Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

PS anuncia cabeças de listas candidatas às autarquias de Vidigueira

Zé LG, 13.04.21

David-Soares-PS-Vidigueira-2021-p5lh594m75dp2itei4David Soares, atual secretário da Junta de Freguesia de Vidigueira do PS, vai ser o candidato socialista à Câmara de Vidigueira nas eleições Autárquicas deste ano.
Além de David Soares, o PS confirmou nos últimos dias a candidatura do historiador Norberto Fialho à Assembleia Municipal de Vidigueira.
Para as freguesias do concelho, o PS definiu como candidatos David Borges (Vidigueira), Alda Mijasé (Selmes), Diogo Conqueiro (Vila de Frades) e Manuel Matado (Pedrógão do Alentejo).

PSD candidata Ana Morais de Almeida e Luís Acabado às câmaras de Alustrel e Moura

Zé LG, 08.04.21

José Silvano, secretário-geral do PSD, apresentou esta tarde, 53 candidatos às próximas eleições autárquicas. Do Alentejo, foram revelados os cabeças de lista candidatos às seguintes câmaras municipais:

Aljustrel - Ana Morais de Almeida
Moura - Luís Acabado
Alandroal - Domingos Matuto
Arronches - João Carlos Crespo
Avis - Giselle Lopes
Alcácer do Sal - Gonçalo Nunes
Grândola - Jacinto Ventura
Elvas - Paula Calado
Sousel - Armando Varela, quatro anos depois de deixar a autarquia, por ter atingido o limite de mandatos. Em 2017, foi candidato do PSD à Câmara do Município de Portalegre, onde obteve 13,15% dos votos.

CIMBAL apresentou contributos para o Plano de Recuperação e Resiliência

Zé LG, 03.03.21

PLANO RESILIENCIA 2.jpgA Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo (CIMBAL) apresentou um conjunto de contributos que considera essenciais para este território, no âmbito da consulta pública promovida para o Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), designadamente:

- reivindicação da concretização do IP8, nomeadamente a execução imediata do troço Santa Margarida do Sado/Beja (rotunda da Malhada Velha/Rotunda do Aeroporto), conclusão da ligação até à Fronteira de Vila Verde de Ficalho, assim como, a conclusão dos troços em falta, no IC 27;

- exigida a modernização e eletrificação da ligação Casa Branca-Beja- Ourique;

- reivindicação da ligação do Empreendimento de Fins Múltiplos de Alqueva (EFMA) à albufeira do Monte da Rocha, para reforço do abastecimento público de água para consumo humano e cerca de 2800 hectares de novas áreas de regadio.

A CIMBAL afirma que, “não obstante se constatar que a esmagadora maioria das verbas são direcionadas para as áreas mais populosas, designadamente as áreas metropolitanas, é nosso entendimento que este instrumento deve disponibilizar recursos para o interior do país, nomeadamente para o Baixo Alentejo, de forma a poder concretizar investimentos absolutamente fundamentais e há muito aguardados (…e prometidos!).”

Ler e ouvir aqui, aqui e aqui.

Universidade de Évora impulsiona nova Escola de Saúde e Centro Académico Clínico do Alentejo

Zé LG, 01.03.21

202102281225278869.jpg

O conceito da nova Escola de Saúde e Desenvolvimento Humano da UÉ foi recentemente apresentado pela academia eborense. Na mesma sessão foi formalizada a constituição do Centro Académico Clínico do Alentejo, que conta com a participação, entre outros parceiros, da ULSBA e do IPBeja e que irá impulsionar a formação e investigação nas áreas clínicas associadas a problemas de co-morbilidade presentes na maioria das pessoas de mais idade, numa ótica transdisciplinar e inovadora.

OBA apresentou propostas ao Plano de Recuperação e Resiliência

Zé LG, 27.02.21

observatório-baixo-alentejo-768x432.jpgO Observatório do Baixo Alentejo (OBA) apresentou um conjunto de propostas de valorização para o desenvolvimento da região e do Sudoeste Ibérico, no âmbito da consulta pública do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), que decorre até ao próximo dia 1 de março.

Entre as propostas apresentadas, Jorge Barnabé, presidente do OBA, destaca “a criação de um eixo ferroviário que ligue Sines ao Aeroporto de Beja, para que esse eixo, depois fortalecido com a requalificação do IP8, possa desenvolver um canal de comunicação entre o litoral do Porto de Sines e a fronteira com Espanha”.

A integração das comunidades migrantes e o repovoamento da região foram outras preocupações transmitidas pelo Observatório do Baixo Alentejo, tal como explica Jorge Barnabé.

O OBA sublinha, ainda, a ideia de que “é preciso aproveitar o PRR para ter uma nova mentalidade, na forma como se gerem os fundos comunitários, na forma como os mesmos devem estar disponíveis para a sociedade civil e não ficarem muitas vezes no papel”.

