Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

UF de Salvador e Santa Maria da Feira reclama solução para o atravessamento seguro de peões da EN 260 / IP 8

Zé LG, 21.09.22

2021-ACIDENTE_800x800.jpgO Executivo da União de Freguesias Salvador e Santa Maria da Feira (UFSSM) decidiu pedir, com urgência, uma reunião à Câmara de Beja, preocupado com os acidentes graves que ocorreram na estrada nacional 260 / IP 8 que circunda a cidade. No espaço de um mês, três acidentes com peões a atravessar aquela via provocaram duas mortes e um ferido grave, que geraram uma grande preocupação no Executivo da UFSSM, liderado por António Ramos, para com as pessoas dos dois bairros, Bairro da Esperança e das Pedreiras, que muitas destas, para terem acesso à cidade têm que diariamente atravessar este EN/IP.

A União de Freguesias defende que a Câmara Municipal “reúna e questione as Infraestruturas de Portugal de Beja, no sentido de se estudar uma solução para o problema, estando este executivo disponível, numa forma conjunta, em colaborar com estas duas entidades, na ajuda e propostas de soluções que melhorem a segurança de pessoas e bens”.

“Fugir” de má chefia é o motivo número um de saída de uma empresa

Zé LG, 18.09.22

398142.pngDe acordo com vários estudos e com um inquérito feito por Susana Barros, B2B Strategy and Leadership Advisor | Invited teacher and mentor na Porto Business School / Executive Education Entrepreneur, no LinkedIn com mais de 1200 respostas, o motivo número um de saída de uma empresa é “fugir” de uma má chefia.

Na sua página de Linkedin, a responsável destaca que a maioria das empresas «não têm essa noção porque não fazem entrevistas de saída aos seus colaboradores. Da parte dos colaboradores que estão a “fugir” de uma má chefia, por um lado não querem arranjar problemas e por outro acham que ninguém quer saber em qualquer caso, por isso escudam-se no aumento salarial para justificarem a saída.»

A ligação de comboio entre Beja e Faro implica "subir quase a Lisboa para voltar para baixo", "apanhar três comboios" e "duas escalas"

Zé LG, 13.09.22

transferir (1).png

O Polígrafo consultou o site da CP e simulou a compra de bilhetes para esta sexta-feira, dia 3 de setembro. Há três viagens disponíveis: duas da parte da manhã que demoram cinco horas e uma viagem no período da tarde, um pouco mais "célere", que dura pouco mais de quatro horas.

Em Londres, “foi uma semana de mudanças, mas não das mudanças necessárias”

Zé LG, 11.09.22

londres.pngNewham e Tower Hamlets são bairros de Londres a pouco mais de dez quilómetros do palácio de Buckingham, mas para quem ali vive, "a questão" destes dias é a conta da luz, não as homenagens a Isabel II.

“Estou à espera da fatura da eletricidade deste mês. Essa é a preocupação, os preços a aumentar. Vamos ver como vamos lidar com isso. Mas esta é que é a grande questão, como que é que se vão pagar as contas”, diz Mariam Ahmed, 37 anos, professora.

Não acho que tudo vá ficar na mesma, penso que Truss vai levar a classe trabalhadora para uma pobreza ainda mais profunda do que aquela em que já está”, afirma Funmi, que diz sentir-se “muito indiferente” em relação à morte de Isabel II, “nem feliz, nem triste”, e não ter qualquer expectativa em relação a Carlos III, diz Funmi.

“Vivendo no meio das pessoas reais, vemos que sofrem, o aumento dos custos de vida, e como isso afeta o país. Podem fazer trabalho social, mas não vemos o impacto disso. E não é só necessariamente os imigrantes, são também os britânicos, a classe trabalhadora”, sublinha, antes de concluir que “foi uma semana de mudanças, mas não das mudanças necessárias”, considera uma inglesa de 28 anos.

Lucinda Jorge vai continuar como vereadora do PS na Câmara de Almodôvar

Zé LG, 09.09.22

202209051337481749.jpgDepois de ter sido afastada do cargo de vice-presidente da Câmara de Almodôvar, pelo presidente do município, Lucinda Jorge esclarece que “vai continuar a estar presente nas reuniões camarárias e da Assembleia Municipal, como vereadora do Partido Socialista, defendendo as causas do concelho de Almodôvar e dos seus munícipes”.

