Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

“Vamos Vencer a Pandemia”, uma campanha que aborda questões da saúde mental

Zé LG, 05.04.20

202004011106158385 mental.jpg... que arrancou na passada quinta-feira, numa parceria do Serviço de Psiquiatria da Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (ULSBA) e a Rádio Voz da Planície.

Lançar algumas recomendações dirigidas, essencialmente, à população em geral, relativamente à preservação da saúde mental, tanto quanto possível, neste momento, é a ideia da campanha “Vamos vencer a pandemia”, tal como explica Ana Matos Pires, frisando que o objetivo passa por ajudar a comunidade, nesta altura, de risco acrescido, em particular, para a doença mental.

Campanha Agroambientais sem Glifosato/Herbicidas apresentada na Herdade do Esporão

Zé LG, 13.02.20

torre-esporao-historia-1300x800.jpgA Plataforma Transgénicos Fora (PTF) apresentou, no Dia Mundial das Leguminosas, na Herdade do Esporão, a campanha Agroambientais sem Glifosato/Herbicidas, que tem como objetivo promover a agricultura regenerativa, climática, sem Organismos Geneticamente Modificados (OGM) e com mais carbono no solo.

“Muito se tem falado e discutido sobre as alterações climáticas e a sustentabilidade ambiental, mas pouco se tem feito. No contexto das evidências científicas e da realidade, acabar com a utilização de produtos tão nocivos como o glifosato na agricultura é de elementar bom senso. É, por isso, incompreensível a resistência à mudança por parte dos agricultores, decisores políticos e empresariais. Perante as próximas gerações, fica neles a responsabilidade pela contaminação dos solos e da água do nosso planeta”, afirma João Roquette, CEO do Esporão.

ACOS desenvolve campanha de valorização da lã

Zé LG, 02.02.20

A ACOS desenvolve uma campanha de valorização da lã, há cerca de seis anos, que envolve a disponibilização de equipas de tosquia, a concentração da lã e a respectiva comercialização.

d60442d1-94b8-4772-8fd4-60c83f50073b.jpg

As equipas de tosquiadores executam todas as fases do processo, nomeadamente a apanha dos animais, a tosquia e o ensaque da lã. O valor a pagar por cada ovino tosquiado é de 1,70 euros. Se for necessário recorrer ao gerador da equipa de tosquia, serão cobrados mais 0,03 euros por ovino tosquiado. Estes valores são acrescido de IVA.

Toda a lã obtida no âmbito da prestação do serviço será obrigatoriamente entregue à ACOS, que se encarregará da sua valorização, comercialização e posterior pagamento ao produtor.

Os produtores de ovelhas interessados no Serviço de Tosquia, que deverá iniciar-se em meados de Março, devem preencher a ficha de inscrição e compromisso, devendo entrar em contacto com os serviços, de forma presencial ou por telefone (284 310 350).

Vila Viçosa quer ser Património Mundial da UNESCO

Zé LG, 22.12.19

imgLoader2.ashx.jpgA Direção-Geral do Património Cultural (DGPC) abriu o procedimento para atribuir a classificação de interesse nacional ao conjunto denominado "Vila Viçosa, vila ducal renascentista", que inclui o centro histórico de Vila Viçosa, onde estão vários monumentos, como o Paço Ducal, o castelo e o Santuário de N. Sra. da Conceição, e a zona agrícola que constitui a Tapada Real, que se estende por áreas dos concelhos de Vila Viçosa, Borba e Elvas.
Segundo o vice-presidente da Câmara de Vila Viçosa, Luís Nascimento, o procedimento para atribuir a classificação de interesse nacional constitui "mais um passo" no processo de candidatura de Vila Viçosa, no distrito de Évora, a Património Mundial da UNESCO.

Jerónimo de Sousa em campanha eleitoral no distrito de Beja

Zé LG, 26.09.19

A sério, António Costa? Não é sério.

Zé LG, 16.09.19

costa.jpg"Quem quer uma vitória do Partido Socialista só tem um voto a dar: é o voto no PS para dar força ao PS para continuar a mudança de política que iniciámos há quatro anos e que tem que seguir agora com mais vigor para podermos fazer ainda mais e ainda melhor", disse Costa, secretário-geral do PS, num comício em Beja.

"Quando olhamos [PS] para o que acontece no aeroporto de Beja só podemos mesmo dizer: é preciso fazer mais, é preciso fazer melhor, porque não nos conformamos com o que acontece no aeroporto de Beja", afirmou. “Já quando vemos o atraso no desenvolvimento dos acessos rodoviários aqui no distrito nós dizemos: é preciso fazer mais, é preciso fazer melhor, porque não nos conformamos com o estado em estão os acessos rodoviários ao distrito de Beja", disse António Costa. 

Lembrando que o Governo PS inscreveu "no plano nacional de infraestruturas que a eletrificação da ligação ferroviária entre Casa Branca e Beja seria entre 2021 e 2025", António Costa disse que a "ambição" do PS é de a "poder fazer em menos tempo, mas nunca, nunca mais atrasar essa obra, que já tarda há muito" em ser concretizada.