Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Reportagem de Bruna Soares no Diário do Alentejo venceu Prémio de Jornalismo

imgLoader2.jpgA reportagem “Buinho: Messejana tem uma residência criativa onde existe o único fablab do Baixo Alentejo”, da autoria da jornalista do “Diário do Alentejo” Bruna Soares, venceu a terceira edição do Prémio de Jornalismo Fernando de Sousa, na categoria Regional.

O prémio foi criado pela Representação da Comissão Europeia em Portugal para apoiar a liberdade de imprensa e o jornalismo de investigação.

Parabéns à Bruna Soares, por mais este prémio conquistado!

AR recomenda “medidas urgentes” para Saúde no Distrito de Beja

Hospital-de-Beja texto.jpgO parlamento aprovou um projeto de resolução do PCP que recomenda ao Governo a adoção de medidas urgentes para reforçar a resposta pública na área da saúde no distrito de Beja. Este projeto, que tinha sido apresentado pelos comunistas no dia 3 deste mês, foi aprovado com os votos a favor das bancadas de PSD, CDS-PP, BE, PCP, PEV e PAN e de dois deputados do PS e a abstenção dos restantes deputados socialistas e do deputado não inscrito Paulo Trigo Pereira.
Ao nível dos cuidados de saúde hospitalares, o projeto recomenda ao Governo que reforce as medidas de incentivo e apoio à fixação de médicos na Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (ULSBA), sobretudo das especialidades mais carenciadas, como obstetrícia, pediatria, imagiologia e ortopedia.
…. Leia aqui o resto da notícia.

Ministro do Ambiente Roteiro inaugura ETA da Magra e nova ETAR de Beja

MA.jpgRealiza-se hoje um roteiro dedicado à “Água no Alentejo” com a presença do Ministro do Ambiente e da Transição Energética, João Pedro Matos Fernandes, o secretário de Estado do Ambiente, João Ataíde, que inauguram a ETA da Magra e a nova ETAR de Beja e visitam a albufeira do Roxo e as obras de beneficiação da respectiva ETA, localizadas no concelho de Aljustrel, o novo reservatório de água de Alvalade, Santiago do Cacém, e a ETA de Almograve, Odemira, terminando o programa neste último concelho com a inauguração do reforço do armazenamento de água em Vila Nova de Milfontes e adução a São Luís, no âmbito do Sistema Público de Parceria Integrado de Águas do Alentejo (SPIAA), obras a cargo da AgdA – Águas Públicas do Alentejo, empresa detida pela Águas de Portugal e a Associação de Municípios para a Gestão da Água Pública do Alentejo. 

9af1129c-c476-4b60-8d84-f594a314cfdb.JPG

Ler mais aqui e aqui.

Eleitos da CDU contactam com população e instituições da cidade de Beja

Beja-cidade-768x512.jpgOs eleitos da CDU nas Freguesias da cidade de Beja promovem, até ao final do mês um conjunto acções que tem como objetivo “fazer o balanço da atividade desenvolvida e delinear linhas de trabalho até final do mandato autárquico em curso”.

Estão previstas reuniões com estruturas do Movimento Associativo, contactos com instituições públicas de diversas áreas, reuniões abertas à população, visitas a espaços públicos, equipamentos culturais e desportivos, entre outras ações.

Câmara de Beja prossegue instalação de ar condicionado nas escolas

arcon-768x432.jpgAté ao momento já foram realizadas instalações em cinco escolas: Cabeça Gorda, Baleizão, Beringel, Nossa Senhora das Neves e Penedo Gordo. Os trabalhos tiveram início logo após a conclusão do ano lectivo.

Está ainda prevista a colocação de equipamentos de ar condicionado nos estabelecimentos de ensino de Santa Vitória, São Matias e Trigaches.

A Câmara de Beja anunciou a colocação de 42 equipamentos em nove escolas Básicas de Freguesias Rurais do concelho. A empreitada tem um custo superior a 39 mil euros.

Voluntária da Cruz Vermelha regressa a Moçambique em Missão Humanitária

Sandra Peixeiro, voluntária e funcionaria da delegação de Beja da Cruz Vermelha Portuguesa vai regressar à terra que a viu nascer, em Moçambique, 45 anos depois, para apoiar os que mais necessitam. Chegou a Portugal como “retornada” em 1975, com dois anos de idade. Ingressou na Cruz Vermelha, em Beja, em 2001.

Sandra-Peixeiro-768x432.jpgHá muito que alimentava a vontade de participar numa Missão Humanitária a Moçambique. O sonho concretiza-se agora. Parte, esta semana, para a cidade da Beira para ajudar vítimas do Ciclone Idai. Na bagagem leva uma vontade enorme de ajudar. Vai prestar apoio num centro de saúde materno-infantil, onde os recursos são escassos.

Comentários recentes

  • Anónimo

    São apenas recomendações e mais nada.O que é que q...

  • Anónimo

    Há, aí no problem, eles entendem todos bem.Se for ...

  • Anónimo

    Os deputados vão de férias descansados. Quem fica ...

  • Anónimo

    É evidente que é bom negócio. A questão é quando p...

  • Anónimo

    Para os seres humanos a saúde faz parte do seu bem...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds