Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Comissão Europeia anuncia apoio aos agricultores confrontados com a seca

seca1-768x512.jpg

Os agricultores “poderão receber uma percentagem mais elevada dos seus adiantamentos em pagamentos directos e pagamentos a título do desenvolvimento rural”, revela a representação da Comissão Europeia em Portugal.

Por outro lado, terão maior flexibilidade na utilização de terrenos para alimentação animal.

EDIA facilita acesso à água devido à seca

EDIA-1-1-768x512.jpgA EDIA-Empresa de Desenvolvimento e Infra-estruturas de Alqueva decidiu facilitar o acesso à água nas suas infra-estruturas e reservatórios para fins de abeberamento de gado e, sempre que tecnicamente possível, para rega de emergência de culturas.

Com base na informação prestada, a empresa analisará qual o ponto da rede e as condições em que os volumes requeridos poderão ser disponibilizados.

SEF detém em Beja e Alcácer dois suspeitos de tráfico humano

O SEF adianta ainda, que os dois detidos são irmãos, cidadãos “oriundos do leste da Europa”, e que “recrutavam os trabalhadores a partir dos países de origem, através do aliciamento por melhores condições de vida”.

imgLoader2.jpg

“Já em território nacional as vítimas acabavam por ser exploradas em herdades agrícolas, na preparação da campanha da azeitona. Muitos deles acabaram privados da respetiva remuneração e com recurso a violência física”.

FAABA reclama medidas de combate à seca

As situações de seca extrema no Alentejo infelizmente são recorrentes, e este ano não é excepção. A Federação das Associações de Agricultores do Baixo Alentejo – FAABA solicita ao governo medidas de apoio de modo a mitigar os prejuízos causados.

seca.jpgComo medida de carácter geral, os agricultores alentejanos pedem que seja concedida a dispensa e deferimento do pagamento de contribuições à Segurança Social.

Rede Ibérica debate gestão do montado na ACOS

A ACOS recebe, hoje, às 15.00 horas, nas suas instalações, as Jornadas de apresentação da Rede Ibérica para a Transferência do Conhecimento e a Inovação no Montado.

Rede ibérica.pngEste é um projeto promovido pelo Centro de Investigação Científica e Tecnológica da Extremadura que conta com 16 parceiros do lado de cá e de lá da fronteira.

A Rede pretende promover a transferência de conhecimento, de boas práticas e de inovações para a gestão do montado, e para a produção e comercialização dos seus produtos, de forma a contribuir para uma maior valorização económica e ambiental destes sistemas.

O projeto é apresentado, amanhã, dia 18, também às 15.00 horas, no auditório da Biblioteca Municipal de Ourique. 

Pedro do Carmo contra Capoulas Santos?

pedro-do-carmo-AR2-768x432.jpgO deputado do PS eleito por Beja interveio a favor do olival, durante o debate realizado na Assembleia da República, marcado pelo Partido Ecologista “Os Verdes” (PEV), com o tema “travar as culturas intensivas e superintensivas”, considerando que a plantação de olival no Alentejo “cria emprego e fixa população jovem e qualificada nos territórios do interior” e que o Baixo Alentejo “é hoje uma das regiões do país que mais contribui para as nossas exportações” fruto dos investimentos realizados.

No mesmo debate, afirmou o ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural: “Determinei, no atual quadro comunitário de apoio, que não haverá no perímetro de Alqueva mais apoios ao investimento para a instalação de olivais e de agro-industrias associadas ao olival, porque temos capacidade de laboração suficiente”.

Governo corta apoios ao investimento para a instalação de olivais e lagares no perímetro de Alqueva

O Governo anunciou esta quarta-feira que vai suspender apoio ao investimento em olival na região do Alqueva e delimitar as manchas contínuas para proteção da biodiversidade. Luís Capoulas Santos, considera que as implicações do olival têm sido “distorcidas” pela opinião pública e não têm as pressões ambientais que lhe são atribuídas.

Olival.JPG

“Determinei, no atual quadro comunitário de apoio, que não haverá no perímetro de Alqueva mais apoios ao investimento para a instalação de olivais e de agro-industrias associadas ao olival, porque temos capacidade de laboração suficiente”, afirmou o ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, no debate marcado de urgência pelo Partido Ecologista “Os Verdes” (PEV), com o tema “travar as culturas intensivas e superintensivas”.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Vamos ter nova geringonça. E a ideia, pessoalmente...

  • Anónimo

    Num país em que o maior trambiqueiro político está...

  • Anónimo

    Uma vida saudável depende de muitos outros factore...

  • Zé LG

    A alimentação não é um factor importante para uma ...

  • Anónimo

    Porreiro, pá!É ver para crer!

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.