Alvitrando
Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.
12
Jun 18

aeroporto.jpg

Saíram ontem, rumo a Tenerife, 80 passageiros, no âmbito da primeira operação Lisboa-Tenerife Sul, partilhada pelos operadores Soltour e Jolidey para este mês de Junho, do Aeroporto de Beja.

Os próximos voos realizam-se nos dias 18 e 25 deste mês, estando assegurado pelos operadores turísticos o transporte dos passageiros para Beja e o regresso a Lisboa. Sete anos depois de ter começado a sua atividade apareceram dois operadores turísticos a pensar no Aeroporto de Beja como alternativa ao de Lisboa, na sua valência de transporte de passageiros.

A ANA Aeroportos de Portugal afirma que embora seja pontual vem concretizar um objetivo há muito definido de “dinamizar esta infraestrutura para segmentos específicos de tráfego de passageiros que apresentem algum potencial de desenvolvimento”. Ainda segundo a ANA “trata-se de uma operação de outbound, associada a operações turísticas, que permite oferecer a passageiros nacionais a possibilidade de viajar para Tenerife com partida de Beja”.

publicado por Zé LG às 08:51
05
Jun 18

Aeroporto-Beja-13-768x432.jpgA utilização do Aeroporto de Beja como alternativa à construção de um novo aeroporto no Montijo, é um “imperativo nacional”, considera o Movimento AMAlentejo, lembrando que “por essa Europa fora o que não faltam são aeroportos a mais de uma hora de viagem da capital que servem” e que “Um país endividado como o nosso não pode continuar a desbaratar recursos como se vivesse na abundância”. “Os milhões que se pretendem gastar na construção de um novo aeroporto no Montijo devem ser canalizados para electrificar a linha ferroviária Portalegre-Évora-Beja-Funcheira (ligação a Faro) com prioridade imediata para o troço Beja-Casa Branca”.

O AMAlentejo sublinha que o Programa Nacional da Política de Ordenamento do Território (PNPOT), cuja proposta de revisão está em discussão pública até ao próximo dia 15, prevê a construção do novo aeroporto do Montijo, sem considerar o aeroporto de Beja, que “reúne todas as condições que um novo aeroporto na grande Área Metropolitana de Lisboa não tem, nem nunca terá. Não tem problemas ambientais, situa-se numa das zonas de mais baixa densidade demográfica do País, não precisa de milhões de investimentos para funcionar, irá criar novas oportunidades de emprego e contribuir para o desenvolvimento de uma zona do interior até ao presente esquecida pelo centralismo cego e asfixiante de S. Bento”. 

Leia e oiça também AQUI as opiniões sobre o assunto de José Soeiro, da Comissão dinamizadora do movimento AMAlentejo. 

publicado por Zé LG às 12:51
13
Dez 17

manchete_text_121220171627-514-IPBejaaeronutica.JP

O Aeroporto de Beja “tem sabido encontrar o seu caminho (…) e contribuído para o momento particularmente favorável do sector aeronáutico em Portugal”, afirmou ontem, em Beja, o Secretário de Estado dos Transportes e Infra-estruturas na abertura do “Open Day- I Can Fly” promovido pelo Instituto Politécnico de Beja, sublinhando que o projecto de construção de um hangar para manutenção de aeronaves que o grupo MESA/Hi Fly vai instalar no aeroporto de Beja, em 2018, é “estratégico” para o cluster aeronáutico de Beja.

Ler e ouvir AQUI e AQUI.

publicado por Zé LG às 08:49
20
Nov 17

primage_21261.pngO Presidente da Câmara Municipal de Beja, Paulo Arsénio, e o Vereador e Vice –Presidente Luís Miranda, visitaram na tarde de Quinta-Feira, dia 16/11, o Aeroporto de Beja, em visita conjunta com o Presidente dos grupos MESA e HI FLY, Paulo Mirpuri, e o Diretor do Aeroporto de Beja, José Natário. O encontro serviu para se inteirarem, no local, do projeto de construção do hangar da MESA, para reparações de aeronaves Airbus A330 e A340. A empresa prevê o início da construção do espaço para abril/maio de 2018 e a conclusão para perto de final do ano, numa área de construção de aproximadamente 1 hectare.

Quando o hangar estiver a laborar em pleno dará trabalho especializado a 150 técnicos de manutenção de aeronaves.

Durante a visita foram ainda abordadas outras oportunidades de negócio entre os grupos MESA/HI FLY, o Aeroporto e o Município de Beja, para que Beja possa ganhar uma dimensão aeronáutica relevante no contexto nacional, a médio prazo, com criação de emprego líquido e consequente valorização económica do Concelho e da Região.

