Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

UF de Salvador e Santa Maria da Feira reclama solução para o atravessamento seguro de peões da EN 260 / IP 8

Zé LG, 21.09.22

2021-ACIDENTE_800x800.jpgO Executivo da União de Freguesias Salvador e Santa Maria da Feira (UFSSM) decidiu pedir, com urgência, uma reunião à Câmara de Beja, preocupado com os acidentes graves que ocorreram na estrada nacional 260 / IP 8 que circunda a cidade. No espaço de um mês, três acidentes com peões a atravessar aquela via provocaram duas mortes e um ferido grave, que geraram uma grande preocupação no Executivo da UFSSM, liderado por António Ramos, para com as pessoas dos dois bairros, Bairro da Esperança e das Pedreiras, que muitas destas, para terem acesso à cidade têm que diariamente atravessar este EN/IP.

A União de Freguesias defende que a Câmara Municipal “reúna e questione as Infraestruturas de Portugal de Beja, no sentido de se estudar uma solução para o problema, estando este executivo disponível, numa forma conjunta, em colaborar com estas duas entidades, na ajuda e propostas de soluções que melhorem a segurança de pessoas e bens”.

Ministra da Coesão Territorial anunciou primeiros avisos de concursos para centros de saúde e escolas

Zé LG, 20.09.22

20220609162606271.png“Vamos abrir, espero eu, em outubro, no máximo, os primeiros avisos de concurso para centros de saúde e escolas que estão mapeadas com Prioridade (P) 1 e poderemos apoiar escolas da P2 ou P3, desde que tenham os projetos maduros, ou sejam que estejam validados e prontos para lançar a concurso”, disse Ana Abrunhosa, no final da sessão de encerramento do Encontro Nacional de Autarcas, referindo ainda que o Governo está a trabalhar em medidas de apoio aos municípios.

Ana Abrunhosa revelou que o Governo vai eliminar o limite de elegibilidade de 5% na revisão dos contratos de obras públicas e que vão ser libertados fundos para estes contratos que ficaram mais caros e têm custos mais elevados por via do aumento dos custos dos materiais, da mão-de-obra e da energia.

Sines avança com a criação de uma Comunidade de Energia Renovável

Zé LG, 19.09.22

202208221148537486.pngO município de Sines vai criar, em conjunto com a APS e a aicep Global Parques, uma Comunidade de Energia Renovável (CER) com vista à sustentabilidade energética deste território, que, no âmbito da Transição Energética, permite a partilha de energia produzida no seio da comunidade entre os seus membros, com uma significativa redução de custos, podendo agregar entidades públicas e privadas no seu seio. A criação da CER de Sines, cujo memorando de entendimento entre as três entidades foi assinado esta segunda-feira, será antecedida de um estudo, a cargo da Agência de Energia do Ambiente da Arrábida (ENA).

Município de Odemira homenageou José Alberto Guerreiro, António Martins Quaresma e Mariana Martins

Zé LG, 18.09.22

Camara-de-Odemira-homenagens-2022-1024x576.jpgUma homenagem a “três grandes pessoas que representam três gerações de odemirenses” e que, cada um, fez “um trabalho singular em prol” do concelho – foi desta forma que o presidente da Câmara de Odemira, Hélder Guerreiro, se dirigiu a José Alberto Guerreiro, António Martins Quaresma e Mariana Martins, distinguidos durante as comemorações do feriado municipal.

O ex-autarca José Alberto Guerreiro, eleito na Câmara de Odemira durante 24 aos e presidente de 2009 a 2021, recebeu a Medalha de Honra Municipal, enquanto o historiador António Martins Quaresma, autor de uma vasta obra sobre o concelho, e a jovem guitarrista Mariana Martins, a primeira mulher no mundo a licenciar-se em guitarra portuguesa, foram distinguidos com a Medalha de Mérito Municipal.

CIMAC e PCP criticam PO Alentejo 2030

Zé LG, 17.09.22

regiao_peq.jpgA Comunidade Intermunicipal do Alentejo Central (CIMAC) denuncia que o PO Alentejo 2030 vai ter menos cerca de 300 milhões de euros do que Alentejo 2020 e critica a forma como o novo programa não contempla as “necessidades municipais” que surgirão com as novas competências atribuídas aos municípios; como o PO não garante “a conexão com o Plano de Recuperação e Resiliência (PRR)” para responder aos “desafios relacionados com a Habitação”; e como o programa não dá prioridade ao sistema de mobilidade e transportes. Além disso, o PO Alentejo 2030 deixou integrar projetos nacionais que a CIMAC considera essenciais, mas que deveriam ser assumidos pelo Governo e não com os recursos da região, por se tratarem de projetos de interesse nacional, como o Fundo de Transição Justa e a Ferrovia Casa Branca-Beja-Aeroporto e ignorou o resultado da participação dos municípios na elaboração da “versão síntese do Programa Operacional Regional do Alentejo 2030”.

