Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Que fazer para travar este pesadelo?

Zé LG Zé LG, 03.01.20

8643_big.jpgSegundo os dados da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária, registaram-se desde Janeiro de 2019 até ao passado dia 20 de Dezembro, 2168 acidentes no Distrito de Beja.

Destes acidentes resultaram 32 mortos, mais 10 que em igual período em 2018 e 70 feridos graves, menos 15 que em período homólogo.

 

Não costumo publicar este tipo de notícias, mas decidi publicar esta por vir ao encontro do que pensava estar a acontecer, tal foi a frequência de notícias com de acidentes graves com que fomos confrontados nos últimos tempos. Esta situação é ainda mais grave porque se regista ao contrário do verificado a nível nacional. Urge, por isso, tomar as medidas mais adequadas a evitar que tal continue a acontecer. As autoridades competentes não podem ficar apenas pelo registo dos acidentes e das suas vítimas...

Depressão Elsa provocou vítimas mortais e desalojados, estradas cortadas e inundações

Zé LG Zé LG, 20.12.19

Pelo menos duas pessoas morreram na sequência do mau tempo. A queda de árvore fez uma vítima mortal no Montijo e um desabamento de terras em Castro Daire provocou uma segunda vítima mortal. Veja aqui as previsões do tempo, os alertas da Proteção Civil e as indicações para as diferentes localidades.

transferir.jpgNova depressão chega sábado. A agitação marítima associada ao Fabien irá também fazer-se sentir na costa ocidental, em especial no litoral norte”. Contudo, prevê-se que os efeitos da depressão Fabien não apresentem em Portugal continental a mesma intensidade do que os da tempestade Elsa, “em particular em termos de vento e com mais significado em termos de precipitação”.

“Um verdadeiro caos ambiental poderá ocorrer ao não haver onde colocar aquele bagaço de azeitona”

Zé LG Zé LG, 10.12.19

As três grandes unidades de receção de bagaço de azeitona proveniente dos lagares que processam toda a azeitona produzida no Alentejo já têm grande parte da sua capacidade estática de armazenamento esgotada. O alerta é da Confragi que refere ainda que “falta muito pouco para que todo o setor paralise, desde a apanha de azeitona aos lagares que a transformam, facto que a verificar-se poderá provocar prejuízos incalculáveis aos agricultores e empresas ligadas ao setor”.

P1060207.JPG

Degradação das escolas do Mega-Agrupamento nº 1 de Beja

Zé LG Zé LG, 29.11.19

11225460_113653692305457_7134976497734334364_n.png"É triste de ver a continua degradação, a todos os níveis, das três escolas que constituem o Mega Agrupamento da Diogo Gouveia". Anónimo 28.11.2019 00:16
"Seria interessante perceber qual a opinião da Direção do Agrupamento sobre este assunto, e sobre outros que tem vindo a contribuir para a degradação destas escolas". Anónimo 28.11.2019 00:21
Daqui.

“Uma mentira mil vezes repetida torna-se verdade”?

Zé LG Zé LG, 28.09.19

Camilo

Quartel.jpg

… outro aspeto que aparece não poucas vezes nas citadas redes sociais: a associação da prática antifascista de Camilo Mortágua (avaliando-a de modo depreciativo) à atividade política das suas filhas, o que não deixa de ser uma atitude, no mínimo desonesta. O que, de facto, os que o fazem não conseguem aceitar é ver a Mariana e a Joana prosseguirem, não uma “carreira política” baseada em amiguismos e outros esquemas mas, a exemplo do pai, a defesa dos ideais e das causas em que acreditam, através da luta política. E, numa altura, em que se apela a que mais jovens e mais mulheres participem na vida política, não deixa de ser um paradoxo que essas duas jovens mulheres sejam criticadas apenas por serem filhas do antifascista e revolucionário Camilo.

José Filipe Murteira

Porque será que tantas obras públicas “encalham” em Beja?

Zé LG Zé LG, 27.09.19

tribunal.jpgA construção do novo Palácio da Justiça de Beja está a viver momentos de “impasse”. O Instituto de Gestão Financeira e Equipamentos da Justiça considerou que as propostas apresentadas para construção do novo Palácio da Justiça de Beja não reuniam os requisitos do concurso público lançado para o efeito e acabaram por ser rejeitadas.

E este foi já o segundo concurso lançado pelo governo para construção do Palácio da Justiça...

“Os populismos apenas surgem por incompetência dos partidos do sistema”

Zé LG Zé LG, 21.09.19

"Os populismos apenas surgem por incompetência dos partidos do sistema, que por multiplas razões sobejamente conhecidas, não conseguem resolver os problemas básicos dos cidadãos.
De modo que, se assim continuarem, de forma paulativa, vão ver o que é que sucede por toda a Europa aliás por todo o mundo e até por cá.
Aliás, já está acontecendo ..., basta só dar tempo ao tempo.

Anónimo 18.09.2019 23:34", aqui.

Presidente da Assembleia Municipal de Vidigueira anuncia demissão

Zé LG Zé LG, 19.09.19

Vidigueira.jpgNa última reunião da Assembleia Municipal de Vidigueira, o presidente daquele órgão, Pedro Janeiro, anunciou que iria abandonar o cargo.

O Movimento Vidigueira Independente sublinha ainda que “em mais de 40 anos, nunca um Presidente de Assembleia Municipal se demitiu, no Concelho de Vidigueira”. Em seu entender, esta situação “mostra, claramente a fragilidade da equipa da CDU e o desmoronar de uma equipa, que perde o seu líder”.

Falta de médicos encerra urgência de Obstetrícia do Hospital de Beja

Zé LG Zé LG, 17.08.19

mw-960.jpgÉ a segunda vez, só esta semana, que o serviço é temporariamente encerrado. Para as grávidas que se deslocarem à urgência de Obstrtrícia de Beja, a solução passa pelo encaminhamento para Évora, a 80 quilómetros, o hospital mais próximo. Ou mesmo para Faro, a 140 quilómetros.

A urgência de Ginecologia e Obstetrícia do Hospital de Beja vai estar encerrada entre esta sexta-feira e as 8h00 de domingo, devido à dificuldade em assegurar o número de médicos necessário para o funcionamento do serviço. É a segunda vez que a situação ocorre esta semana e, pelo menos, a sétima desde o início do ano.

Entre as 6h00 de terça-feira e as 8h00 desta quarta-feira – período do encerramento anterior - “entre 4 a 6 grávidas procuraram o hospital de Beja”, não tendo sido possível o seu atendimento.

Segundo o hospital José Joaquim Fernandes, nenhum outro encerramento está previsto até ao final de agosto, “nem, em princípio, pelo menos nas duas primeiras semanas de setembro”.

 

E depois das "duas primeiras semanas de Setembro"? Como pode estar um serviço público destes estar dependente de um casal de médicos (cuja dedicação não está em causa)? É desta forma que se promove a atracção e fixação de jovens no Interior, neste caso, na região de Beja?!... O que dizem o governo e o PS desta situação? O que se compromete a fazer o PS para a resolver rapidamente, se formar novamente governo após as próximas eleições legislativas?