Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

WATER World Forum For Life está a decorrer em Alqueva

Zé LG, 04.06.21

World.pngO WATER World Forum For Life teve início ontem, no maior lago artificial da Europa, o Alqueva, em Reguengos de Monsaraz. Trata-se de um evento inédito no país sobre a temática da água e da sustentabilidade e decorrerá até dia 6 de junho. O Fórum Mundial da Água será composto por sessões de conferências e debates, desportos náuticos elétricos e ainda um espetáculo multimédia no Alqueva.
De acordo com o portal Greensavers, o evento surge no seguimento da criação da Década da Água (2018-2028) pela Organização das Nações Unidas, reforçando a importância deste bem precioso e alertando para a urgência de ações imediatas que garantam a sua preservação.

António Costa afirma que “lá para final de 2024” será “o momento certo” para avaliar “a decisão de avançar para a regionalização”

Zé LG, 02.06.21

20210531_222438-768x576.jpgO secretário-geral do PS apontou o próximo mandato autárquico como “muito importante”, porque vai estar em vigor a descentralização de competências e os seus recursos financeiros, processo cuja avaliação poderá abrir portas à regionalização.
Na sessão em Beja, para apresentação da sua moção de orientação política ao Congresso do PS, que se realiza em 10 e 11 de julho, António Costa destacou igualmente que, “pela primeira vez”, vai caber às CCDR eleitas pelos autarcas e não nomeadas pelo Governo a elaboração da estratégia de desenvolvimento para cada região.
Assim sendo, “lá para final de 2024, antes de entrarmos no último ano do mandato autárquico”, será “o momento certo” para avaliar o processo da descentralização de competências, que “seguramente” será um “sucesso”, e do modelo de gestão das CCDR, … “E para tomarmos, então, a decisão de avançar para a regionalização nos termos previstos na Constituição e, de uma vez por todas, confiar na descentralização em todos os escalões”, disse António Costa.

Há 16 anos, fiz a minha primeira e última intervenção em congressos do PCP

Zé LG, 27.11.20

Camaradas

"As teorias de Marx, Engels e Lénine estão sujeitas às correcções, aos aprofundamentos e às actualizações que ao longo do tempo a evolução e as mudanças políticas, económicas e sociais, o progresso científico e a experiência revolucionária necessariamente impõem. Desde o "Manifesto Comunista" de Marx e Engels passou um século e meio. Desde "O imperialismo, estádio supremo do capitalismo" de Lenine passou mais de um século em que o capitalismo sofreu assinaláveis transformações. Em todo este longo período verificaram-se a nível mundial profundas e radicais transformações nas sociedades. As transformações da vida obrigaram à análise das novas realidades e no domínio da teoria a modificação e actualizações de conceitos e princípios."

Esta é apenas uma citação da resolução política, aprovada no XIII Congresso, em Maio de 1990, na ressaca da falência dos partidos comunistas de leste.

Se a recordo aqui é porque parece que a estamos a ignorar.

A preparação e a realização do último congresso agravaram ainda mais a que já era uma situação complexa que se vivia no Partido. Depois do congresso as coisas complicaram-se ainda mais. Nenhum dos grandes objectivos aprovados foi alcançado. Há responsabilidades externas que são apontadas. As responsabilidades internas ou não são reconhecidas ou são atribuídas aos militantes, principalmente aos que têm assumido posições críticas. Nunca aos dirigentes.

 

 

Mas afinal o que é que está mesmo em causa com a realização do Congresso do PCP?

Zé LG, 21.11.20

20201015_reuniao_regional_quadros_lisboa_xxi_congrTal como em relação à realização da Festa do Avante, também acho agora que o PCP fazia melhor em alterar a data da realização do seu Congresso. Apenas porque evitava expor-se e alimentar a polémica. Mas também acho que agora, tal como como aconteceu com Festa do Avante, o PCP vai organizar o Congresso com todas as precauções e não haverá acréscimo de contágios por esse motivo.

Agora ouvir e ler comentários de quem nada disse quando o Chega realizou o seu congresso e jantares sem quais precauções, pretender que o PCP seja impedido de realizar o seu congresso pelos contágios que daí podem surgir é querer gozar com a inteligência das pessoas, é anti-comunismo do mais básico, é, anticonstitucional, é, em última análise, querer regressar a tempos de má memória.

Sei que há gente bem-intencionada que critica a realização do Congresso do PCP por se ter lugar no “pico da onda” da pandemia e quando as pessoas estão tão condicionadas. Mas a questão que se deve colocar é se o que se pretende é ou não evitar contágios. E se estes não  vão acontecer com a realização do Congresso do PCP, tal como se verificou com a Festa do Avante, devido à organização e às medidas preventivas recomendadas, então porque deve ser impedida a sua realização? E porque se acusa o PR e o governo de não a impedirem? É por razões sanitárias ou políticas?   

Ministra da Agricultura encerra Congresso da Federação do Baixo Alentejo do PS

Zé LG, 12.09.20

unnamed.jpgRealiza-se este domingo, no Cine Teatro Pax Julia, em Beja, o XIX Congresso da Federação do Baixo Alentejo do PS, no âmbito do Processo Eleitoral Federativo de 2020.