A Direção Regional do Alentejo (DRA) do PCP também se pronunciou negativamente em relação ao Alentejo 2030, considerando que “é evidente a insuficiência dos valores previstos e que o Alentejo disporá de menos financiamentos para a suas necessidades” e defende que “deve ser definida uma estratégia de desenvolvimento para a região que identifique os problemas, defina as orientações e afirme um projeto para o Alentejo, no quadro de uma perspetiva global de desenvolvimento integrado do território nacional” e aponta os principais investimentos públicos necessários para a região.

Moita Flores absolvido de crimes de que era acusado quando foi presidente da Câmara de Santarém

Zé LG, 15.09.22

Moita.png

Moita Flores foi hoje absolvido no caso das obras na antiga Escola Prática de Cavalaria, em que era acusado de prevaricação e de participação económica em negócio. O também escritor não esteve presente na leitura do acórdão pois encontra-se hospitalizado fruto de um ataque cardíaco, mas já se encontra a recuperar.

Para Ricardo Sá Fernandes, advogado de Moita Flores, o acórdão “foi claro no sentido de afirmar que não houve qualquer prova de que quis beneficiar alguém ou prejudicar o município”, tendo havido “meras irregularidades administrativas”, que “são frequentes na vida dos municípios e isso, por si só, não significa a prática de crimes”.

Câmara de Castro Verde reúne com populações nas freguesias, para recolher “contributos” para Orçamento e Plano Municipais para 2023

Zé LG, 12.09.22

Camara-de-Castro-Verde-pulgd2drc8gmeiokbrjyfy9hqoyudgc9tlsk7xd3og.jpgA Câmara de Castro Verde inicia nesta segunda-feira, 12, um conjunto de encontros com a população nas freguesias do concelho, no sentido de recolher “contributos” para a elaboração do Orçamento e Opções do Plano Municipais para 2023: Dia 12, primeiro no Polo da Biblioteca em Entradas (18h30) e depois no Centro Cultural de Casével (21h30), Dia 13, nos centros culturais de Santa Bárbara de Padrões (18h30) e de São Marcos da Atabueira (21h30); Dia 15, em Castro Verde, pelas 18h30, no Centro de Artes e da Viola Campaniça.

Segundo a Câmara Municipal, este ciclo de encontros “pretende fortalecer a relação dos munícipes com a autarquia, esclarecer as ações municipais em curso, ouvir a população acerca da atividade municipal e incentivar a uma participação pública mais ativa na vida do concelho”.

“ULSBA queremos os nossos serviços”, reclamam Albernoa e Trindade

Zé LG, 10.09.22

POSTO-MÉDICO-ALBERNOA-E-TRINDADE-768x433.jpgA União de Freguesias de Albernoa e Trindade, do concelho de Beja, afirma que o “serviço médico, o de enfermagem e até o apoio administrativo à marcação de exames e receituário foi novamente descontinuado, em face da saída da médica responsável”. Para responder a estas necessidades está a decorrer “um abaixo-assinado para exigir à ULSBA a reposição dos serviços médicos, de enfermagem e administrativos nas duas aldeias”, na expectativa de que “o mesmo funcione e sirva para sensibilizar as altas esferas da ULSBA que estando em Beja não sentem essa falta como nós sentimos. Já pedimos uma reunião com carácter urgente, mas também antes o fizemos e sem resposta. Aguardamos que seja diferente”. Daqui, daqui e daqui.

Lucinda Jorge vai continuar como vereadora do PS na Câmara de Almodôvar

Zé LG, 09.09.22

202209051337481749.jpgDepois de ter sido afastada do cargo de vice-presidente da Câmara de Almodôvar, pelo presidente do município, Lucinda Jorge esclarece que “vai continuar a estar presente nas reuniões camarárias e da Assembleia Municipal, como vereadora do Partido Socialista, defendendo as causas do concelho de Almodôvar e dos seus munícipes”.

