Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Município de Alvito alarga Regime de Fruta Escolar às crianças do Ensino Pré-Escolar

137 Alunos do Concelho beneficiam do Regime de Fruta Escolar

alvito.jpg

Embora o Regime de Fruta Escolar se aplique apenas aos alunos do 1.º Ciclo, por decisão do Município de Alvito, a medida foi também alargada às crianças do Ensino Pré-Escolar, sendo os custos decorrentes deste alargamento suportados inteiramente pelo Município.
Boas aliadas da alimentação infantil, a fruta não costuma enfrentar grande resistência das crianças para incorporá-la no cardápio diário. É tudo uma questão de adquirir o hábito de consumi-las.
As frutas consumidas duas vezes por semana pelas crianças na Escola são a maçã, pera, banana, pêssego, clementina, cenoura e laranja.

Maria de Jesus Ramires é a nova presidente da CPCJ de Beja

jesus.jpgA professora, e ex-presidente da União das Freguesias de Beja de Salvador e Santa Maria da Feira, Maria de Jesus Ramires foi eleita, presidente da Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ) de Beja.

Maria de Jesus Ramires assume um mandato de três anos à frente dos destinos da CPCJ de Beja e assegurou que ficou surpreendida, e grata, pela forma como lhe foi confiada estas novas funções, que garante encarar como missão.

A professora Maria Regina Martins foi designada secretária da Comissão, funções que eram desempenhadas por Maria de Jesus Ramires.

Município de Alvito cria creche em Vila Nova da Baronia

OBRAS ARRANCAM AINDA ESTE ANO

creche de alvito.jpgCom o objetivo de criar uma resposta social inexistente no Concelho de Alvito e proporcionar uma resposta especializada na área da infância à população do Concelho, o Município viu aprovada a candidatura ao Alentejo 2020 para a requalificação de uma antiga escola primária em Vila Nova da Baronia para instalação de uma creche com berçário (dos 3 meses aos 3 anos de idade).

Pretende-se, assim, contribuir para a inclusão das mães das crianças no mercado de trabalho e promover a criação de postos de trabalho, fixando a população jovem na região.

Beja recebe Festa das Maias

A cidade de Beja recebe, neste sábado, a partir das 10.00 horas, a Festa das Maias, organizada pela Associação de Defesa do Património de Beja.

Maias.jpg

Este ano, juntam-se à festa, João Cataluna, os Meninos em Cante e o Grupo de Danzas de Olivenza La Encina-Las Mayas de Olivenza, numa aposta clara na internacionalização do evento, como afirma, Florival Baiôa, presidente da ADPBeja, para além de uma Feira das Flores.

ACOS + é uma das novidades da Ovibeja

201904212250579271.jpgÉ já na próxima quarta-feira que arranca mais uma edição da Ovibeja, a feira que apresenta “Todo o Alentejo deste Mundo”. Apesar de manter, desde sempre, a traça original, o certame aposta todos os anos na inovação, apresentando em cada edição novidades. O espaço “ACOS +” é uma das apostas da organização em 2019.

O papel inovador da Ovibeja vai ser colocado à prova, nesta 36ª edição da feira através da abordagem de um tema que está na ordem do dia: as alterações climáticas e os contributos para a sua mitigação.

Nesse sentido, a Ovibeja apresenta, este ano, um novo espaço dedicado a famílias, em particular, às crianças, no Pavilhão das Lãs, que vai funcionar durante os cinco dias do evento, entre as 11.00 e as 23.00 horas.

Pais preocupados com a má qualidade da comida na Escola de Santiago Maior

escola-santiago-maior-768x432.jpgPais e encarregados de educação da EB 2, 3 de Santiago Maior, em Beja, estão descontentes com a qualidade e quantidade das refeições servidas aos alunos pela Uniself, empresa concessionária do refeitório da escola, porque “apesar das queixas, não são notadas quaisquer melhorias”.

Nos dias em que as refeições têm alguma qualidade, “há alunos que pedem para repetir só que, os responsáveis da cantina, não deixam”, revela a avó de uma criança.

“Muitos dos alunos vêm de famílias com baixos recursos económicos e a comida da escola é a única refeição quente que têm ao longo do dia”, desabafa, preocupada, Sofia Monteiro, presidente da Associação de Pais.

“Tricotadeiras” de Alvito oferecem peças a crianças do IPO

201901041052513750.jpgUm grupo de “tricotadeiras” de Alvito fizeram diversas peças de vestuário para bebés, com lã oferecida pela Câmara Municipal, no âmbito do Dia Mundial de Tricotar em Público.

Algumas das peças foram distribuídas pelos bebés que nasceram no concelho durante o ano de 2018 e, nesta 2ª feira, vão ser oferecidos ao IPO de Lisboa casaquinhos, gorros, mantas e botinhas.

Comentários recentes

  • Anónimo

    E nem sequer sobre o facto de a CDU ter aqui tido ...

  • Anónimo

    Desta vez ninguém comentou sobre quem fez parte da...

  • Anónimo

    As saudades da Rural Beja têm que ver com a qualid...

  • Anónimo

    Olhe que não, olhe que não!

  • Anónimo

    Também este blog já não é o que era.Nem uma pequen...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.