Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

“O que importa é praticar a política de uma nova forma, deixando para trás a “clubite”.”

Zé LG, 25.09.20

70365791_10205606536479761_4613475439241854976_n MO que está em causa não é quem pode atirar pedras e quem tem telhados de vidro. O que neste momento imperiosamente importa é praticar a política de uma nova forma, deixando para trás a “clubite”. O que hoje em dia está em causa é a definição de uma estratégia para Portugal, e também para a região, em todos os sectores da economia e da vida social. É uma tarefa de grande envergadura, pois claro. Precisa, para ser enfrentada, que se reúnam os recursos mais amplos que consigamos reunir. Seguramente, não será a União Europeia a determinar as prioridades de desenvolvimento do nosso País. Também na Saúde, obviamente, o teremos de fazer. Teremos de imaginar como se deverá processar a evolução e reforço do Serviço Nacional de Saúde. O empenho de todos nós cidadãos, na cooperação para descoberta de soluções para os problemas que nos constrangem é fundamental. Por isso, concordo com o sentido das palavras da Dra. Matos Pires, definindo o modo honesto e solidário de trabalhar, com o fito de beneficiar o interesse público.

Munhoz Frade 23.09.2020, aqui.

Municípios do Alentejo Litoral juntam-se para ajudar empresas da região

Zé LG, 22.09.20

vitorproenca.pngOs municípios de Alcácer do Sal, Grândola, Odemira, Santiago do Cacém e Sines, numa parceria com a Comunidade Intermunicipal do Alentejo Litoral – CIMAL e a consultora Deloitte, criaram uma plataforma inovadora que visa colmatar ao máximo os efeitos que os empresários do Litoral Alentejano estão a sentir pela crise provocada pela pandemia de covid-19.

As empresas vão poder contar com uma equipa multidisciplinar que irá divulgar informação sobre obrigações fiscais e incentivos disponíveis, fornecer informação sobre Direito do trabalho e empresarial, propor medidas de emergência a aplicar de imediato, identificar medidas de curto-prazo que permitam operar o negócio e recomendar medidas que visem retomar a normalidade dos negócios.

A iniciativa já arrancou com a abertura da linha telefónica gratuita (800 100 235) de atendimento para o registo dos pedidos das empresas.

Algarve Biomedical Center colabora com oito municípios do Baixo Alentejo no apoio à Comunidade Educativa na prevenção da Covid19

Zé LG, 12.09.20

202009101905441062 Covid.jpgOs municípios de Almodôvar, Alvito, Barrancos, Beja, Castro Verde, Mértola, Moura e Ourique e o Algarve Biomedical Center (ABC) assinaram protocolos para apoio à Comunidade Educativa, no ano letivo 2020/2021. Entre outras regras vão ser obrigatórios o uso de máscara, a partir dos 10 anos de idade, a desinfeção das mãos à entrada e a leitura de temperatura sem registo.

As regras de segurança sanitária são desenhadas em conjunto com as escolas e têm impacto, entre outros aspetos, nos circuitos e gestão dos espaços, na realização de testes preventivos aos funcionários, nos planos de atuação perante casos suspeitos, nos códigos de conduta, no acompanhamento das escolas e na criação de uma linha de apoio para os pais, que ajuda a orientar e a encaminhar situações suspeitas.

Arlindo Morais, vereador da Câmara de Beja responsável pelo pelouro da Educação, garantiu que está tudo a ser feito para assegurar uma abertura de ano letivo em segurança e que durante a próxima semana serão feitos testes na comunidade educativa e aos trabalhadores da autarquia que vão estar em contacto com as escolas.

CG do Agrupamento de Escolas nº 2 de Serpa pede à Câmara que coopere com ME na reabilitação da Escola Secundária

Zé LG, 27.08.20

Escola-de-serpa.jpg

Daqui.

Esta é uma velha e pertinente posição do PCP, que apesar de ser correcta sob o ponto de vista da delimitação de responsabilidades, é frequentemente mal compreendida e não aceite pelos diversos agentes em presença e pela população em geral, que querem é ver os problemas resolvidos. Vamos ver como reage a Câmara Municipal...

Câmara de Serpa e DRCA assinam protocolo para salvaguarda do património arqueológico

Zé LG, 13.08.20

serpa-arqueologia-768x432.jpgO protocolo pretende “garantir uma melhor articulação e cooperação entre as entidades com competências na matéria, através de uma ação preventiva mais eficaz para evitar danos sobre o património arqueológico que possam decorrer das práticas agrícolas em modo intensivo, e simultaneamente, potenciar uma ação pedagógica junto das populações”.