A vereadora esclarece que esta situação terá sido causada pela sua decisão em “avançar com uma candidatura à Comissão Política da Concelhia do Partido Socialista de Almodôvar, após o atual presidente da mesma, António Bota, referir numa reunião da Comissão Política a sua indisponibilidade para se voltar a recandidatar” e manifesta, “a sua tristeza e indignação pela falta de cultura democrática por parte do Sr. Presidente da Câmara, Dr. António Bota e reitera a sua total disponibilidade para se candidatar à Comissão Política da Concelhia de Almodôvar do Partido Socialista”

Que lógica tem a Câmara de Beja ir pedinchar às outras Autarquias?

Zé LG, 25.08.22

BVBEJA-AutoEscada_800x800.jpg«Serei o único a achar ridículo que o Presidente da Câmara da Capital de Distrito, pensar sequer em ir MENDIGAR às restantes Câmaras da CIMBAL, uma contribuição para um equipamento dos Bombeiros Voluntários de Beja? Então os outros concelhos não têm as suas próprias Corporações de Bombeiros Voluntários? E cada Câmara desse mesmo Concelho não apoia as suas corporações?
Que lógica tem Beja ir PEDINCHAR às outras Autarquias? ... 60.000,00 euros, para a reparação de um equipamento tão essencial como a Autoescada dos BVB, nem deveria ser uma problema para uma Autarquia de Beja que apresentou um Orçamento de quase 43.000.000,00 euros. Afinal, o que são 60 mil euros em quase 43 Milhões de euros?!» Anónimo 23.08.2022, aqui.

Chamem os Bombeiros, porque a CIMBAL "está a arder"

Zé LG, 22.08.22

CIMBAL-Arsenio-e-Bota_800x800.jpgO presidente da Câmara de Beja, desmentiu o presidente da Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo (CIMBAL) e também presidente da Câmara de Almodôvar, depois da CIMBAL ter emitido um comunicado onde é garantido que a autarquia bejense “assegura os restante 30 mil euros para a reparação da autoescada dos bombeiros”.

Paulo Arsénio desmentiu categoricamente o seu colega: “não é verdade. Isso não corresponde à verdade e nunca foi dito. Está errado” e garantiu que vai levar o assunto de novo à próxima reunião da CIMBAL, do próximo dia 12 de setembro, “para que todos os municípios possam contribuir. Se todos tiverem boa vontade podem mantê-la”.

Antes, António Bota, tinha referido que “apesar de estar no comunicado, não existia nenhum documento da Câmara de Beja a assegurar os 30 mil euros” e que “não concordo que as restantes doze câmaras coloquem uma verba na reparação de uma autoescada localizada em Beja que numa deslocação leva uma eternidade”.

O que devia unir as autarquias, principalmente numa altura de incêndios, serve para dividi-las, incluindo, como é o caso, presididas por eleitos do mesmo partido (PS). Unam-se e contribuam para reparar a autoescada antes que precisem dela!...

"Senhor perdoai-lhes que não sabem o que dizem!"

Zé LG, 19.08.22

273160253_2118218421666773_4314774936622695036_n.j«Não posso deixar de manifestar a minha indignação com a sucessão de comentários que acabo de ler, num dos posts da página oficial de facebook de uma entidade pública, a Câmara Municipal de Beja!

Já todos percebemos que a ostracização constante do executivo camarário em funções é um foco, com o objetivo muito específico de promover o desgaste e a desmotivação dos eleitos, tentando afastá-los daquilo que é o seu propósito mais importante: trabalhar pelo concelho e pelas pessoas.

Compreendemos e até desculpamos, aqueles que por falta de oportunidades, não dispõem do nível de conhecimento adequado, o que os impossibilita de acederem a alguma informação fidedigna e de analisar criticamente determinados assuntos, (incapacitando-os até, de escrever duas frases que consigamos entender) o que os daz colocar constantemente o nosso trabalho em causa.Uma espécie de desconhecimento de factos concretos e possibilidades.

E para esses, o primeiro pensamento que me ocorre é aquele do "Senhor perdoai-lhes que não sabem o que dizem!"»... Leia aqui o resto do post de Marisa Saturnino, vereadora na CMB.

