Municipal

De acordo com a autarquia, “esta mudança de instalações pretende melhorar a facilidade de acesso de todos os interessados aos serviços nele disponibilizados, criando assim maiores sinergias com os agentes económicos locais no sentido de, em conjunto, se potenciar o desenvolvimento económico do concelho”.

publicado por Zé LG às 08:48
24
Out 17

O projecto “Unidades de Recirculação de Subprodutos de Alqueva”, desenvolvido pela EDIA, em parceria com o ISQ, foi o terceiro classificado entre 66 candidatos pelo Fundo Ambiental Português, no quadro do programa “Apoiar a Transição para uma Economia Circular”, recebendo 50 mil euros para o desenvolvimento de um Plano de Implementação.

De acordo com a empresa que gere Alqueva “visa a criação de um conjunto de unidades de recolha, tratamento e transformação de subprodutos agrícolas em fertilizante para aplicação no solo, distribuídas pelo território do Empreendimento de Fins Múltiplos de Alqueva, concretizando assim a estratégia integrada de promoção da matéria orgânica no solo”.

“Estas unidades pretendem devolver ao solo os nutrientes que são retirados através da agricultura, reduzindo deste modo as necessidades de adubação e aumentando a rentabilidade das culturas”, adianta a mesma fonte.

A EDIA acrescenta que “prossegue com o seu propósito de ir para além do fornecimento de água aos agricultores de Alqueva, reforçando o seu contributo efectivo no apoio ao sector agrícola, na promoção do uso eficiente de recursos e na protecção do solo e da água”.

publicado por Zé LG às 12:43
15
Out 17

2254_ccdra-pulido-valente-rta-.jpg

Terminou em Bruxelas, a 15.ª Semana Europeia das Regiões e Cidades, uma iniciativa promovida pelo Comité Europeu das Regiões e pela Direção-Geral da Política Regional e Urbana da Comissão Europeia, onde “funcionários das administrações das regiões e dos municípios, bem como peritos e académicos, puderamm trocar boas práticas e conhecimentos sobre o desenvolvimento regional e urbano”.
Jorge Pulido Valente, vice-presidente da CCDRA, afirma que “a CCDRA entendeu, em conjunto com os seus parceiros mais diretos, levar a este evento o tema da economia circular, tendo em conta que é uma área em que estamos a trabalhar com alguma dinâmica, que tem sido inclusive reconhecida em termos nacionais relativamente àquilo que é a intervenção das comissões de coordenação nos seus territórios”.
Indicou ainda que “a nossa intervenção tem a ver com trabalhar o tema da sustentabilidade como um desafio importante para a região”, focando que, “do nosso ponto de vista, as CCDR devem procurar territorializar aquilo que são as políticas nacionais em várias áreas, pelo que temos vindo a desenvolver vários projetos”.

publicado por Zé LG às 14:53
18
Mai 17

170520171640-442-ConferenciasAljustrel14.jpg

A Câmara de Aljustrel e a Unidade de Missão para a Valorização do Interior iniciam hoje as “Conferências de Aljustrel”.

“Uma Agenda para o Interior” é o tema central dos trabalhos.

As entidades promotoras pretendem que esta edição “possa dar válidos e fundamentados contributos para a construção e execução de uma Agenda para o Interior que o valorize no quadro de uma real coesão territorial, conforme decisão e desafio governamental”.

Neste primeiro dia estão em reflexão a “Inovação da Base Económica” e a “Atractividade Territorial”.

As Conferências de Aljustrel terminam amanhã.

publicado por Zé LG às 08:43
15
Abr 17

075.JPG

Os regantes da ABORO - Associação de Beneficiários da Obra de Rega de Odivelas vão ratear a água disponível.

Desta forma, a Associação quer dar a possibilidade de não recorrer à água de Alqueva aos regantes que assim o entenderem.

Segundo a ABORO, a situação “decorre da aplicação do novo tarifário da água de Alqueva às Associações de Regantes confinantes, que implica um aumento muito significativo do preço da água nestes perímetros de rega”.

A Associação considera que é “imprescindível que o valor da água seja compatível com a rentabilidade das culturas e seja equilibrado entre os vários utilizadores” o que, no seu entender, “não se verifica”.

publicado por Zé LG às 10:39
31
Mar 17

LE.jpg

 DAQUI.

publicado por Zé LG às 08:44
31
Jan 17

300120171510-91-paineisflutuantes.jpg

A EDIA instalou o primeiro conjunto de painéis fotovoltaicos flutuantes num dos seus reservatórios da rede secundária de rega, o reservatório da Cegonha, do aproveitamento hidroagrícola de São Matias.

