Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Municípios do Baixo Alentejo “disponíveis para colaborar ativamente para o sucesso da Candidatura de Évora a Capital Europeia da Cultura”

Zé LG, 15.06.22

202206131808556787.PNGO presidente da Câmara Municipal de Évora, Carlos Pinto de Sá, e a coordenadora da Equipa de Missão, Paula Mota Garcia, estiveram ontem na reunião ordinária do Conselho Intermunicipal da CIMBAL. Para além da apresentação, foi destacada a necessidade desta Candidatura "ter um âmbito regional, de todo o Alentejo, com a identidade cultural que o caracteriza". Nesse sentido, a CIMBAL afirma que "da parte dos municípios do Baixo Alentejo, foi demonstrada a disponibilidade e vontade de colaborarem ativamente para o sucesso da mesma".

Rui Marreiros e Dinis Cortes disputam concelhia de Beja do PS

Zé LG, 08.02.22

RuiMarreiros-768x483.jpgRui Marreiros anunciou a sua candidatura à Concelhia de Beja do PS, afirmando que se trata “de um projeto de continuidade, acrescido das oportunidades de melhoria que todos já identificámos como necessárias e que passam por um modelo assente em dois pilares fundamentais: a partilha da presidência da concelhia e a delegação de responsabilidades em áreas chaves”. 

Dinis-Cortes-768x432.jpg

Dinis Cortes avançou com a candidatura à presidência da concelhia de Beja do PS, em resposta “a inúmeras solicitações de militantes e mesmo simpatizantes”e porque entende que as estruturas representativas do PS não devem ser lideradas por pessoas com responsabilidades autárquicas. Ou seja, a presidência da concelhia deve ser separada do desempenho de funções autárquicas. 

Rui Rio faz o que acusa António Costa de fazer

Zé LG, 26.01.22

202201251641494015.jpgO presidente do PSD, Rui Rio, este ontem em Beja e considerou que o secretário-geral do PS, António Costa, está "na iminência de perder as eleições" legislativas e a baixar o nível da campanha e sugeriu-lhe que "perca com dignidade", acusando o secretário-geral do PS e primeiro-ministro de ter contribuído para que a campanha para as legislativas de domingo "esteja a baixar um bocado de nível", porque está "permanentemente a deturpar, a deturpar, a deturpar" o programa do PSD e de fazer crer que está no programa do PSD "aquilo que lhe dava jeito que estivesse, mas não está" – como "pôr a Segurança Social na bolsa, pôr as pessoas a pagar o Serviço Nacional de Saúde (SNS) para lá do que já pagam através dos seus impostos" – para o colocar "muito à direita".

Rui Rio “comprometeu-se” a fazer chegar a auto-estrada a Beja, eletrificar a linha entre Beja e Casa Branca e arranjar forma de dar utilidade ao aeroporto a bem, não só desta região, mas de Portugal.

Manuel Monteiro veio a Beja apoiar a candidatura do CDS

Zé LG, 25.01.22

202201251445389825.jpgO ex-presidente e histórico do CDS-PP Manuel Monteiro juntou-se, hoje, a uma ação de campanha eleitoral em Beja. Manuel Monteiro visitou o aeroporto e "passeou" pela cidade.

Manuel Monteio afirmou que o grande desenvolvimento económico do país passaria não por construir um aeroporto no Montijo, mas desenvolver o aeroporto de Beja e isso sim, do seu ponto de vista, seria uma forma clara de descentralização

João Oliveira defendeu que o país precisa de “aumentar a produção nacional”

Zé LG, 25.01.22

202201250003033718.jpgA campanha da CDU pelo distrito de Beja passou, esta segunda-feira, por Baleizão, Serpa e terminou, em Beja, com contactos com a população no centro da cidade e um comício com João Oliveira, dirigente comunista, acompanhado pelo cabeça-de-lista João Dias e outros elementos da candidatura.

João Oliveira criticou PS e PSD por serem responsáveis pelo “rotativismo da política de direita que afundou o país” e pelo compromisso que ambos têm com o grande capital, e defendeu que “o controlo público dos setores estratégicos é fundamental para criar as condições para que o país possa desenvolver uma política de promoção da produção nacional, mas também, uma política de promoção do equilíbrio ambiental”.

João Oliveira referiu que o país precisa de “aumentar a produção nacional”, de avançar no sentido de atingir “o objetivo da soberania alimentar” e aproveitar o “investimento público que foi feito em Alqueva”, realçando que a produção deve ser diversificada, referindo-se aos “milhares de hectares de olival superintensivo” da região.

Rui Rio e João Oliveira vêm hoje a Beja apoiar os candidatos do PSD e da CDU por Beja à AR

Zé LG, 24.01.22

202112060935135355.jpgRui Rio, presidente do PSD, vai estar esta manhã na cidade de Beja no âmbito da campanha eleitoral para as eleições legislativas. A chegada de Rui Rio está prevista para as 11.00 horas, junto à Pousada de S.Francisco. Segue em uma arruada pelas Portas de Mértola, Jardim do Bacalhau e Praça da República onde se situa a sede do PSD evolta às Portas de Mértola. Participa depois num almoço com os candidatos pelo círculo eleitoral de Beja.

