Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Criada a Bio região da Margem Esquerda do Guadiana

bio.JPGFoi assinado o documento que oficializa a criação da Bio Região da MEG-Margem Esquerda do Guadiana, durante a sessão de adesão da MEG à INNER-Rede Internacional de Bio Regiões.

A MEG integra agora uma rede internacional de cerca de meia centena de territórios BIO em todo o mundo e passa a ser a quarta Bio Região em Portugal.

De referir que, ao abrigo do PDR2020, foi aprovado um pedido e apoio que garante financiamento para a dinamização da Bio Região da MEG na sua fase inicial.

“XII Jornadas FENAREG” debatem, em Odemira, Agricultura-Ambiente-Território

A FENAREG e a Associação de Beneficiários do Mira organizam a 6 e 7 de Novembro, em Odemira, o Encontro Regadio 2019 “XII Jornadas FENAREG”, que terão como tema central o trinómio Agricultura-Ambiente-Território e os desafios dos Aproveitamentos Hidroagrícolas para além da gestão da água.

regadio.jpg

Este evento assinala o 50º aniversário do Aproveitamento Hidroagrícola do Mira, um perímetro de rega com 12 mil hectares de área beneficiada, cuja origem da água é a albufeira criada pela Barragem de Santa Clara, no rio Mira, onde se pratica uma agricultura de regadio com vocação exportadora e um forte contributo para o desenvolvimento sócio-económico do território do sudoeste alentejano e da costa vicentina.

Olivum “recomendou a todos os associados a suspensão voluntária deste tipo de atividade na campanha de 2019”

“Com o aproximar da colheita a Olivum solicitou reuniões ao ICNF, ao Iniav, à Drapal, bem como a outras organizações da fileira, de forma a recolher informação sobre os meios aconselhados de prevenção e atenuação dos possíveis impactos dos trabalhos de colheita, designadamente, no que se refere à apanha mecanizada noturna”.

P1060207.JPG

Adiantando ainda que, no passado dia 17, assinou, juntamente com a CAP, a Confagri e a Casa do Azeite, uma proposta de acordo setorial relativo à colheita noturna no olival, onde se recomenda, também, a suspensão temporária e voluntária da colheita noturna, sempre que surja risco de impacto negativo na avifauna”.

Life LiveAdapt promove questionário sobre as alterações climáticas e a pecuária em regime extensivo

live.jpgEste é um projecto que preconiza a necessidade de adaptação às alterações climáticas dos modelos de produção de pecuária extensiva na Europa. O principal objectivo do projecto é a implementação de uma estratégia baseada em tecnologias e práticas inovadoras que permitam ao sector adaptar-se às alterações climáticas.
Com a realização do questionário pretende-se conhecer a opinião e a experiência dos proprietários de explorações de gado em regime extensivo em relação às alterações climáticas, e também como estas afectam a sua actividade, por isso, a colaboração dos produtores é fundamental.

Crescimento económico a todo o custo?

Fábrica.jpg

Todos sabemos que o crescimento económico é importante para o desenvolvimento. Mas deve acontecer a qualquer preço? Com prejuizo para o ambiente e para a saúde das populações? Do que espera o governo para monitorizar as condições em que esta fábrica (Fábrica de Fortes, Ferreirra do Alentejo) labora e obrigar os seus proprietários a cumprir as normas de funcionamento? O que dizem as candidaturas distritais à AR sobre o assunto e que compromissos assumem para os resolver.

ACOS solidária com Cimeira de Ação Climática

A ACOS - Associação de Agricultores do Sul solidariza-se com todas as ações em defesa de um planeta mais limpo e sustentável, designadamente a Cimeira de Ação Climática, que decorre em Nova Iorque pela mão da ONU, e a ação climática global observada esta semana por parte de diversos sectores de atividade no nosso País, designadamente escolas.

acos.jpgA defesa da sustentabilidade é um imperativo da ACOS que procura unir esforços com todas as áreas do saber e setores de atividade de modo a que se consigam obter resultados mais consistentes.

Prova disso é o grande contributo que a ACOS está a preparar para mais uma edição da Ovibeja. “Agricultura Con(s)CIÊNCIA” é o mote da 37ª Ovibeja, a realizar de 29 de Abril a 3 de Maio de 2020, e para a qual já estão a ser desenvolvidas ações que abordem a questão da eficiência que remete para a sustentabilidade e para o conhecimento com base na ciência.

Leia aqui todo o texto com a posição da ACOS. Leia e oiça mais aqui e aqui.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Mais uma vez, estamos a constatar o desinvestiment...

  • Anónimo

    Pois, pois.....A falta de dignidade e coerência po...

  • Anónimo

    A democracia é a pior forma de governo, com excepç...

  • Anónimo

    Bem sei, caro LG, que a citação não é da sua autor...

  • Anónimo

    O quê? Ou a linguagem é subliminar, ou sou eu que ...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.