Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Chega anunciou os candidatos às Câmaras de Sines e Santiago do Cacém

Zé LG, 12.05.21

202105100931002593.jpgAndré Ventura, líder do partido Chega anunciou ontem os candidatos às Câmaras Municipais de Sines e Santiago do Cacém nas eleições autárquicas deste ano.

O candidato à Câmara Municipal de Sines é Jorge Maia, operário portuário, com a categoria profissional de operador de caís.

Rúben Rosa, operador de segurança e emergência industrial, é o candidato à Câmara Municipal de Santiago do Cacém.

CDS-PP candidata Manuel Pedro Serralha à Assembleia Municipal de Odemira

Zé LG, 11.05.21

202105101035329785.jpegO CDS-PP Odemira anuncia que o candidato a Presidente da Assembleia Municipal de Odemira pela coligação “Juntos para Cumprir” (PSP e CDS), será Manuel Pedro Serralha, natural de São salvador e Santa Maria, Odemira, Engenheiro Civil pelo IST, 27 anos de idade.

Manuel Pedro Serralha diz que “falta pensar Odemira com estratégia, falta pensar Odemira de uma forma ampla e quase platónica. Acreditar no Mar e na Terra como motores económicos, estruturar uma economia local baseada nestes recursos quase infinitos. Acreditar no Ensino como propulsor da economia local e do aumento das taxas de manutenção dos jovens”.

PS candidata José Domingos à Câmara de Barrancos

Zé LG, 11.05.21

202105101818266890.PNGJosé Domingos Mendes Marques, natural de Barrancos, tem 64 anos, é independente e foi bancário durante 35 anos, desempenhando funções de Gerente de uma Agência de Barrancos durante 16 anos.

José Domingos é Presidente da Assembleia Municipal de Barrancos, Presidente da Direção da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Barrancos, Presidente da Direção da Associação "A Esteva", Tesoureiro da Direção do Lar Nossa Senhora da Conceição de Barrancos, Presidente da Assembleia Geral da Sociedade Recreativa Artística Barranquense e Presidente do Conselho Geral do Agrupamento de Escolas de Barrancos.

O PS diz que “a paixão pela sua terra leva-o a abraçar intensamente este novo projeto, ciente que as apostas na criação de Emprego, nos Jovens, na Solidariedade e Coesão Sociais, serão os grandes desafios para um desenvolvimento real de Barrancos.”

CDU candidata Fátima Silva à Câmara de Castro Verde

Zé LG, 10.05.21

184641833_3937792339650675_7171724079428152308_n.jFátima Silva, de 59 anos, é técnica da Autoridade Tributária e Aduaneira desde 1983, sendo chefe do Serviço de Finanças de Ourique desde dezembro de 2017.

Militante do PCP, em 1982 integrou a lista da APU à Câmara de Moura e nas Autárquicas de 1997, 2005 e 2007 foi candidata nas listas da CDU à Assembleia e Câmara Municipal de Castro Verde.

Foi eleita na Assembleia Municipal de Castro Verde no mandato 1998 a 2001 e Vereadora da Câmara Municipal de Castro Verde em regime de não permanência, entre junho de 2008 e outubro de 2009.

Segundo a CDU, é uma candidatura “cuja força resulta não só da credibilidade, rigor e seriedade individual, mas também da dimensão coletiva que a CDU corporiza”, para que Castro Verde “possa continuar a trilhar o caminho do progresso e desenvolvimento económico e social”.

“CDU quer ser a alternativa política que Beja precisa”, afirma Vítor Picado

Zé LG, 10.05.21

Entrevista-Vítor-Picado-768x566.jpg“Beja primeiro sempre, para um concelho mais desenvolvido e feliz” é o mote da candidatura da CDU à Câmara de Beja, que tem como grande objectivo reconquistar a maioria, nas eleições autárquicas deste ano, “construindo uma alternativa política que o concelho precisa”.