202201161759007497.jpg

A CDU promove, esta tarde, às 18.00 horas, no auditório do NERBE/AEBAL, um comício no âmbito da campanha eleitoral para as eleições legislativas, com a presença de João Dias, cabeça de lista da CDU por Beja e João Oliveira, que substitui Jerónimo de Sousa, que este foi submetido a uma intervenção cirúrgica.

Candidatura do PSD promete ampliação do Hospital de Beja, e conclusão da A26 até Beja

Zé LG, 17.01.22

Henrique-Silvestre-Ferreira-768x512.jpgAlargar a Rede de Cuidados Continuados e a implementar medidas de recrutamento e fixação de profissionais de saúde; Criar e reforçar parcerias entre o IPBeja e o setor empresarial, promovendo a empregabilidade e aumentar a disponibilidade de alojamento do Politécnico; Eletrificar a linha férrea Beja – Casa Branca e Beja-Funcheira, com ligação ao Algarve e Lisboa; Avaliar o potencial do Aeroporto de Beja e as suas valências; Reforçar programas locais de integração de imigrantes; Criar um regime fiscal compensatório ao investimento empresarial são, também, propostas que integram o Manifesto Eleitoral da candidatura do PSD por Beja.

Candidatura da CDU apresentou “Dez propostas para o distrito de Beja”

Zé LG, 12.01.22

BEJA-2022-CDU_800x800-160x160.jpgO documento da CDU denominado “Dez propostas para o distrito de Beja”  visa dar resposta e solução aos problemas e melhorar as condições de vida: 1-Promover o emprego e valorizar o trabalho e os trabalhadores, 2-Desenvolver a melhoria geral das respostas na saúde, questão cada vez mais urgente, 3-Promover uma política de mobilidade e de acessibilidade, 4-Potenciar o Aeroporto de Beja, 5-Valorização ambiental da região, salvaguarda da gestão pública da água e desenvolvimento do setor energético, 6-Desenvolver uma agricultura sustentável, amiga do ambiente, 7-Potenciar os recursos mineiros do distrito, 8-Promover o turismo e a oferta diversificada numa região única, 9-Apostar na educação, na formação e na cultura e 10-Estabelecimento de uma rede de serviços e infraestruturas sociais.

O cabeça de lista, João Dias, recorda que o “distrito pode eleger três deputados” e que “é preciso decidir quem melhor o representa”, acreditando que a “experiência e conhecimento” da CDU vai ajudar a "escolher o voto na Coligação". 

Leia e oiça também aqui e aqui.

BL - IL um exemplo de debate democrático

Zé LG, 06.01.22

catarina-martins-cotrim-figueiredo-850x525.jpgTenho procurado ver todos os debates eleitorais nos diversos canais televisivos. Tem havido de tudo, predominando as "peixeiradas", tipo "pé em riste", onde o que é mais valorizado é o "sangue" que cada um faz correr "das feridas abertas" para alimentar os ódios clubísticos, assentes na total falta de racionalidade e - porque não dizê-lo? -, no pior que a natureza humana tem. Para que tal aconteça nos debates que estão a realizar-se tudo tem feito um candidato treinado naquele "campeonato". Mas, felizmente, que têm existido excepções. E esta noite houve uma destas - o debate entre os líderes do Bloco de Esquerda e da Iniciativa Liberal. Apesar de ter sido um dos debates que colocou frente-a-frente os líderes de partidos com visões e propostas mais opostas, foi um debate em que os participantes, sem deixarem de ser frontais e contundentes, se respeitaram e mantiveram um debate sereno, sem gritos, sem atropelos, ofensas e injúrias. Julgo que quem assistiu a este debate, independentemente do seu posicionamento, terá ficado mais esclarecido sobre ambas as visões, tão diferentes, quase sempre antagónicas. Que diferença deste para o debate, realizado também esta noite, com os líderes do PS e do Chega!...

Volt defende a “regionalização como motor de desenvolvimento”

Zé LG, 06.01.22

267653074_116346960880834_2987979917518708806_n.jpO Volt Portugal, que tem Iris Lá Féria, como cabeça de lista em Beja, apresenta um programa eleitoral sem “amarras ideológicas” com três bandeiras: um estado inteligente, um renascimento económico que não deixe ninguém para trás, e um combate pragmático às alterações climáticas.

O Volt defende a “regionalização como motor de desenvolvimento de todo o território, aproximando as estruturas de decisão política dos cidadãos e desta forma contribuindo para o combate à abstenção, para uma maior coesão territorial e o aumento da eficácia e da eficiência dos serviços públicos.”