Ler e ouvir também aqui.

Santiago Macias designado novo diretor do Panteão Nacional

Zé LG, 26.02.21

202102251233112271.pngA Direção-Geral do Património Cultural anunciou, ontem, os primeiros resultados dos concursos internacionais para cargos de direção em museus e monumentos nacionais.

O historiador Santiago Matias, foi presidente da Câmara Municipal de Moura entre 2013 e 2017, fazia parte da lista final de 8 candidatos admitidos no concurso para diretor do Panteão Nacional, em Lisboa.

Os concursos internacionais abertos em 2020, incluíam também, numa 3ª fase, vaga para a direção do Museu Regional Rainha D.Leonor, na cidade de Beja, cujo processo continua ainda em avaliação. Hoje só foram divulgados os nomes da primeira fase dos concursos.

“O Filho do Sapateiro Valentino”, obra autobiográfica de Agostinho Moleiro

Zé LG, 03.01.21

imgLoader2.ashx.jpg… foi recentemente apresentado ao público, na Biblioteca Municipal de Beja. Uma obra em que o autor homenageia “todos os ‘sapateiros’ e ‘camponesas’ que, nas mais adversas condições de vida, fizeram tudo pelo bem-estar dos seus filhos”.

“Foi gratificante escrever mais um livro, foi um delicioso exercício de memória. Pedi ajuda, à minha irmã mais velha, na certificação dos dados mais antigos. Um sonho partilhado – com a minha família, os amigos, a minha terra e outras mais – e um pedacinho da história do meu país. Bem ou mal, nunca perfeito e sempre real. Os “sonhos” não terminaram e antes que o Sol se ponha vamos a outro!”, assim termina Agostinho Moleiro a sua entrevista ao Diário do Alentejo, que pode ler aqui.

Câmara de Viana do Alentejo entregou candidatura do Paço dos Henriques a Marca do Património Europeu

Zé LG, 16.12.20

viana-candidatura.pngA Câmara Municipal de Viana do Alentejo entregou, na Direção Regional de Cultura do Alentejo, a candidatura do Paço dos Henriques, em Alcáçovas, à Marca do Património Europeu (MPE), instituída em 2011, engloba mais seis sítios localizados em outros tantos Estados Membros da União Europeia, que possuem um Património Imaterial similar, onde foram assinados relevantes Tratados de Paz.
A candidatura desenvolvida em estreita colaboração entre o município de Viana e a Associação European Network of Places of Peace, foi apresentada na categoria de “sítio transnacional” que se trata de “um sítio que associa vários sítios localizados em diferentes Estados-Membros que se centram num tema específico”. Além do Paço dos Henriques como sítio coordenador, esta candidatura integra também o Conjunto Histórico de Alcañices (Espanha), o Castelo de Trencin (Eslováquia), a Casa da Paz de Vasvár (Hungria), o Mosteiro de S. Francisco de Zadar (Croácia), o Parque da Fonte Histórica de Kaynardzha (Bulgária) e o Museu Nacional Cotroceni de Bucareste (Roménia).

Manuel Venes apresenta o seu livro “Imperfeições no Caminho”, esta tarde, na Biblioteca de Beja

Zé LG, 15.12.20

128974474_3650089075052023_5223594706770096317_o.j

«“Imperfeições no caminho” é uma obra de ficção na modalidade de romance, privilegiando temáticas diretamente relacionadas com gentes, lutos e dramas de pessoas e famílias que viveram no Alentejo. É um tributo a um ente querido que partiu prematuramente, aborda as fases desse luto vivido, profundo e insanável. O autor remete ainda o leitor para a uma experiência vivida na sua peregrinação a Santiago de Compostela, durante trinta e cinco dias, percorrendo o Caminho Francês, num total de 850 km.» Pode ler-se na descrição da obra.

Marcelo Rebelo de Sousa "revelou" que é candidato à presidência da República

Zé LG, 07.12.20

MRS.png“Porque temos uma pandemia a enfrentar. Porque temos uma crise económica e social para vencer. Porque temos uma oportunidade única de, para além de vencer a crise, mudar para melhor Portugal, na economia, mas sobretudo, no nosso dia a dia, reforçando a nossa coesão social e territorial”, afirmou o atual Presidente da República Marcelo Rebelo de Sousa, quando anunciou a sua recandidatura ao cargo que ocupa nas eleições de 24 de janeiro de 2021. Justificou o caráter tardio com a vontade de publicar as leis eleitorais, convocar as eleições e tomar decisões quanto à pandemia "enquanto presidente e não enquanto candidato".