“É um projeto autárquico alicerçado, no contacto direto, com as populações, com os trabalhadores, repleto de concretizações no concelho de Beja”, sublinha o candidato Vítor Picado, acrescentando que: “Prioridade às Pessoas e Bem-Estar social”, “Afirmação da cidade e do concelho” e “Melhoria dos serviços do município” são os três eixos programáticos em que assenta o projeto autárquico da CDU à autarquia de Beja.

Vítor Picado afirmou ainda que aquilo (a Câmara de Beja ser da mesma cor política do Governo) que poderia ter sido uma vantagem, tornou-se “numa subserviência político-institucional, muitas vezes aflitiva, na falta de defesa dos interesses da região, perante um Governo que tem desprezado o interior”.

Excertos da Grande Entrevista da Rádio Pax a Vítor Picado, candidato da CDU à CM de Beja.

"Os senhores lá em Lisboa não conhecem o território", acusa presidente da JF de Longueira-Almograve

Zé LG, 10.05.21

Steotonio.png“Eu acho que os senhores [do governo] lá em Lisboa não conhecem o território e legislam uma coisa que não é exequível nesta freguesia”, lamentou Glória Pacheco, recordando que: “A farmácia que nós temos mais perto está fora da cerca, a nove quilómetros, em Vila Nova de Milfontes. Para comprar um teste, têm de saltar a cerca e, para a ir a São Teotónio, fazem o dobro dos quilómetros”.

O Governo decidiu que a cerca sanitária em vigor, desde dia 30 de abril, vai manter-se, mas definiu que a entrada naquelas freguesias para o “exercício de atividades profissionais” e para o “apoio a idosos, incapacitados ou dependentes e por razões de saúde ou por razões humanitárias” depende da apresentação de comprovativo de teste PCR negativo realizado nas 72 horas anteriores ou de teste rápido antigénio negativo realizado nas 24 horas anteriores.

A autarca afirmou ainda que “É uma vergonha o que se está a passar”, acrescentando que “Não sei se não está também aqui em causa uma questão de direitos humanos”.

Paulo Arsénio afirma que tem "a certeza que iremos ganhar”

Zé LG, 09.05.21

“SENTIR BEJA-o futuro que nos une” é o lema da candidatura do PS nas próximas eleições autárquicas.

PS.png

Paulo Arsénio afirmou que “queremos ganhar, merecemos ganhar e tenho a certeza que iremos ganhar” referindo-se às eleições autárquicas, revelando ainda que no final de junho, princípios de julho será divulgada a lista completa do PS à Câmara de Beja e garantindo ter orgulho na equipa que o tem acompanhado neste mandato que está na reta final.
Paulo Arsénio considerou que por detrás da candidatura do PS existe credibilidade, confiança e segurança, garantiu que não vai usar a mentira para alcançar objetivos e que o projeto socialista está alicerçado naquilo que tem vindo a ser construído nos últimos 4 anos e informou que a candidatura do PS vai promover, como aconteceu em 2017, sessões para “Ouvir Beja” tendo em vista a construção do programa que será apresentado aos munícipes do concelho.

Helena Costa Pais é a cabeça de lista da CDU à Assembleia Municipal de Moura

Zé LG, 08.05.21

202105071059212766.PNG

Helena Costa Pais tem 47 anos, natural de Aguiar da Beira, é licenciada em ensino de matemática e ciências naturais. Iniciou a sua atividade profissional em 1996, na Escola Básica dos 2º e 3º ciclos em Moura, local onde lecionou desde então, à exceção do período compreendido entre 1999 e 2002, em que trabalhou nas Escolas de Serpa e de Pias.

Nos últimos 25 anos integrou-se na sociedade mourense, colaborando em atividades culturais, sociais e do movimento associativo.

PS candidata José Manuel Efigénio à Câmara de Alvito

Zé LG, 08.05.21

202105071404598177.jpgA Comissão Política da Concelhia de Alvito do PS aprovou a candidatura do independente José Manuel Efigénio à Câmara Municipal de Alvito, para as próximas eleições autárquicas.

