Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Beja manifesta solidariedade na campanha “Bombeiros Voluntários de Beja-Autoescada”

Zé LG, 28.07.22

Sem nome.pngNesta quinta-feira a campanha que o grupo denominado “Amigos dos BVBeja” está a promover desde o passado dia 21, regista o valor de 10.231 euros de donativos de empresas e cidadãos particulares que se dispuseram a colaborar na reparação do Veículo Escada 30 (VE30), propriedade dos Bombeiros Voluntários de Beja (BVB) e que está inoperacional há alguns meses. A última vez que o VE30 foi utilizado pelos operacionais dos BVB, ocorreu no dia 9 de setembro do ano passado, tendo sido decisivo no combate ao incêndio que deflagrou nos silos da Cooperativa Agrícola de Beja e Brinches, evitando que as chamas destruíssem por completo o complexo de secagem de girassol daquela empresa.

Ao abrigo da “Lei do Mecenato”, as instituições/empresas podem usufruir de um benefício fiscal de acordo com o decreto-lei que regula o “Estatuto dos Benefícios Fiscais”.

Para receber os donativos, foi criada uma conta na Caixa de Crédito Agrícola Alentejo Sul (Beja), com o INAN: PT50 0045 6100 4035 9935 4924 8.

ACOS recolhe produtos para agricultores vítimas dos recentes grandes incêndios

Zé LG, 26.07.22

202207252020151633.jpgA ACOS está a participar na ação de solidariedade, lançada pela CAP, para com os agricultores dos concelhos onde ocorreram recentemente grandes incêndios, designadamente Murça, Valpaços e Vila Pouca de Aguiar.
A associação anuncia que está a reunir em Beja os contributos dos seus associados e de outros agricultores que queiram participar na campanha organizando, logo que tenha carga suficiente, o envio dos donativos para o norte do país.
Os agricultores que pretendam contribuir com palha, feno e concentrados para alimentação animal deverão entrar em contacto com a ACOS para agendamento das entregas. Daqui e daqui.

Quem vai ganhar as eleições? Que governo vamos ter?

Zé LG, 28.01.22

202112151824142218.jpgA campanha eleitoral está a terminar. Foi mais animada do que se esperava, não sei se tão esclarcedora quanto seria necessário. Apesar de alguns excessos e picardias que se dispensavam, a campanha eleitoral decorreu sem incidentes, mostrando que vivemos numa democracia já consolidada, embora com necessidade de aprofundamentos ao nível da participação e dimensão económico-social, designadamente.

Quase terminada a campanha eleitoral, desafio os que ainda visitem o Alvitrando a deixarem aqui a sua opinião sobre quem vai ganhar as eleições e quem vai governar Portugal.

A “justiça social” da taxa única de IRS

Zé LG, 28.01.22

IRS2021.jpgOs partidos de direita têm defendido a aplicação de uma taxa única de IRS, de 15%, para fazer crescer a economia. Vejamos o que a aplicação daquela taxa traria:

Um contribuinte com um rendimento de 25.000 euros anuais, paga actualmente 6.250 euros de IRS. Passaria a pagar, com aquela taxa, 3.750 euros, poupando 2.500 euros.

Um contribuinte com um rendimento de 100.000 euros anuais, paga actualmente 48.000 euros de IRS. Passaria a pagar, com aquela taxa, 15.000 euros, poupando 33.000 euros.

Ou seja, ambos poupavam, mas o que tem menos rendimento poupava 2.500 euros enquanto o que tem rendimento quatro vezes superior poupava 33.000 euros (13 vezes mais do que o outro). É esta a justiça social que a direita defende – pagar menos (em termos relativos) quem mais ganha.

E o Estado recebia menos 35.500 euros para fazer face aos serviços públicos que tem de assegurar e que todos, incluindo os da direita, queremos melhores.

Rui Rio “não vai convencer os portugueses”, disse o presidente do Chega

Zé LG, 28.01.22

202201271207493267.jpgO presidente do Chega afirmou, em Beja, que Rui Rio “não vai convencer os portugueses” e acusou-o de ter “falta de vergonha na cara” quando diz que “um voto no Chega é um voto no PS” e de que “está a prestar um mau serviço à direita”, recordando que “o PSD votou ao lado do PS, na atual legislatura, cerca de 60% das vezes”.

Sobre o distrito de Beja disse que “tem estado esquecido” e que o “Chega quer ser a sua voz, defendendo o que é para defender”.

