Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Até sempre Eulália!

Zé LG, 19.05.22

2022051811294381.nb.pngEulália Parreira Queixinhas Coimbra, natural de Beja, com 49 anos, morreu no dia 17, em sua casa, vítima de doença grave. O funeral realizou-se esta manhã, das Casas Mortuárias de Beja para o Cemitério de Ferreira do Alentejo, onde será cremada. Era técnica da Biblioteca Municipal de Ferreira do Alentejo.

Conheci-a desde que nasceu, porque fui vizinho dos seus pais. Era filha de um Homem – Carlos Queixinhas -, que sempre respeitei e estimei. Já depois de formada trabalhou na Biblioteca Municipal de Alvito, na altura em que estive na Câmara Municipal. Há já algum tempo que não a via nem tinha notícias dela e fui surpreendido pela notícia da doença, que infelizmente a vitimou. A Eulália era uma moça cheia de vida, bem disposta, de fácil relacionamento, que fazia amigos em todas as pessoas que conhecia, dinâmica, sempre com ideias e projectos.

À família apresento as minhas sentidas condolências.

Município de Alvito quer reparar todas as Estradas Municipais degradadas, até final do atual mandato

Zé LG, 22.03.22

EM523-768x432.jpgO município de Alvito quer até final do atual mandato reparar todas as Estradas Municipais degradadas num investimento estimado em mais de três milhões de euros e sem qualquer comparticipação comunitária, pois não existem fundos europeus disponíveis para estas intervenções.

Trata-se de um objectivo importante, tendo em conta a importância que as vias de comunicação têm para o desenvolvimento dos territórios e a qualidade de vida das populações. É um grande desafio da autarquia, tendo em conta o avultado investimento. Oxalá o concretize.

Município de Alvito avança com requalificação da Estrada Municipal da “Fonte da Telha”

Zé LG, 17.03.22

202203171740443510.PNGFoi hoje assinado o auto de consignação da empreitada de requalificação da Estrada Municipal 523, na freguesia de Alvito, com um custo de cerca de 257 mil euros, um prazo de execução de seis meses e início previsto para o dia 4 de abril.

A obra vai obrigar ao encerramento do trânsito naquela via, pelo que a autarquia de Alvito pede compreensão aos utilizadores daquela via, vai colocar sinalização no local a dar conta de alternativas para circulação automóvel.

Câmara de Alvito recebeu Câmara de São Filipe da Ilha do Fogo

Zé LG, 09.03.22

275387337_260097436314260_7846664788922378136_n.jpA Câmara Municipal de Alvito, recebeu uma delegação da Câmara Municipal de São Filipe da Ilha do Fogo em Cabo-Verde composta pelo Sr. Eng.º Nuias Silva, Presidente da Câmara Municipal, e pelas Vereadoras Dr.ª Vanilda Correia, Dr.ª Eva Spínola e membros da direção da EPA, com o objetivo de apresentação de cumprimentos, reforçar a excelente cooperação entre Municípios e formalizar um protocolo de cooperação para acolhimento de estudantes cabo-verdianos com a Escola Profissional de Alvito.

“O desenvolvimento económico será o nosso grande foco”, afirma José Manuel Efigénio, presidente da Câmara de Alvito

Zé LG, 09.12.21

Sem nome.pngIndependente eleito pelo PS, José Manuel Efigénio, o novo presidente da Câmara Municipal de Alvito, diz que encontrou uma autarquia “desorganizada” e elege o desenvolvimento económico e a atração de população como as suas prioridades.

Considera que o concelho "debate-se com dois problemas estruturais e um conjuntural que têm vindo a contribuir decisivamente para a estagnação do seu desenvolvimento. O primeiro estrutural está relacionado com a estrutura etária da população. ... bastante envelhecida, ... Fruto dessa circunstância, começa a ser bastante sintomático a ausência de dinâmicas económicas, sociais e culturais dentro da nossa população. O segundo estrutural diz respeito às deficientes vias de comunicação. Alvito, neste momento, certamente possuirá as piores estradas comparativamente com os concelhos limítrofes. E sobretudo quando essas estradas são fustigadas diariamente por largas dezenas de viaturas de grande tonelagem. Iremos ser incansáveis e resilientes na reivindicação da resolução desta situação junto das entidades competentes e das suas tutelas políticas. O problema conjuntural deriva e é consequência da total ausência de uma visão estratégica virada para o desenvolvimento económico do concelho, sobretudo dos executivos liderados pela CDU nos últimos 12 anos. O concelho de Avito é o único no Alentejo que não tem em funcionamento uma infraestrutura de acolhimento empresarial, ... E este será um problema a que iremos dar prioridade absoluta, pois o desenvolvimento económico será o nosso grande foco, visto que só por esta via conseguiremos captar investimentos, criar postos de trabalho, atrair pessoas e conter a saída dos que cá estão." - Da entrevista publicada na última edição do Diário do Alentejo.