Apresentação pública do Observatório do Baixo Alentejo, com a presença de António Costa Silva

Zé LG, 27.10.20

122274752_141804574314158_2837776753115758405_o.jpAmanhã, a partir das 16h acompanhe aqui a sessão de apresentação pública do Observatório do Baixo Alentejo, com a presença do professor António Costa Silva - autor e coordenador do Plano de Recuperação Económica de Portugal 2020 / 2030. A simbologia do dia 28 de Outubro reverte-se de enorme significado, sendo a data de constituição há 250 anos da diocese de Beja, definindo o espaço territorial do Baixo Alentejo e que o OBA pretende enaltecer.

Livro “Fake News na Medicina”, de André Casado, apresentado em Alcácer do Sal

Zé LG, 24.10.20

84611934_3104353932931025_5088016205294338048_o meO livro “Fake News na Medicina” vai ser apresentado no Auditório Municipal de Alcácer, no dia 25 de outubro (domingo), às 16h, pelo seu autor, André Casado.  Natural de Alcácer do Sal, André Casado é médico especialista em Medicina Interna no Hospital da Luz em Lisboa, com 20 anos de experiência de Consulta, e especialista em Medicina Intensiva. É formador em diversos cursos de pós-graduação e instrutor de Simulação Clínica, integrando a coordenação dessa área, no mesmo Hospital. 

Em “Fake News na Medicina”, com chancela da editora Matéria Prima, o autor apresenta um livro de leitura obrigatória para quem privilegia a Ciência como fonte única de informação sobre o seu bem-estar e pretende ver clarificados mitos e falsidades propalados como verdades científicas. Aqui não há fake news. Um livro que cuida da sua saúde.

Arte Pública apresenta “Loucas, não como as outras” no Pax Júlia

Zé LG, 21.10.20

202010191708595078 arte.jpg“Loucas, não como as outras” é um “espetáculo assumidamente feminista, um trabalho de teatro de cabaré muito divertido em que rir a rir vai-se falando de coisas serias”. A peça é apresentada pela companhia de teatro de Beja Arte Pública, que pode ver hoje, e no dia 28 deste mês, no Pax Júlia, na capital de distrito, a partir das 21.30 horas.

“Loucas, não como as outras” é uma “muito bem-humorada incursão ao território do bicho-homem e da construção social das suas máscaras, das suas inseguranças e medos - que originam o machismo, o racismo, as mentiras conjugais, a dificuldade de aceitação das suas próprias incongruências e a diferença do outro - encenada por Gisela Cañamero e interpretada pelas atrizes Carmen Jesuíno, Sandra Maya e Tânia Sacramento que reclamam para si a liberdade de serem diferentes às bem arrumadas convenções sociais de género”.

“O Alentejo Primeiro!” é o lema da candidatura de Roberto Grilo à presidência da CCDRA

Zé LG, 08.10.20

copy_of_copy_of_copy_of_copy_of_cronistas_ta_68.pn«Sou, em todo o território nacional, o único candidato independente às eleições das Comissões de Coordenação e Desenvolvimento Regional, não apresentado nem apoiado por qualquer partido. O meu partido é o Alentejo! Por isso mesmo, o lema da minha candidatura é “O Alentejo Primeiro!”.

Sou o presidente da CCDRA há já cinco anos. Conheço profundamente o Alentejo, os seus autarcas e o valoroso trabalho que todos fazem. Defendo que o poder autárquico é uma das mais importantes conquistas de Abril e da Democracia. E sou um adepto confesso da Regionalização, aliás, gostaria que neste processo se tivesse ido mais longe e estivéssemos a discutir a Regionalização, restando-me esperar que de facto este seja pelo menos um passo nessa direção e, depois de ser eleito, trabalharei para isso, dento do quadro legal das minhas competências.

O Alentejo tem uma estratégia para 2030 e essa será a minha base de trabalho na CCDRA, tendo em conta as competências e atribuições dos parceiros regionais e a certeza de que tudo farei para assegurar o suporte institucional da CCDR e a mobilização adequada e eficaz dos fundos para concretizar os investimentos.

...» Roberto Grilo, Candidato independente à presidência da CCDRA, aqui.

Roberto Grilo formalizou a sua candidatura a presidente da CCDR do Alentejo

Zé LG, 23.09.20

120079994_184734176478753_7207092891498493577_n RGRoberto Grilo anunciou ter já formalizado a sua candidatura a Presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo (CCDRA) nas eleições que ocorrerão no próximo dia 13 de Outubro, afirmando que: “Decidi candidatar-me, como independente (e é a única candidatura independente, não apoiada, nem proposta por qualquer partido, em todas as regiões do País), quando percebi que posso unir o Alentejo em torno de um projeto comum, que há um grande reconhecimento pelo trabalho que desenvolvi nos últimos cincos anos e porque tenho que ser sensível ao apelo da região para que não me fosse embora nesta situação de crise em que vivemos. Apresento-me a eleições, portanto, com a legitimidade do trabalho feito e o reconhecimento desse trabalho.”

Ler aqui toda a publicação.