A autarquia passará, assim, a enviar à DRCA todas as informações emitidas de pedidos de enquadramento em Plano Diretor Municipal em matéria de arqueologia no âmbito de processos agrícolas, “de modo a possibilitar um acompanhamento e fiscalização de maior proximidade e rigor”.

“não tratam os assuntos com gritaria” e os resultados estão à vista...

Zé LG, 29.07.20

76756948_805983806500531_2024966755239067648_o car

"Lembram-se da reunião com a administração da CP quando o presidente da câmara mandou uma indireta ao Beja Merece Mais dizendo que não tratam os assuntos com gritaria. Vê-se o resultado dessa reunião, o que melhorou."
Anónimo 29.07.2020, aqui.

Nelson Brito é o futuro presidente da Federação do Baixo Alentejo do PS

Zé LG, 01.07.20

imgLoader2.ashx.jpgNelson Brito, actual presidente da Câmara de Aljustrel, vai ser o único candidato à presidência da Federação do Baixo Alentejo do PS nas eleições agendadas para o próximo dia 17 de Julho, depois de Hélder Guerreiro ter abdicado da sua candidatura, de acordo com o comunicado assinado por ambos, que refere que "perante estas circunstâncias, conscientes das exigências do actual contexto social e político e dos novos desafios que importa vencer no futuro, os candidatos à Federação do Baixo Alentejo do PS, Hélder Guerreiro e Nelson Brito, construíram uma solução consensual, que une esforços para tornar o PS mais forte, que alia a responsabilidade à acção política e que centra no Baixo Alentejo as energias e a determinação de um partido unido e mais forte". Leia também aqui.

Politécnicos de Beja e Setúbal e Universidade de Évora reforçam parceria

Zé LG, 30.06.20

201901091457331870.jpgPolitécnico de Beja, Universidade de Évora e Politécnico de Setúbal reforçam parceria, nos próximos três anos, com um orçamento disponível superior a 72 mil euros e prevê, “pela primeira vez, a mobilidade de estudantes a juntar à experiência de trabalhadores docentes e não docentes com instituições parceiras na Ucrânia e no Uzbequistão, reforçando”, assim “a cooperação com estas entidades ao longo dos próximos três anos.”

PR de Portugal e Rei de Espanha e primeiros-ministros dos dois países assinalam reabertura de fronteiras em Caia e Badajoz

Zé LG, 15.06.20

marcelo_e_rei.pngSerá na fronteira alentejana do Caia, que o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, o Rei de Espanha, Filipe VI e os primeiros-ministros António Costa e o espanhol Pedro Sánchez, vão assinalar a reabertura de fronteiras entre Portugal e Espanha, no próximo dia 1 de julho.
Nesta fronteira Caia e Badajoz, a comitiva portuguesa cruzará a fronteira para cumprimentar a espanhola; depois, cruzarão ambas as comitivas a fronteira em sentido inverso para almoçarem juntos em Portugal.
Com esta iniciativa, Portugal e Espanha querem dar uma mostra de concertação face a alguns desentendimentos com anúncios unilaterais relacionados com as fronteiras luso-espanholas.

A presidente do CPC de Beja desabafa que "Sentimo-nos completamente abandonados", perante a COVID-19

Zé LG, 11.06.20

cpcb 001.jpg"Nem por isso. Se, por um lado, tivemos quem desse alguma ajuda, tivemos igualmente quem se desinteressasse por completo, chegando mesmo a não cumprir as regras estipuladas e emanadas pelas autoridades competentes, revelando um total desprezo por quem tem tanta falta de ajuda. Fizemos pressão junto das entidades com responsabilidade na área, e na região, e não obtivemos das mesmas qualquer resposta plausível. Sentimo-nos completamente abandonados, com o peso total de procura e aplicação das medidas mais correctas, em cima dos ombros, acrescendo ainda que, apenas, a Autoridade das Condições do Trabalho se lembrou do CPCB, com exigências completamente desp+ropositadas e em situação qu entendemos sem sentido e completa ignorância da situação de ameaça que enfrentámos e do problema que estávamos a atravessar." - esta foi a resposta de Francica Guerreiro à pergunta de Firmino Paixão se "Sentiu que a sociedade local e as pessoas mais próximas do CPC ... se mobilizaram em tono da instituição, ou nem por isso?", na entrevista  publicada na edição da semana passada do Diário do Alentejo.