Jorge Barnabé mostra-se preocupado “com a instalação de um modelo político que acentua a ostracização da nossa região”

Zé LG, 31.12.21

imgLoader2.ashx.jpg«Considero mais importante falar sobre os processos que condicionaram as propostas de candidaturas que os partidos apresentam aos eleitores no círculo eleitoral de Beja. E nesses processos destaca-se um elemento comum: a ausência de respeito pelas opiniões das estruturas de base, com imposições que tomam conta da participação de militantes partidários e da auscultação da sociedade. Este modelo de escolha é contrário à natureza da democracia e reflecte ainda mais o espírito estalinista e autocrático das lideranças.

... de facto o que os partidos políticos estão a construir, destruindo a essência da política participativa, é um princípio perigoso, que esvazia as expectativas e enfraquece as ambições dos territórios e das populações. Faço esta reflexão por preocupação com a instalação de um modelo político que acentua a ostracização da nossa região, porque já se sabe que a imposição não satisfaz o desempenho e o perfil essenciais ao compromisso. A imposição de candidatos esvazia os compromissos e alimenta unicamente o jogo do poder.

Jorge Barnabé, Presidente do Observatório do Baixo Alentejo», aqui.

Maria João Cabral é a cabeça de lista da Iniciativa Liberal (IL) pelo círculo de Évora

Zé LG, 26.12.21

Cabral.pngA arquiteta paisagista Maria João Cabral, nascida em 1966, licenciou-se na Universidade de Évora, depois de um percurso profissional com passagens por vários em ateliers de arquitetura e paisagismo. Trabalhou no projeto Jardins Garcia de Orta para a Expo’98 e na requalificação urbana de Guimarães para a Capital da Cultura 2012, entre outros.

Tribunal Judicial de Beja recebeu 17 listas de candidatos à AR por Beja

Zé LG, 22.12.21

202112211543241759.jpgAs listas são lideradas por Pedro do Carmo (PS), João Dias (CDU), Henrique Ferreira (PSD), José Esteves (BE), Francisco Palma (CDS-PP), Luís Vicente (PAN), Ana Moisão (Chega), Ana Pereira (IL), João Caseiro (LIVRE), Iris Lá Féria (Volt Portugal), Francisco Faria (Ergue-te), Mário Balsemão (RIR), João Pascoal (MAS), Susana Abreu (PTP), Carlos Pais (PCTP-MRPP), Vítor Leal (PPM-PURP) e Arlindo de Oliveira (MPT).

O Tribunal está agora em processo de apreciação das listas para apurar se está tudo em conformidade ou se existe alguma irregularidade.

Alexandra Moreira é cabeça de lista do PAN por Évora

Zé LG, 22.12.21

Évora.pngA cabeça de lista do PAN (Pessoas-Animais-Natureza) por Évora às eleições legislativas de 30 de janeiro é Alexandra Moreira, de 53 anos, natural de Coimbra. Residiu em Évora durante 17 anos e reside atualmente em Palmela.

Exerceu funções de jurista na Direção Regional do Ambiente do Alentejo e na Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo. Desde 2018, integra a equipa coordenadora e docente da Pós-Graduação em Direito dos Animais da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, instituição onde se formou.

CDS divulga lista de candidatos à AR, por Évora

Zé LG, 21.12.21

CDS.pngA lista do CDS, encabeçada por Ana Costa Freitas, reitora da Universidade de Évora, integra Carlos Mateus Gomes, empresário e ex-vogal do Conselho de Administração do Hospital do Espírito Santo, e a advogada Raquel Maudslay (efectivos) e o jurista vereador em Montemor-o-Novo António Pinto Xavier, a arquiteta paisagista Rita Santana e o engenheiro agrónomo Diogo Amélio (suplentes).

Carlos Roquette é o cabeça de lista da Iniciativa Liberal por Portalegre

Zé LG, 21.12.21

269750021_4720221978054602_392553858687111071_n.jpCarlos Roquette, empresário em Portalegre, de 61 anos, é o cabeça de lista da Iniciativa Liberal (IL) pelo círculo eleitoral de Portalegre às legislativas de 30 de Janeiro de 2022, seguido pela professora e empresária em Portalegre, Helena Nabais, de 61 anos. A lista da Iniciativa Liberal é ainda composta por João Leal da Costa, de 29 anos, gestor em Marvão e Irene Gonçalves, de 45 anos, empresária e contabilista certificada em Ponte de Sor.

Cecília Carrilho é a cabeça de lista do BE pelo círculo de Portalegre

Zé LG, 19.12.21

267650141_4696989857044481_4435640574497910207_n.jCecília Carrilho, de 34 anos de idade, empregada de balcão, natural de Ponte de Sor, é licenciada em Literatura Estrangeira pela Faculdade de Letras de Lisboa, e foi a 2ª candidata do BE às legislativas de 2015, pelo círculo de Portalegre. Seguem-se o reformado José Carlos Soares, de 60 anos de idade, natural de Campo Maior, Ana Filipa Isidoro, de 41 anos, natural de Portalegre, e por Artur Calado, de 63 anos.
António Ricardo, reformado, de 70 anos, ex-coordenador distrital de Portalegre do BE, é o mandatário da candidatura.