Segundo a EDIA, trata-se de um sistema off-grid, desligado da rede eléctrica, composto por 44 painéis fotovoltaicos flutuantes e com uma potência instalada de 11 kW. Ainda de acordo com a EDIA, para além deste conjunto de painéis, foi ainda instalado um sistema de armazenamento de energia, com autonomia para 5 dias sem sol, permitindo abastecer os órgãos hidráulicos do reservatório, os sistemas de monitorização e telecontrolo e ainda a estação de filtração de um bloco de rega com 2 163 hectares.
A EDIA dá ainda conta que esta solução energética evitou a construção de uma linha de média tensão com uma extensão de cerca de 2 quilómetros, que se traduz numa rentabilidade económico-financeira positiva desde o momento de entrada em funcionamento.
Finalmente, é afirmado que a EDIA tem vindo a apostar em soluções energéticas amigas do ambiente e ecologicamente compatíveis com um processo de desenvolvimento sustentado que se deseja para a região.

Lido AQUI. Pode também ser lido AQUI.

publicado por Zé LG às 08:05
28
Dez 16

155.JPG

publicado por Zé LG às 00:18
01
Set 16

IMG_6827.JPG

No Monte do Outeito, um pouco como em toda a região de Beja, está em curso uma nova Reforma Agrária, com uma total alteração das culturas, que se tornaram possíveis a partir da chegada da água de Alqueva.

A produção extensiva de sequeiro está a dar lugar a produções intensivas de regadio, com uma grande preponderância de olivais.

Esta nova Reforma Agrária terá um grande peso económico e no saldo da nossa balança comercial, mas não tem o impacto social na região que a Reforma Agrária de Abril teve. 

IMG_6832.JPG

publicado por Zé LG às 08:50
26
Jul 16

CARTAZ TTIP - Beja.jpg

Amanhã, dia 27, uma delegação de Os Verdes que, inclui o deputado José Luís Ferreira, reúne com a Associação para a Defesa do Património Cultura de Beja, em Beja, a convite desta, para debater temas como o abandono quanto aos transportes ferroviários e a desertificação da região, entre outros.

No mesmo dia, Os Verdes organizam, também em Beja, pelas 21.30h, um debate sobre o TTIP – Acordo de Parceria Transatlântica de Comércio e Investimento e os perigos que representa para o nosso país, a realizar na Pracinha (Praça da República, Beja) e no qual marcará presença o deputado ecologista.

 

publicado por Zé LG às 21:42
07
Jul 16

210620160027-69-d35a7b81-6217-4b0f-8c94-b52010f760

 Ver toda a informação AQUI.

publicado por Zé LG às 08:45
17
Jun 16

160620161656-819-CCDR.jpg

publicado por Zé LG às 00:21
21
Mar 16

Distrito de BEJA é:

- o 5º com melhor situação das empresas;

- o 3º com maior dificuldade em lançar um negócio;

- o 1º com pior acompanhamento do governo local/regional a pequenas empresas;

- o 1º com maior dificuldade em recrutar.

É o que diz o 1º Estudo de Competitividade Regional para micro e pequenas empresas, da Zaask, que pode consultar Aqui

 

Com demasiada frequência, envolvemo-nos em discussões mais ou menos estéreis ou marginais. Aqui temos um tema que deve merecer a nossa maior atenção, pelo que desafio todos os interessados no futuro da nossa região para o debater, procurando apontar soluções para tornar o nosso distrito mais atractivo.

publicado por Zé LG às 17:52
14
Mar 16

110320161825-821-Nerbe_.jpg

As associações empresariais do Alentejo deram a conhecer, na última sexta-feira, o projecto “Exportar Melhor”, que quer “melhorar as condições para as empresas do Alentejo aumentarem o seu volume de negócios internacional, iniciarem processos de internacionalização e suprirem falhas de mercado”. O projecto envolve consultores internacionais para mercados como os Estados Unidos da América, Alemanha, Suécia e Moçambique.

publicado por Zé LG às 12:50
31
Jan 16

Gosto muito de futebol. Gosto muito do Benfica e quero que ele ganhe sempre. 

Num jogo de futebol intervêm directamente 11 jogadores e 2 treinadores de cada lado, mais 4 árbitros. Para além de dirigentes, outros técnicos, médicos, massagistas, etc, que não têm (não devem ter) uma intervenção tão directa como aqueles. 

Assim sendo, porque é que nos dias a seguir aos jogos só (quase) se fala das arbitragens dos principais jogos? E sempre porque algum dos grandes acha que os árbitros prejudicaram a sua equipa. Parece que os treinadores não erram na preparação dos jogos, na constituição das equipas, nem nas substituições dos seus jogadores. E parece também que estes não erram, não dão frangos, não falham golos de baliza aberta, não cometem faltas que podiam - e nalguns casos deviam -, evitar. 