Margem Esquerda contra a retirada do único meio aéreo de ataque inicial de combate a incêndios rurais

Zé LG, 03.06.20

moura-768x432.jpgA Câmara Municipal de Moura, em conjunto com as de Mértola, Serpa e Barrancos, solicitou uma audiência de caráter urgente ao Ministro das Administração Interna, Eduardo Cabrita, para discutir as razões do Centro de Meios Aéreos de Moura ter perdido o único meio aéreo de ataque inicial de combate a incêndios rurais, devido às orientações emanadas na Diretiva Nacional n.º2 –DECIR 2020.
O presidente da Câmara Municipal de Moura, Álvaro Azedo, sublinha que “a presença deste meio aéreo tem contribuído para a preservação da floresta e da paisagem agrícola” dos quatro municípios e que “a região fica completamente desprotegida”.
Os autarcas dos quatro concelhos do Baixo Alentejo apelam para uma “inversão” da decisão e lembram que o ataque inicial aos incêndios é “crucial” numa região onde as corporações de bombeiros distam “em média 30 quilómetros” entre si, podendo contribuir para o agravamento dos cenários que os operacionais vão encontrar quando chegam ao local do fogo.

Fundação Vodafone apoia fumadores na Praia de Beja

Zé LG, 31.05.20

202005271008594123 Cinco Réis.jpgO Parque Fluvial dos Cinco Reis vai ser contemplado com uma cadeira anfíbia, um sistema especial de comunicações para os nadadores-salvadores, uma bóia e respectivo mastro de praia e cinzeiros de praia através do Programa “Praia Saudável” da “Fundação Vodafone” resultado de uma candidatura que tinha sido feita pela autarquia bejense.

Novo projecto aeronáutico a caminho de Évora

Zé LG, 25.05.20

image.jpgHá um novo projecto aeronáutico a caminho de Évora. O avião ATL-100 da brasileira Desaer vai ser desenvolvido em parceria com o a equipa de Évora do CeiiA, instalada no Parque do Alentejo de Ciência e Tecnologia, ao longo dos próximos 3 anos. Mas a empresa portuguesa pretende que o Alentejo receba uma linha final de montagem da aeronave, de acordo com entrevista publicada no Diário de Notícias, o diretor do CEiiA, para a Aeronáutica e Defesa, Miguel Braga.
O investimento para fase de desenvolvimento é de 20 milhões de euros.
Na fase de industrialização, o CEiiA pretende ter uma unidade em Évora e outra no Brasil e ainda a criação de uma unidade para o fabrico de componentes em Portugal. Mas o objetivo principal é ter um “final assembly line”. “O objetivo é igualmente montar a aeronave em Portugal, o que terá um efeito muito grande do ponto de vista do emprego indireto pela estabilização na região do Alentejo, em Évora, em Beja, em Ponte de Sôr, cidades que estão seguramente preparadas, em termos de infraestruturas para receber um projeto desta natureza” refere o responsável.

NERBE/AEBAL aderiu ao OPTA Alentejo

Zé LG, 21.05.20

nerbe.jpgO NERBE/AEBAL informa que é parceiro da OPTA Alentejo - Organização Pontual no Tempo Atual, uma plataforma que visa ajudar “o setor do comércio, turismo e cultura, micro empresas, empresários agrícolas, bem como pessoas que se encontrem em regime de layoff.”
Esta plataforma “pretende estimular o consumo de produtos e serviços no comércio e empresas locais e do Alentejo, detendo espaços para o mercado de trabalho - oferta e procura, voluntariado-, espaços para a divulgação de produtos e serviços e (novas)\formas de os obter por setores de atividade; possibilidade de uma informação e auxilio personalizado no acesso às medidas implementadas pelo Governo de apoio às empresas e trabalhadores; possibilidade de acesso a cabazes alimentares contemplando ainda um espaço para novos aderentes e formas de ser solidários.”

Paulo Arsénio diz que Museu Regional de Beja vai ser o “grande epicentro cultural do Baixo Alentejo”

Zé LG, 20.05.20

museu.jpgA Câmara Municipal de Beja e a Direcção Regional de Cultura do Alentejo assinaram, no Dia Internacional dos Museus, um protocolo de Colaboração relativo ao Museu Regional de Beja e a outros equipamentos culturais da cidade.

Um dos pontos prevê, com a colaboração da Associação Portas do Território e o financiamento através da CIMBAL/Alentejo 2020, o lançamento a breve trecho do concurso para as obras de conservação e recuperação do Museu.