José Manuel Efigénio, tem 45 anos, é alvitense, licenciado em Gestão Bancária. Foi empresário, administrador de empresa e exerceu durante 10 anos funções na administração pública. É atualmente bancário, numa instituição bancária da região.

Foi em 2009 candidato, pelo PS, à Junta de Freguesia de Alvito, tendo sido eleito como membro da Assembleia de Freguesia de Alvito.

O PS de Alvito afirma que "esta candidatura não se pautará pela oposição a ideologias, pessoas ou fações, mas assumir-se-á como uma proposta integradora, norteada pela verdade, respeito e auscultação, assumindo-se sempre, como uma candidatura capaz, de pessoas para pessoas, isenta e responsável."

PS realiza hoje 2ª Convenção Autárquica em Beja

Zé LG, 08.05.21

202105071133315771.jpg

Neste sábado, o Centro UNESCO, em Beja, recebe, durante a manhã, a partir das 10.30 horas, a 2ª Convenção Autárquica/Políticas Locais/Concelhia de Beja do PS. A iniciativa pode ser acompanhada pelo Facebook.
Esta convenção “é o pontapé de saída do PS para as autárquicas 2021” e sessão de encerramento é protagonizada por Laura Fernandes, das Mulheres Socialistas do Distrito de Beja, Nelson Brito, presidente da Federação do Baixo Alentejo do PS e Paulo Arsénio, presidente da Câmara de Beja que assumiu, recentemente a sua recandidatura ao cargo.

CDU volta a apostar em David Grave para Câmara de Redondo

Zé LG, 07.05.21

DG.jpgNatural e residente em Redondo, David Grave, é empregado de hotelaria, mas, atualmente, exerce a chefia do gabinete de apoio à presidência da Câmara Municipal de Arraiolos. Militante do PCP e membro da Concelhia de Redondo e do Executivo da Direção da Organização Regional de Évora (DOREV) do PCP, foi dirigente do Sindicato dos Trabalhadores na Industria de Hotelaria, Turismo, Restaurantes e Similares do Sul e de várias associações.

David Grave já tinha concorrido pela CDU à Câmara Municipal de Redondo, nas autárquias de 2013 e de 2017, tendo em ambas sido eleito vereador.

CDU recandidata João Português à Câmara de Cuba

Zé LG, 06.05.21

201904171153548799.jpgA CDU afirma que, com a recandidatura de João Português à Câmara de Cuba nas autárquicas 2021, “renova a confiança num candidato cujo trabalho, ao longo de quase 8 anos de liderança, deixa pouca margem para dúvidas quanto à sua competência e capacidade para conduzir ao desenvolvimento socioeconómico do concelho com base no projeto autárquico da Coligação.”

Ilda Palminha encabeça a lista do PS candidata à Assembleia Municipal de Castro Verde

Zé LG, 05.05.21

202105041323152651.jpgIlda Palminha, de 44 anos, é a candidata do PS à Assembleia Municipal de Castro Verde. “Com perfil independente, é uma castrense que tem assumido participação ativa como membro do Conselho Municipal de Educação e, mais recentemente, como representante dos pais e encarregados de educação no Conselho Geral do Agrupamento de Escolas”.

Ilda Palminha é professora há mais de duas décadas, tem formação em ensino básico Português-Francês, realizou uma pós-graduação em Educação Especial em 2008. Desde então apostou na promoção da escola inclusiva como objetivo principal da sua carreira, assumindo funções como professora de Educação Especial.

Ana Calca Figueira retira candidatura, pelo PSD, à Câmara de Sines

Zé LG, 05.05.21

202105040921165435.jpgA empresária Ana Calca Figueira anunciou que retirou a candidatura à Câmara Municipal de Sines pela lista do PSD, nas próximas eleições autárquicas, justificando esta decisão com o facto de “após uma forte tentativa de fazer ver que o cenário sonhado podia tornar-se real, apenas dependente do grau de empenho, fui amplamente derrotada por vontades e interesses alheios aos meus ideais de ação, estudo e empenhamento feroz e determinado em fazer diferente”.