Informação do Gabinete de Comunicação Integrada da CMB

publicado por Zé LG às 18:15
17
Nov 17

23621600_1541330699292404_908782362422040177_n.jpg

A ANA Aeroportos de Portugal e a empresa de engenharia e manutenção MESA, do mesmo grupo da companhia aérea Hi Fly, assinaram formalmente uma licença de ocupação de um novo hangar no Terminal Civil de Beja, onde aquela empresa irá desenvolver e expandir a sua atividade de manutenção de aviões, anunciou a ANA. As obras para a construção desta nova infraestrutura deverão ter início em abril de 2018 e espera-se que a conclusão da primeira fase ocorra até ao final desse mesmo ano.
A ANA Aeroportos de Portugal adianta que o investimento “permitirá a construção de um novo hangar, oficinas e arranjos exteriores com uma área total de 9 500 metros quadrados e um centro técnico com capacidade para aviões de grande porte, incluindo os modelos Airbus A330, A340 e A350”.
O novo hangar servirá “para a manutenção de base da frota de aviões Airbus da companhia aérea Hi Fly”, que já utilizava Beja para estacionamento e manutenção de linha há cerca de dois anos, “bem como para outras companhias aéreas com contrato de manutenção com a MESA”.
Ainda de acordo com a ANA, o desenvolvimento e expansão desta atividade conta igualmente com um novo centro logístico de suporte às atividades acrescidas de manutenção, com cerca de 6 000 metros quadrados, “cuja localização será decidida nos próximos meses e que poderá ser em Lisboa, Palmela ou Beja”.

publicado por Zé LG às 08:47
29
Set 17

Carlos Figueiredo, candidato do PS à Câmara de Beja anunciou, nas vésperas das eleições de 2005, que existem contactos adiantados entre "importantes indústrias aeronáuticas europeias e entidades oficiais portuguesas" que deverão resultar na criação de uma empresa aeronáutica na cidade de Beja, que deverá designar-se Beja Aero Industries (Bejai), "será integralmente portuguesa e de capitais mistos, no regime de uma parceria público-privada", devendo ser criada ainda em 2005. 

DA.jpg

Desde então, sempre que se realizam eleições lá aparece uma notícia a anunciar uma boa nova para o Aeroporto de Beja... Este ano também não foi excepção e, desta vez "A Câmara Municipal de Beja congratula-se, em nota de imprensa, com a publicação, em Diário da República, do despacho que desbloqueia o processo de instalação das infraestruturas aeronáuticas da empresa Aeroneo, no Aeroporto de Beja." Esperemos que desta vez seja de vez e que finalmente uma empresa do ramo aeronáutico se instale ali. (foto DA)

publicado por Zé LG às 19:22
18
Abr 17

Mais de uma dezena de instituições regionais rubricam, hoje, às 11 horas, no Salão Nobre da Câmara Municipal de Beja, o Protocolo de Colaboração do Sector Aeronáutico do Alentejo.

O acordo visa, segundo os promotores, “estabelecer formas de cooperação entre os seus signatários, no respeito pelos objectivos e identidade de cada um”.

De acordo com as diversas instituições regionais é de “máxima importância aproximar os territórios, definindo uma estratégia de complementaridade e especialização que potencie maior atractividade nacional e internacional para a instalação de novos projectos de investimento”.

A ligação Ponte de Sor, Évora e Beja é apontada como “um factor preponderante no desenvolvimento de um espaço privilegiado de desenvolvimento deste sector”.

publicado por Zé LG às 00:55
14
Abr 17

17884039_1116334975137984_5255516699857602137_n.jp

"A Câmara Municipal de Beja saúda a decisão de hoje do Conselho de Ministros, ao viabilizar a instalação da primeira grande empresa no aeroporto de Beja.
Após uma intensa atividade por parte deste Município, que encetou várias diligências junto de responsáveis, solicitando intervenção e exigindo decisões, e com o envolvimento direto com a AERONEO e o Governo, é com satisfação que vemos dar frutos os esforços que, em conjunto fizemos, pensando na região, no desenvolvimento económico e na criação de emprego.
Este é um passo muito importante, se a ele for associado o início do desbloqueamento e de decisões erradas, tomadas pelos sucessivos Governos ao longo de anos.
É uma decisão que tem o mérito de trazer, de novo, aos alentejanos, a capacidade de acreditar e, desta forma, desbloquear a vinda para Beja e para a região de mais empresas e atividades relacionadas com o aeroporto de Beja.
O Alentejo tem futuro e nós acreditamos nesse futuro."