José Efigénio aposta na criação de uma área de atividades económicas em Alvito

Zé LG, 12.11.21

202111092149352731.jpgJosé Efigénio, o recém eleito presidente da Câmara de Alvito, pelo PS, revela que vai avançar com a realização de um Plano Estratégico de Desenvolvimento do concelho. Entretanto, avança com alguns projetos que espera ver concretizados neste mandato, sendo uma das apostas a criação de uma área de atividades económicas, porque Alvito é o único concelho do Baixo Alentejo que não dispõe de uma infra-estrutura desta natureza. E garante que sempre que se justificar, para tentar resolver problemas do concelho, vai “bater à porta” dos decisores, apontando o caso das acessibilidades.

José Efigénio, embora tenha sido eleito nas listas do PS, é independente e, afirma que assim pensa continuar nos próximos tempos, embora existam “tentativas” para que se torne militante socialista. A entrevista ao ATUAL pode ser vista integralmente aqui

A nossa forma de estar na política (autárquica)

Zé LG, 01.11.21

PROPOSTAS DOS VEREADORES DA CDU PARA PLANO DE ACTIVIDADES DE 2005

250160621_1775297379335946_4590750293048228696_n.j

Os Vereadores da CDU da Câmara Municipal de Alvito apresentaram hoje, na reunião de câmara as seguintes propostas:
No seguimento do que temos feito todos os anos e de acordo com a posição responsável que sempre temos tido, apresentamos as propostas que consideramos que devem ser incluídas no Plano de Actividades para 2005:
ACÇÕES INCLUÍDAS EM PLANOS DE ANOS ANTERIORES E NÃO CONCRETIZADAS: ...

OUTRAS ACÇÕES PROMETIDAS NO PROGRAMA ELEITORAL DO PS: ...

Com mais estas nossas propostas pretendemos ajudar a actual gestão do PS a terminar o seu mandado com alguma dignidade. Vamos ver se é desta vez que têm a humildade democrática de contar com a nossa ajuda. Se o fizerem com seriedade será o Concelho e as populações que beneficiarão. Ver aqui.

Foi desta forma que, durante quatro anos, exercemos o nosso mandato de segunda força política representada nos órgãos municipais de Alvito, criticando o que entendemos não estar correcto, mas também apresentando propostas fundamentadas.

José Efigénio, novo presidente da Câmara de Alvito (PS), quer atrair população e investimento

Zé LG, 29.09.21

20210701100636334.PNGO presidente eleito da Câmara de Alvito, José Efigénio, que reconquistou a autarquia que o PS tinha perdido em 2005, frisou que o desenvolvimento económico e a atração de população são “duas grandes falhas” do concelho de Alvito e “prioridades” que tem “desde o início” da sua candidatura e que quer “olhar muito para a juventude, que tem estado abandonada durante muitos anos”.

José Efigénio confessou que esperava ganhar a presidência do município, mas “nunca” pensou que seria com maioria absoluta, apontando duas razões para justificar a sua vitória, que foram a vontade de “mudança” da população e esta ter acreditado na equipa e no projeto do PS.

António João Valério lamentou a derrota da CDU e disse esperar que o PS faça “um bom trabalho” em prol do concelho, frisando que o resultado das autárquicas no concelho de Alvito expressou “a vontade do povo”, rematando: “As eleições são isso mesmo, a democracia é assim, ganha-se e perde-se, quem ganhou foi o povo na sua decisão, como é evidente”.

Câmara de Alvito cria creche em Vila Nova da Baronia

Zé LG, 19.08.21

creche-Alvito-768x432.jpgA antiga escola primária de Vila Nova da Baronia foi transformada numa creche. O projecto desenvolvido pela Câmara Municipal e é gerido pela Santa Casa da Misericórdia de Alvito.

Esta nova resposta social representa um investimento na ordem dos 300 mil euros, tem capacidade para receber 41 crianças dos 3 meses aos 3 anos de idade e e criou seis postos de trabalho

Vanda Tiago, vereadora da Câmara de Alvito, frisa que este projecto é desejado há dezenas de anos no concelho, porque os pais eram obrigados a deixar as crianças em creches nas localidades vizinhas.

EPA muda-se para novas instalações construídas pela Câmara Municipal de Alvito

Zé LG, 22.07.21

A Câmara Municipal de Alvito investiu cerca de 2,5 milhões de euros na recuperação total do edifício multiusos, recuperando uma zona degradada da vila, que irá acolher, já no próximo ano letivo, a Escola Profissional de Alvito (EPA).

Alvito-edifício-multiusos-768x512.jpg

António João Valério, presidente do município, realça que um dos objetivos da intervenção foi o de garantir conferir à EPA a dignidade que merecia, de forma a desenvolver a sua atividade mais eficazmente. Diz que a primeira fase da obra já está concluída e que até ao final do mês de agosto a empreitada estará totalmente terminada e as atividades letivas de 2021/2022 da EPA já arrancarão nas novas instalações.