Paulo Arsénio, presidente da Câmara de Beja, acredita que o Museu Regional de Beja vai ser o “grande epicentro cultural do Baixo Alentejo”.

Ana Paula Amendoeira, Directora Regional de Cultura do Alentejo está confiante no futuro e destaca a parceria com a autarquia de Beja na tentativa de resolução dos problemas.

Direcção Regional da Cultura do Alentejo (re)abre Museu de Beja

Zé LG, 17.05.20

201902112109502383 museu.jpgSegunda-feira, Dia Internacional dos Museus, sob o tema “Museus para a Igualdade: Diversidade e Inclusão”, a diretora Regional de Cultura do Alentejo, Ana Paula Amendoeira, o presidente da Câmara de Beja, Paulo Arsénio, e a presidente do ICOM Portugal, Maria de Jesus Monge, visitarão simbolicamente o Museu Regional de Beja - Rainha D. Leonor, assinalando a sua reabertura, sem alteração de horário ou restrições de áreas visitáveis, neste que é o primeiro Dia Internacional dos Museus em que o Museu de Beja está integrado na DRCAlentejo.

A DRCAlentejo e o Município de Beja comemoram este dia com a assinatura, pelas 15.00 horas, nas instalações do Museu, do Protocolo de Colaboração relativo ao Museu de Beja e a outros equipamentos culturais da cidade e que permitirá, com a colaboração da Associação Portas do Território e o financiamento através da CIMBAL/Alentejo 2020, lançar em breve o concurso para as obras de conservação e recuperação do Museu Regional.

Alentejo de Excelência doou termómetros infravermelhos ao Hospital de Beja

Zé LG, 11.05.20

ULSBA-1-768x432.jpgA Alentejo de Excelência fez uma doação de 15 termómetros infravermelhos ao Hospital de Beja, adquiridos no âmbito da campanha de recolha de fundos que lançou em março com o objetivo de contribuir no combate à pandemia de Covid-19.
De acordo com Márcio Guerra, Vogal na Direcção da Associação Alentejo de Excelência, “este contributo é uma forma da sociedade civil de base dizer presente e de apoiar solidariamente as nossas instituições e os profissionais de saúde que estão na linha da frente, não podendo nós deixar de agradecer às cerca de 50 pessoas e às 12 empresas e organizações da região que contribuíram financeiramente para que esta doação fosse agora concretizada”.
Para além do Hospital de Beja também os hospitais de Évora, Portalegre e Santiago do Cacém receberam os termómetros.

CIMBAL com financiamento para avançar com projecto (Des)construir para a Economia Circular

Zé LG, 04.05.20

O projecto (Des)construir para a Economia Circular foi aprovado, no âmbito do Aviso – Projectos para a promoção da Economia Circular no Sector da Construção, do Programa “Ambiente, Alterações Climáticas e Economia de Baixo Carbono” do EEA Grants, financiado pelos países doadores, Islândia, Liechtenstein e Noruega, apoiando financeiramente os Estados membros da União Europeia com maiores desvios da média europeia do PIB per capita, onde se inclui Portugal.

9322_big circular.jpgO projecto (Des)construir para a Economia Circular resulta de um trabalho iniciado pela CCDR Alentejo com a participação da CIMBAL, dos municípios do Baixo Alentejo e de um conjunto alargado de parceiros. Tem como principal objectivo promover uma estratégia regional para a reutilização de produtos e componentes de construção, bem como a reciclagem de resíduos de construção e demolição (RCD), reduzindo assim o impacto ambiental da construção e promovendo a sua circularidade.

Jorge Seguro Sanches diz que trabalho de proximidade com as autarquias é essencial

Zé LG, 23.04.20

202004211259417987 SE.jpg“Só poderemos ter sucesso na estratégia” de combate à COVID-19, nomeadamente, no Alentejo, “se o fizermos de uma forma muito próxima com as autarquias, porque são elas o grande garante do interesse público”, frisou o coordenador no Alentejo das medidas de combate ao novo coronavírus, que realçou o trabalho que tem sido desenvolvido pelas autarquias da região, que diz terem feito “um trabalho preventivo” desde o primeiro momento em que fomos confrontados com este “desafio”.

O secretário de Estado Adjunto da Defesa Nacional esclareceu que a sua missão é assegurar “que os serviços públicos tenham uma atuação mais coordenada”, conseguindo “uma boa resposta nas IPSS, no SNS”, a par de um trabalho de grande proximidade com os autarcas, pois são eles que estão no terreno.