Rui Rio faz o que acusa António Costa de fazer

Zé LG, 26.01.22

202201251641494015.jpgO presidente do PSD, Rui Rio, este ontem em Beja e considerou que o secretário-geral do PS, António Costa, está "na iminência de perder as eleições" legislativas e a baixar o nível da campanha e sugeriu-lhe que "perca com dignidade", acusando o secretário-geral do PS e primeiro-ministro de ter contribuído para que a campanha para as legislativas de domingo "esteja a baixar um bocado de nível", porque está "permanentemente a deturpar, a deturpar, a deturpar" o programa do PSD e de fazer crer que está no programa do PSD "aquilo que lhe dava jeito que estivesse, mas não está" – como "pôr a Segurança Social na bolsa, pôr as pessoas a pagar o Serviço Nacional de Saúde (SNS) para lá do que já pagam através dos seus impostos" – para o colocar "muito à direita".

Rui Rio “comprometeu-se” a fazer chegar a auto-estrada a Beja, eletrificar a linha entre Beja e Casa Branca e arranjar forma de dar utilidade ao aeroporto a bem, não só desta região, mas de Portugal.

Manuel Monteiro veio a Beja apoiar a candidatura do CDS

Zé LG, 25.01.22

202201251445389825.jpgO ex-presidente e histórico do CDS-PP Manuel Monteiro juntou-se, hoje, a uma ação de campanha eleitoral em Beja. Manuel Monteiro visitou o aeroporto e "passeou" pela cidade.

Manuel Monteio afirmou que o grande desenvolvimento económico do país passaria não por construir um aeroporto no Montijo, mas desenvolver o aeroporto de Beja e isso sim, do seu ponto de vista, seria uma forma clara de descentralização

João Oliveira defendeu que o país precisa de “aumentar a produção nacional”

Zé LG, 25.01.22

202201250003033718.jpgA campanha da CDU pelo distrito de Beja passou, esta segunda-feira, por Baleizão, Serpa e terminou, em Beja, com contactos com a população no centro da cidade e um comício com João Oliveira, dirigente comunista, acompanhado pelo cabeça-de-lista João Dias e outros elementos da candidatura.

João Oliveira criticou PS e PSD por serem responsáveis pelo “rotativismo da política de direita que afundou o país” e pelo compromisso que ambos têm com o grande capital, e defendeu que “o controlo público dos setores estratégicos é fundamental para criar as condições para que o país possa desenvolver uma política de promoção da produção nacional, mas também, uma política de promoção do equilíbrio ambiental”.

João Oliveira referiu que o país precisa de “aumentar a produção nacional”, de avançar no sentido de atingir “o objetivo da soberania alimentar” e aproveitar o “investimento público que foi feito em Alqueva”, realçando que a produção deve ser diversificada, referindo-se aos “milhares de hectares de olival superintensivo” da região.

Rui Rio e João Oliveira vêm hoje a Beja apoiar os candidatos do PSD e da CDU por Beja à AR

Zé LG, 24.01.22

202112060935135355.jpgRui Rio, presidente do PSD, vai estar esta manhã na cidade de Beja no âmbito da campanha eleitoral para as eleições legislativas. A chegada de Rui Rio está prevista para as 11.00 horas, junto à Pousada de S.Francisco. Segue em uma arruada pelas Portas de Mértola, Jardim do Bacalhau e Praça da República onde se situa a sede do PSD evolta às Portas de Mértola. Participa depois num almoço com os candidatos pelo círculo eleitoral de Beja.

202201161759007497.jpg

A CDU promove, esta tarde, às 18.00 horas, no auditório do NERBE/AEBAL, um comício no âmbito da campanha eleitoral para as eleições legislativas, com a presença de João Dias, cabeça de lista da CDU por Beja e João Oliveira, que substitui Jerónimo de Sousa, que este foi submetido a uma intervenção cirúrgica.

Inês de Sousa Real recebida com protestos no Aeroporto de Beja, garantiu que a coesão territorial é uma prioridade para o PAN

Zé LG, 20.01.22

202201201652183134.jpgA porta voz do PAN, Inês de Sousa Real, fez a viagem entre Lisboa e Beja de comboio e à chegada à cidade Pax Julia defendeu que já deveria ter sido feita uma aposta no Alfa Pendular que ligasse todas as capitais de distrito, considerando fundamental apostar na modernização das linhas ferroviárias e das carruagens. Garantiu que a coesão territorial é uma prioridade para o PAN, considerou que o aeroporto de Beja pode dar um bom contributo nesse sentido trazendo para esta região o desenvolvimento que tanto precisa e voltou a dizer não ao novo aeroporto no Montijo.

A líder do PAN, Inês Sousa Real, foi hoje recebida com insultos por um grupo de pessoas ligadas à tauromaquia na chegada ao aeroporto de Beja, tendo considerado que “nada justifica o insulto e a ofensa”, lembrando que “não é assim” que se defendem “as diferentes causas e visões” para a sociedade. “É profundamente lamentável, inclusivamente que outras forças políticas se juntem a vozes que ofendem, em regra, as mulheres, com adjetivações que não são aceitáveis numa sociedade civilizada”, sublinhou.