A vereadora esclarece que esta situação terá sido causada pela sua decisão em “avançar com uma candidatura à Comissão Política da Concelhia do Partido Socialista de Almodôvar, após o atual presidente da mesma, António Bota, referir numa reunião da Comissão Política a sua indisponibilidade para se voltar a recandidatar” e manifesta, “a sua tristeza e indignação pela falta de cultura democrática por parte do Sr. Presidente da Câmara, Dr. António Bota e reitera a sua total disponibilidade para se candidatar à Comissão Política da Concelhia de Almodôvar do Partido Socialista”

António Costa engana pensionistas e trata-os como atrasados mentais

Zé LG, 05.09.22

AC.pngAntónio Costa anunciou, esta noite, as medidas para combater o enorme aumento de preços, provocados pela pandemia, pela guerra na Ucrânia e – o que de poucos falam -, pela especulação dos preços que grandes empresas de sectores fundamentais estão a fazer, obtendo lucros pornográficos. Fez a apresentação com pompa e circunstância e com os habituais truques, sendo o mais sádico o utilizado para apresentar os apoios aos pensionistas. Com efeito e tal como disse, a meia pensão que o Estado vai pagar a mais em Outubro é uma antecipação de parte do aumento que teria de ser pago, por força da lei, no próximo ano. Não se trata pois de um apoio, sendo, por isso e desde logo, os pensionistas excluídos dos apoios para fazer face ao aumento do custo de vida. Mas, pior ainda, os pensionistas, para além de irem receber menos do que a que tinham direito no próximo ano irão ser penalizados a partir de 2024, porque, mesmo que se mantenha a lei actualmente vigente, os aumentos a partir daquele ano serão calculados a partir de valores inferiores. Senão vejamos: Um pensionista que tenha uma pensão de 1.000,00 euros, deveria passar a receber 1.080,00 euros (+ou-) em 2023 e a pensão de 2024 seria calculada com base neste valor. Assim, com este golpe de ilusionista, esse mesmo pensionista irá receber 1.040,00 euros (+ou-) em 2023 e a pensão de 2024 será calculada com base neste valor. E assim sucessivamente… Com este golpe de ilusionista, António Costa vai degradar ainda mais o valor das pensões de reforma. A um primeiro-ministro exige-se mais respeito por quem trabalhou toda a vida e investiu na segurança social para ter uma vida digna quando se reformasse.

Imigrantes timorenses despejados e sem comida

Zé LG, 28.08.22

202208251048091658.PNGCerca de uma centena de cidadãos timorenses, homens e mulheres, foram nos últimos trinta dias, despejados por proprietários e outros tiveram que abandonar as casas onde residiam por se encontrarem a viver em condições habitacionais indignas, em Pias e Cabeça Gorda. Foram entretanto realojados e estão a ser receber as refeições com o apoio das autarquias e de instituições de solidariedade social.

Ver aqui, aqui, aqui, aqui e aqui

E vão seis meses… e a guerra continua. A quem interessa?

Zé LG, 24.08.22

Sem nome.png

Seis meses depois da Rússia, de Putin, ter invadido a Ucrânia, de Zelensky, a guerra continua. Nem as intenções de Putin, nem as previsões dos EUA, da NATO e da UE, de que tratava de um conflito rápido se confirmaram. Seis meses depois e apesar de todas as sanções e “apoios”, a guerra continua a devastar a Ucrânia, a matar civis e militares, a deslocar milhões de pessoas, a empobrecer ainda mais os povos ucraniano e russo e a criar dificuldades aos povos do resto do mundo.

Para quando e como se poderá alcançar os tão ambicionados cessar fogo e paz? Mantenho a opinião que tenho desde o início: Independentemente do que cada uma possa achar da guerra, esta só terminará com um acordo entre a Rússia e a Ucrânia ou uma guerra mundial, de consequências incalculáveis. Isto porque: (1) Ninguém acreditará que a Rússia, de Putin, que invadiu a Ucrânia, volte atrás de “mãos a abanar”, o que implicará cedências territoriais por parte da Ucrânia, de Zelensky, mais ou menos estratégicas; (2) Ninguém acreditará que a Ucrânia, de Zelensky, por mais “apoios” que receba do “Ocidente” para manter a guerra contida àquele espaço, consiga vencer a guerra. Importa ainda lembrar o facto dos países mais populosos do mundo e com maiores forças militares (ainda) não manifestaram o seu apoio à Ucrânia, de Zelensky.

Face ao exposto, que me parece retratar factualmente a situação actual, basta escolher o achamos menos mau – um acordo bilateral, com cedências de território ucraniano à Rússia, de putin, ou continuação da guerra por tempo e consequências indeterminadas...

