Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

João Paulo Ramôa defende alargamento do Aeroporto de Beja

avião.jpegO antigo Governador Civil de Beja e coordenador do Grupo de Trabalho para o aeroporto de Beja, criado pelo Governo em 2012, defende a necessidade de alargamento da infra-estrutura aeroportuária de Beja, porque acredita que dentro de um ano ou dois o aeroporto terá uma dinâmica diferente da que existe actualmente.

João Paulo Ramôa olha para aquele equipamento como um “aeroporto indústria” e garante que, se tivesse poder para tal, “preparava já os estudos para ampliação do aeroporto” de Beja, porque é necessário alargar a plataforma de estacionamento de aeronaves, que em breve esgotará.

Mesa iniciou obras no Aeroporto de Beja

Aeroporto-Beja-13-768x432.jpgA empresa Mesa começou, este mês, a construir um hangar, que deverá começar a funcionar no 4º trimestre de 2020, e vai servir para manutenção da frota de aviões airbus da companhia aérea Hi Fly e de aviões de vários modelos airbus de outras companhias aéreas com contracto de manutenção com a Mesa. O investimento de 30 milhões de euros prevê criar 150 postos de trabalho.

Construção de hangar de manutenção de aeronaves em Beja vai arrancar

47683373_2327750150786356_5309174370696953856_n.jpA Câmara de Beja aprovou, esta semana, o projecto de arquitectura para construção de um hangar de manutenção de aeronaves da Hi Fly.

A autarquia concedeu ainda uma licença para a instalação do estaleiro e a movimentação de terras.

A empresa deverá em breve avançar com as obras de instalação do hangar no aeroporto de Beja.

O projecto “continua em desenvolvimento”, revela Luís Miranda, vereador da Câmara de Beja.

Ao que levam as privatizações

IMG_7420.JPG

A privatização da ANA, pelo que se ouviu nos Prós-e-Contras desta noite, permite que sejam interesses particulares - os dos seus donos -, a definir a estratégia aeroportuária e não só para o nosso país. Passa para segundo plano o que deveria estar sempre em primeiro - o interesse público - e consequentemente as questões ambientais, sociais, económicas e de segurança são desvalorizadas para justificar o que mais interessa - e parece não ser pouco - aos que ficaram com um poder de decisão que nunca lhes deveria ter sido delegado.

Paixão pelo Interior: Verdadeira ou não passa de propaganda vazia?

vitorsilva.jpg

Ficou agora a saber-se, pela voz do nosso Presidente da Câmara, que a Força Aérea Portuguesa deu um parecer negativo à instalação de uma escola de pilotos no Aeroporto de Beja. Essa escola previa a presença de várias aeronaves, trinta pilotos, instrutores e mecânicos e a frequência de uma centena e meia de alunos.

(ler e ouvir aqui toda a crónica de Vítor Silva)

Mas, a Força Aérea não é um estado dentro do estado, depende do governo e em primeiro lugar do ministro da Defesa, que agora até é um novo e que dizem altamente competente. Vamos então ver se a paixão pelo interior tão apregoada pelo governo é mesmo verdadeira ou não passa de propaganda vazia, e se assim como nos deixaram a não ver passar os comboios, agora também ficaremos a não ver passar os aviões, a não ser, claro, os da Força Aérea.

O que quer o governo para o Aeroporto de Beja?

Aeroporto-Beja-13-768x432.jpg

A Força Aérea Portuguesa (FAP) deu um parecer desfavorável ao projecto de instalação de uma escola de pilotos no aeroporto de Beja. A revelação foi feita por Paulo Arsénio, presidente da Câmara de Beja, que afirma que o processo estava “fechado” com os diversos parceiros: Instituto Politécnico de Beja, ANA Aeroportos e Câmara de Beja e que previa a instalação de várias aeronaves, 150 alunos e 30 pilotos, instrutores e mecânicos.

 

Lido o que foi dito assim, até parece que a culpa é da FAP, como se esta não dependesse do governo, designadamente do Ministério da Defesa. Sendo assim, talvez Paulo Arsénio deva pedir explicações ao primeiro-ministro e secretário-geral do seu partido, PS, sobre o que pretende que o Aeroporto de Beja seja, que funções deve desempenhar. Porque, se o parecer da FAP se mantiver é melhor dizer que o Aeroporto de Beja já foi… Talvez os barracões sirvam para um centro comercial …

"AEROPORTO DE BEJA SÓ PRECISA DA MELHORIA DAS ACESSIBILIDADES"

033.JPG

Movimento AMAlentejo considera que após a aterragem do A380 em Beja, “o país tomou conhecimento que dispõe de um aeroporto internacional no Alentejo, em Beja, pronto a utilizar e que não vale só 33 milhões de euros [custo do investimento] mas muitas centenas de milhões de euros”.

O Movimento defende que para operacionalizar o aeroporto é necessário investir apenas na melhoria das acessibilidades rodoviárias e ferroviárias a Beja e que o mesmo deve ser assumido como um “aeroporto de retaguarda do Algarve e mesmo de Lisboa nos próximos anos e servir a Andaluzia e a Estremadura espanhola que não dispõem de aeroportos capazes de receber voos.

HANGAR DA HIFLY PRONTO NA PRIMAVERA DE 2019

Aeroporto-de-Beja-848x473.jpg

O Executivo da Câmara Municipal de Beja visitou, a convite da Hifly, o aeroporto e o terreno onde estão a ser preparados os trabalhos de construção do 1º hangar de manutenção de A340 e A330 da companhia. Paulo Arsénio revelou que o hangar ficará pronto na primavera de 2019 e que para o Município, o futuro do aeroporto de Beja passa, essencialmente, pela manutenção de aeronaves e escolas de pilotos.

Paulo Arsénio afirmou ainda que a região continua à espera de ver o seu aeroporto “descolar” e a aguardar a necessária conclusão das acessibilidades rodoviárias e ferroviárias, fundamentais para o desenvolvimento pleno desta infraestrutura aeroportuária, tal como demonstram os diversos estudos realizados sobre esta matéria.

Comentários recentes

  • Anónimo

    A polémica interna já estalou.

  • anónimo

    e porque não vem a publico a solução encontrada pe...

  • Anónimo

    Até os valores são quase os mesmos. 41 mil no 25 d...

  • Anónimo

    Panelinha em Castro Verde ?

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.