Comunicado da CMB, AQUI.

publicado por Zé LG às 10:53
13
Abr 17

Muitos foram os comentários à prestação dos participantes no debate, na RTP, sobre o Aeroporto de Beja. Muitos criticaram a prestação do presidente da Câmara de Beja pela falta de eloquência. Embora isso, como tudo, possa ser objecto de crítica, não me parece ser o essencial. O que me parece que devia ter ficado demonstrado era que, para além das principais responsabilidades pela falta de actividade do Aeroporto de Beja poderem ser assacadas ao(s) governo(s), a Câmara de Beja está a fazer tudo para o Aeroporto de Beja desempenhe as funções para que foi construído. E, que por isso mesmo, já contactou com a companhia de aviação que ameaça deixar de operar no aeroporto. Tal como devia ter ficado mais claro que os "elefantes brancos" foram "criados" noutras regiões e não aqui, onde tudo o que puder deve ser feito para estancar o despovoamento e a desertificação. Dizer e insistir em que a responsabilidade é apenas do governo, é redutor e pouco mobilizador da opinião pública... 

publicado por Zé LG às 08:48
04
Abr 17

DSC_0014.jpg

A empresa portuguesa MESA – Maintenance & Engineering, liderada por Paulo Mirpuri, vai avançar com a construção de hangar de manutenção de aviões no aeroporto de Beja. O projecto deverá avançar até final do terceiro trimestre deste ano e permitirá a prestação de serviços de manutenção, em simultâneo, a um avião Airbus 340-500 (que tem mais de 67 metros de comprimento e autonomia para voar 16.600 kms) e a mais duas ou quatro aeronaves de dimensão reduzida.
De acordo com o presidente da MESA, este investimento vai nascer em Beja porque o aeroporto baixo-alentejano tem uma localização privilegiada para efectuar as chamadas "manutenções pesadas" (denominadas 'c-checks' na gíria aeronáutica), que implicam a paragem dos aviões por vários dias.
O novo hangar em Beja vai nascer depois da MESA ter alargado os seus serviços de manutenção de linha para o aeroporto no primeiro semestre de 2016. Com sede no Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, a companhia possui várias estações de manutenção em todo o mundo, destinadas a suportar temporariamente a necessidade do cliente de serviços de manutenção num local específico.

publicado por Zé LG às 08:59
16
Fev 16

DSC_0014.jpg

E segundo consta, já se sente na Cidade, designadamente na hotelaria, o movimento de aviões registado no Aeroporto de Beja.

publicado por Zé LG às 00:21
05
Jan 16

040120162225-907-HiFly.jpg

Foto daqui.

O Aeroporto de Beja recebe nos próximos dias o parqueamento de duas aeronaves da transportadora europeia Hi Fly.
O primeiro avião, um Airbus A340-300 chega de Havana amanhã e o segundo, um Airbus 340-500 tem chegada prevista ao Aeroporto no próximo dia 13 vindo de Helsínquia. A informação é avançada pela ANA – Aeroportos de Portugal. A mesma fonte acrescenta que este estacionamento surge na sequência da estratégia de dinamização comercial adoptada para promover a utilização do Aeroporto de Beja para estacionamentos de média e longa duração.
A ANA espera que a aposta da Hi Fly em Beja seja “o primeiro passo" para o cimentar de uma parceria com vista "ao desenvolvimento de outras actividades no Aeroporto de Beja”.
O presidente da transportadora considera “bastante positivo o acordo estabelecido com a ANA para a utilização do Aeroporto de Beja, como placa giratória” para a frota entre contractos, nomeadamente para o estacionamento e manutenção das aeronaves.

publicado por Zé LG às 12:54
24
Dez 15

231220151706-830-AERO.JPG

 

“Gigante” da aeronáutica mundial a caminho do aeroporto de Beja

Antonov vão ter manutenção em Beja

Manutenção de aviões Antonov em Beja

publicado por Zé LG às 10:43
09
Ago 15

310720151433-175-DSC_0182.JPGA Câmara Municipal de Évora tomou conhecimento, através do Presidente Carlos Pinto de Sá, da decisão de que a sede do futuro Cluster da Aeronáutica, Espaço e Defesa (AED Cluster) será em Évora, decisão que resulta dos esforços feitos nesse sentido pela Câmara Municipal, Universidade de Évora, Parque de Ciência e Tecnologia do Alentejo e Embraer.

publicado por Zé LG às 10:13
03
Ago 15

Os escritórios da AeroNeo vão ser instalados em setembro, no aeroporto de Beja, as obras de construção do hangar serão depois efetuadas e de acordo com o representante da empresa, o primeiro avião para desmantelar só chegará a Beja dentro de um ano e meio.

