Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Câmara de Castro Verde confirmou destruição de peças da INSTALAÇÃO ARTÍSTICA DE PRESÉPIO e pediu desculpa aos autores

Zé LG Zé LG, 26.12.19

"A Câmara Municipal de Castro Verde ..., para esclarecimento público, entende informar o seguinte:

78182260_2591726437590612_6010739905355841536_o.jp

1 - O presépio foi exposto entre 2002 e 2016. Em 2017 e 2018, dado o seu estado avançado de degradação e os graves riscos para exibição pública, a Câmara Municipal optou por deixar de o apresentar para não pôr em causa a segurança das pessoas.

2 - ..., deve ficar claro que em nenhum momento o executivo da Câmara Municipal ordenou o desmantelamento propositado do presépio. Contudo, apurou-se agora, no decurso de trabalhos no estaleiro municipal, que algumas peças sofreram danos irreparáveis.

3 - O executivo da Câmara Municipal lamenta verdadeiramente o sucedido e assume, com toda a clareza, transparência e frontalidade, que é o único responsável pelo sucedido.

4 - ... a Câmara Municipal sempre respeitou a criatividade e o trabalho artístico associados ao presépio e, naturalmente, tem admiração, desde sempre, pelos autores da obra, a quem já manifestou o seu desalento e apresentou desculpas pelo ocorrido. …"

NOTA: Apesar de ter sidp publicado em 12 de dezembro às 12:09, só agora tive conhecimento desta informação da Câmara Municipal de Castro Verde, através de uma mensagem pessoal de António José Brito, seu presidente. Só publiquei o meu alvitre sobre o assunto no passado dia 24, porque esperei pelo esclarecimento da CMCV, de que só agora tive conhecimento, como referiu.

CÂMARA DE CASTRO VERDE DESTRÓI PATRIMÓNIO ARTÍSTICO

Zé LG Zé LG, 24.12.19

Há anos, a Câmara Municipal de Castro Verde encomendou aos artistas locais Joaquim Rosa e Pedro Pinheiro, um presépio, executado por gente da terra. A ideia era a de que o presépio fosse anualmente acrescentado de novas peças que ocupassem algumas das principais vias do Centro da Vila, o que efectivamente aconteceu durante alguns anos.

78792598_2591726724257250_2460339124654047232_o.jpLogo após a sua tomada de posse, o novo executivo na Câmara Municipal de Castro Verde optou por não o colocar no espaço público, deixando as peças de autor num abandono visível aos olhos de muita gente. Não contente com essa situação, no início deste mês mandou destrui-las, ou permitiu que as destruíssem sem apurar responsabilidades pelo crime de lesa património cometido.

78746508_2591727237590532_1801335783890616320_n.jpA “vontade desmedida e irracional de querer apagar o passado sem olhar a meios” do actual executivo camarário, como acusa a CDU, ou qualquer outra explicação para o acontecido, deveria obrigar o executivo camarário a esclarecer a situação, a pedir desculpas públicas aos autores da obra artística e a toda a população e a recuperar as peças destruidas. Não fazê-lo, para além de cobardia política, revela também uma grande falta de respeito pelo património artístico municipal, pelos seus autores e, principalmente, pela população que se comprometeu servir.

CPCBeja espõe “Arte numa perspetiva diferente” na EDIA

Zé LG Zé LG, 03.12.19

imgLoader2.ashx.jpgA EDIA e o Centro de Paralisia Cerebral de Beja inauguram no dia 3, Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, a 18.ª edição da exposição “Arte numa perspetiva diferente”, dos utentes do Centro de Atividades Ocupacionais do CPCB.
A mostra, cuja abertura está agendada para as 16:00 horas, ficará patente ao público no edifício sede da EDIA, em Beja, até ao dia 6 de janeiro, podendo ser visitada de segunda a sexta-feira, das 09:00 às 18:00 horas.
A receita proveniente da venda dos trabalhos reverterá integralmente para o Centro de Paralisia Cerebral de Beja.

Nucia Pocero vence “Prémio Internacional de Serpa para Álbum Ilustrado”

Zé LG Zé LG, 05.11.19

album-ilustrado-2019-768x432.jpgA edição deste ano do “Prémio Internacional de Serpa para Álbum Ilustrado”, promovido pela Câmara de Serpa com a colaboração da editora Planeta Tangerina recebeu 232 candidaturas de 27 países.
A Câmara de Serpa anuncia que “Ñam”, de Nucia Pocero (Espanha), foi a obra vencedora desta terceira edição.
A iniciativa tem como objectivos “fomentar e desenvolver a qualidade literária e artística do álbum ilustrado e estimular a criação de novos projectos nessa área”.

“O Alentejo tem uma luz especial, diferente” afirma Jerónimo Heitor Coelho

Zé LG Zé LG, 22.09.19

coelho.jpgCom 12 anos “experimentou” a fotografia no FAOJ – Fundo de Apoio aos Organismos Juvenis, de Beja, e o mistério da câmara escura entranhou-se nele, como uma paixão. O seu trabalho fotográfico tem merecido inúmeras distinções nacionais e internacionais. Em 2014, a Associação Portuguesa de Profissionais de Imagem atribuiu-lhe o título de “Duplo Mestre Fotógrafo”, pela acumulação de méritos fotográficos. Em 2015, a Academia Internacional de Gastronomia, reunida em Paris, concedeu-lhe o “Prix de la Littérature Gastronomique”, pelo seu livro Comer em Évora. Atualmente desenvolve o seu trabalho nas áreas da fotografia de retrato, comercial, documental e industrial – arquitetura e interiores.

Está patente, na Pousada do Castelo de Alvito, até ao próximo dia 6 de outubro, a exposição de fotografia “Alentejo – ontem, hoje, amanhã”, da autoria de Jerónimo Heitor Coelho. Uma exposição onde o público poderá observar o “pensamento pictórico” incluso no trabalho do autor, seja “na harmonia das arquiteturas ou no equilíbrio dos espaços, seja na composição dos interiores ou na densidade humana dos retratos”.

Leia aqui a sua entrevista ao Quadro de Honra do Diário do Alentejo.