Câmara de Almodôvar visitada pela Polícia Judiciária

Zé LG, 18.08.22

Câmara-Almodôvar-1024x683.jpgInspetores da Polícia Judiciária (PJ), na sequência de uma denúncia anónima, inquiriram vários funcionários da Câmara de Almodôvar, na semana passada. O presidente da Câmara de Almodôvar terá sido também ouvido, não se tendo ainda pronunciado sobre o assunto.
António Sebastião, vereador do PSD na Câmara, diz que há alegadas irregularidades em matérias como a contratação pública ou aquisição de serviços, apontando um “conjunto absurdo de ajustes diretos” e de consultas prévias “em que, geralmente, as coisas são acertadas no sentido de escolher a empresa que mais interessa a quem faz a adjudicação.

Freguesias querem acabar com uniões forçadas

Zé LG, 13.08.22

Sem nome.pngVila Nova de São Bento e Vale de Vargo foram unificadas unificadas, mas querem voltar à sua origem e “recuperar as suas identidades”. Manuel Nunes, o presidente da Junta, realça que “estas duas freguesias não acabaram pois foram mantidos os serviços em ambas, de forma a que os fregueses tivessem o mesmo tratamento”, uma vez que os “transportes são poucos e as pessoas para se movimentarem entre uma e outra freguesia é complicado, nomeadamente na questão da frequência da escola primária”.

Recorda-se que, em fevereiro deste ano, a Assembleia de Freguesia da União das Freguesias de Santa Vitória e Mombeja já pediu o início dos “procedimentos necessários para a concretização do processo de reposição” destas duas freguesias.

Carlos Durão morreu

Zé LG, 12.08.22

Carlos Caçador Durão, Presidente da Câmara MuniMorreu ontem Carlos Caçador Durão, de 89 anos, primeiro presidente da Câmara Municipal de Barrancos, eleito democraticamente nas primeiras eleições autárquicas realizadas em dezembro de 1976. Carlos Durão presidiu à Câmara de Barrancos durante dois mandatos (1977/1979 e 1980/1982). O corpo de Carlos Durão, ficou em câmara ardente no Salão Nobre dos Paços do Município, de onde sai hoje o funeral para o Cemitério Público de Barrancos.

A Câmara Municipal de Barrancos "decretou três dias de luto municipal - 11, 12 e 13 - pelo falecimento do seu antigo presidente, Carlos Caçador Durãoreconhecendo "com apreço e gratidão a sua entrega ao nosso povo", sem esquecer "as importantes obras dos mandatos (dois) que marcaram a vida da nossa Terra".

À família e ao Município de Barrancos apresento os meus sentidos pêsames.

Joaquim Santos renuncia ao mandato de presidente da Câmara do Seixal

Zé LG, 11.08.22

274457251_366127788851245_5321233310356672316_n.jpO presidente da Câmara Municipal do Seixal, Joaquim Santos (CDU), anunciou hoje a sua renúncia de mandato, quase um ano depois de ter sido reeleito, ficando a liderar a autarquia o actual vice-presidente, Paulo Silva, explicando que terminará esta etapa de mais de 20 anos de exercício de poder local para poder voltar à sua carreira profissional, mas que ficará no cargo durante algum tempo para preparar a transição.

Joaquim Santos já tinha sido abordado na reunião do executivo municipal e não poupou críticas à oposição, “porque desde sempre têm existido tentativas de destabilizar a gestão desta autarquia”, lembrando “que já andaram a dizer que eu ia sair para o Parlamento, e agora para a Carris Metropolitana. Mas eu afirmo que vou continuar na Câmara Municipal do Seixal.”

Joaquim Cesário Cardador dos Santos, licenciado em Engenharia Civil e em Gestão, natural de Beja, foi reeleito presidente da Câmara Municipal do Seixal em setembro de 2021, pela CDU, para o terceiro mandato. A CDU elegeu ainda cinco mandatos, não tendo a maioria absoluta.

Afinal o que diz Gavino Paixão da sua "espantosa aventura"?

Zé LG, 07.08.22

gavino-paixao-rotated-e1657182333494.jpg

Há um mês, vi a referência, no Praça da República, a este texto de Paulo Barriga, publicado na revista Sábado. Vi aqui, no Alvitrando, algumas referências ao texto, que, inclusivamente, me fizeram chegar por mensagem pessoal. Como achei graves algumas das "aventuras" atribuídas a Gavino Paixão, por quem tenho simpatia pessoal, não me quis referir aqui ao assunto sem antes conhecer o contraditório, designadamente por parte dele. Como até hoje, não tive conhecimento de qualquer esclarecimento por parte de Gavino Paixão ou de qualquer outra fonte e porque considero o assunto de interesse público, decidi alvitrar sobre ele.

Ver e ler o artigo aqui e aqui.