020820151905-820-AeroportoBeja(12).JPGO Presidente da ANA- Aeroportos de Portugal, Jorge Ponce de Leão defende que o Aeroporto de Beja “irá servir todos os destinos, seja litoral seja interior, à medida que eles crescerem e se desenvolverem”. O presidente da ANA entende que Beja descolará quando for ultrapassada a crise e relançados os projectos que foram suspensos.

publicado por Zé LG às 08:53
16
Jul 15

160420150049-880-EstaoCPBeja.jpgA acusação é do deputado do PCP eleito por Beja, João Ramos, depois de ter questionado o ministro da Economia numa audição parlamentar, as respostas foram dadas pelo secretário de Estado Secretário das Infraestruturas, Transportes e Comunicações, Sérgio Monteiro, que confirmou que não há nenhum estudo de viabilidade económica da linha, o que contraria aquilo que o PSD tinha prometido em 2011 e que se “descartou” das suas responsabilidades em relação ao Aeroporto de Beja.

publicado por Zé LG às 13:11
29
Out 14

240620130131-117-DSC_1144.jpgPonce Leão frisou ainda, que o aeroporto foi um risco assumido que se vai procurar minimizar através daquilo a que chamou “operações de natureza industrial, para se reduzir rápida e significativamente a contribuição negativa”. Neste contexto afirmou que "Beja começará por ser um aeroporto industrial”, porque o que “está previsto a mais curto prazo é uma operação de desmantelamento de aviões em fim de vida e também o desenvolvimento de um projeto de manutenção”.
José Natário, que integrava a equipa de gestão do aeroporto de Lisboa, assumiu a direção do aeroporto de Beja, no passado dia 1, substituindo Pedro Beja Neves. A sua tomada de posse ainda não foi oficializada, estando prevista para breve.
In: http://www.vozdaplanicie.pt/index.php?go=noticias&id=4205

publicado por Zé LG às 08:45
11
Mai 14

Enquanto os representantes do Estado português geriam o delicado dossier da redução do efectivo norte-americano na base açoriana das Lajes, chegava aos seus gabinetes uma promissora e, ao mesmo tempo, arriscada proposta do outro lado do Atlântico. Há cerca de oito meses, os militares da super-potência mundial sinalizaram o interesse de transferir para Beja a Força de Reacção Rápida sedeada na base aérea espanhola de Moron.

Os responsáveis norte-americanos não estão satisfeitos com as condições em Espanha e estavam a equacionar alternativas. Ao que o PÚBLICO apurou, uma delegação chegou mesmo a visitar a base aérea localizada na cidade alentejana para aferir da possibilidade da deslocalização.

In: http://www.publico.pt/politica/noticia/militares-americanos-interessados-em-beja-1635239

publicado por Zé LG às 23:00
12
Dez 13

As pretensões da empresa foram anunciadas ontem, no aeroporto de Beja. A Windavia conta fazer passar pelo aeroporto de Beja 10 mil passageiros no verão de 2014. O Alentejo e a Península de Tróia serão os destinos. Os voos são operados pela White e prometem ter preços “apelativos”, de acordo Pedro Bollinger, CEO da  Windavia.

In: http://www.radiopax.com/index.php?go=noticias&id=2638

publicado por Zé LG às 22:44
11
Dez 13

O novo operador de voos charter Windavia, promovido por empresários nacionais, será apresentado na próxima quarta-feira, dia 11, durante um voo Lisboa-Beja, que é descrito pelos promotores como o “voo comercial mais curto da história de Portugal Continental”, noticia a edição on line do jornal “Meios & Publicidade”. Após o voo, o aeroporto de Beja acolherá um almoço com jornalistas e convidados. A Windavia tem sede no aeroporto de Lisboa. In: DA.

publicado por Zé LG às 08:55
Junho 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
Passaram por cá
Contador de visitas

Desde 15.01.2011
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
os ignorantes deviam ser proibidos na net
É verdade, tanta ignorância, é o que dá em faltar ...
O MPLA que explora angola há dezenas de anos, tem ...
Tanto disparate, tanta ignorância!
Angola comunista??????
podem sempre ir ler algo sobre marx ao mural que a...
Foi só para ser mais objectivo. Aconselho-te a ler...
O partido Socialista é um partido Marxista não é ?...
Estás a repetir as coisas...deve ser soninho.
Obrigado, prefiro ser ignorante a ser manipulado p...
Pois, pois......... eu sei que dói.Sabes ao menos ...
Pois,pois... amigo....... sabes ao menos o que é o...
Um diz mata e vem o outro a dizer esfola, estivera...
Certo !Escolham bem os novos candidatos, o Alentej...
O PCP reuniu, discutiu e decidiu por unanimidade, ...
blogs SAPO