Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

“A extrema-direita é miserável”

Zé LG, 04.04.20

“Como reação a estas críticas, o chega acusa aqueles que as fazem de pertencerem à «esquerda radical». Ou de atentarem contra a democracia por quererem «calar o chega». Como diz um amigo meu, e muito bem, a extrema-direita manda as pessoas para a sua terra. A «esquerda-radical» como lhe chama o ventura, não manda ninguém para lado nenhum. A extrema-direita quer decidir quem ama quem e o que é uma família. A «esquerda-radical» acha que cada um ama quem quer e que a família só diz respeito a quem a ela pertence. A extrema-direita quer acabar com o Estado Social. A «esquerda-radical» quer mais Estado Social. Existe uma diferença entre querer nacionalizar os CTT e querer «mandar os pretos para a sua terra». A extrema-direita, que chama «monhé» ao nosso Primeiro-ministro, acha que existem pessoas melhores do que outras por causa do seu tom de pele, da religião que professam e do local onde nasceram. A «esquerda-radical» não. A extrema-direita é miserável. Tolerar a sua presença é uma fragilidade da democracia: xenofobia, homofobia e racismo não são opiniões. São crime.”

Trecho do texto “Dos vírus que nos assolam…”, de Paulo Monteiro, publicado aqui.

"normalmente os mais visivelmente defensores são os primeiros a trair, cá estamos para ver"

Zé LG, 28.03.20

"No esgoto também há vírus ou não? A defesa da nossa área politica não se faz só com o abanar de cabeça a dizer sim a tudo, também se faz com confrontação politica e discordância de métodos, não tempos que ter todos com o mesmo pensamento, assim não existia democracia, normalmente os mais visivelmente defensores são os primeiros a trair, cá estamos para ver."
Anónimo 22.03.2020, aqui.

Psicovid19 - Saúde mental em tempos de pandemia

Zé LG, 25.03.20

Um grupo de médicos psiquiatras e internos de psiquiatria, integrando Ana Matos Pires, criou um novo blogue, que vale a pena acompanhar nbestes tempos tão conturbados e que se apresenta assim:

"A atual pandemia determina uma profunda alteração nas nossas vidas. As suas consequências na Saúde Mental são óbvias e previsíveis.

Somos um grupo de médicos psiquiatras e internos de psiquiatria, alguns de nós com muitas saudades da blogosfera, que decidiu criar um sítio de partilha de informação e de opinião sobre "Saúde Mental em tempos de pandemia". ...

O nosso compromisso é contribuir para a informação, combater a desinformação, questionar o que pode ser debatido, orientar com base na melhor evidência científica e propor com realismo caminhos que possam ser trilhados coletivamente.  ..."

“Cuidem-se”

Zé LG, 23.03.20

"É nas crises que vem ao de cima o melhor e o pior das pessoas, sejam políticos com responsabilidades de decisão, sejam simples cidadãos nos quais me incluo.
Quem tem de decidir tem de se apoiar nas autoridades competentes e é essa a informação válida que vale a pena divulgar.
O mínimo que se pede a quem tem duvidas e angustias é que não replique informação duvidosa que lê no Facebook, You Tube, Blogs duvidosos e afins.
Já basta estarmos constantemente a ser bombardeados com posições ignorantes de altas figuras como o Trump ou o Bolsonaro, para ainda termos de aturar exigências de perfeitos leigos nas matérias de saúde publica para acções sem nenhum fundamento cientifico.
Temos de ter tino e quem tem alguma responsabilidade na disseminação de informação tem de se abster de "picar" as pessoas só para obter mais visualizações.
Cuidem-se."
Viriato 23.03.2020, aqui.

“Nada contra beijar, mas, como em outras ocasiões, com pessoas que escolho”

Zé LG, 17.03.20

“Como, com ou sem vírus, sou acérrima defensora do distanciamento social: esta coisa latina de um qualquer desconhecido te espetar dois beijos no rosto (já para não falar dos otários que procuram os cantos da boca e os outros que te enchem o rosto de mucos) sempre me fez uma terrível confusão. Nada contra beijar, mas, como em outras ocasiões, com pessoas que escolho.

Por outro lado, esta obstinação lusitana por temer ficar encerrado em casa, sempre foi para mim uma bênção: adoro mimar-me na minha intimidade e nestes dias de quarentena vou aproveitar para dialogar com uma pilha de livros e arrumar aquele armário que aguarda pela minha disponibilidade, desde 1998.

Por tudo, admito que para mim seja muito mais fácil do que para outros, perceber conceitos complexos como lavar as mãos e ficar com as nalgas em casa.”

excorgitações da Sofia sobre , no Expoente M.

