Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Convenção da Plataforma Alentejo hoje em Évora

Com o objetivo de “refletir e dar um contributo para o desenvolvimento da região” e proporcionar um momento de discussão e reflexão em torno das acessibilidades do território, a Plataforma Alentejo promove nesta quinta-feira, com início às 09h30, no auditório da CCDRA, em Évora, a Convenção do Alentejo.

201908221011206778.jpgVários especialistas vão abordar três grandes temáticas: “Porto de Sines e Aeroporto de Beja- Infraestruturas Estratégicas de Interesse Nacional e Regional”, “Infraestruturas de Acessibilidade Ferroviárias e Rodoviárias -Sua Importância Estratégica e Prioridades” e “PROTA em revisão e o Plano Intermunicipal – Modelo de Ordenamento e Planeamento”.

FAABA vai integrar Centro Nacional de Competências para as Alterações Climáticas do Setor Agroflorestal

convite_cncacsa.pngO Presidente da Federação das Associações de Agricultores do Baixo Alentejo, Rui Garrido, e o Secretário, José da Luz, vão firmar, através da sua assinatura, a adesão da FAABA ao Centro de Competências para as Alterações Climáticas do Setor Agroflorestal.
O protocolo de constituição e funcionamento do Centro vai ser assinado no próximo hoje, no INIAV de Elvas, no decorrer de um colóquio que incide, precisamente, sobre esta problemática: "Alterações Climáticas - Que desafios para o Setor Agroflorestal Nacional", a partir das 10h30.
A FAABA vai integrar o novo Centro como entidade parceira.Mais informações no site do INIAV.

“Geografia das Acessibilidades e as Infraestruturas do Alentejo é tema da Convenção da Plataforma Alentejo

201904282338559916.jpgÉ já no próximo dia 12, que vai decorrer no auditório da CCDRA, em Évora, a Convenção “Geografia das Acessibilidades e as Infraestruturas do Alentejo”. A uma semana da realização, a Plataforma Alentejo recorda que as inscrições são gratuitas, mas obrigatórias, podendo ser efetuadas até terça-feira, dia 10, junto do Secretariado da Plataforma, através do email plataforma.alentejo18@gmail.com.

Os trabalhos têm início às 9.30 horas e durante a manhã vai falar-se sobre “Porto do Sines e Aeroporto de Beja-Infraestruturas Estratégicas de interesse nacional e regional” uma intervenção a cargo de Manuel Tão, Grupo Técnico de Apoio à Plataforma Alentejo. Segue-se a intervenção de Elio Bernardino, do mesmo Grupo Técnico, com a abordagem ao tema “Infraestruturas de acessibilidade ferroviárias e rodoviárias-sua importância estratégica e prioridades”. Da parte da tarde, é a vez de Carlos Gaivoto, do Grupo Técnico de Apoio à Plataforma Alentejo abordar o “PROTA em revisão e o Plano Intermunicipal-modelo de ordenamento e planeamento”.

“Melhor Envelhecer” em debate na Rádio Pax

Envelhecimento-768x432.jpgA região Alentejo é a que apresenta, no país, o maior indicie de envelhecimento e a Rádio Pax inicia hoje um ciclo de conferências sobre o envelhecimento activo

“Melhor Envelhecer” vai para o ar hoje, às 18 horas e vão estar em debate o combate à solidão e a promoção de uma vida social activa, com os convidados:Rádio Pax inicia hoje um ciclo de conferências sobre o envelhecimento activo Maria Cristina Faria, Socióloga; Ana Rita Guerreiro, Assistente Social; Arsénia Estevens, ex-funcionária publica; Lúcio Sousa, professor aposentado e Vital Guerreiro, trabalhador da construção civil reformado.

Conversas sobre violas campaniça e caipira no Centro UNESCOem Beja

O Centro UNESCO, em Beja, recebe, neste sábado, a 4ª sessão da iniciativa “Península de Sons”. Trata-se de uma iniciativa em torno das violas campaniça e caipira, que tem início marcado para 21.15 horas

vilo campaniça.jpg

Num concerto-debate, moderado pelo professor Roberto Pérez, o tema da conversa gira em torno dos instrumentos, as suas raízes históricas e ornamentações básicas. A iniciativa conta, igualmente, com as participações dos tocadores de ambas as violas, Pedro Mestre e Ivan Vilela.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Muitos daqueles que foram bater palminhas ao Antón...

  • Anónimo

    O resultado em Beja só teria importância se a CDU ...

  • Anónimo

    O PSD de Rui Rio não será chupista! Por isso ele t...

  • Anónimo

    Na apresentação da candidatura do Henrique Silvest...

  • Ana Matos Pires

    Sim, uma alimentação saudável é um factor importan...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.