Enfim, a análise dos jogos de futebol feita pelos treinadores e por, alguns, dirigentes dos clubes principais resume-se, muitas vezes, aos erros cometidos pelos árbitros contra as suas equipas. Mesmo quando eles só depois de serem vistos e revistos, incluindo em câmara lenta, são detectados. Ou mesmo quando depois disso se mantêm duvidosos. Nunca se queixam dos árbitros quando os erros cometidos por eles favorecem as suas equipas.

Sabemos que o futebol é uma das principais actividades económicas, que mais dinheiro e interesses movimenta directa e indirectamente. Mas, também por isso, o futebol merece mais.

publicado por Zé LG às 23:35
09
Ago 15

310720151433-175-DSC_0182.JPGA Câmara Municipal de Évora tomou conhecimento, através do Presidente Carlos Pinto de Sá, da decisão de que a sede do futuro Cluster da Aeronáutica, Espaço e Defesa (AED Cluster) será em Évora, decisão que resulta dos esforços feitos nesse sentido pela Câmara Municipal, Universidade de Évora, Parque de Ciência e Tecnologia do Alentejo e Embraer.

publicado por Zé LG às 10:13
24
Mai 15

«Concordo que se discutam todos os assuntos, a saúde é importante, com certeza, e também se é importante discutir o nível e a pertinência das iniciativas culturais promovidas pela autarquia, quanto a mim, de qualidade duvidosa e sem qualquer enquadramento ou potencial de promoção turística.

Não podemos, porém, menosprezar outras realidades que nos afetam e condicionam o desenvolvimento da nossa terra. Então ninguém fala das questões sociais, do emprego e do desenvolvimento económico?

Que medidas estão a ser tomadas para dinamizar a economia local? Em Ferreira e noutros concelho da região inauguram-se ninhos de empresas, criam-se gabinetes de inserção profissional, promovem-se projetos para apoiar a iniciativa empresarial e apoiar as atividades económicas, que têm um papel fulcral na criação de emprego.

Ou tenho andado distraído ou não tem havido qualquer iniciativa deste executivo municipal nesta área. Corrijam-me se estiver enganado.»
Comentário de Anónimo a 22 de Maio de 2015 às 17:50, AQUI.

publicado por Zé LG às 12:12
19
Dez 14

logo_CAMM_lol.jpgA empresa municipal Lógica vai dar início ao processo de dinamização e gestão do Centro de Acolhimento de Microempresas de Moura (CAMM), situado no Parque Tecnológico da cidade.
Trata-se de uma iniciativa que representa um incremento nos apoios à atividade empresarial no concelho. No quadro desses apoios, as empresas que pretendam iniciar a sua atividade no concelho poderão instalar-se no CAMM a custo zero.
Neste centro vão ser disponibilizados 11 espaços, designadamente 5 escritórios, com áreas entre os 16 e os 52 metros quadrados, e 6 armazéns, com áreas entre os 51 e os 105 metros quadrados.
O Centro de Acolhimento de Microempresas de Moura deverá começar a funcionar a partir de fevereiro de 2015. O arranque deste projeto significa uma nova fase na vida do Parque Tecnológico de Moura.
In: http://www.logica-em.com/index.php/pt/news/item/159-l%C3%B3gica-emsa-dinamiza-centro-de-acolhimento-a-microempresas-de-moura

publicado por Zé LG às 13:13
30
Jul 14

publicado por Zé LG às 23:51
Junho 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
22
23
24
25
26
27
28
29
30
Passaram por cá
Contador de visitas

Desde 15.01.2011
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
E isso já vem de há muitos anos.Foi no que deu est...
Os quadros locais do PS e seus aliados de ocasião,...
os ignorantes deviam ser proibidos na net
É verdade, tanta ignorância, é o que dá em faltar ...
O MPLA que explora angola há dezenas de anos, tem ...
Tanto disparate, tanta ignorância!
Angola comunista??????
podem sempre ir ler algo sobre marx ao mural que a...
Foi só para ser mais objectivo. Aconselho-te a ler...
O partido Socialista é um partido Marxista não é ?...
Estás a repetir as coisas...deve ser soninho.
Obrigado, prefiro ser ignorante a ser manipulado p...
Pois, pois......... eu sei que dói.Sabes ao menos ...
Pois,pois... amigo....... sabes ao menos o que é o...
Um diz mata e vem o outro a dizer esfola, estivera...
blogs SAPO