Alvitrando no mundo

Zé LG, 27.01.20

1. Suíça - 21

2. França - 20

3. Alemanha - 13

4. Reino Unido - 12

5. Estados Unidos - 10

Outros: Brasil - 9; Bélgica - 5; Espanha - 4; Holanda - 4; Luxemburgo - 3; Australia - 2; Moçambique - 2; Suécia - 2; Angola - 1; Czechia - 1; Finlândia - 1; Islândia - 1; Itália - 1; Macao - 1; Oman -1.

(visitas ontem: 26/01/2020)

“Homem de esquerda de pensamento livre e aberto, tolerante e aglutinador”

Zé LG, 21.01.20

1-pt-7f9449f580101559f9cab254cfea0bdd (2).jpgAmigo é importante ser justo e questionar quem pode responder pelas coisas.
LG certamente não precisa quem o defenda.
Recordo que LG não tem nem deve responder pelas posições da CDU nem pelo PCP.
Trabalhei com ele enquanto eleito pela CDU e ainda militante do PCP, e a minha opinião pessoal é bastante positiva.
De LG tenho a seguinte opinião:
Um ser humano fantástico no relacionamento interpessoal, honesto, trabalhador, dedicado de forma firme a tudo em que se envolve e acredita. Foi um Comunista de C grande, mas que por divergências internas optou por deixar o PCP.
Continua a ser respeitado por todos aqueles com quem se relacionou.
Homem de esquerda de pensamento livre e aberto, tolerante e aglutinador.
Não responde por partido nenhum....responde por ele.
Anónimo 20.01.2020”, aqui.

Desculpem o egocentrismo, mas gostei da definição. Obrigado ao autor!

Porque não é o Aeroporto de Beja uma alternativa?

Zé LG, 19.01.20

"O governo não inaugura o troço que está concluído há 2 anos e não concluí o resto da auto-estrada até ao aeroporto de Beja, porque se assim fizesse, não teria desculpas para não utilizar o aeroporto. Anónimo 17.01.2020"

"A questão da distância até ao est o final é uma falsa questão. Eu vivo no Luxemburgo e sei de pessoas que vão apanhar os voos a cerca de 200 quilómetros porque os preços são mais baixos. Logo, há sempre quem não veja inconveniente em aterrar em Beja! Eu, por exemplo. Anónimo 17.01.2020"

Aeroporto-de-Beja-768x432.jpg

"Não é alternativa para coisa nenhuma, porquê? Cidade sem atividade económica relevante? O que significa? Se promoverem o seu desenvolvimento passará a ter! Sem mão de obra qualificada em que áreas? Qual a diferença entre a cidade de Beja e outras cidades do país? ... Anónimo 18.01.2020"

Daqui.

 

“Estamos hoje representados por gente mal preparada, ignorante e carreirista”?

Zé LG, 18.01.20

«Somos um povo brando! Que se demite do exercício cívico quotidiano, que elege governantes medíocres porque sim, e porque não, e que depois se queixa de que as coisas não vão bem!… Estamos hoje representados por gente mal preparada, ignorante e carreirista (porque a vida na política até não é má de todo), que se esquece das origens, em nome do “nacional-porreirismo”, do “deixa andar que a vida não está para maçadas”, e os 4 anos de felicidade passam depressa!… Depois o ciclo repete-se sem fim, e sem a existência de verdadeiras alternativas que sejam capazes de olhar para a sua região com compromisso e espírito de sacrifício!… Depois ficam alguns “líricos esquerdistas” que até conseguem pensar, mas que incomodam o status quo instituído que está mais preocupado com o sucesso pessoal e familiar do que em corresponder a uma tarefa pública para a qual foi designado e eleito!… Uma verdadeira porra!
Anónimo 17.01.2020», aqui.

Alvitrando há 16 anos

Zé LG, 14.01.20

Já passaram 16 anos sobre o dia em que decidi criar este blogue, a que chamei Alvitrando pelas razões divulgadas. Muito poderia dizer sobre o que tem sido esta aventura, sobre o tempo que ocupa e o trabalho que dá mantê-lo actual, o prazer e alguns dissabores que tenho tido, os ajustamentos feitos em função principalmente das minhas circunstâncias mas também do que os visitantes, designadamente os que comentam, "pedem", ... mas não vou entrar por aí. Hoje, fico-me apenas pela reafirmação de que tudo continuarei a fazer para que o Alvitrando continue a ser o espaço de liberdade como é reconhecido e a intervir activamente na sociedade, com especial enfoque na local.

Para assinalar a "efeméride", decidi mudar as "roupagens" do Alvitrando. Se tiver tempo e disposição, farei ainda mais algumas alterações e ajustamentos. Se quiserem contribuir com as vossas opiniões e sugestões pode ser que ajudem a torná-lo mais atrativo...