Presidente da Câmara de Odemira alertou para a falta de água no concelho, devido à falta de ordenamento e às explorações agrícolas

Zé LG, 05.05.21

jose-alberto-guerreiro.pngJosé Alberto Guerreiro, presidente da Câmara Municipal de Odemira, alertou para a forte possibilidade de haver falta de água na região e de a água disponível na barragem de Santa Clara, situada no rio Mira, só chegar para o período de um ano, caso não chova. Para o autarca, o problema é agravado pela agricultura intensiva, situação que o próprio já tinha denunciado ao Governo.

O presidente da Câmara de Odemira assegura ainda que o Governo já tinha conhecimento do problema, uma vez que as deliberações da autarquia sobre o caso foram remetidas ao Executivo e à Assembleia da República, acusando o poder central de “surdez” perante a autarquia.

De acordo com José Alberto Guerreiro, o surgimento de cada vez mais empresas que contratam estes migrantes para a agricultura intensiva preocupa a autarquia, que teme, “no próximo ano, ter também um problema de falta de água”, caso se continue “a acrescentar explorações agrícolas, sem nenhum critério”.

PS recandidata Pauo Arsénio à Câmara de Beja

Zé LG, 04.05.21

imgLoader2.jpgO presidente da Câmara de Beja,Paulo Arsénio, que cumpre o seu primeiro mandato, vai recandidatar-se ao cargo nas eleições autárquicas deste ano, anunciou a concelhia do PS. Paulo Arsénio, de 49 anos, foi eleito presidente da autarquia há quatro anos, conquistando para o PS uma câmara municipal que era liderada pela CDU e que só tinha tido gestão socialista entre 2009 e 2013.

Natural de Évora, Paulo Arsénio é licenciado em História e pós-graduado em História Contemporânea (séculos XIX e XX). Técnico de administração tributária adjunto na Direção de Finanças de Beja, é militante do PS desde 1991 e atual presidente da concelhia de Beja. Entre março de 1998 e outubro de 1999 foi deputado socialista eleito pelo círculo de Beja, além de presidente da Juventude Socialista do Baixo Alentejo de 1998 a 2000.

A recandidatura de Paulo Arsénio foi aprovada “por unanimidade, através de voto secreto”, refere a concelhia de Beja do PS,  justificando: “Trata-se de uma prova de reconhecimento pelo trabalho realizado no mandato que agora se aproxima do final e um inequívoco voto de absoluta confiança para continuar a consolidação de um projeto de futuro para o concelho de Beja”.

Jorge Rosa, presidente da Câmara de Mértola, considera que a “falta de influência política leva a menos investimento público”

Zé LG, 04.05.21

imgLoader2.ashx.jpg

Jorge Rosa, presidente da Câmara de Mértola, refere o “caminho de desenvolvimento” iniciado há duas décadas, que tem permitido ver reconhecidas, “por todos”, a modernização e a evolução do concelho. O autarca manifesta ainda as condicionantes provocadas pela pandemia.

O que se modificou no concelho de Mértola, desde 2017 - o Pavilhão Expo Mértola, o projeto e a filosofia da Estação Biológica de Mértola e a Galeria da Biodiversidade. Há outros projetos em curso, como sejam o Centro Ocupacional para Deficientes; o novo Centro Escolar de Mértola; a remodelação da Avenida Aureliano Mira Fernandes. Redes de águas e esgotos e respetivos órgãos de reserva e tratamento; reparação e requalificação de parte da rede viária; remodelação em várias localidades ao nível dos arruamentos e pavimentação. Avanços no processo da navegabilidade do Rio Guadiana, na requalificação ambiental do parque mineiro de São Domingos, na eletrificação agrícola e rural.