O presidente da Comissão Organizadora, Fernando Romba, referiu que “o Congresso vai… ter uma versão minimalista. Ocorrerá apenas num período do dia, a seguir ao almoço” e adiantou que “irá apenas ser discutida e votada a moção política de orientação global, apresentada pelo candidato vencedor, neste caso o presidente eleito Nelson Brito”.

A sessão de encerramento, conta com a presença da Ministra da Agricultura, Maria do Céu Antunes, em representação do Secretário-Geral do Partido Socialista.

“Frutos Secos do Alentejo – o contributo da Transferência de Conhecimento e Tecnologia na Valorização Económica da Fileira”

Zé LG, 01.03.20

... é o tema do seminário que vai decorrer no dia 12 de março, em Ferreira do Alentejo.

191020171049-882-frutossecos.jpg“No âmbito da sua ação de disseminação do conhecimento e transferência de tecnologia no território de Ferreira do Alentejo”, a iniciativa é organizada pelo Centro de Transferência de Tecnologia (CTT) do CEBAL, em parceria com a autarquia ferreirense. 

A sessão é dirigida a produtores e empresários relacionados com a fileira; empreendedores, investigadores, estudantes e todos aqueles que tiverem interesse no tema. A participação é gratuita, mas é necessária inscrição através de formulário. 

Isabel Camarinha, a nova (e primeira) Secretária-Geral da CGTP-IN

Zé LG, 15.02.20

IMG_7610.JPGSaímos deste Congresso fortalecidos, com grande e genuína abertura para dinamizar a unidade na acção, com todos os que trabalham no nosso país, sejam eles de que nacionalidade forem, tenham que credo religioso tenham e mesmo com os que nenhum têm, votem em que Partido votarem, porque aquilo que nos une é a nossa condição de explorados é o facto de sermos trabalhadores.
Estamos a chegar ao fim do nosso Congresso, vamos partir para novas lutas, com a confiança nos trabalhadores, com o exemplo e o estímulo da acção dos que nos antecederam e daqueles que asseguram hoje este grande projecto sindical e que daqui saúdo.
Leia todo o seu discurso de encerramento do XVI Congresso da CGTP-IN , aqui.

3,5 C Congresso Mariana - primeiro congresso internacional sobre Soror Mariana Alcoforado em Beja

Zé LG, 10.11.19

Entre 15 e 17 de novembro a cidade de Beja irá receber o primeiro congresso internacional sobre Soror Mariana Alcoforado, a freira portuguesa que se acredita ter escrito as cinco cartas de amor publicadas há 350 anos, em Paris.

Três séculos e meio após da vinda a público de um dos textos mais influentes da cultura ocidental, o apelo das famosas Cartas permanece irresistível: o epistolário da freira de Beja, com a sua impetuosa escrita de amor e dor, suscitou e suscita sempre inúmeros debates, ensaios, teses de doutoramento, recriações literárias novelísticas, poéticas e teatrais, obras pictóricas, plásticas e musicais, figurando de forma preeminente no imaginário português e estrangeiro.

350_congresso_mariana_1.png

Org: Universidade Nova de Lisboa, University of Massachusetts Dartmouth

Assistência: Livre e gratuita, com inscrição no Secretariado, presente no local das sessões

Apoio: Fundação para a Ciência e Tecnologia, C.M. Beja, Biblioteca Nacional de Portugal e Museu Regional de Beja.

Ver PROGRAMA.

“Envelhecer na Comunidade: Saúde, Direitos e Cuidados” em debate ibérico no IPBeja

Zé LG, 16.05.19

20190515104050146.jpgDurante dois dias, são mais de cinquenta as comunicações que vão ser feitas para partilhar estudos, trabalhos, projectos, boas práticas e experiências, profissionais, académicas e científicas, em torno dos painéis temáticos: “Intervenção em Psico-gerontologia e Saúde na Comunidade”, “Cuidados Continuados Integrados”, “Cultura, Florescimento e Apoio ao Envelhecimento na Comunidade”, “Direitos, Vivências no Envelhecimento”, e “Capacitação no Envelhecimento”.

Termina hoje em Beja o XVIII Simpósio Anual sobre suicídio

Zé LG, 13.04.19

201904121523343397.jpgCom o apoio do Serviço de Psiquiatria da ULSBA, Beja tem estado a receber o XVIII Simpósio da Sociedade Portuguesa de Suicidologia, com a temática principal “Suicídio e comportamentos autolesivos: da investigação à ação”.
Hoje realizam-se duas mesas redondas programadas: “Prevenção do Suicídio em Espanha e no Brasil” e outra sobre “Educação e Saúde – dos projetos de prevenção aos cuidados especializados”.
Ana Matos Pires, directora do Serviço de Psiquiatria da ULSBA- Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo explica que a realização do Simpósio em Beja prende-se com número elevado de suicídios, que acontece na região.

II Congresso Luso-Espanhol de Pecuária Extensiva realiza-se em Beja, em 2020

Zé LG, 12.11.18

20181111204255115.JPGUma das conclusões do I Congresso Luso-Espanhol de Pecuária Extensiva, que decorreu em Sevilha, foi a de agendar o II Congresso para Beja, daqui a dois anos, por altura da 37ª Ovibeja.