Bruno Ferreira, do MBM+, entregou um memorando a Inês Sousa Real onde explica o porquê “desta infraestrutura ser aproveitada, a Linha Ferroviária do Alentejo ser eletrificada e o IP8, ser transformado numa verdadeira autoestrada”.

António Costa considera essencial avanço da agricultura sustentável e quer mais imigração

Zé LG, 20.01.22

202201191831538112.jpg

O secretário-geral do PS considerou a empresa PaxBerry, que visitou, como “um excelente exemplo de como é possível Portugal passar a produzir frutos quentes e compensar de uma vez por todas o défice alimentar que o país antes tinha”, apontando, para além da produção, a sustentabilidade e o respeito pelo meio ambiente como fatores essenciais.

Referiu-se ainda à “estabilidade relativamente à mão-de-obra que trabalha na empresa”, antes de fazer alusão a dois acordos de mobilidade já assinados por Portugal, um com os Estados-membros Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP), e outro com a Índia, acrescentando que “Temos outros acordos em negociação. Como foi evidenciado nesta empresa, o país precisa de imigração para continuar a crescer do ponto de vista económico”, acrescentando que  “Temos de ter a capacidade – e foi isso que se acordou com a Câmara de Odemira, que terá de cumprir – de assegurar habitação condigna a todos os que trabalham. Há recursos financeiros disponíveis para esse efeito e é um trabalho que neste momento está em curso”.

António Costa vem a Beja esta tarde apoiar os candidatos do PS à AR

Zé LG, 19.01.22

202201181157459223.jpgAntónio Costa vai esta tarde, na cidade de Beja, numa ação de campanha eleitoral. Às 15.00 horas, visita a Pax Berry, uma empresa de produção de morangos situada no concelho de Beja e às 15.30 horas, chega junto ao edifício da Caixa Geral de Depósitos de onde segue numa arruada pelas Portas de Mértola, em direção ao Jardim do Bacalhau.

De manhã a acompanhar os candidatos do PS por Beja vai estar também Maria do Céu Antunes, com visitas, às 10.00 horas, à EDIA e às 11.00 horas, à Herdade da Figueirinha.

CAP entra na campanha eleitoral, apelando à rejeição do voto no PS. Será que os agricultores estão de acordo com esta intervenção?

Zé LG, 18.01.22

geral-2020-eos-ccb-2020-591350d2d2e32bce1abf6ab17cA Confederação dos Agricultores apela à rejeição do voto no PS e em todos os partidos que possam coligar-se com o PAN, partido que "preconiza a destruição da agricultura e aniquilação do mundo rural".

Depois de ter desferido fortes acusações à líder do PAN e de ter promovido um debate entre representantes de partidos com assento parlamentar, que incluiu o Chega e excluiu o PAN e o Livre, e teve como objectivo claro atacar a governação do PS, a CAP veio hoje apelar à rejeição do voto no PS e no PAN. Curiosamente Francisco Rodrigues dos Santos, presidente do CDS, disse, mais ou menos, o mesmo que o presidente da CAP, Eduardo Oliveira, nas críticas que anbos fizeram ao PS e ao PAN. Quem anda à boleia de quem?

Sendo legítimo à direcção da CAP ter as posições que entende, será adequado manifestá-la de forma tão afunilada partidariamente. Como verão algumas das suas associações e muitos dos associados destas esta intervenção da CAP na campanha eleitoral em curso?

“A ARROGÂNCIA ENDÉMICA NO REINO DO CHUCHIALISMO EM LIBERDADE”

Zé LG, 16.01.22

33.jpg«A arrogância de António Costa ao exibir, durante o debate televisivo com Rui Rio, o OE de 2022 que o governo por si chefiado apresentou e a Assembleia da República rejeitou por maioria, fez-me lembrar a arrogância de Fernando Medina a reafirmar a confiança pessoal e política na Margarida Martins, na véspera das eleições para a Câmara de Lisboa.

Os resultados das eleições de Lisboa são conhecidos. Vamos esperar até ao dia 30 para sabermos os resultados das eleições legislativas.»

Publicada por Pedro Martins à(s) 02:01, em 14 de janeiro de 2022, aqui.

Começa hoje a campanha eleitoral para a Assembleia da República

Zé LG, 16.01.22

202112151824142218.jpgComeça neste domingo, dia 16 e vai até ao dia 28 deste mês, a campanha eleitoral para as legislativas 2022. O período eleitoral começou a 5 de dezembro, data da publicação do decreto que marcou o dia 30 de janeiro, como o da realização das eleições legislativas antecipadas.

No Círculo Eleitoral de Beja, são 16 as listas que se apresentam a votos nas eleições legislativas de 2022 e destas só nove, sendo uma delas uma coligação de PCP e PEV, têm representação parlamentar. O distrito de Beja elege um total de três deputados para a Assembleia da República.