Presidente da Câmara de Alvito garante que “tudo fará para que o edifício (da estação ferroviária de Alvito) se possa manter de pé”

Zé LG, 22.06.21

Estação-de-Alvito-768x400.pngAntónio João Valério, presidente da Câmara de Alvito diz-se “surpreendido” com a notícia que dá conta da intenção da Infraestruturas de Portugal (IP) de querer demolir a centenária estação ferroviária de Alvito, porque os “edifícios estão em adiantado estado de degradação e não têm condições de habitabilidade”, segundo alega a empresa.

“É um facto que a estação está inactiva e em estado de abandono há muitos anos”, admite o autarca, discordando, contudo, desta intenção da IP, justificando que “poderá ser encontrada uma alternativa para aquele edifício” que data do século XIX, na altura em que foi construída a Linha do Alentejo.

António João Valério, esclarecendo que, até ao momento, a autarquia de Alvito não foi informada oficialmente sobre esta matéria, aguarda uma “comunicação oficial do assunto” afirmando que “tudo fará para que o edifício se possa manter de pé” e que o seu maior desejo é que o edifício fosse recuperado e voltasse a desempenhar as funções para as quais foi construído”.

Alvito retoma Projeto de Dinamização da Pequena Agricultura Local

Zé LG, 12.06.21

No seguimento da aprovação do Plano de Intervenção no Espaço Rústico do Trancoso e Fonte da Telha, a Câmara Municipal de Alvito, em colaboração com a ESDIME, retomou o projeto de dinamização da pequena agricultura local, que tinha sido suspenso devido à pandemia Covid-19.

196972830_1663288703870148_5502461256244398150_n.jPretende-se, com este projeto (ver aqui) incentivar a reabilitação das culturas hortícolas, numa zona particularmente representativa da economia tradicional das hortas, com o valor acrescido do regadio.

PS candidata José Manuel Efigénio à Câmara de Alvito

Zé LG, 08.05.21

202105071404598177.jpgA Comissão Política da Concelhia de Alvito do PS aprovou a candidatura do independente José Manuel Efigénio à Câmara Municipal de Alvito, para as próximas eleições autárquicas.

José Manuel Efigénio, tem 45 anos, é alvitense, licenciado em Gestão Bancária. Foi empresário, administrador de empresa e exerceu durante 10 anos funções na administração pública. É atualmente bancário, numa instituição bancária da região.

Foi em 2009 candidato, pelo PS, à Junta de Freguesia de Alvito, tendo sido eleito como membro da Assembleia de Freguesia de Alvito.

O PS de Alvito afirma que "esta candidatura não se pautará pela oposição a ideologias, pessoas ou fações, mas assumir-se-á como uma proposta integradora, norteada pela verdade, respeito e auscultação, assumindo-se sempre, como uma candidatura capaz, de pessoas para pessoas, isenta e responsável."

Câmara de Alvito com obras de requalificação de espaços públicos em curso

Zé LG, 17.03.21

Alvito-obras-PULA-768x512.jpgA Câmara de Alvito tem a decorrer obras de requalificação de espaços públicos, nomeadamente no jardim do Parque Urbano e de Lazer de Alvito (PULA), no espaço envolvente à Casa do Povo de Vila Nova da Baronia e na envolvente do Lar de Alvito, que representam um investimento de 630 mil euros. As intervenções inserem-se no PAICD, um programa de ação integrada para as comunidades desfavorecidas que permitiu à autarquia a obtenção de fundos destinados à requalificação de espaços públicos na zona de bairros sociais.

“O envelhecimento da população é dos principais problemas” de Alvito

Zé LG, 23.02.21

imgLoader2.ashx.jpgAntónio João Valério, presidente da Câmara Municipal de Alvito, em entrevista ao “Diário do Alentejo, faz o balanço do atual mandato, considerando-o “interrompido”, pela situação pandémica que, desde há um ano, se vive. Uma situação que, segundo o autarca, levou os responsáveis municipais, a terem que, “inevitavelmente”, olhar de forma preponderante para “situações de emergência social e de saúde pública”.

Principais problemas com que o concelho se debate: Envelhecimento da população, baixas taxas de natalidade, dificuldade de fixação dos jovens e de quadros, com consequências ao nível da falta de massa crítica, no concelho.

Principais desafios que o presidente de câmara, que será eleito para o quadriénio 2021/2025, terá pela frente: Acessibilidades, dinamização/promoção do ensino – particularmente o profissional –, e sustentabilidade do projeto Pousada do Castelo de Alvito, associado à Novalvito.

Município de Alvito quer reduzir o “impacto da solidão e do isolamento”

Zé LG, 29.09.20

202009281237468894 alvito.jpg“Tendo em conta a realidade” do concelho de Alvito e considerar que “é importante que haja uma intervenção junto da população em situação de isolamento” o Município de Alvito decidiu avançar com um projeto que “passa pela criação de um serviço de proximidade, adaptado às necessidades de cada munícipe, diminuindo o impacto da solidão e do isolamento; promover o bem-estar físico, psicológico e emocional e promover a inclusão social.”