O Congresso Luso-Espanhol destacou a importância do montado português e a dehesa espanhola como habitats únicos no mundo, que importa reconhecer e salvaguardar.

Por esta razão juntaram-se, na organização do evento, entidades de ambos os lados da fronteira para ganhar dimensão, tanto de trabalho conjunto, como de capacidade reivindicativa junto dos decisores políticos nacionais e comunitários, com especial importância nesta fase determinante do delineamento da Política Agrícola Comum pós 2020. 

PCP realiza 13ª Assembleia da Organização Concelhia de Beja em Baleizão

Zé LG, 09.11.18

pcp.jpg

Nesta Assembleia, que tem como lema: “Com a luta dos trabalhadores e o PCP, rumo a um concelho melhor!”, o PCP analisa a situação política nacional e local, define estratégias para o concelho, para os próximos quatro anos e elege a nova Comissão Concelhia de Beja.

Nesta realização, que se realiza na Casa do Povo de Baleizão, amanhã, 10, com início marcado para as 14.30 horas e final agendado para as 18.30 horas, participam Dias Coelho, membro da Comissão Política do Comité Central do PCP e João Pauzinho, do Comité Central e responsável da Organização Regional de Beja.

1º Congresso Hispano-Luso de Ganaderia Extensiva começa hoje em Sevilha

Zé LG, 08.11.18

Cartel_congreso_ganaderia-495x6771.jpg

O objectivo do Congresso é abordar a importância do sistema de produção pecuária em extensivo, abordar e refletir sobre as suas práticas, os seus desafios, assim como a comercialização dos seus produtos, dando também a conhecer aos órgãos do poder nacionais e locais, as importantes mais valias do sistema de produção em extensivo para o meio ambiente.

Durante os dois dias do Encontro vão ser promovidos intercâmbios de experiências, com vista ao aumento do conhecimento tanto de produtores, como de técnicos para otimização de recursos. Em paralelo, será analisado o mercado, do ponto de vista das exigências do consumidor, as tendências no consumo de carne e os desafios sanitários. Será ainda abordada a integração e aplicação de novas tecnologias neste setor produtivo.

Ver PROGRAMA.

Câmara de Alvito e a Comuna italiana de Alvito querem realizar conferência internacional sobre despovoamento

Zé LG, 06.11.18

Alvito-Gem-768x432.jpg

A Câmara de Alvito quer realizar uma conferência internacional para discutir, com vários especialistas europeus, os problemas dos territórios de baixa densidade.

O desafio foi lançado por António Valério no quadro do protocolo de geminação entre a Câmara de Alvito e a comuna italiana de Alvito.

O presidente da Câmara de Alvito gostaria que a conferência internacional tivesse lugar já no próximo ano, para que “sejam encontrados caminhos que solucionem os problemas”, porque considera importante discutir não só os constrangimentos como as oportunidades dos territórios que sofrem problemas como o despovoamento e o envelhecimento.

I Congresso Luso-Espanhol de Pecuária Extensiva em Sevilha

Zé LG, 08.10.18

Abordar e dar a conhecer a importância ambiental, territorial, económica e social do sistema de produção pecuária em extensivo, refletir sobre as suas práticas e desafios, as mais-valias para a preservação da biodiversidade e de ação contra incêndios, assim como o alargamento dos circuitos de comercialização dos produtos, são alguns dos propósitos do I Congresso Luso-Espanhol de Pecuária Extensiva.

201810011635076183.jpg

A organização está a cargo de uma parceria alargada de que fazem parte a ACOS, a União dos Agrupamentos de Defesa Sanitária (ADS) do Alentejo, as cooperativas agroalimentares da Andaluzia e a Federação dos Agrupamentos de Defesa Sanitária Animal desta última região.

As inscrições devem ser feitas para: https://www.congresoganaderia.es/pt/cobrir.

JERÓNIMO DE SOUSA DIZ QUE DISTRITO DE BEJA E ALENTEJO TM SIDO DESPREZADO PELOS SUCESSIVOS GOVERNOS

Zé LG, 11.06.18

PCP.jpg

Jerónimo de Sousa acompanhou, no Centro Cultural de Cuba, os trabalhos da 9ª Assembleia da Organização Regional de Beja do PCP. No final do encontro o secretário-geral do PCP frisou que o distrito de Beja e o Alentejo têm sido desprezados pelos sucessivos governos e disse que o partido está bem vivo, mas que é preciso continuar a cuidar dele.

O secretário-geral do PCP deixou claro também, que o distrito de Beja necessita que o Estado olhe numa visão integrada para o Aeroporto, explicando a sua afirmação e exigiu a concretização das acessibilidades do distrito, identificando os projetos que têm ficado adiados, assim como a modernização e eletrificação da linha férrea Beja/Casa Branca/Beja. Sem esquecer os projetos de resolução apresentados sobre a construção da segunda fase do Hospital de Beja, recordou que os mesmos foram aprovados, mas sem o voto favorável dos deputados do PS.