Chamem os Bombeiros, porque a CIMBAL "está a arder"

Zé LG, 22.08.22

CIMBAL-Arsenio-e-Bota_800x800.jpgO presidente da Câmara de Beja, desmentiu o presidente da Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo (CIMBAL) e também presidente da Câmara de Almodôvar, depois da CIMBAL ter emitido um comunicado onde é garantido que a autarquia bejense “assegura os restante 30 mil euros para a reparação da autoescada dos bombeiros”.

Paulo Arsénio desmentiu categoricamente o seu colega: “não é verdade. Isso não corresponde à verdade e nunca foi dito. Está errado” e garantiu que vai levar o assunto de novo à próxima reunião da CIMBAL, do próximo dia 12 de setembro, “para que todos os municípios possam contribuir. Se todos tiverem boa vontade podem mantê-la”.

Antes, António Bota, tinha referido que “apesar de estar no comunicado, não existia nenhum documento da Câmara de Beja a assegurar os 30 mil euros” e que “não concordo que as restantes doze câmaras coloquem uma verba na reparação de uma autoescada localizada em Beja que numa deslocação leva uma eternidade”.

O que devia unir as autarquias, principalmente numa altura de incêndios, serve para dividi-las, incluindo, como é o caso, presididas por eleitos do mesmo partido (PS). Unam-se e contribuam para reparar a autoescada antes que precisem dela!...

Campanha de cereais de inverno foi a 2.ª pior dos últimos 105 anos

Zé LG, 20.08.22

202206141049008051.jpg"As previsões agrícolas, em 31 de julho, apontam para uma campanha cerealífera fortemente marcada pela seca severa a extrema que acompanhou grande parte do ciclo vegetativo dos cereais de inverno", segundo o INE, que deverá ser a segunda pior desde que existem registos sistemáticos, apenas superior à produção de 2012 e próxima da de 2005, que foram igualmente anos de secas extremas.

Segundo o INE, embora existam searas com produtividades e qualidade aceitáveis, a maior parte das áreas colhidas apresentam quebras de produção na ordem dos 30% no trigo mole, triticale e cevada, 25% na aveia e 15% no trigo duro e centeio.

Hospital de Beja com Urgência Obstétrica/Ginecológica encerrada até quarta-feira

Zé LG, 16.08.22

h_202205181503536226.pngO Serviço de Urgência Obstétrica/Ginecológica do hospital de Beja encerrou hoje às 08:00 e reabre na quarta-feira, também às 08:00, por “impossibilidade de preenchimento da escala” médica neste período, disse fonte hospitalar. Também o bloco de partos está encerrado neste mesmo período de 24 horas, pelo mesmo motivo. Já este fim de semana, as urgências obstétricas do hospital de Beja estiveram fechadas durante 24 horas, entre as 08:00 de domingo e as 08:00 de segunda-feira. Este foi o quarto fim de semana consecutivo com constrangimentos nestes serviços do hospital de Beja devido à impossibilidade de preenchimento das escalas médicas.

Os cereais ucranianos vão para quem mais precisa deles?

Zé LG, 06.08.22

image.jpg

O primeiro carregamento de cereais ucranianos deixou o porto de Odessa na manhã desta segunda-feira, com destino ao Líbano.                                          (© TURKISH DEFENCE MINISTRY / AFP)

Saíram da Ucrânia mais três barcos de transporte, com mais de 58.000 toneladas de cereais, agora com destino à Turquia, Reino Unido e Irlanda, avançou esta sexta-feira o ministro da Defesa da Turquia, Hulusi Akar.

Beringel sem médico desde o início deste mês

Zé LG, 06.08.22

médico-768x512.jpgA população de Beringel está sem médico. A única profissional que prestava serviço naquela localidade do concelho de Beja reformou-se no início deste mês. Os serviços de enfermagem continuarão a ser assegurados às terças e sextas-feiras.

Quem necessitar de receitas, exames, renovação de baixa, dúvidas em relação à medicação, pode contactar a Junta de Freguesia, cujos serviços farão a coordenação dos pedidos com a Unidade Local de Saúde.

Seis concelhos alentejanos com abastecimento de água com recurso a autotanques

Zé LG, 03.08.22

38956765.JPGO abastecimento público de água está a ser assegurado através de autotanques, devido à seca, em localidades de seis concelhos servidos pelo sistema da Águas Públicas do Alentejo (AgdA) - Aljustrel, Mértola e Moura (no distrito de Beja), Alcácer do Sal e Santiago do Cacém (Setúbal) e Montemor-o-Novo (Évora).