As “obras” mais emblemáticas deste mandato - o Lar das 5 Freguesias, apesar de ainda não estar acabado; o Pavilhão Expo Mértola; o processo de eletrificação agrícola e rural.

Objetivos, ambicionados para este mandato, que poderão ficar por cumprir - nada de essencial ficou por avançar.

Principais problemas com que o concelho de Mértola se debate - Falta de influência política. Que leva a menos investimento público, menos oportunidades de emprego, menos pessoas, menos consumo e menor dinâmica empresarial. Aas alterações do clima, do aumento da desertificação física, que será um problema não regional ou nacional, mas global.

Principais desafios que o presidente da Câmara de Mértola terá pela frente - Espera-se que um presidente de câmara tenha uma perspetiva mais regional, mais aberta e estratégica, ao mesmo tempo que tem de ter capacidade de gestão, de liderança e de decisão. Dar continuidade – que em minha opinião é absolutamente vital – ao deixado trabalho encaminhado.

Carlos Bernardes, presidente da Câmara de Torres Vedras, morreu

Zé LG, 03.05.21

PCTV.jpgO presidente da Câmara de Torres Vedras, Carlos Bernardes, com 53 anos, casado e com um filho, foi hoje encontrado morto em casa, no Turcifal, em circunstâncias que estão a ser investigadas pela Polícia Judiciária.

Carlos Manuel Antunes Bernardes liderava o município desde 2015, depois de um percurso autárquico iniciado na Junta de Freguesia do Turcifal, no concelho de Torres Vedras, onde exerceu o cargo de secretário entre 1989 e 1997. Teve uma liderança marcada, por várias vezes, por renúncias de mandatos por parte de alguns vereadores, incluindo socialistas.

À família, à Câmara Municipal de Torres Vedras e ao PS apresento as minhas condolências.

PS candidata Tomé Panazeite à Câmara de Serpa

Zé LG, 02.05.21

202105010847409388.pngTomé Panazeite, independente, é natural da Freguesia de Vila Nova de São Bento, residente em Serpa, licenciado pela e pós graduado em Agronomia. Serviu a GNR durante 34 anos, onde atingiu o topo de carreira como Sargento-mor.
Tomé Panazeite é fundador da Confraria do Figo da Índia e da Cooperativa OpuntiasAlentejo, onde desempenha o cargo de presidente do Conselho de Administração. É ainda vice-presidente da Federação Alentejana de Caçadores e diretor da Confederação Nacional dos Caçadores Portugueses.
Foi em 2017, candidato do PS à presidência da União de Freguesias de VNSB e Vale de Vargo, ocupando o lugar de membro da Assembleia de Freguesia.

Presidente da Junta de Freguesia de São Teotónio culpou o Governo pela necessidade de criação de uma cerca sanitária na sua freguesia

Zé LG, 02.05.21

202104301830519587.pngSão Teotónio está neste momento a ser uma vítima da incompetência deste Governo, porque parece só agora ter acordado para esta realidade. A situação não tem sido acompanhada e não foi devidamente acautelada, mas o Governo sabe há muito tempo o que se passa nesta freguesia, afirmou Dário Guerreiro (PS), mostrando-se “surpreendido” com as declarações do primeiro-ministro, que só agora diz estar preocupado com a “sobrelotação das habitações, no que isso representa para a saúde pública e a violação gritante dos direitos humanos”.
As freguesias de São Teotónio e Almograve-Longueira estão, desde as 08:00 do dia 1 de Maio, em cerca sanitária. “O Governo tem agora as portas abertas para, definitivamente, revolver a situação que existe na freguesia e não pode continuar a fechar os olhos, tem que agir e imediatamente”, advertiu, deixando perguntas à atual ministra e ao ex-ministro da Agricultura sobre o que foi feito ou está previsto fazer para que “este problema [de habitação dos migrantes] nunca mais venha a acontecer”, já que a pandemia “pode ir embora, mas este problema vai cá ficar”.