Com uma “comunicação diária da evolução de consumos de água aos respetivos municípios” e recomendações para a restrição de usos não potáveis, a empresa salientou que está também a preparar “origens alternativas”, acrescentando que, até agora, “o reforço com transportes de água através de autotanques e a reativação de origens alternativas tem permitido garantir o abastecimento às populações, tendo em conta a dimensão dos aglomerados”.

Com o PS a governar sozinho, os trabalhadores e os pobres que paguem a crise

Zé LG, 02.08.22

Sempre que acontece algo de muito negativo, lá vêm as fases costumeiras de que “nada irá ficar como dantes”, “o mal afecta-nos a todos”, “agora é que vamos perceber que estamos todos no mesmo barco”, “a ganância de alguns irá ser combatida para que os que mais precisam possam ter mais alguma coisa e mais dignidade”, …. Depois é o que se tem visto e está a ver.

Ouvimos ainda recentemente, aquando do debate do Orçamento de Estado, o governo afirmar que não há condições para aumentar os salários e as pensões, tal como falta dinheiro para assegurar as funções do Estado, designadamente as que mais poderão combater as crescentes desigualdades sociais, como se está ver com o que se está a passar no Serviço Nacional de Saúde.

Sem nome.png

Mas, por outro lado e de forma pornográfica, os bancos aumentaram em mais do dobro os seus lucros no primeiro semestre, fundamentalmente à custa do do desemprego de milhares de trabalhadores e do aumento das comissões. E ainda justificam tais aumentos com a necessidade de fazer face à inflação, que, segundo os seus administradores, afecta a todos.

Aliás, os lucros, pornográficos face à situação que estamos a viver, estão a ser obtidos igualmente por muitas outras empresas, designadamente na área das energias, que utilizam a mesma justificação da inflação.

Ou seja, as grandes empresas servem-se da inflação para especularem e terem lucros superlativos, enquanto os trabalhadores, os reformados e os mais necessitados empobrecem devido ao aumento do custo de vida provocado pela inflação.

Esta é a política de subserviência aos grandes interesses instalados que o governo do PS insiste em seguir e acentuar, agora sem os empecilhos dos seus ex-parceiros da Geringonça… É um fartar vilanagem.

Ver lucros dos bancos aqui e aqui.

Amigos das Forte lança campanha de sensibilização para a poluição causada pela fábrica de bagaço de azeitona

Zé LG, 27.07.22

bagaco-1024x687-1-690x450.jpgA Associação Ambiental de Amigos das Fortes (AAAF), em Ferreira do Alentejo, acaba de lançar uma campanha para sensibilizar a opinião pública da comunidade, para o problema ambiental gerado pelas fábricas de bagaço de azeitona.

Para mostrar que “as fábricas de bagaço de azeitona são um desastre” e que a “Aldeia das Fortes sufoca”, Fátima Mourão da AAAF diz que é preciso agir e por isso, a finalidade do projecto é dizer que “há alternativa às fábricas de bagaço de azeitona. Andam a fustigar há 13 anos a Aldeia das Fortes. A fábrica emite cheiros nauseabundos e fumos durante um ano inteiro, em que toda a população vive com esse problema grave”.

A poluição gerada pelas fábricas de bagaço, tem vindo “a destruir o tecido social e emocional de uma população. Os centros de compostagem existem, é preciso agilizar para que se tornem uma realidade e se multipliquem”, referiu Fátima Mourão.  

União das Freguesias de Salvador e Santa Maria da Feira condena deposição ilegal de lixo

Zé LG, 23.07.22

despejo-ilegal.jpgA União das Freguesias de Salvador e Santa Maria da Feira, em Beja, detetou mais um despejo ilegal de resíduos, desta vez na Estrada da Fonte Mouro, tendo endereçado informação ao Município de Beja para que possa ser feita análise e queixa.

A União de Freguesias adianta que todo o material depositado ilegalmente poderia ter sido recolhido pelos serviços da União de Freguesias, bastando para tal uma marcação, lembrando ainda que “estas situações, além do crime que constituem acabam por degradar o espaço público e por retirar recursos da União de Freguesias que deveriam estar nas ruas, noutras tarefas, e que assim passam parte demasiado significativa do seu tempo a recolher despejos ilegais”.